APMT – Capítulo 212 – Epílogo


CAPÍTULO ANTERIOR

Fazia cerca de meio ano desde que derrotamos o Deus do Mal…

Depois desse evento, os residentes da |Cidade Portuária Motanpe| nos forçaram a participar do banquete da vitória, onde aproveitamos nosso tempo juntos.

Excluindo Sarona, ninguém mais sabia sobre a ressurreição do Deus do Mal.

Estava tudo bem, eu acho.

De qualquer forma, ninguém acreditaria se eu dissesse que o mundo qualquer foi destruído, e assim, mesmo que alguém acreditasse nisso, tudo já tinha sido resolvido. Não havia necessidade de adicionar algo desnecessário para eles se preocuparem.

Eu nunca disse a ninguém, e nem Sarona, já que ela também entendia a situação.

E eu apenas descobri depois do banquete da vitória que Navirio, quem ficou no |Império Iscoa|, também ouviu sobre o maciço ataque de monstros na |Cidade Portuária Motanpe|. Ele liderou tropas para nos ajudar e lutou com os monstros aparecendo perto da |Capital Imperial|.

Ele parecia ter nos ajudado indiretamente, então eu devo agradecê-lo adequadamente mais tarde.

Eu criei um equipamento especificamente para meu cunhado e o enviei a ele como presente.

[Espada Sagrada]? Não, é algo muito melhor que isso… fufufu

Quase um mês depois de enviar o equipamento para Navirio, eu me casei com Sarona e as outras.

No início, eu pensei em convidar Navirio e Grave-san, já que era um evento importante, mas como eu não queria chamar muita atenção, a cerimônia foi feita discretamente apenas conosco.

Eu fiz um anel para cada uma e trocamos nossos votos.

Eu especificamente ajustei o tamanho dos anéis para encaixar nos dedos de cada uma delas. E, logicamente, isso não era uma arma.

A noite seguinte foi feroz… principalmente para mim.

Após minha mudança de raça nesta estranha combinação atual, eu mal fiquei cansado.

Nós também tivemos uma lua-de-mel depois do casamento, mais uma viagem pelo continente.

Primeiro nós seguimos para a |Vila Élfica|, eu pensei em cumprimentar os pais de Sarona, mas, infelizmente, eles já tinham falecido.

Quanto aos guardiões da vila que antecederam Sarona, eles morreram protegendo a vila.

Nós oferecemos nossas orações na frente de seus túmulos e eu jurei para mim mesmo, “Eu vou fazer Sarona feliz”.

Em seguida, nós visitamos a cidade natal de Tata, a |Cidade-Fortaleza Linnic|.

Como da primeira vez que eu a visitei, eu tive problemas no Vento do Pavilhão da Luz, e eu me encontrei com a garota-propaganda da estalagem, Lula, mais uma vez… a estalagem não mudou muito… não, não, não, não, não é nada disso… por favor, se controle.

Então nós fomos para a Guilda dos Aventureiros… e eu vi o agora careca Regan.

O Mestre da Guilda estava ocupado como sempre, mas estava feliz por nos ver, e o benfeitor de Tata, Garret, também estava feliz por vê-la de novo depois de tanto tempo.

Regan e Garret estavam felizes por escutarem sobre nosso casamento, e, enquanto conversávamos, eu descobri que a cidade logo se tornaria independente.

Parecia que Garret-san ajudou a conquistar isso.

Eu mal o conhecia, mas Tata estava em dívida com ele, então eu o disse que ajudaria se ele precisasse de algo.

Nos despedindo de Regan, Garret e os outros, nós seguimos para nosso próximo destino.

Em seguida visitamos o antigo |Reino Mabondo|. Eu acho que ele agora é conhecido como |Reino Flebondo|.

Se ele ainda fosse um local maléfico, eu planejava destruí-lo, mas pelo que eu escutei da vila que visitamos pelo caminho, ele agora era governado por um Herói.

As integrantes do harém do Herói original tinham muitos descendentes que, mais tarde, se tornaram aristocratas. Eu já estava consciente disso. Aria estava segurando as rédeas, e, com a ajuda dos outros integrantes do grupo do Herói, lentamente levava o reino para um caminho melhor.

Foi isso que eu ouvi da vila.

Eu acho que é isso, não é? Eu me pergunto o que o |Império Iscoa| pensaria sobre isto?

Bem, é claro que eu poderia ficar despreocupado com isso, e iria apenas observar quão brilhante este país se tornaria.

Na |Cidade das Fontes Termais|, eu relaxei me banhando na fonte termal.

Eu estava apenas relaxando preguiçosamente no banho, quando Sarona subitamente entrou, me surpreendendo.

Nós já estávamos casados, então estava tudo bem entrarmos juntos na fonte termal… mas, por favor, seja um pouco mais discreta… você está testando minha razão? E se eu acabar perdendo o controle?

… com toda certeza, minha razão falhou e eu fiquei descontrolado.

A tentação era grande demais…

Nós recebemos uma calorosa recepção no país dos Homens-Fera.

