UD – Capítulo 66 – Vitória?


66. Vitória?

 

Eu assisto em silêncio, enquanto os feixes de nossas armas de energia continuam a serem lançados em todas as direções. Esperar por uma batalha é puro tormento. Durante a batalha você não tem tempo para pensar sobre suas ações.

É só antes e depois da luta que você começa a questionar suas decisões.

“Você tem alguma ideia de como eles vão atacar? Eles vêm de todos os lados ou usam uma única direção?” Eu pergunto a Lada, que está de pé ao meu lado com uma expressão complicada em sua face.

“Me desculpe. Eu só lembrei da estratégia da Enyo porque ela a usou na última batalha da grande guerra.   Eu sinto muito por não ser de nenhuma ajuda. Talvez devêssemos fugir? Essa nave pode teleportar para longe apesar de bloquear alguém de a abordar com teleporte, não?” -Lada

“Está tudo bem. Eu realmente não quero fugir. Nós podemos ter apenas uma tripulação de vinte e cinco mil, mas nós temos a vantagem se sermos os defensores. Anulação de qualquer teleporte não autorizado é outra grande vantagem para nós.”

Deve ser uma grande vantagem. Nós podemos usar o sistema da fortaleza para teleportar pessoas de um local para o outro. O atacante enfrentará sempre o número ideal de defensores, não importa de qual direção eles entrem na fortaleza.

Por outro lado. Desde que nós possamos manter as forças de El Shaddai ocupadas, a Nômade pode continuar a busca por um ponto fraco na cidade deles.

Eu aperto um botão na minha cadeira para ativar o link de comunicação com Nicosar, que está coordenando nossas forças. “Me diga imediatamente se houverem problemas em qualquer lugar. Eu quero ir lá pessoalmente.”

“Você não pode! Você é o rei! E se algo acontecer com você?” A voz do Nicosar retorna com um tom chocado.

“Eu e Celes somos os únicos que possuem uma memória completa. Quase todo mundo é apenas um novato no manusear de seus poderes. Então me diga se você avistar algum inimigo extraordinariamente forte!” Eu insisto nisso. Podemos ser os defensores, mas ainda estamos lutando dois contra um.

“Como desejar, eu informarei vocês.” Nicosar corta a linha.

Então eu olho para Lada. “Eu suponho que a deusa de amor e harmonia seja uma má lutadora?”

Lada assente com uma expressão dolorida, mas de repente ela se ilumina. “Mas eu posso tentar convertê-los para nosso lado. Eu sou uma figura bem conhecida afinal de contas! Se eu implorar a eles para pararem, alguns certamente escutarão.”

Eu inclino minha cabeça enquanto penso sobre isso. “E como você vai falar com eles?”

“Ela pode usar sistema de alto-falantes da fortaleza” -Oficial

Eu anuo. “Okey. Não vai doer.”

Então nós temos que esperar outros cinco minutos até que recebamos a mensagem esperada do Nicosar. “Nós estamos sendo abordados em múltiplos pontos. De alguma forma eles conseguiram invadir algumas das nossas eclusas de ar!” ¹

A voz vinda do comunicador soava perturbada. Eu tenho que admitir que também não gosto disso. Nós projetamos a fortaleza com algo parecido com isto em mente. As entradas regulares deveriam ser muito seguras. Quebrar os selos sem muitos problemas é perturbador.

Um técnico nos dá uma planta da fortaleza e eu assisto com a visão tática. O inimigo escolheu quatro pontos para entrar na nave. Um está perto do centro de comando. Outro é perto dos motores. Os outros dois estão distribuídos uniformemente pela a fortaleza.

“Configure as armas de energia para disparar nos pontos de entrada. Dispare os canhões de plasma também, e defina o gatilho para o alcance mínimo. Tudo de uma vez.”- Eu

“Mas nós iremos danificar nossa própria fortaleza!?”-Oficial

“Nós podemos repará-la e o casco deve ser capaz de aguentar a explosão. Se conseguirmos remover alguns deles ainda será uma vitória para nós. Não se esqueçam que nós estamos lutando contra uma força superior.” Para dizer a verdade, eu não me importo de perder esta fortaleza.

