UD – Capítulo 45 – Até a morte?


Casado? Eu vou me casar com aquela doida? Eu admito que nossa relação melhorou, mas ainda parece irreal. Eu estou dando para trás? Não, eu sou velho demais para fugir de uma cerimônia de casamento.

Após alguns segundos para me preparar, eu caminho até a janela e dou uma olhada para fora do meu quarto.

Toda a cidade parece com um arco íris… Eu não quero reclamar, todo mundo tem seu próprio gosto. Mas ver isso está me assustando! Mundo doido, fodido!

Isso é um casamento e não um maldito carnaval! Eu só tenho que pensar nesse evento todo e minha cabeça começa a girar.

Primeiro eles vão nos colocar em um carro e nos guiarão por toda a cidade para todo mundo ver. Então nós visitaremos a maior catedral na cidade e seremos casados pelo sacerdote. Depois nós temos que encontrar todos os grandes nobres e oficiais no festival. Isso só para dar a eles a oportunidade de nos parabenizar.

Por último, mas não menos importante, nós teremos uma pequena festa com alguns convidados seletos. Minha cabeça está girando só em pensar nisso. Eu não sou uma pessoa social. Eu desgosto ser tratado como alguma amostra de exibição.

“Terminou? ” Rose entrava no meu quarto. “Sim, sim, eu terminei de me vestir. Sem estresse! ” Eu aceno para ela para acalmá-la.

“Oh, não! Você não pode sair assim. Sua gravata está tão desleixada! E você não colocou as marcações tradicionais! “ Ela imediatamente começa a corrigir minha aparência. Primeiro a gravata. Depois ela arranca meu terno negro por pelo menos cinco minutos e então pinta uma tatuagem complicada na minha bochecha.

É algum tipo de tradição. Eu não gosto de colocar maquiagem em mim mesmo e esperava conseguir escapar disso. Eles estão me vestindo como algum tipo de pássaro!

Quando eu paro pra pensar. Esse mundo parece uma mistura de cada cultura que eu já conheci. Hmmmm……

“Rose, você não acha que já chega? Nós estamos quase sem tempo. ” Eu tento redirecionar a atenção dela.

“Oh não, você está certo! Mas você tem que parecer perfeito. Esse será o seu maior dia! “ Ela me arrasta para fora, onde uma deslumbrante beldade ruiva está esperando. Seu cabelo está trançado ao redor de seus chifres e há um padrão realmente complicado pintado ao redro das pálpebras dela. O vestido negro dela enfatiza as curvas importantes nos lugares certos. Isso é perigoso…. Eu tenho que pensar direito… deixe-me ver…. Pi é 3.14159265359

“Você está pronto? Se nós sairmos agora, nós estaremos em cima da hora. “ A beldade nos leva a seguir em frente.

MERDA! Isso quebrou meu passo!

“Isso não é um pouco de esforço demais? Quanto tempo você teve que ficar parada para isso?” Eu não gosto de maquiagem. Mas quem quer que tenha feito a da Celes fez um bom trabalho.

“Você não tem ideia. Como eu estou? Valeu a pena? “ Ela sorri para mim calorosamente.

Parada Cerebral…

“Ehm.”

“Não está bom? Como pode ser? Levou tanto tempo para achar o vestido certo! “ Celes pisoteia no chão e faz beicinho.

“Eu acho que o jovem rei quis dizer que ele não tem palavras para descrever sua beleza, minha rainha. Vocês dois parecem bem, então vamos sair logo. Nós temos um cronograma a manter. “ Rose salta na conversa e me salva.

Por que eu simplesmente congelei daquele jeito? Merda, eu tenho mais experiência na vida do que qualquer pessoa pode imaginar! Poderia ser que esse corpo novo está me causando problemas? Hormônios? Como pode ser? Eu nunca senti nada assim como um deus.

Nós prosseguimos para a sala do trono, onde os outros membros da família estão esperando. “Oh vocês dois parecem lindos! ” Katrine explode com alegria.