Eles me receberam como seu eu fosse um salvador ou algo assim. Eles me confundiram com outra pessoa?

… bem, eu impedi a rebelião e dei um fim aos sequestradores… un, mas isso foi tudo o que eu fiz por eles.

Então nos encontramos com o Rei do reino dos Homens-Fera, Gio, e sua filha, Marao, e também Deizu-san, que vivia lá. Quando eu o contei sobre nosso casamento, Deizu-san me perguntou, “Quando eu verei meus netos?”.

Mao respondeu essas perguntas… então os dois começaram a conversar animadamente, me perguntou sobre o que eles estavam falando…

Eu fui para o Sul depois disso, para o território de Grave-san.

O antigo Cavaleiro de |Mabondo| estava trabalhando duro para ajudar na reconstrução da vila.

Olhando para suas figuras, quando conversamos com ele, ele expressou sua gratidão por o guiarmos para este local1.

As esposas de Grave-san também estavam nesta vila, e pelo que ele nos contou, pessoas começaram a se juntar neste país para ajudar com a reconstrução.

Enquanto ainda conversávamos com Grave-san e suas esposas, ele recebeu uma ordem para voltar para a capital. Vamos nos encontrar de novo no futuro Grave-san.

Grave-san estava feliz por ouvir sobre o casamento do fundo de seu coração, e planejou realizar um grande banquete para celebrar, mas eu recusei.

Grave-san agora era uma pessoa ocupada que governava um país, então depois de nossa rápida discussão sobre cada um de nós, prometemos que nos encontraríamos de novo antes de continuarmos nossa viagem.

No |Império Iscoa|, as preparações para empossar meu cunhado Navirio como o novo Rei se iniciaram.

A relação entre meu sogro Givirio e Sua Majestade Rusona ainda era ruim como sempre, mas os dois eram mais como rivais do que inimigos verdadeiros, então eu não me incomodei muito com isso.

Bom, o cunhado Navirio era um homem excelente, então este país estava sujeito a ter um governo estável.

Eu também emprestei meu poder das sombras.

Meus pais também se tornaram bons amigos com o sogro Givirio e a sogra Mirellina enquanto ficavam na |Cidade Portuária Motanpe|.

Meu pai estava extremamente absorto com o sogro Givirio, eu acho que isso era algo bom, já que ele parecia estar se divertindo.

Oh, é verdade, eu também me envolvi com ladrões estranhos durante a viagem.

A maioria deles eram novatos, e alguns eram familiares? Me pergunto se eu ainda posso chamá-los de ladrões…

O garoto de cabelo azul ainda estava ajudando sua família, mesmo agora2.

Eu acho que ele não pode escapar…

Contudo, quando eu me encontrei com ele por acaso na cidade, desta vez, ele era um mercador.

De qualquer forma, seu pai parecia ser o maior comerciante do ano, então ele estava aprendendo para ser capaz de sucedê-lo. Aparentemente, havia muitos benefícios em ser um mercador… então quando eu pensei que estava na hora de pôr os pés na estrada de novo, nos envolvemos com mais ladrões. Depois de os derrotarmos, eles juraram nos desafiar de novo no futuro.

Vocês nunca serão capazes de fazer isso, então desistam logo, por favor…

Aliás, eu vi aquela ladra de cabelo roxo3

Eu só a vi de longe, mas ela estava cantando no meio da |Capital Imperial| Iscoa… e dançando… na frente de mais de dez mil espectadores…

Enquanto me perguntava o que ela estava fazendo, Kagane disse, “… eu sinto a fragrância do que parece ser uma árvore de dinheiro”, então eu simplesmente me afastei.

Eu não poderia me permitir olhar o rosto dela. Porque ela é fofa demais.

E agora, nós estamos no castelo de Ragnil.

Esse era o local mais conveniente se quiséssemos nos deslocar pelo continente.

Ragnil cedeu seu trono se aposentando, e ele foi substituído pelo Dragão Azul4.

Mas ele agora lamentava que não tinha nada para fazer, o que fez Kagane comentar, “Um pai durante um domingo”. Eu queria saber o que isso deveria significar, mas, no fim, eu decidi que seria melhor não saber… eu me pergunto se isso também acontecerá comigo no futuro…

(Deusa da Luz): “O que você está pensando?”

A Deusa da Luz inesperadamente apareceu diante de mim e me perguntou enquanto eu olhava para o céu da sacada do castelo.

As Deusas podiam tomar meu poder emprestado, então elas podiam se manifestar a qualquer momento agora. Isso já estava acontecendo com frequência.

(Wazu): “Não, nada de especial… eu só estava pensando na minha jornada”

(Deusa da Luz): “Entendo… mas isso também é algo importante. Wazu-san ajudou a conquistar esses dias pacíficos”

(Wazu): “Isso foi algo tão grande?”

Eu realmente não sentia que tinha sido assim…

Quando eu gemi, todas se reuniram na varanda.