Se conseguirmos eliminar um bom número de combatentes do inimigo enquanto mantemos nossas próprias forças intactas, é uma vitória para nós.

A fortaleza é sacudida por explosões e a sensação é como a de um terremoto. “Talvez seja hora de começar seu discurso Lada.” Eu anuo para ela e um técnico lhe mostra um console.

Então eu dou uma olhada para Celes, que está de pé ao meu lado. “Por que está tão calada? Algo errado?”

“A situação toda parece suspeita! Estou pensando sobre a nossa posição. Não é irracional para o Conselho jogar todas as suas forças contra uma fortaleza e ignorar a outra?” -Celes

“Eles operam sobre a suposição de que a cidade deles está protegida bem o bastante por seu escudo. Então não há necessidade nenhuma de dividir suas forças entre ambas embarcações.” -Eu

A sala é sacudida outra vez.

“Nicosar solicita ajuda no ponto de ruptura perto de nossa posição…”-Oficial

Eu agarro meu cajado e me levanto. “É razoável. Eles enviaram a suas forças mais poderosas para o centro de comando inimigo.”

Então eu caminho para fora da sala, seguido por Celes e Lada. Enquanto caminho, eu dou uma olhada de volta para Lada. “Já está desistindo?”

“Eles estão ocupados demais com a luta! Eles não escutam nada. Eu tenho que estar lá em pessoa!” Lada responde com uma voz zangada.

Dando de ombros, eu continuo a caminhar pelo corredor. De repente, uma onda de calor me atinge. Qualquer ser mortal teria sido torrado a um bom e nítido tom de preto. Mas a aura de energia, que é única a um ser ascendido, me protege.

Eu me viro em uma curva e testemunho alguns de nossos guerreiros em uma situação apertada com alguns soldados inimigos.

Meus homens empunham armas de cristal e estão cobertos em uma armadura preta e branca similar a minha. A armadura do inimigo é branca e eles carregam armas de luz pura.

Outra tecnologia roubada?

A eficácia das armas deles é provada quando um dos meus homens é empalado por uma lança longa. Eu não paro de caminhar e entro na luta com um balançar do meu cajado. Um lampejo de luz manda os soldados inimigos voando.

Um dos soldados inimigos é atingido em cheio pela energia e é dobrado como uma folha de papel. Meus homens imediatamente usam a chance para acabar com eles enquanto em caminho pelo local.

Mais atrás deve ser uma plataforma de observação. Provavelmente o inimigo entrou por uma eclusa de ar lá. Após alguns metros, eu chego em uma grande sala. Lutas intensas estão ocorrendo aqui.

Muitos dos combatentes usam armas de combate a curta distância. Mas os outros dependem de magia. Feitiços estão voando de um lado para o outro dentro do grande salão de observação. Alguém se deu ao trabalho de invocar um Elemental, que está disparando sincelos ² em todos que se aproximem demais.

Nossas forças estão tentando evitar o avanço do inimigo. Está claro que nós somos poucos demais. Um soldado inimigo, que acabou de derrubar um dos nossos, veio correndo em nossa direção.

Mas de repente fica mole e cai para o chão. Um grampo de cristal está embutido entre seus olhos.

“Oh! Estes funcionam melhor do que o esperado.” Celes pula para o corpo morto e recupera a sua arma.

As armas de cristal são capazes de penetrar quase toda defesa baseada em mana. Afinal, eles são uma massa de mana altamente concentrada.

Eu entro na luta e esmago meu cajado no próximo inimigo disponível. As runas do meu cajado brilham e o soldado é mandado voando.

Outro tenta me pegar pelo lado, mas de repente Lada se joga nele e se agarra em seus pés. “Nãoo! Paz! Amem uns aos outros! Acabem com a luta sem sentido!”

