UD – Capítulo 92 – Velhas Memórias?



92.Velhas Memórias

 

*Batida forte*

“Aengus! Aengus! Levanta! Nós vamos perder a cerimônia de graduação!” O grito da Seria me desperta e eu me levanto.

Eu estou dentro do meu quarto no dormitório. Após uma olhada sonolenta ao redor do quarto meus olhos se fixam na porta. “O que você fez com a minha porta!?”

Seria agarra minhas roupas e as enfia em minhas mãos.

“Rápido! Esqueça a porta dorminhoco! A Cerimônia!” -Seria
Cerimônia? “Oh, certo!” Eu luto para me vestir e sigo a Seria para fora do quarto.

Faz alguns anos desde a batalha final com o Conselho. Eu tive o primeiro golpe na minha vida quando eu pensei que o papai, vovô e bisavô tivessem sido mortos.

Isso teria me feito o único cara em uma família com cinco mulheres! Bem, sete se eu contar a vovó Katrine e Ireth também! Eu vi minha vida indo pelo ralo via resmungos constantes.

Mas por sorte o papai mostrou a eles quem é que manda! Um dia quero ser tão poderoso quanto ele! Ele salvou um bando de pessoas, o que fez dele o herói do dia.

Apesar da mamãe ter realizado uma maravilha ainda maior ao clonar corpos para o vovô e o tio. Ela não está em um nível maior que o papai? Simplesmente fazendo corpos crescerem em um tanque como se estivesse cozinhando.

Infelizmente para nós, as Esferas que foram espalhadas pelo Conselho ainda estão adormecidas. Elas não foram ativadas. Apesar de uma delas acabar sendo ativada de tempos em tempos por um mortal tolo ou deus por acidente.

Isso é quando as grandes sociedades têm que se intrometer e salvar o dia!

Mas agora isso não é de grande preocupação para mim! Por que eu vou me graduar! Liberdade! Dezenove anos e Liberdade! Eu terei acesso total as minhas memórias!

É disso que a cerimônia de hoje se trata. Por sorte a Seria me acordou. Se eu tivesse perdido essa, eu teria que esperar por outro ano!

“O que você vai fazer quando tiver suas memórias de volta mano?” Seria me pergunta de lado.

Na verdade, eu já pensei bastante nisso. “Eu acho que vou viajar o multiverso por um tempo! Fazer um nome para mim mesmo, me divertir bastante! Talvez eu encontre uma boa garota que esteja disposta a me aceitar!”

Seria dá um tapinha nas minhas costas com uma expressão de pena. Não há muitas mulheres em Quimera que estão dispostas a se casar à Família Real. Rumores ruins demais sobre o lado masculino da nossa linhagem.

Até as pessoas próximas de nós são afastadas, porque elas poderiam ser envolvidas nos rumores.

Por outro lado, há toneladas de caras que tem um olho na Seria ou nas nossas três irmãzinhas. Apesar das trigêmeas não terem tido nenhuma proposta de casamento desde a festa de apresentação.
Foi Caos! Puro Caos! Elas são como um explosivo com três elementos. Qualquer uma delas sozinhas ou duas juntas são inofensivas. Todas as três são o fim!

“Por outro lado. Eu acho estranho que você vá receber suas memórias também, Seria. Esses oficiais não são um pouco relaxados demais com as regras deles?” Eu coço meu queixo enquanto caminho em direção à velha igreja no campo escolar que é usada para a Cerimônia.

É um edifício grande e confortável. Reutilizá-lo dessa maneira não é tão ruim.

“Hmpf! Eu sou só onze meses mais nova que você! E apesar da diferença de idade, nós sempre atendemos a mesma classe! Seria injusto se eles me mantivessem por mais um ano!” Seria estufa seu peito enquanto sua cauda balança de um lado para outro.

Ela evoluiu em uma imagem escarrada da mamãe. Se não fosse por sua face mais fina e com uma feminilidade mais de garota eu teria tido problemas em dizer a diferença. Além disso, ela é quase uma cabeça mais baixa que a mamãe.

“O que você achou da festa de graduação ontem?” Seria sorri afetadamente para mim.

Eu dou de ombros. “Foi okay eu acho. Apesar de eu ter bebido um pouco demais.”

“Como foi com aquela garota!? Eu sei que você se confessou pra ela.” -Seria

“Ah. Isso. Ela se virou e fugiu.” Eu deixo minha cabeça cair diante da memória! Eu nem consegui falar com ela! Ela já tinha cuspido algum tipo de desculpa na minha direção quando eu tentei puxar conversa.

“Esses rumores não são justos! Os caras na nossa família na verdade são menos perigosos que as mulheres!” Eu balanço meus punhos aos céus.

“Hey!” Seria me acotovela nos lados. “Eles não estão tão longe assim! Você não lembra quando você brincou com aqueles mortais? A sociedade deles desmoronou!”

Eu cruzo os braços em minha frente. “Eu admito, isso foi um erro da minha juventude. Apesar deles me provocarem, eu percebo que eu exagerei e eu refleti sobre minhas ações.”

“E quando você desmembrou aquele cara porque ele tentou se forçar em mim?” -Seria

“Eu fui bondoso. O Pai me instruiu a fazer o primeiro cara que maltratasse minhas irmãzinhas pela primeira vez de exemplo. Eu fui muito leniente dentro das fronteiras do que ele sugeriu como …. punição.” -Eu

“Carregaram ele em oito partes para a enfermaria!” Seria me dá um olhar acusador. “Eu não recebi uma única confissão desde aquele incidente!”