(Sarona): “Deusa da Luz!! Eu já falei que vocês estão proibidas de aparecerem!!”

(Tata): “Isso mesmo!! Wazu-san é nosso marido agora, então vocês não podem mais ficar sozinhas com ele!!”

(Naminissa): “Nós já não tínhamos concordado com isso? É graças ao trabalho duro da Deusa da Luz que nós podemos aproveitar estes dias”

(Narellina): “Isso é outro assunto!! De qualquer modo, nós somos família, mas a Deusa da Luz é uma intrusa!!”

(Haosui): “… marido, é nosso marido

(Kagane): “Isso mesmo!! Isso mesmo!! Este é o ninho de amor das esposas do meu irmão!!”

(Deusa da Luz): “Umu, se é esse o caso, então podem esquecer o uso dos meus poderes”

(Mao): “Calma, calma, não sejam tão amargas. Nossos sentimentos são os mesmos. Por que não podemos todas nos juntarmos?”

(Deusa da Terra): “Isso mesmo!! Vamos todas ser amorosas com Wazu-san!!”

(Deusa da Guerra): “Desculpem… mas eu não posso mais esconder meus sentimentos, eu quero ser honesta”

(Deusa do Mar): “Sejam mente aberta como eu!! Admitam seus sentimentos com a mente aberta!!”

(Deusa do Céu): “… zzz… nada errado…”

Floyd olhou para a cena com um sorriso em seu rosto.

Eu pensei que isso causaria uma briga, então eu me movi para impedir isso, mas então, Meru desceu do céu e aterrissou no topo de minha cabeça.

(Meru): “Wazu, amo você”

… meu cérebro momentaneamente parou.

Não, eu ouvi que Meru estava aprendendo a falar a linguagem humana com sua mãe Meral, então isto não deveria ser uma surpresa. Mas pensar que essa seria a primeira frase que eu escutaria dela…

Eu estiquei minhas mãos e a peguei em minha cabeça, em seguida a abracei.

(Wazu): “Eu também te amo Meruuuu!!”

(Esposas): “Aa!! Que perspicaz!!”

Depois disso, todas vieram para cima de mim e ficou difícil controlar a situação.

Entretanto, estes dias agitados vão continuar a partir de agora.

Porque eu vou viver com Sarona, Tata, Naminissa, Narellina, Haosui, Kagane, Mao, Meru…

(Wazu): “Ah, Floyd e as Deusas podem ir embora sozinhos, não podem?”

(Deusas): “Não, nós vamos viver com vocês para sempre!!”

(Wazu): “Então, por enquanto, por favor, tentem se dar bem com todas as outras”

(Deusas): “… sim”


~FIM~


Nota do autor (NAHAaTO):

Primeiramente, obrigado por ler até aqui.

Levou cerca de meio ano desde o momento em que o primeiro capítulo foi postado até a conclusão5, minha forma de escrever mudou ao longo do caminho, e também houve muitas partes imaturas no processo, eu sinto que eu ainda preciso aprender mais, mas eu quero comemorar o fato de ser capaz de completar esta novel.

Para todos que leram até este ponto, você é um verdadeiro herói… espere, esse título não é muito bom nesta série. Vocês são Deuses… espere, o único que apareceu nesta série era um Deus bem esquisito. De certa forma, é difícil para eu dizer corretamente isso. Mas eu sou muito grato a vocês.

Minha opinião quando eu tentei reler esta história de novo, na primeira vez que eu fiz alguma escolha, este final me pareceu como uma visual novel. Eu sinto que há muito mais que eu deveria escrever. O que eu acho é que mais detalhes da história são necessários.

Agora eu estou pensando sobre o cenário do próximo trabalho, mas, recentemente, eu estou ocupado com o trabalho…

Provavelmente, eu acho que vou precisar de um a dois meses antes de ser capaz de contribuir de alguma forma. Contudo, já que eu gostaria de contribuir o mais cedo possível, eu vou tirar um dia de folga, assim eu poderei me concentrar nisso.

Eu espero que você possa ler meus próximos trabalhos no futuro6.

Bem, muitíssimo obrigado por ler até agora.

Eu espero te ver mais uma vez.

Até breveeee!!


Tradutor:


CAPÍTULO ANTERIOR

Notas

[1] Esse foi o Cavaleiro que Wazu e as garotas encontraram no capítulo 171, quando estavam descendo a Montanha.

[2] Esse é o bandido que era incentivado por sua família que Wazu encontrou nos capítulos 128 e 173,

[3] Wazu está se referindo a ladra que sempre estava acompanhada de sua senpai loura e apareceu nos capítulos 92, 129 e 155.

[4] Esse Dragão Azul é o mesmo que Ragnil apresentou ao Dragão Vermelho que quase acabou com seu casamento no capítulo 23.

[5] O autor postou o primeiro capítulo no Narou no dia 24/09/2015 e o último no dia 20/03/2016.

[6] O autor fez uma continuação para esta história e que está completa com 247 capítulos.



Fontes
Cores