O soldado assustado é surpreendido pela beldade mesmerizante que se atirou nele. Eu uso a chance e dou a ele uma lição de combate. Eu balanço meu cajado em um arco e acerto a cabeça dele.

O soldado cai e eu continuo para meu próximo alvo. Com uma rápida olhada, eu testemunho a Celes vitimando um soldado com acupuntura. Ela está usando um de seus grampos muito habilmente e dá um cuidado especial para juntas e áreas vitais.

Alguns dos inimigos já estão começando a se retirar. Eles obviamente temem ser o próximo alvo dela.

Depois de alguns minutos de luta, nós conseguimos estabelecer algo como uma posição fortificada. Após um tempo, alguns reforços são teleportados para nossa posição. A situação parece boa e nós começamos a empurrá-los para fora de nossa fortaleza.

Parece que se passaram horas. Mas devem ter sido apenas alguns minutos. Lentamente a luta se realoca para a superfície da nossa fortaleza. Agora todos estão usando feitiços de blindagem.

O ar é muito rarefeito e eu tenho que lançar um feitiço de suporte para facilitar a respiração. A superfície da fortaleza é assolada por nossos próprios ataques.

Rachaduras estão correndo pela superfície de cristal da nossa uma vez maravilhosa fortaleza e parece que algumas estruturas se quebraram. O poder dos inimigos deve ter sido um pouco maior do que eu imaginei para causar danos assim.

Imediatamente a luta evolui para uma batalha tridimensional com os defensores na superfície da nossa fortaleza e nossos inimigos tentando obter uma posição.

De repente uma figura dourada e uma mulher de armadura entram em cena. El Shaddai e Enyo! Meu povo é mandado voando por eles e os mesmos irradiam um enorme poder.

Eu luto meu caminho até eles e a Celes me segue. El Shaddai empunha uma lança de luz e Enyo tem uma espada de uma mão e um escudo.

“Olhe quem temos aqui! O Rei decide entrar na luta.” El Shaddai ri para mim.

“Infelizmente terei que lidar com você em pessoa. Eu me pergunto quanto tempo suas forças vão permanecer lutando depois que vocês se forem?” Mas que inferno? Por que eu preciso ter uma conversa de vilão de terceira classe com esse cara?

“Você está muito conf….” *Clink*

Eu não espero ele terminar sua sentença e salto na direção dele. Infelizmente ele de alguma forma conseguiu desviar a força do meu ataque e alguns combatentes do nosso lado que foram estourados ao invés disso.

Uma rápida sucessão de golpes se segue enquanto Celes toma Enyo como sua oponente. Enquanto eu tenho meu duelo com El Shaddai, a luta entre nossas facções está se tornando intensa novamente.

El Shaddai é um adversário temível. Para cada um dos meus truques, ele tem uma resposta. Celes não está em uma situação favorável também. A armadura do Enyo é impressionante e seus grampos apenas deslizam por ela.

De repente El Shaddai dispara para frente e eu apenas mal consigo desviar da ponta de sua lança, que arranha o peito da minha armadura. Ela deixa um profundo arranhão por trás. É como se minha armadura não fosse nada mais que papel para aquela lança de luz.

Eu tento contra-atacar, mas a lança de El Shaddai parece estar em todos os lugares ao mesmo tempo. Estocando em direção a minha face, eu mal consigo desviar, mas então a outra ponta acerta minha perna. Isso vai ser um péssimo hematoma!

Se meu cajado não me ajudasse com um fluxo constante de poder, eu perderia essa luta em pouco tempo. O cajado é a minha maior invenção. É um cristal de mana único, que é capaz de converter sua densa mana de volta em mana normal.

Quando você não o usa, ele começa a coletar mana dos seus arredores e a armazena. Além disso, ele ajuda na invocação de feitiços e empodera as habilidades do usuário através de incontáveis runas.

Mas esta luta parece ser decidida por puras habilidades de combate a curta distância. É uma pena. Eu não posso usar minhas habilidades de longo alcance propriamente!

