APMT – Capítulo 210 – A batalha final: Habilidade



Eu olhei para a minha barriga.

Uma mão cheia de sangue surgia de lá.

No momento que eu notei, minha boca estava tomada pelo gosto de ferro, então eu vomitei uma enorme quantidade de sangue.

A mão que perfurou minha barriga foi lentamente puxada para fora.

(Wazu): “Gahaa!!”

Uma voz angustiada escapou de minha boca enquanto a dor começava a atacar meus sentidos.

Com meu corpo perdendo força e desprovido do apoio da mão perfurando meu estômago, eu caí sobre meus joelhos, encarando o dono dessa mão.

(Deus do Mal): “É doloroso, não é? Mesmo que você tenha um corpo divino, você ainda irá sentir a dor”

Minha barriga rapidamente se curou devido ao poder divino, mas a dor ainda persistia.

Enquanto isso, eu tossi o sangue transbordando em minha boca.

(Wazu): “… você até se incomodou em me dizer isso, obrigado”

(Deus do Mal): “Kukuku… parece que essa sua vil boca ainda funciona bem”

O Deus do Mal sorriu prazerosamente.

(Deus do Mal): “Eu finalmente estou livre depois de ser selado por muito tempo. Eu acho que posso me acostumar com esta sensação”

(Wazu): “Eu vou acabar com isto antes disso acontecer!!”

Eu imediatamente me movi assim que eu me recuperei o bastante, desferindo socos contra o Deus do Mal.

O Deus do Mal desviou de meus ataques como se isso não fosse nada, mas eu não deixei de atacar.

Eu soquei e chutei repetidas vezes, contudo, nenhum dos ataques atingiu o alvo.

Mas esta era provavelmente minha única chance. Eu não era páreo contra um Deus do Mal completo, mas eu ainda devia ser capaz de derrotá-lo enquanto ele ainda estava incompleto. Era por isso que eu não tinha outra escolha além de continuar tentando.

Relutante em desistir, eu escavei um punhado de poeira e escondi em minha mão enquanto virava minhas costas por um breve momento, assim minha ação não poderia ser vista pelo Deus do Mal.

O Deus do Mal, que viu através do meu movimento, sorriu agradavelmente.

Esses olhos dele me incomodavam…

Assim que eu me aproximei dele mais uma vez, eu joguei a poeira que estava escondendo em seu rosto, e ataquei enquanto sua visão ainda estava obstruída.

(Deus do Mal): “… fuu, você ainda luta como um humano lutaria. Eu acho que não há como evitar, já que você só despertou este poder recentemente… que pena. Eu acho que isso é tudo para a preparação”

Apesar de ele enxergar meu movimento, o Deus do Mal ainda recebeu meu punho em sua bochecha.

Mas ele nem mesmo vacilou, sem nenhum arranhão e nem mesmo uma marca de soco.

(Deus do Mal): “Bom, parece que eu ainda sou forte demais para você. Entretanto, não fique desanimado, novo Deus. Apenas com seu poder de combate, você já está mais forte do que o Deus da Criação. Mas contra mim, que superou o poder do Deus da Criação… não é o suficiente…”

O Deus do Mal então abriu seus braços, como se estivesse se lamentando, mas seus lábios formaram um sorriso. Ele estava triste, mas feliz ao mesmo tempo.

(Deus do Mal): “Ah!! Hoje será o dia em que o Deus da Criação finalmente deixará de existir, e o mundo será destruído por mim, o Deus do Mal!! Que pena para vocês, Deusas que seguem a vontade Dele!! Agora que esta será a última vez que eu verei seus rostos, eu me pergunto se me sentirei triste depois de tomar suas vidaaaas”

O Deus do Mal falou enquanto olhava para longe de mim, perdendo seu interesse e se virando para Floyd.

(Floyd): “… agora que eu penso sobre isso, como você foi capaz de se livrar do selo tão facilmente?”

(Deus do Mal): “Em primeiro lugar, era impossível fazer isso. Eu tenho o poder do Deus da Criação dentro de mim, então o selo nunca funcionaria. Não há outra forma de me deter além de tirar esta vida… mas isso também é impossível. Não há existência neste reino que possa mais me ameaçar”

(Floyd): “… isto é o que você realmente quer fazer? Há algum sentido em destruir este mundo? Além disso haverá apenas o ‘vazio’. Você não terá mais nada”

(Deus do Mal): “Quem se importa!! Eu tenho seu poder. O poder da ‘criação’!! Sim, ‘criação’!!”

(Floyd): “Entendo, então você quer destruir este mundo, assim se tornará o Deus da Criação?”

(Deus do Mal): “Nada disso, eu não quero algo desse tipo. O que eu vou ‘criar’ é a porta para outro mundo”

(Floyd): “… entendo… então você quer destruir todos os mundos para satisfazer esse impulso dentro do seu corpo…”

(Deus do Mal): “Essa não é uma história frequentemente ouvida? O Deus de outro mundo quer destruir esse mundo? No entanto, eu quero adicionar uma reviravolta onde o Deus é na verdade um Deus do Mal. Ninguém nunca fez isso antes”

Floyd ficou entristecido com o que o Deus do Mal disse.

Sua expressão tinha tanto “pesar” quando “desespero”.

Eu senti meu sangue subindo até minha cabeça ao olhar para Floyd. Instantaneamente, eu me posicionei entre Floyd e o Deus do Mal.

Enquanto encarava com força o Deus do Mal, eu gritei para Floyd.

(Wazu): “Não se atreva a desistir!! Floyd!! Isso não combina nenhum pouco com você!! Onde está o seu eu habitual? O você que sempre sorri, não importa o que aconteça!! Não se preocupe… eu vou fazer algo sobre este sujeito!!”

Eu desafiei o Deus do Mal mais uma vez com isso.

(Deus do Mal): “Não há nada que você possa fazer novo Deus”

Antes que eu pudesse atacar, o Deus do Mal já tinha lançado seus ataques.

Eu não podia ver os ataques dele, quanto mais bloqueá-los. Eu simplesmente continuei recebendo os ataques do Deus do Mal…

Meu corpo foi perfurado várias vezes, ambos os meus braços estavam quebrados. Eu continuei me levantando diante do Deus do Mal sem ser capaz de mover, me atendo apenas a minha força de vontade.

(Wazu): “Gu, gupu…”

Eu sabia que sangue estava escorrendo de minha boca…

O Deus do Mal sorriu como de costume, assistindo a cena…

Parecia que Floyd e o Deus do Mal tiveram uma pequena conversa, mas, honestamente, eu não podia escutar mais nada… eu já nem sentia dor… eu apenas sabia que eu estava de pé…

Me desculpem…

Meru…

Sarona…

Tata…

Naminissa…

Narellina…

Haosui…

Kagane…

Mao…

Eu me pergunto se eu posso voltar para elas apenas por um momento…

Aah… droga… eu não quero…

Eu já planejei ser mais íntimo com todas elas a partir de agora…

Este é o fim…

A imagem de todas correndo ao redor de mim surgiu em minha mente…

Correndo em direção a luz… droga…

Enquanto me lembrava de todas, eu também me lembrei que havia uma última coisa que eu não tinha tentado até agora.

Eu pensei que eu deveria tentar isso…

O Deus do Mal se aproximou de mim para desferir o golpe final.

Enquanto eu caía como uma marionete com seus fios cortados, a habilidade Verdadeiro Canibalismo Extremo foi ativada, e começou a devorar a aura sombria do Deus do Mal.


Tradutor:




Fontes
Cores