“O tempo certamente voa. Parece que foi ontem, quando eu ainda podia carregar você por aí com a minha cauda.” Todo mundo dá um olhar chocado a Ireth. Sim! Pense sobre suas próprias falhas como mãe! Eu estava certo quando eu pensei que essa não era a maneira certa tratar uma criança.

“Você pode usar sua cauda assim? Agora eu lembro que você fez isso algumas vezes comigo. ” Celes acena a cauda diante dela para inspeciona-la. “Eu frequentemente senti como se eu pudesse usar uma terceira mão.”

“Não copie os mau hábitos dela!” Arthur salta na conversa. Obrigado sogro!

“Nós temos que partir!” Nicosar nos empurra na direção da saída. Ele está certo, nós temos um cronograma apertado.

Lá fora, nós entramos em uma limusine e uma procissão de guardas e servos inicia a viagem pela rua. “Agora isso realmente é um carnaval completo!” EU olho de volta para a fila de veículos espalhafatosos atrás de nós.

“É engraçado, eu nunca tive um casamento assim e eu tive muitos casamentos até agora.” Celes parece estar de bom humor.

“Pelo menos eu só tenho que acenar para as pessoas e sorrir.” Eu tenho que ser positivo. Não faz sentido ficar se focando nas coisas ruins.

Sim. Isso não é ruim! Pense assim: mesmo eu me casando com ela de novo nessa vida… É só uma vida! É só alguns anos e então eu estou livre de novo. E enquanto eu estou preso nessa, eu posso tirar vantagem dos aspectos bons.

Há muitos caras que não se importam com personalidade. Por que eu não posso ser capaz de me tornar um deles também?

Nosso carro deixa a área do palácio e eu posso ver milhares de pessoas, todas elas estão tentando nos ver.

De repente Celes liga o braço comigo e acena para a multidão. Há milhares de pessoas em um alegre alvoroço por nós. Eu sorrio e aceno para eles. Sim, eu oficialmente odeio esse dia. Quando nós nos casarmos, eu vou fazer esse dia um dia de trabalho. Todo mundo vai ter que ir trabalhar e fingir que nada está fora do comum!

Pessoas, que estiverem celebrando de qualquer maneira, serão executadas a vista. Eu estarei condenado se eles transformarem isso em algum tipo de feriado nacional.

“Você está com aquele sorriso estranho de novo, Angrod.” Celes sussurra no meu ouvido.

“S.. Sério.” Eu tento relaxar minha expressão.

“Agora você parece realmente estressado. Apenas pense em algo positivo. Nós temos muito o que fazer hoje. Há muitos pontos importantes na minha lista.” -Celes

“Sobre isso… Eu na verdade acho que… “ Mas eu sou interrompido.

“Ohohoh. Eu consigo lembrar minha noite de casamento! Arthur foi tão selvagem!” Katrine exclama. “Infelizmente, eu descobri que não posso ensinar nada para minha filha sobre esse assunto.”

Eu acho que eu vou simplesmente me teleportar para longe assim que isso acabar. Sim, ninguém poderá me pegar. Eu vou dizer sim e amém. E quando tudo estiver acabado, eu realizarei minha fuga e terei minha paz.

Enquanto nós nos dirigimos ao redor da cidade eu mergulho em meus próprios pensamentos. É claro, eu continuo sorrindo e acenando para as pessoas. Após horas, deve ter sido horas porque o carro continuou em um constante passo de caminhada. Finalmente, nós chegamos na catedral e saímos do carro.

Pessoas jogam confetes em nós, enquanto nós caminhamos para dentro. Arroz pessoal! Deveria ser arroz e não confete! Eu quero chorar, quem bagunçou essa cultura?

Pelo menos ninguém é permitido dentro da catedral. Só o sacerdote e alguns poucos noviços estão nos esperando. Pelo menos essa cerimônia é curta. Isso nos foi explicado anteriormente.

Nós somos levados em frente à estátua da Seria. Então o sacerdote carrega uma bacia d’água diante de nós e murmura algumas palavras que eu não entendo.