“Finalmente se tornando ciente do seu erro? Nós não governamos o Multiverso sem razão!” El Shaddai tem um olhar selvagem em seu rosto.

“Eu tinha esperado não precisar disso. Mas parece ser necessário usar encantamentos contra você.” – Eu

El Shaddai salta para mim, mas eu emito meu poder total em direção a ele, usando adicionalmente a energia dentro do meu cajado. O velho deus é jogado para trás como uma boneca e esmagado em um grupo de lutadores.

Ele está certo. Se essa luta continuar muito mais tempo, ele vai ganhar. Não é uma questão de poder, mas uma de habilidade. Ele é muito melhor em uma situação de combate de perto e é só uma questão de tempo até que ele me pegue.

Isto pede uma solução selvagem.

“Nier lus vrei oust nebenNashok!

Uma pequena bola de luz vermelha se forma acima da minha mão. Ela emite uma sensação hostil e o espaço parece se distorcer ao redor dela. Eu sorrio ironicamente para o pequeno feitiço mágico, que me custou tanto tempo para inventar. “Olá. Há quanto tempo não nos vemos.” Eu falo com a pequena bola vermelha de energia enquanto caminho em direção a El Shaddai, que está de pé novamente.

Enquanto sorrindo para El Shaddai, eu o provoco. “Que interessante. Nunca teria pensado que eu conseguiria mandar o ser mais poderoso do multiverso voando.” A face de El Shaddai se distorce em raiva e ele salta para mim.

Eu bloqueio uma estocada ao meu peito. Evitar ferimentos mortais é vital durante um duelo. Mas se o adversário é mais hábil do que você, ele tende a explorar todas as aberturas que você oferece.

Você nunca deve esquecer que apenas golpes fatais contam. El Shaddai dá uma estocada em direção ao meu abdômen. Mas em vez de saltar para trás, eu salto para frente e sou perfurado pelos lados.

Sentindo o fogo de dor, eu corto meus nervos. Dando mais um passo, sua lança empala meu corpo ainda mais, mas ao fazer isso eu selo seus movimentos.

Os olhos de El Shaddai se arregalam enquanto eu tiro seus pés do chão com um golpe do meu cajado. Ele não larga sua arma, mesmo enquanto minha mão direita com o orbe vermelho acerta seu peito.

O feitiço se ativa e um tornado uivante de energia vermelha irrompe do peito de El Shaddai, despedaçando minha mão.
Eu salto para trás enquanto a explosão de poder me carrega com ela.

El Shadai apenas me olha com uma expressão incrédula, enquanto o feitiço desencadeado despedaça seu corpo e alma em pedacinhos.

Eu sou agarrado pelos ombros e alguns dos nossos soldados me puxam para fora da luta. Vendo o fim de El Shaddai, alguns dos guerreiros do inimigo começam a fugir, enquanto os nossos soldados intensificam sua pressão.

Ao tentar ativar um feitiço de cura, ele me falha. A mana de alguma forma se dispersa antes que eu possa formar o padrão correto.

Parece que aquelas armas de luz tem a habilidade de te impedir de usar magias de cura. Isso é uma merda! Se eu soubesse disso, não teria pulado de tão boa vontade naquela lança.

“O rei derrotou El Shaddai! Avancem e os afugentem!” A voz da Lada é carregada pelo campo de batalha.

Dois curandeiros imediatamente começam a cuidar de mim enquanto eu começo a rir como louco. “Vocês viram aquilo? Que bando de inúteis! Eles são os governantes do multiverso e morrem uma morte tão patética.”

Os curandeiros e os soldados em volta de mim parecem realmente preocupados enquanto eu perco consciência.

Mal sabia eu, que havia acabado de criar outro rumor estranho.

***PDV da Celes***

Eu vejo meu marido sendo puxado para fora da luta por alguns soldados. A morte espetacular de El Shaddai deu um golpe pesado na moral do inimigo.

