UD – Capítulo 43 – Festa de Graduação!


Eu me graduei! Sem mais escola! Bem, a menos que eu decida ir para universidade também. É claro que os testes não serão um problema. Afinal de contas eu tenho algumas vidas de experiência.

No momento nós estávamos celebrando no mesmo vale que eu achei alguns meses atrás. Eu trouxe alguns dos meus empregados e ordenei que eles me construíssem uma agradável casinha de madeira com uma boa vista do lago.

Então nós criamos uma cerca elétrica para manter os animais selvagens longe. Atualmente esse é meu esconderijo particular. Apesar de eu ter chamado alguns convidados hoje.

Nós temos todos da classe especial aqui. Professor Tongord, Jeniva e Samarin se juntaram a nós também. Rose e algumas outras empregadas estão cuidando da comida. Do lado dos pais só Ireth e Katrine vieram. Nicosar e Arthur ficaram no palácio para ficar de olho em tudo.

Todo mundo está se divertindo enquanto eu estou deitado na grama. Eu preciso descansar um pouco. Teleportar tantas pessoas em tão pouco tempo é um pouco cansativo.

As rainhas estão falando com os professores e a Rose. As garotas estão jogando voleibol, enquanto Iris e Stephen parecem estar em seu próprio mundinho em um banco. Eles realmente deram certo de cara? Eu nunca teria pensado que acabaria assim.

Margerie está brincando com seu drone a alguns metros de distância.

“Você achou um bom lugar aqui.” Sven fala atrás de mim.

“Sim. Me lembra de uma época realmente boa. Eu tive que buscar por um bom tempo para achar. “Eu respondo a ele.

“É interessante que tudo possa parecer tão bom e normal enquanto estamos em guerra.” Sven

“Eu não acho que você possa chamar isso realmente de guerra. Eles estão se escondendo atrás de seus escudos enquanto nós estamos bombardeando eles com tudo que temos. A situação não muda de maneira nenhuma.” Eu

“Apesar de ainda estarmos em guerra.” Sven me lembra.

“Não é possível mobilizar o exército de outra maneira. As regras são firmes nessa parte.” Eu

“Hmmm. Ainda é um pouco enervante ter isso sempre na mente. Mas eu acho que você poderá se distrair em breve com uma bela rainha. O casamento vai ser na próxima semana? O mundo todo já está falando sobre! Você vai estourar a cereja na primeira noite?” Ele ri para mim.

Agora você conseguiu! Se você realmente quer jogar esse jogo, você fez uma escolha ruim. Eu posso ser um pouco denso em termos de relacionamento, mas eu tenho muito mais experiência que você! Eu jogo minhas mãos ao ar. ” O quê aconteceu com o adorável garotinho tímido que eu conheci pela primeira vez na festa de apresentação? Eu não o reconheço mais…..”

“Is.. Isso foi anos atrás! Eu trabalhei na minha personalidade desde então.” Ele assente para si mesmo.

Eu me sento. “Mas você ainda não disse a Tanja como se sente. Então você não é tão diferente afinal de contas.”

“D.. Do quê você está falando? Tanja é minha preciosa amiga de infância.” Sven

“Tem certeza? Eu percebi que você sempre olha pra ela quando você acha que ela não vai perceber.” Eu dou um sorriso afetado a ele.

“Eu não faço isso!” Ele fica todo vermelho.

“Não se preocupe com isso, não há nada de errado em gostar de garotas mais velhas. Mas você tem que ter certeza de dizer seus sentimentos para ela. Mulheres sentem quando você olha para elas. Se você não disser seus sentimentos para ela, ela vai achar que você é um lascivo cara nojento.” Eu

Sua boca cai. “Se você quiser eu posso te ajudar. Eu vou preparar uma situação com você e ela sozinhos.” Eu ofereço a ele. Só espere, eu posso ser um cara bem terrível. Muahaha. Você vai ter ‘o momento’ da sua vida. Nunca aceite minha ajuda sem pensar duas vezes.

“Huh? Você faria isso?” Ele pergunta esperançoso.

Eu sorrio pra ele e ele põe uma expressão cautelosa. Parece que eu fiz aquela cara de novo? “Não se preocupe! Eu vou cuidar disso, mas o resto é com você.” Eu me levanto e ponho as mãos em seus ombros.