Então nós dois damos as mãos na água. “Nós estamos aqui, em frente a nossa deusa e os deuses para testemunhar o casamento dessas duas jovens pessoas. Que suas vidas sejam felizes. Que ambos cuidem um do outro e que enfrentem as dificuldades juntos. Vocês dois estão dispostos a se oferecer ao seu parceiro e proteger ele ou ela de qualquer mal. Vocês ficarão juntos até a morte?”

“Sim.” -Celes

Na verdade eu tenho que pensar por um segundo! Essa é uma promessa realmente pesada e significativa, sabe?! Ainda mais se você pensar sobre ela um pouco. Eu acabei de perceber que nós dois sabemos sobre as reencarnações do outro, então agora nós estamos casados até a morte, ou até a morte?

*Cutuca* *Cutuca* *Cutuca*

Ugh! Cauda maldita! “Sim!”

“Então eu vos declaro casados. Que vivam prosperamente e em paz. Rei Angrod e Rainha Celes.” O sacerdote se curva para nós e sorri.

Celes pula em mim e eu não tenho escolha a não ser pegá-la como uma princesa. “Esse é um ponto importante. Você tem que me carregar de volta até o carro.” Ela me dá um beijo na bochecha. O sacerdote dá uma risada a vista disso. Obviamente o batom dela deixou uma marca.

Eu assinto ao sacerdote e me viro para carregar a Celes para fora. Enquanto deixamos a catedral, a multidão quase vai a loucura e alguns doidos disparam fogos de artifício.
Ei, é o meio do dia! Tenha pelo menos alguma lógica e dispare isso durante a noite!

Nós chegamos no carro e nossos membros da família nos parabenizam. Ireth tem lágrimas de verdade em seus olhos enquanto me abraça.

Mas Rose já está acenando para nós dentro do carro. Realmente um cronograma apertado.

O festival depois não pôde se contado como um festival verdadeiro. O local foi um grande jardim elegante… ou devo dizer parque? É grande o bastante para acomodar todos os nobres e oficiais em qualquer ocasião. Há uma grande fila de nobres, que nos parabenizam pelo nosso casamento.

Todo mundo nos deu um presente. No final, havia uma enorme pilha de presentes ao nosso redor. Ninguém prestou atenção ao que aconteceria se milhares de caras ricos dessem um presente aos recém casados. Que saco!

Eu dou a ordem a Rosa de que ela deveria confiscar o chocolate e as coisas perigosas. O resto deveria ser dado para alguém que precise.

Já era o final da tarde quando nós voltamos ao palácio. Meu rosto estava doendo de tanto sorrir. Eu teria imaginado que seria possível torcer os músculos no meu rosto dessa forma. Minha mão esquerda estava dormente de tanto acenar. Minha mão direita está doendo de apertar as mãos com mais de mil pessoas. Se eu não tivesse usado magia de cura, ela seria só um toco sangrento agora.

De volta a sala do trono, nós fomos recebidos por todo mundo que podia ser contado como amigo próximo. Isso envolvia alguns dos nossos velhos professores, os irmãos Cygnus, as pessoas da Classe especial, assim como alguns amigos próximos dos nossos pais.

Celes continuou de braços dados comigo o tempo todo. Após todo mundo nos parabenizar mais uma vez, nós prosseguimos para o grande salão que era reservado para receber convidados. É dentro da área privada do palácio.

Rose liderou o grupo orgulhosamente pelo corredor. “Eu coloquei todo o meu esforço nesse buffet frio. Estou certa que vossa majestade ficará muito satisfeito.”

Com um rosto sorridente, ela abre duas portas para o salão de visitas e congela. Então parece que ela quer gritar, mas ela congela de novo, não sabendo como reagir. Eu dou uma olhada pelo canto e congelo também.

Uma deslumbrante beldade loira dentro de um vestido transparente está alegremente enchendo um enorme prato com as comidas de aparência mais deliciosas. Quatro asas angelicais brotando de suas omoplatas e toda a figura está emitindo uma aura de luz.

Outras pessoas também dão uma olhada pelo canto e congelam com suas bocas abertas.

A figura se vira e acena para nós com sua mão livre.

