UD – Capítulo 53 – Quem é você realmente?


53.Quem é você realmente?

….

“Uuuhhh… ” Minha cabeça dói! Eu tento me mexer, mas algo pesado está em cima de mim. Está escuro. Eu me concentro e redireciono o fluxo de mana dentro de mim.

Eu espero até que a Mana em meu corpo circule no padrão certo novamente. É um processo bem difícil organizar isso novamente após tudo ter sido bagunçado.

Então eu me forço a me mover, erguendo as pesadas pedras que estão me enterrando. Haaa! Isso dói! Eu concentro parte da minha mana no anel que o Angrod me deu. “Cura! ”

Após uma pequena explosão de poder eu estou livre. A Cidade está em ruínas! Ao longe, consigo ver a fumaça de um grande incêndio. Isso deve ser onde a fortaleza do Angrod caiu dos céus.

A cúpula se foi completamente!

“Olá! Alguém? ” Eu me viro, mas ninguém está aqui. Alguns corpos estão aqui e ali mas, após checa-los, eu descubro que eles já estão há muito tempo mortos. Eu tenho que achar o Angrod. “Rastreio: Angrod! ” Ao meu comando, um dos feitiços no meu anel se ativa.

É conveniente ser capaz de invocar pelo menos magia básica. Uma pequena bolha de luz aparece na minha frente enquanto eu sinto uma porção da minha mana desaparecer. Então ela dispara em uma direção para a minha esquerda e eu a sigo.

A bolha me leva em linha reta para os entulhos da cidade destruída. Parece como se um tornado houvesse aplainado¹ tudo.

Após cinco minutos em chego na parede destruída de um edifício. Seria está escorada com suas costas contra a parede e eu vejo o Angrod no chão ao lado dela.

Alguns passos mais me levam para o lado do Angrod. Ele está caído de bruços. Eu o viro e vejo que algo perfurou sua garganta. Não… Eu meço o pulso dele mas não há nada. Eu sinto lágrimas em minhas bochechas enquanto eu tento dar a ele os primeiros socorros.

Mas a cura no meu anel não funciona! Por quê!? O que é essa diabrura²!? Eu bato em seu peito em uma tentativa de fazer seu coração bater de novo, mas isso não funciona.

NÃONÃONÃO.

“Eu sinto muito….” Seria me olha e há uma ferida assombrosa em seu peito. “Parecia que isso poderia ter acontecido mais tranquilamente Sandra.”

“O que poderia ter acontecido mais tranquilamente!” Eu grito para a Seria e acerto a parede ao lado de sua cabeça, pulverizando-a.

“Ele está morto! Eu perdi ele de novo! ” Eu sacudo a vadia estúpida, mas então eu sinto a mana através de sua pele já que sua guarda estava completamente baixa.

“Isso… não pode ser! Sofie? ” Eu tremo. O que é isso!?

“Oi mamãe! Você e o papai fizeram as pazes? ” Ela sorri para mim e eu a estapeio. “Explique isso!”

“Enquanto vocês dois viviam como Johann e Sandra, eu tirei umas pequenas férias de ser um deus e reencarnei para viver uma vida mortal de novo por curiosidade. Eu gostei bastante dela, então eu fiquei de olho em vocês dois dali em diante, esperando reuni-los de novo, mas nunca deu certo. ” –Seria

“Coomo… o que é esse seu jogo estúpido!?” Eu uivo enquanto eu a sacudo, mas de alguma forma eu sinto que ela está dizendo a verdade. Eu sempre reconheço a mana das minhas crianças.

“Me mate, mamãe. Se você fizer isso, você vai conseguir ter o papai de volta.” Seria agarra minhas mãos, implorando por algo inimaginável.

“V…você está doida? Eu acabei de descobrir quem é você e você me implora pra te matar!? E como isso traria o Angrod de volta? Ele está morto!” Minhas mãos formam um punho enquanto minha visão se embaça. Quem sabe se ele vai manter suas memórias após a morte.