Mas tenho que me concentrar na minha própria luta. Enyo é uma vadia resistente. A armadura dela parece ser indestrutível. Minhas novas adagas não podem nem arranhá-la. Angrod insiste em chama-las de grampos desproporcionais e eu tenho que admitir que as uso de tal modo.

É conveniente e eu não gosto de armas grandes de qualquer maneira.

Enyo e eu parecemos ser contrapartes naturais. Enquanto eu me concentro em ataque, Enyo favorece a defesa.

É uma sorte que eu sou mais rápida que ela, então ela também não é capaz de causar qualquer dano. Só estou preocupada em como acabar com isso.

Nós trocamos uma série de golpes e Enyo tenta me bater com seu escudo. Mas eu uso o escudo como trampolim e salto sobre ela, enquanto corto em direção aos olhos dela. Enyo rapidamente desvia seu olhar e minhas adagas apenas arranham seu capacete.

Durante toda a luta ela tem um sorriso satisfeito em sua face. Ela com certeza gosta de batalhas.

Sua espada é um pouco longa, então eu a forço em uma batalha ainda mais próxima, tentando passar por sua defesa. Eu aparo um golpe de sua espada e a ataco enquanto envolvo minha cauda ao redor de seu tornozelo.

Dando um passo para trás, ela tenta recuperar o seu equilíbrio, mas eu bato no pé dela e ela cai de costas. Enquanto estou acima dela, eu empurro minha mão para baixo e solto minha mana interna com toda a minha força.

Nossas auras oscilam por um segundo uma contra a outra e então eu repentinamente concentro minha energia em um único ponto fortemente focado.

A peça de peito dela vibra e um espirro de sangue irrompe de sua boca. Outro balançar de sua espada me força para trás.

Entendo. Eu posso não ser capaz de danificar a armadura, mas ataques com base em puro poder parecem passar por ela.

Tendo achado o ponto fraco, eu começo a acompanhar meus ataques normais com explosões de mana. As armas maravilhosas do Angrod me ajudam ao adicionar seu poder acumulado aos meus ataques.

Um minuto mais tarde Enyo está de joelhos e eu estou ofegando pesadamente. Eu não estou certa se eu consigo aguentar isso por muito mais tempo, mas a Enyo está em um estado muito ruim.

Enyo tenta se levantar, mas eu salto para ela e a perfuro em uma junta de ombro de sua armadura. A adaga desliza suavemente entre as camadas protetoras e Enyo derruba seu escudo.

Agora, estando ainda mais lenta, um dos meus chutes se conectam com sua cabeça e Enyo cai ao chão como uma tora de madeira.

Eu espero por alguns segundos, mas ela não se levanta. Eu então me forço à frente e chamo nossas forças para que avancem. “Os líderes do Conselho estão caídos! Avancem e os coloquem para fora de nossa fortaleza! Não mostrem piedade!”

Olhando de novo para o Angrod e os curandeiros ao redor dele, eu caminho adiante para liderar nossas tropas. Um dos curandeiros assente para mim e eu percebo que as feridas não são fatais. Eu sei que ele estava ferido, mas eu tenho que cumprir meu próprio papel.

Tendo perdido seus líderes, nós tínhamos uma oportunidade única de quebrar as suas forças. Se mostrarmos nossa presença para nosso povo e ao inimigo, o efeito psicológico deve ficar do nosso lado.


Tradutor: Batata Yacon   |   Revisor: Heaven   |   QC: BravoEd



Notas:

1. Eclusa de ar: Uma eclusa de ar é um dispositivo que permite a passagem de pessoas e objetos entre um recipiente sob pressão e seu entorno reduzindo a alteração de pressão no recipiente e sua perda de ar. A eclusa consiste numa pequena câmara com duas portas herméticas em série que não se abrem simultaneamente. Isso aqui.

2. Sincelo: Eu acho que já falei disso, mas são aquelas formações de gelo… Isso daqui.