”Oiiiii!! Como vocês estão indo? Eu estou tão feliz que cheguei a tempo para dar meus parabéns!” Seria corre até mim e Celes após colocar seu prato na mesa e abraça nós dois como crianças nos seus enormes peitos.

“Ooh, eu estou tão feliz em ver que vocês estão bem. A cidade parece maravilhosa por falar nisso.” Ela beija a mim e a Celes na bochecha. “Há tanto sobre o quê falar! Eu espero que vocês dois tenham se comportado bem, eu enviei vocês dois aqui com um propósito afinal de contas. Já tem alguma criança a caminho? ”

“Não?” “..o ainda!”

“Oh que pena, bem vocês tem a noite toda diante de vocês para trabalhar nisso!” Seria sorri e corre até Ireth, Katrine e Arthur. “ Eu tenho que dar a vocês meus agradecimentos também! Vocês fizeram um trabalho tão bom em educar eles! Eu não poderia ter escolhido melhor. ”

“Nós fizemos nosso melhor. ” Ireth é a única que consegue dar uma resposta. “Oh, vocês não têm que ficar tão rígidos. Eu não estou aqui em minha função como deus. Eu tirei um dia de folga para visitar meus pequenos ajudantes nesse mundo. Então sem ressentimentos, vamos só relaxar e nos divertir! A última vez que eu tirei um dia de folga foi a alguns milhares de anos atrás. “ Ela continua pela fila de convidados estupefatos e aperta as mãos deles.

Quando ela termina, eu a pego pelo braço e a arrasto para um canto quieto. “O que você está fazendo aqui!? Eu pensei que o Tjenemit seria capaz de te seguir se você viesse!”
Celes anui com uma expressão dolorida.

“Haha.. Não tema. Eu não estou realmente aqui em pessoa. É só uma projeção astral realmente boa. Eu nunca arruinaria o seu grande dia!” Ela pisca para a Celes.

Eu solto um suspiro. “Então você pode pelo menos me dar uma explicação detalhada do que está acontecendo?” Nossos pais vieram por trás se juntaram a conversa.

“Não. Desculpa, eu não posso dar informação com essa importância para mortais. Tudo ficará claro quando chegar a hora, eu prometo. Mas se tudo der errado e Tjenemit conseguir acesso a esse mundo antes de eu estar pronta, ele pode simplesmente arrancar a informação da mente de vocês. Quanto menos vocês souberem melhor. Apenas mantenham sua confiança na sua primeira e única deusa!” Ela sorri e dá um tapinha no meu ombro. Então ela corre para o buffet de novo.

“Todo deus é assim?” -Arthur
“Eu preciso de uma religião nova…” -Katrine
“Eu gosto dela.” -Ireth
“… Se há belas mulheres que são mais velhas que você….. Há apenas uma coisa a se fazer!” Nicosar caminha para a Seria.

Eu estou chocado! O velho fedido não tem medo de nada!? Mas o Nicosar realmente foi com tudo e começou uma conversa com a Seria.

“Eu estou curioso em como ela consegue comer comida com uma projeção astral?” Eu falo comigo mesmo enquanto percebo que os poderes dela devem estar em outro nível, eu não podia fazer isso quando era um deus.

“Talvez ela tenha criado um corpo nesse mundo e simplesmente o possuiu?” -Celes

Eu assinto, mas eu ainda tenho problemas em acreditar. Então a Celes puxa minha manga. “Olha aquilo!”
Ela aponta para um canto quieto do salão. Lá eu consigo ver a Sandra sentada com o Sven em seu colo. Ambos estão se abraçando e criando a impressão de um casal amável!

Eu sorrio. “Ela realmente estava séria quando disse que iria consolar ele.”

“Inacreditável! E alguns dias atrás ele ainda estava caidinho pela Tanja!” Celes estufa as bochechas em frustração.

“Mas ela recusou ele de maneira clara, que não pode ser mal entendida. Além disso a Sandra tem dois argumentos bem grandes para distrair a presa dela de alguma culpa de consciência.” Eu aponto pro meu peito.