“Ele ainda está aqui. Eu atei a alma dele ao corpo. Isso foi planejado por muito mais tempo do que você pode imaginar. Eu coletei a alma de deuses por uma eternidade. Todos nesse mundo são como vocês dois, vocês teriam descoberto se tivessem se dado ao trabalho de checar.
Eu roubei o mundo que vocês dois destruíram e o reconstruí. Isto está dentro da zona vazia, o tempo flui de maneira diferente aqui. Um ano aqui é um mero segundo para o resto do universo. Me custou um bocado de tempo para fazer um ecossistema funcional dar certo. Eu deveria ter prestado mais atenção quando você me ensinou biologia antes. Eu acho que simplesmente pegar partes aleatórias de outros mundos é uma maneira realmente estúpida de se fazer isso.
Mas vocês dois são os únicos que mantiveram todas as suas memórias. Quando eu salvei os outros do Conselho, eu parti as almas e selei as memórias e divindade deles dentro da minha própria alma.
Eu temia que eles fossem tentar escapar desse mundo de outra forma. Uma vez que eu morra, todos receberam seus poderes de volta. Minha alma será despedaçada entretanto. Eu acho. Talvez o papai pudesse ter me salvado mas ele está indisposto no momento.
Eu tentei ser morta pelo Tjenemit, mas o bastardo é estúpido demais para terminar o trabalho. Então você tem que fazer isso. Quanto mais rápido eu morrer, mais cedo você pode começar a contra atacar!”
Seria se agarra em mim com lágrimas em seus olhos.
“Eu sempre tive medo demais dessa parte do meu plano. Mas tem que ser feito. Por favor!”

“Eu… Eu não posso..” Eu abraço minha filha.

“Faça agora! Eu pus tanto esforço nesse mundo. Eu não quero vê-lo destruído. Um mundo apenas para os deuses. Eu já estou caída mesmo. Então mesmo se eu sobreviver, o Tjenemit vai voltar e terminar o trabalho assim que ele tiver terminado com esse mundo!”

Eu pego sua cabeça com mãos trêmulas. “Eu te odeio por isso! ” E com um movimento repentino eu quebro seu pescoço. Ela não oferece nenhuma resistência.

Enquanto eu abraço o corpo imóvel da minha filha, ele se dispersa em incontáveis bolinhas de diferentes cores enquanto um pilar de luz ascende aos céus. Eles se dispersam como uma gigantesca tempestade de energia, passando através de matéria sólida como se ela não existisse.
De certa forma eu me sinto… vazia.

Mas uma colinha vermelho ardente se fixa à minha frente. Passa a sensação de alguma parte perdida de mim, e eu a agarro sem pensar. Eu sinto algo entrando no meu corpo e de repente uma brilhante imagem sorridente da Seria está na minha frente.

 

Oii! Isso é algo como uma mensagem automática para todos nesse mundo! Eu sou sua una e única deusa, Seria!

  Há muito tempo atrás eu salvei todo mundo nesse mundo. Mesmo que vocês não lembrem disso no momento.
Há muito tempo atrás, cada um de vocês era um deus. Mas por causa de certas circunstâncias vocês irão em breve relembrar. Os governantes do multiverso tiveram algo contra vocês por um motivo ou outro. Vocês se lembrarão disso mais ou menos muito em breve de qualquer maneira.

Quando eu salvei vocês na época, eu pedi a todos vocês para me ajudarem uma vez em troca. Eu estaria bem se vocês fizessem o quer que vocês quisessem depois. Mas eu gostaria que vocês cuidassem desse mundo, eu o fiz para todos vocês.

Então agarrem a bolinha a frente de vocês e tomem de volta tudo aquilo que uma vez lhes pertenceu. Eu lamento pelas suas memórias, elas estarão um pouco borradas ou vocês sentirão como não sendo suas após tanto tempo.

Mas se vocês procurarem por seu rei e rainha deve ficar tudo bem. Eles ainda se lembram de tudo de suas vidas passadas como deuses. Eles devem ser capazes de guia-los.

Já quanto ao meu pedido. Vocês entenderão uma vez que se lembrem. Ele é fácil! Seja você um plebeu ou nobre, soldado ou rei.

Por favor esmaguem o Conselho!
E se não for pedir demais eu ficaria feliz se vocês fossem capazes de viver juntos em paz depois. Neste mundo para deuses vivos! Criem uma nova ordem de deuses vivos! Sejam melhores que o Conselho!

Eu acho que isso é tudo que eu gostaria de pedir a vocês. Eu sacrifiquei muito por este pequeno discurso, então eu tenho que dizer adeus a todos vocês agora.

Esse é o adeus da sua una e única deusa!

 

Seria faz uma pose estranha e joga um beijo erótico em minha direção enquanto a projeção desaparece. Filha estúpida! O que eu fiz de errado com a educação dela….

Alguém agarra meu ombro, e eu me viro e vejo a face do Angrod. “Eu tive um sonho estranho….. você pode me dizer porque nós somos deuses de novo.”

Eu me jogo nele. As lágrimas não param. “Eu pensei que tinha te perdido de novo. Mas nós ficaremos juntos pra sempre de agora em diante!”

“Hahaha……. Eu acho…… juntos…… para sempre…… então……”



Notas:

1. Aplainar: Fazer com que fique plano.

2. Diabrura Nesse caso com o significado de maleficência mesmo, ao invés do simples sentido de travessura que é usado normalmente.

Contribua com a Novel Mania!