UD – Capítulo 37 – Interlúdio – A fonte termal de um certo deus?


 

AAAaaaahhh…. Não há nada melhor que um banho dentro de uma fonte termal no topo de um vulcão inativo. Nenhum outro deus para perturbar minha paz. Nenhum Conselho, sem adoradores, sem stress.

Eu me banho dentro da água e relaxo. Esse é meu lugar favorito, logo depois do meu próprio mundinho. Eu visito cerca de alguma vez a cada algumas centenas de anos e é fantástico.

A fonte termal está localizada dentro de uma caverna próximo ao pico. A água, aquecida pelo vulcão adormecido, e possui basicamente a temperatura perfeita.

É uma piscina com cerca de trinta metros quadrados. Nas paredes das caverna existem cristais. Eu os encantei com um feitiço de luz, então a caverna está sempre banhada em uma agradável luz de diferentes cores.

Há até cristais no chão da piscina, que estão cintilando em cores diferentes. É um lugar fantástico!

“Indigna! Não profane a água sagrada com seu corpo!” “Saia agora!”

Eu olho para cima e vejo dois elfos na entrada. É uma mulher e um homem, o cara mira seu arco em mim, enquanto a mulher prepara uma bola de fogo.

Eu suspiro. “Saiam da minha fonte termal e eu poderei ser benevolente e deixá-los viver.”

O cara atira a flecha e a mulher lança sua bola de fogo. Por que mortais são tão ruins em julgar alguém? Eu aceno minha mão e os projéteis desaparecem.

Com outro aceno da minha mão ambos os elfos são presos a parede. Eles lutam, mas são presos no lugar por uma força invisível.

Eu saio pelada da piscina e caminho até eles. “Ah. Como punir os tolos mortais que entram no meu domínio?”

Seus olhos se arregalam.

“Talvez cem anos de dor e sofrimento?” Eu me pergunto.

“Por favor. Eu não sei quem você é, mas esse é um lugar sagrado para nosso povo. Nós o protegemos já a mais de quatrocentos anos.” A mulher fala.

Eu tento lembrar quando eu estive aqui a última vez? Foi a quinhentos? “Não, eu tenho certeza que chequei esse lugar seiscentos anos atrás.”

“Você não pode simplesmente se banhar dentro da água santa! Você pode acabar destruindo as propriedades curativas.” O cara ladra para mim.

Água santa? Curativas? Não me diga….

“PFF! hahaha hHAHAHAAHAHAHA!” Eu caio ao chão e rolo. Faz uma eternidade desde que eu dei uma boa risada.

“Deixe-os ir! Essa não é a maneira correta de tratar os mortais Seria!” Lada de repente aparece acima de mim, pairando no ar.

Ambos os Elfos abrem suas bocas e me encaram com uma expressão assustada. “A deusa Seria?” “Deusa da vida e morte?!”
Então ambos olham chocados para Lada.

“PFAHAHAHAHAHAAHA!” Eu não consigo me controlar mais a aponto para lada que estão mostrando a calcinha para os elfos.

“Sua saia! Hahaha… curda demais……… sua saia …. e …. pairando no ar assim! Sua lingerie está a vista.” Eu me arrasto até ficar de joelhos e bato no chão. Não consigo respirar! Preciso de ar! Outro ataque de risadas me sacode.

Lada imediatamente desce ao chão e ajeita as vestes. “Eu não quero que isso seja dito por alguém que está se mostrando nua!”

Eu fico de pé. “Mas ao se mostrar, você consegue ter muitos seguidores mais! Vê? Até mesmo esses estoicos elfos pervertidos estão sacudidos pelo meu eu divino!” Eu corro até o cara e esfrego meu corpo contra o dele, o que resulta em uma reação completamente natural.

O rosto da mulher fica vermelho como um tomate. “Nós não somos pervertidos!”

“O quê? Não é pervertido beber a água de banho de outra pessoa? Bem, eu suponho que mortais tem todos os tipos de estranhos fetiches…. diga-me, como você se sente quando você bebe a água de banho de um deus.” Eu troco a posição e me pressiono contra a fêmea.

“É … é refrescante. E cura todo tipo de doenças. E quando misturado com algumas ervas, ela eleva a fertilidade ou age como um bom veneno para flechas.” O cara admite com um tom baixo.

A mulher elfa está ficando azul agora. Parece que ela está quase morrendo de vergonha. Não me diga que eles vieram aqui como um par para…?

Eu movo meu dedo até perto do umbigo dela e sussurro no ouvido dela. “Eu vou te ajudar. Tente de novo em breve e eu tenho certeza que você será abençoada com gêmeos!”
A mulher agora está azul até a ponta das orelhas.

“Vê Lada? Eles não são nenhum pouco pervertido! Eles apenas iam usar minha água de banho para fazer vários tipos de medicamentos estranhos! Oh, mortais sempre acham uso pra tudo.” -Eu

Lada suspira a balança sua mão. Ambos os elfos caem ao chão. “Eu acho que você já teve sua quota de diversão. E eu estou certa que eles vão dizer ao povo deles para não perturbar a deusa enquanto ela estiver usando sua fonte termal. Você não usa muito de qualquer maneira, então não há mal em eles estarem aqui.”