“Homens! Todos iguais! Eu tenho que procurar a Tanja pra ver se ela está bem.” Celes sai pisoteando e eu a sigo.

“Não esqueça que eles são apenas um bando de gente jovem afinal de contas. Nessa idade seu coração bate por alguém e no momento seguinte por outra pessoa.” Celes para e olha para mim um pouco surpresa.

“Eu acho que você está certo.” Ela parece estar considerando minhas palavras. Independentemente, nós continuamos procurando pela Tanja.

Mas parece que as preocupações da Celes não foram necessárias. Nós achamos a Tanja no Buffet, enquanto falava com Gabriel e Margerie. Ela não parece nenhum pouco preocupada, então nós nos juntamos a conversa deles.

Quando a Celes quis saber o que a Tanja pensava sobre o Sven e a Sandra, a resposta dela foi algo mais ou menos assim. “Eu já sabia que a Sandra tinha uma queda por ele, eu valorizo ele como um amigo de infância, nada mais. Então é bom que a Sandra finalmente partiu para ofensiva.”

Então realmente parece que ela jogou seu amigo de infância na boca do tigre. Nós continuamos a falar enquanto o tempo passa. Uma hora depois, Seria caminhou em nossa direção de novo. Ela estava de braços dados com o Nicosar e sorriu para nós!

“É um momento realmente bom, mas eu tenho que dizer adeus.” Ela nos abraça de novo. “Você está certa sobre isso, sobre não nos dizer o que está acontecendo?” Celes a pergunta com uma expressão rígida.

“Nope²! Não há nada que vocês possam fazer no momento. Tudo depende da chegada do Tjenemit. Ou eu estarei pronta, ou não estarei. Não é como se vocês pudessem fazer qualquer coisa contra um deus.” Seria responde em um tom sério.

“Eu entendo. Apesar de eu ainda ter gostado de saber o motivo por trás de tudo.” Eu dou a ela um sorriso torto.

“Tudo será sabido quando chegar a hora.” Ela afaga minha cabeça enquanto se dissolve em luz.

Nicosar suspira e nos dá um olhar triste. “Ela é uma boa mulher com certeza. É uma pena que eu seja jovem demais pra ela. Eu nunca teria imaginado que me diriam algo assim na minha idade.” Ele força uma lágrima de seu olho esquerdo. Então ele caminha na direção de duas coelhinhas que me pareciam familiares.

“O velhote acabou de chorar?” Celes pergunta com uma voz chocada enquanto belisca sua própria bochecha.

“Eu honestamente não o entendo.” Eu não quero saber o que está acontecendo dentro do cérebro do Nicosar. Eu me viro para me estufar com alguma boa comida do buffet.

“Não coma muito, eu tenho um presentinho pra você depois.” -Celes

Após outra hora, a festa chega a um fim e todo mundo sai. Dando nossas despedidas não levou muito tempo pelo menos. Quando o último dos nossos amigos saiu, Celes me pegou pela mão e me levou até seu quarto.

“Ehm, Celes? O que nós precisamos do seu quarto?” Eu pergunto enquanto ela abre a porta e me empurra para dentro. Agora eu percebo porque nós nos esgueiramos enquanto nossos pais ainda estavam falando com seus amigos… Isso não é meio que pouco amigável?

Agora que eu dou uma olhada mais detalhada no quarto privado da Celes, eu percebo que é bem espaçoso. Há uma grande cama, um sofá com uma mesa e múltiplas cadeiras e uma escrivaninha. E ainda não parece apertado.

Celes me puxa para o sofá me empurra nele. “Espere aqui, eu vou pegar o presente!” Ela corre para o quarto de banho. Oh… agora eu entendo…….. a noite de núpcias. Eu estou certo de que ela tem tal item na lista dela. Whoa! Agora eu me lembro! Havia tal evento! Eu o vi alguns anos atrás na lista dela!

Então ela vai vir em algum tipo de négligé para me excitar e me fazer perder a cabeça? Não comigo! É hora de teleportar para fora da… hmmm… chocolate? Eu fico ciente de uma caixa cheia de chocolate na mesa.