“O Pai me disse para realizar uma execução pública e pegar a alma dele para demonstrar meu poder. Então eu acho que eu fui muito bondoso em só separar a alma dele do corpo temporariamente.” Eu franzo enquanto relembro aquele momento.
“Na verdade, eu só cumprimentei ele gentilmente. Enquanto eu peguei a mão dele, ela de repente saiu. Então eu tentei colocar no lugar e mandíbula dele deslocou…….”

“Nanana! Para com isso! Eu não quero relembrar! Felizmente eu não tinha uma visão clara e só vi o sangue espirrando de um lado para outro.” Seria suspira. “Em outras palavras, você matou ele. Que sorte que uma alma pode ser reconectada com um corpo morto se for curado rápido. Seriamente! Essa força bruta! Você é tão similar a mamãe!”

Eu sacudo minha cabeça. “Eu não posso fazer nada. Eu não estou no nível do papai de magia de almas, ainda. Então você quer me dizer que eu não deveria ter feito nada naquele dia? Ele era fraco demais. Ele teria sido uma desgraça para nossa linhagem. Se despedaçando só porque eu apertei a mão dele. Ele não teria sobrevivido um único dia na nossa família!”

“Deuses, não! Eu estava prestes a arrancar as bolas dele e forçar ele a comer. Você apareceu bem na hora certa! Isso teria sido um golpe sério na minha reputação!” Seria dá um tapinha nas minhas costas de novo enquanto nós entramos na igreja e nos juntamos às fileiras de estudantes.

A cerimônia não será uma grande coisa. Não haverá chamada de nomes e discursos nenhuns. A igreja está sob uma barreira que impede qualquer um que não tenha permissão de entrar.

Eles entregaram uma bolinha de alma que é capaz de remover o selo de nossas memórias. Então é nossa escolha. Se nós queremos continuar a viver como vivíamos antes ou dar uma olhada em nossa vida passada.

Houveram casos de sérias depressões após obter aquelas memórias antigas de volta. Mas eu já decidi que vou tentar.

“Então o que você vai fazer com sua bola de alma, Seria? Você vai dar uma olhada no seu eu passado?” Eu sorrio para minha irmãzinha enquanto nós esperamos com os outros estudantes.

“Kukuku….” Seria aponta para a grande estátua de -Seria- no meio do domo que faz parte da antiga igreja. “Dê uma olhada naquilo e me diga. Como eu poderia resistir em dar uma olhada? Eu já tenho um bom número das minhas memórias, mas eu quero todas elas!”

Eu assinto. Provavelmente não há realmente muito a se pensar. Então um professor começa a caminhar pelas fileiras de estudantes e entrega uma bolinha de alma para todos.

A maioria a pegam e usam instantaneamente. Há poucos que resistem a tentação. Eu vejo rostos felizes e tristes. Alguns parecem um pouco perturbados. Mas nenhum grande colapso até agora……

Então é a minha vez e da Seria. Ela instantemente usa a bolinha de alma dela quando a tira de uma cesta. Eu só pego a minha e espero para ver os efeitos na minha irmãzinha.

Após alguns segundos ela fica vermelha como um tomate. “Nãoooo!” Ela começa a se contorcer em desgosto.

“O.. O quê!?” Eu espero que ela não seja um daqueles casos de colapso mental.

“Na minha vida passada eu era uma nudista! E uma pervertida!” Seria cai de joelhos.

“Ruim assim? Eu acho que é por isso que a Mãe foi tão estrita em te criar como uma dama própria…..” Ehm. Isso levanta algumas questões interessantes. “Eu acho que vou me abster de pegar as minhas….”

Seria pula de pé. “Não! Você tem que pegar as suas!”

Eu levanto uma sobrancelha diante da expressão febril dela. “O que você sabe?”

“Você precisa! Eu peguei as minhas! É justo!” Ela me atropela e empurra a bolinha de alma no meu peito!

A bolinha brilhante desaparece.

……
…………daefakefpiaefnsavsvar imagens sdfowerbvwertbo conhecimento sfdiubeiprbeipgep retidão adflabrgezbrguoerbgip herói sldfuiebvsirbv leis apurebgapizerbdjfdfg igualdade aisrbaeuraeu paz eiuflewrzgbewrvzg……….
……

“NÃOOOOOOOOOOOOO!” *BAM!* *BAM!* *BAM!* *BAM!*

*Sussurro*
“P.. Príncipe! Pare de bater sua cabeça no chão!”
“Perigoso!”
“A personalidade anterior dele é pior que a atual?”
“O azulejo quebrou…”
“Esses não são azulejos, isso é rocha sólida”
*Sussurro*

“Mano! Para com isso! Tá sangrando! Me desculpa! Isso não pode ser tão ruim!?” -Seria

Eu olho para minha irmãzinha e berro. “Eu era algum tipo nojento de cara amante da paz e justo, um tipo de personagem herói bonzinho que nunca conseguia a garota porque todas elas me deixavam por outros caras!”

*Sussurro*
“Ele teve uma reação dessas porque ele era um herói?”
“Como esperado de um vilão!”
“Então ele era o exato oposto na vida passada.”
“Ele tem que compensar por algo…”
“Teria sido bom se a personalidade antiga dele assumisse.”
*Sussurro*

“…… Seu nariz está quebrado, mano….” Seria conserta meu rosto com magia de cura.

Eu me levanto e dou um olhar sério para a Seria. “Minhas viagens pelo multiverso vão levar mais um tempo. Eu tenho que encontrar minha verdadeira identidade primeiro!”


Tradução: Batata Yacon   |   Revisão: Heaven   |   QC: BravoEd



Fontes
Cores