“Quu.. quando vamos começar? Eu tenho que me preparar!” Ele pergunta.

Eu dou uma olhada na Tanja, que está sentada em um banco e está esperando pela próxima partida de voleibol começar.

“Hmmm… Que? …. Tal?…. AGORA?” Eu teleporto nós dois para as colinas acima da minha cabana. Seus olhos se arredondam e ele olha de um lado para outro para entender a situação.

Eu teleporto de novo antes que ele possa ser recuperar e apareço bem ao lado da Tanja, que não saiu do lugar. Ela salta um pouco com minha aparição repentina.

“Eu preciso de você um pouco, se importa em me acompanhar?” Eu colo uma mão em seu ombro e teleporto de novo. Nós aparecemos bem ao lado do Sven que ainda está tentando entender a situação.

“Divirtam-se vocês dois. A casa fica a cerca de meia hora de distância. Caminhe nessa direção.” Eu aponto para baixo e sorrio para eles. “Se vocês caminharem em um passo normal vocês devem estar de volta logo. Tchau!” Antes que alguém consiga dizer qualquer coisa eu teleporto de novo e reapareço no banco da Tanja com uma expressão satisfeita.

“Por que abduziu a Tanja?” A Sandra me pergunta enquanto eu sou encarado pelos jogadores de voleibol.

“Me foi pedido por um ser inferior para ajudá-lo em sua busca épica do amor! Então eu decidi ajudar. Eles devem estar de volta em meia hora, eu só teleportei eles colina a cima para que pudessem ficar sozinhos.” Eu
Todos que olham ao redor percebem que o Sven sumiu também.

“Não brinca! Ele não iria?” Sandra dá um sorriso afetado pra mim e Celes dá um tapinha na cabeça dela. “É por isso que ele sempre olhava pra ela como um velho pervertido!”¹

“Eu nunca teria pensado que ele iria atrás das mais velhas, que ousado! Se eu soubesse eu o teria devorado². Eu gosto dos tipos bonitinhos e silenciosos. Com sorte ele vai ser rejeitado. Então eu posso consolar ele e colher os frutos. Mmmmhhh.” Todo mundo olha pra Sandra, que acabou de soltar uma linha bem perigosa.

“Se você de mais novos, então que tal eu. Eu ficaria feliz em acabar com a sua solidão.”
Gabriel se ajoelha diante da Sandra e sorri pra ela. Ela olha pra ele como se estivesse considerando, mas… “NÃO. Desculpa, mas você não é nem bonitinho nem tímido. Então não tem graça. Eu não gosto de vermelhos também, então você vai ter que procurar em outro lugar!” Gabriel se deixa cair de cara e não mais se move.

“Mas se você quiser, eu acho que posso te apresentar a uma das minhas sete irmãzinhas. Você é um cara decente afinal de contas.” -Sandra
Gabriel se levanta saltando. “Estou aos seus serviços! É claro, eu valorizaria cada uma delas.”

“Eu não acho que você conseguiria lidar com todas elas, você acabaria morto em pouco tempo.” Sandra
“Eu farei o meu melhor!”

Quem imaginaria que aquela Sandra tem sete irmãzinhas? Ela nunca falou disso. E irmãos?! Os pais dela devem estar parindo eles como uma linha de montagem! Eles não parecem só com homens-coelho, eles são coelhos!

“De qualquer forma, você tem que jogar agora Angrod! Você abduziu nossa quarta jogadora afinal de contas.” Celes me informa.

“Eu vou jogar com a minha rainha então!” Antes que qualquer um pudesse reclamar qualquer coisa, eu corro até o lado dela do campo.

“Hoh, de onde vem esse entusiasmo?” Ela me pergunta.

Eu sorrio e aponto para o outro lado, onde os oponentes lutaram por suas vidas durante a última partida. Todo o campo está cheio de cavidades, cavidades que tem a forma delineada de bolas de volei.

Jogar contra a Celes não é um jogo de bater a bola para o outro lado do campo. É um jogo de desviar da bola para poder sobreviver mais um dia.

“Hmmmmm. Seu sem graça!” Após a observação da Celes, nós começamos a jogar. Eu tenho a honra de assistir enquanto a Sandra e o Gabriel lutam por suas vidas. A Celes é forte demais. Toda bola que ela acerta simplesmente desaparece, seguido pelo levantar de uma nuvem de poeira dentro do campo inimigo.