Antes de perceber, eu peguei um pedaço e comi. Hmmmmmmm. Delicia! Tem um gosto tão familiar. Exatamente como o chocolate que eu sempre recebia da…. ah …. não. Não! Essa memória! Ela tem que estar errada! Mas é o mesmo gosto! Eu pego outro pedaço. E mais outro!

É o mesmo chocolate que eu recebia dela antigamente naquela outra vida! É feito a mão e é o melhor! Mmmm! Eu pego o quarto pedaço para apreciar o sabor.

De repente um calafrio percorre minha espinha e eu sinto algo ficando muito duro. Ahhh…. o que há de errado comigo? Eu me orgulho em ter controle completo sobre meus instintos. Eu tento tomar controle sobre minha ereção, mas nada funciona.

Eu até imagino o Nicosar pelado na cama. Não funciona Meeerda! O que está acontecendo?

“Haha. Parece que o rato pegou o queijo.” Celes sai do banheiro, usando uma veste realmente perigosa! Muito mais como se ela não estivesse vestindo praticamente nada.

[NT: Deixo essa música para esse fim de capítulo]

Ela está apenas vestindo um lingerie vermelho, que combina com o cabelo dela. Ela quase mostra as partes realmente interessantes do corpo dela, mas também as esconde ao mesmo tempo.

Parada cerebral! De novo, merda!

“Queijo?” Eu olho o próximo pedaço de chocolate na minha não e o derrubo, enquanto faço a conexão! “Você me envenenou!”

“Eu nunca envenenaria meu marido.” Ela caminha até mim enquanto sacode os quadris de uma maneira excitante. “Eu só fiz esse chocolate para essa ocasião especial. Veja, está adicionado com um pouco de um afrodisíaco realmente forte.” Ela sussurra no meu ouvido.

Meus olhos vagam pelo corpo dela, enquanto outro calafrio me sacode. Ela é uma bruxa genuína afinal de contas! “Então por que está começando a doer aqui embaixo?” Eu muito mal consigo me controlar e minha voz treme um pouco.

“Eu já te disse que é um realmente forte. Eu pedi a Tanja por algo que tornaria até o cara mais frio em uma besta selvagem.” Ela senta no meu colo e traça seu dedo pelo meu peito, o que manda outro calafrio pelo meu corpo. “Ela disse que esse é usado para interrogar prisioneiros. É possível enlouquecer se você não for capaz de se aliviar de alguma maneira.”

Hoh, então ela realmente pretende ir com tudo? Eu olho para minha mão que está tremendo levemente.
“Você sabe que isso faz parecer que eu posso ter um ataque cardíaco a qualquer momento né?” Eu me pergunto se só parece que estou suando? Ou esse quarto está realmente tão quente assim?!

“Eu sei uma maneira fácil de resolver o problema.” Ela pega um pedaço de chocolate da mesa e usa como batom. Então ela coloca as mãos ao redor da minha cabeça e começa a se mover de uma maneira que quase me enlouquece. “Não foi você a pessoa, que uma vez disse que caras que vivem suas vidas como puros pervertidos estão corretos? Não é melhor tomar o que você pode ter de graça?” Ela sussurra no meu ouvido de novo.

Sua cauda de repente me toca em alguns lugares, enquanto ela lambe o chocolate nos lábios e sorri de maneira provocante para mim.

OooOOO Merda! Eu não consigo mais aguentar isso! Eu pego os braços dela e os prendo atrás das costas dela. “Ouch!” Ela solta uma pequena reclamação. “Eu acho que você subestimou a efetividade dessa droga!” Eu pego outro pedaço de chocolate da mesa e coloco na minha boca. Então eu pressiono meus lábios nos dela e a dou um beijo profundo para dar a ela um gosto do próprio remédio.

De alguma forma, tudo está girando enquanto eu a levanto e a jogo na cama. “Kyaaa!” E pulo nela.


Tradução: Batata Yacon
Revisão: Blueinger


Contribua com a Novel Mania!