Ambos os Elfos me olham com rostos assustados. Tudo bem, mas se vocês danificarem minha fonte termal, eu faço o vulcão entrar em erupção e nivelar seu vilarejo!” Ambos correm para fora da caverna sem responder. Água Sagrada……

Eu pulo na piscina de novo. “Então a que devo a honra de sua presença Lada?”

Lada não entra na fonte termal e apenas caminha acima da água. “Eu ouvi algumas noticias perturbadoras sobre você no último encontro do conselho. Eu esperava que pudéssemos falar sobre isso em privado.”

Qual o problema dessa vez? Lada é a única membro do conselho que não é podre até a raiz. Se eu tiver que lidar com o conselho, eu prefiro falar com ela. Ela é uma deusa da harmonia afinal de contas.

E talvez eu até a chame de amiga? Pelo menos eu sei que ela se preocupa comigo. De outra forma ela não estaria aqui para falar comigo. Ela obviamente está fazendo isso sem o conhecimento dos membros do Conselho.

Eu aceno para ela prosseguir.

“Tjenemit acredita que você está planejando algo estúpido. Ele quer saber onde todos os deuses desaparecidos estão. Ele está investigando o paradeiro deles e ele acredita que você tem uma mão nisso. Ele acha que você está escondendo muito mais que aqueles dois dentro de uma de suas zonas vazias.” Lada joga a bomba inteira para mim.

“Hmm. Eu não tenho ninguém mais, além daqueles dois, na minha zona vazia. Por quê você está ao menos preocupada? Eu fiz o juramento mágico ao conselho. Se eu alguma vez levantasse minha mão contra vocês, eu perderia minha divindade e morreria.” Eu respondo com olhos fechados, enquanto vago dentro da água.

“Eles acham que você achou uma maneira de ignorar o juramento. Você não sabe o que está em jogo aqui! Eu dei uma olhada na pesquisa de Tjenemit. Ela é muito convincente. O que quer que você esteja fazendo, você tem que parar! Um planinho tão estúpido não vai funcionar contra o Conselho! Eles vão descobrir e lidar com você! Eu não consigo impedi-los, eles são fortes demais! Especialmente ElShaddai!” -Lada

Eu me ergo da água abraço a Lada. “Está tudo bem Lada. Você é a única deusa entre eles cuja alma não morreu completamente ainda. E não é um planinho estúpido. Apenas confie em mim, tudo vai dar certo no final. Talvez você veja.”

“Por favor não me diga que você realmente está planejando algo! Você sabe porque o Conselho foi criado. Os deuses tem que ser controlados de alguma maneira! Você não tem ideia da época antes do Conselho! Há um motivo para a existência dele!” -Lada

“Eu sei. Todos lutavam pelo poder e deuses lutavam uns contra os outros, morrendo e nascendo de novo. Lutando um contra o outro …. . Era um ciclo sem fim de guerra e derramamento de sangue. Muito parecido com a luta daqueles dois. Apenas que acontecia em todo o multiverso. No final a maioria dos deuses foram mortos pelo Conselho e todos que não obedecessem seu governo foi trancado dentro daquele buraco negro. Vocês mantiveram o novo status quo com controle absoluto e forçaram seus ideais em cada deus novo que emergisse. E assim tem sido por uma eternidade até agora.” Eu respondo.

“Você sabe? Mas….. Eu nunca te contei…… . Mas se você sabe, você deveria suportar o Conselho!” -Lada

“Eu sei porque eu estive dentro da zona vazia por muito mais tempo do que o conselho pensa. Eu me perdi lá antes do conselho ganhar. Eu não qualquer deusinho novo que emergiu despercebido a divindade e deu um passo errado enquanto caminhava seu primeiro caminho pelo rio das almas.”

“…”

“O Conselho está errado Lada. Talvez tenha sido criado com boas intenções. Mas aquelas intenções são apenas uma fachada atualmente. Se você é minha amiga, você vai simplesmente recuar e ficar em silêncio. Você não seria capaz de parar isso de qualquer maneira.” Eu explico em um tom gentil a minha amiga.

“O que você fez Seria?”

“Hmmm. Nada grande. Eu apenas reuni um monte de pessoas e lhes dei uma escolha. Eu mesma não sei realmente que lado eles vão escolher no final.” -Eu

“Mas se o conselho não existir mais então… ” Lada começa a falar mas eu a interrompo. “Eu acredito que algo melhor vai tomar o lugar dele! E eu preciso que você os coloque na direção correta.”

“Eu?” -Lada

“Sim. Você precisa pegar as partes boas e ajudá-los a achar o caminho correto.” Eu sorrio a Lada.

“Você está realmente jogando um jogo perigoso Seria. Mas eu vejo que você não vai ser capaz de mudar de ideia.” -Lada

“Eu sei minha amiga.” Eu respondo e sorrio para ela.

“Tjenemit está tentando entrar a sua zona vazia com um círculo de invocação. Eu imagino que você queira impedi-lo?” -Lada

Eu penso nisso por um segundo. “Talvez seja bom que ele entre. Ele estaria sozinho e isolado dos outro. Será a melhor chance de começar tudo.”

“Mas você estará sozinha contra ele! Ele pode ser um deus da criação, mas isso não significa que ele é fraco!” -Lada

Eu abraço Lada mais forte. “Eu não sozinha lá. Eu acho que eu nunca estarei sozinha de novo naquela zona vazia.”


Contribua com a Novel Mania!