Uma hora depois Rose nos chama para jantar e nós paramos o treinamento de sobrevivência jogo.

“Você não disse que teleportou eles só uma curta distância? Eles já deveriam estar de volta.”
Gabriel me pergunta.

“Eu não sei. Eles podem ver a casa, é impossível se perder assim. Eles estão a cerca de dez minutos daqui, eu posso sentir a presença deles.” -Eu

“Muuuuh… Ela deve ter devorado ele ali mesmo. Talvez eles estejam se escondendo embaixo de algum arbusto e estão muito ocupados no momento.” Sandra estufa as bochechas.

Celes fica vermelha e Gabriel parece estar pensando muito em alguma coisa.

“Hmmm. Nós poderíamos ir e checar?” Eu pergunto e sorrio pra eles.

“Não!” -Celes
“To dentro.” -Gabriel

Sandra pega minha mão. “Teleporta agora!”

Eu coloco minha mão no ombro do Gabriel enquanto a Celes pula nas minhas costas para me impedir. “Você não pode simplesmente perturbar….”

Mas eu teleporto todos os quatro e nós reaparecemos no pé da colina. Na nossa frente está a Tanja, que está sendo carregada nas costas pelo Sven. Ohoho.

“Mmmhhh! Viu, eu disse! Eles foram com tanta força que a garota está tendo que ser carregada agora!” Sandra fez beicinho com uma voz de desagrado.

Tanja ficou vermelha. “N.. Nada disso! Eu tropecei e torci meu tornozelo! E eu rejeitei ele por falar nisso. Não há nada entre nós!” Sven parece um pouco desapontado.

“Sério?” Sandra pergunta.

“Pelo menos você tentou. É melhor do que deixar isso te devorar pelo resto da sua vida. Estou orgulhoso de você.” Eu tento consola-lo.

“Eu sinto por você! É difícil ser rejeitado uma vez após a outra! Mas seja forte meu amigo! Depois de algumas vezes começa a doer menos!” Gabriel bate nos ombros de Sven com lágrimas nos olhos.
Com que frequência ele se confessou para ficar assim!?

“Haah, quem se importa. Mas é bom ter vocês aqui. Eu posso ser rápido, mas eu já estou nos meus limites.” Os joelhos de Sven estão tremendo um pouco, enquanto ele carrega a Tanja.

“Vocês dois deveriam ter aprendido pelo menos alguns feitiços de cura básicos! Eu não vou reclamar sobre ossos quebrados, mas ser retido por uma torção no tornozelo? Isso é como um arranhão.” Eu curo a Tanja com um balançar da minha mão.

Sven a desce e ela pula um pouco. “Ótimo! Tão bom quanto novo! Ah, falando nisso, nós achamos uma coisa legal colina acima. Vocês tem que vir ver!”

“Nós temos que voltar para a janta.” Celes nos lembra.

“Não vai demorar! É realmente interessante.” Tanja não se curva e nos leva por cerca de cinco minutos de volta na direção em que eles vieram.

Em uma escarpada parede de rocha lisa ela para e aponta para uma área em particular. É uma rocha vulcânica e você pode ver pegadas como se alguém estivesse caminhando em uma superfície vertical para baixo.

“Legal, não é?” Ela nos pergunta. “Os irmãos Cygnus certamente gostariam de ver isso.”

“Nós deixamos Margerie e seu drone na casa. Ela fica em seu próprio mundinho desde que ela consiga mexer com aquela coisa.” Gabriel respondeu.

“Você acha que isso é algum tipo de fóssil das primeiras pessoas?” -Sven

“Que idiota caminharia pela lava?” Celes

“Um Deus?” Eu pergunto e sorrio. As pegadas certamente parecem femininas em tamanho e forma.

Os queixos da Tanja, Gabriel, Sven e Sandra caem e eles olham em reverência para as pegadas divinas. Eu faço uma expressão severa.

“Não digam a ninguém! Isso foi uma piada estúpida! Se os idiotas da igreja souberem disso, eles virão aqui em pouco tempo e começarão a construir algum tipo de santuário.


Tradução: BatataYacon
Revisão: Grads


1: Pobre Sven
2: ( ͡° ͜ʖ ͡°)


Contribua com a Novel Mania!