SSN – Capítulo 66 – Loot Inesperado (2)


Woojin saiu do túnel subterrâneo

“Por favor, pare!”

De alguma forma, Che-haesol encontrou Woojin. Ela correu na direção dele e bloqueou o seu caminho. O rosto dela ainda estava contorcido como se a dor não tivesse passado.

“Par favor, pare. Ainda não é tarde. Nós ainda podemos corrigir isso.”

Che-haesol realmente acreditava naquilo. Uma guerra iria surgir se os eventos continuassem a progredir daquela forma. Ela tinha que prevenir que tal evento acontecesse. Che-haesol falava com a mais profunda sinceridade.

“Esta não é a maneira correta. Por favor, pare.”

Ela realmente se sentia daquela forma. Uma guerra significaria dezenas de milhares de pessoas tendo que sacrificar a suas vidas. Ela queria impedir, a qualquer custo, que uma tragédia tão dolorosa acontecesse.

Woojin olhou para ela com uma expressão indiferente.

Haesol estudou a expressão de Woojin e a luz dos olhos dela tremeu.

“N-não!”

Ele já tinha estragado tudo. Kim Jong-un estava morto.

Ela perdeu as forças nas pernas. Ah, outra tempestade de sangue iria inundar a Coréia.

Ela tinha cometido um erro. Ela não devia ter pedido para a guilda Alandal finalizar a Dungeon de 6 estrelas de Pyongyang.

Haesol estava aturdida enquanto desabava no chão. Woojin sorriu secretamente ao ver aquilo.

“Ele ainda não está morto.”

“Sério? Você fez bem… Ainda? Você ainda está planejando matá-lo?”

Haesol engoliu seco.

“Bem, vamos ver como as coisas procedem a partir daqui.”

Woojin queria ver como eles cuidariam da pessoa que ordenou o homem bomba.

“Por favor, se segure. Se sua raiva ainda não foi suprimida, então eu lhe darei minha vida no lugar. Eu estou falando sério.”

Da posição sentada, ela se ajoelhou.

“Sério?”

“A guerra na Península Coreana pode nunca acabar. Faz menos de 100 anos desde a última guerra. Esta terra não devia passar por outra tragédia novamente. Se você puder ficar satisfeito tirando somente minha vida…”

Não. Ela não estava preocupada do conflito se tornar outra guerra mundial, mas aquela guerra iria acontecer na Península Coreana. O seu amado país iria ficar arruinado, então entregar a sua vida não seria um preço muito barato a pagar para impedir aquela guerra?

Woojin estreitou os olhos enquanto olhava para Haesol. Ela não tinha uma alma livre de culpa. Aquela alma era diferente da alma limpa e inocente de Do-jiwon. Mas aquela era a primeira vez que ele via uma alma tão brilhante na terra.

Aquilo significava que a vontade dela estava cheia de sinceridade. Ela não estava mentindo quando ela disse que estava oferecendo a vida dela.

“Tenente Che-haesol.”

“Sim.”

“Você está realmente dando sua vida para mim?”

“É claro. Se eu puder impedir esse desastre de acontecer, eu a darei.”

Se Kim Jong-un ainda estivesse vivo então eles ainda podiam consertar aquele desastre. Woojin encolheu os ombros ao ver a sinceridade de Haesol.

“Seria um desperdício somente lhe matar… Saia do exército.”

“C-Como?”

“Depois de você sair, venha trabalhar para mim. Se você fizer isso, eu irei poupar Jung-un.”

“…”

O rosto de Haesol estava mostrando seu conflito interno. Ela não tinha sonhado se tornar um verdadeiro soldado?

Naquele momento, Woojin sentiu a presença de pessoas se aproximando. Um grupo de pessoas estava saindo da passagem.

“Se apresse e limpe tudo isso. Encontre o local para onde Ri-pyunggahn foi.”

Woojin sorriu ao escutar a voz de Kim Jong-un.

“Eu devo ir pegar aquele porco?”

“… Eu me juntarei a sua guilda.”

O sorriso de Woojin se alargou ainda mais.

Era raro encontrar alguém com a vontade e a convicção de Che-haesol. Ele tinha encontrado um loot inesperado ali. Woojin sorriu enquanto caminhava.

Ele sabia onde estava tudo dentro do palácio memorial por causa das memórias de Ggaebi. Agora era a hora de ir roubar a coleção de Kim Jong-un.

“Então você deve ir consertar essa situação.”

“…”

Que porra? Ele tinha feito um estrago tão grande e ainda assim ele era capaz de pedir tão facilmente para ela consertar a merda…

Antes que a aquela atmosfera caótica se acalmasse, Woojin se dirigiu rapidamente para a sala de Hobbies de Kim Jong-un.

***

Os próximos três dias se passaram como uma tempestade.

Ri-pyunggahn e qualquer um relacionado com ele foram todos capturados. Tinha algumas pessoas inocentes no meio. A delegação da Coréia do Sul saiu enquanto eles deixavam Kim Jong-un tomar conta daqueles homens.

Kim Jong-un estava tremendo de raiva.

“Você é um homem morto! Como você se atreveu a roubar todos os tesouros banhados no sangue e suor de seu povo? Você tirou o futuro de nossa República? Bastardo!!”

“Presidente… Eu realmente não sei… Eu realmente não sei nada sobre isso…”

“Você ainda se atreve a mentir? Punam-no até ele falar.”

“Entendido.”

Ri-pyunggahn estava suspenso por seus braços como um pedaço de carne em um açougue. Os interrogadores se aproximaram dele e começaram a chicoteá-lo. Kim Jong-un olhava com os olhos frios enquanto ele tentava acalmar a sua raiva.

Os tesouros que ele coletou com o suor e o sangue do povo dele tinha sumido. A única coisa que sobrou foi a foto que ele tirou com Kang-woojin e a assinatura dele… A ira de Kim Jong-un era enorme já que alguém tinha roubado tudo dele.

Ele tinha coletado aqueles itens por cinco anos.

A única pessoa que ele suspeitava era Ri-pyunggahn. Ele provavelmente estava planejando aquela traição por um longo tempo. Ele provavelmente estava planejando jogar a culpa na Delegação Sul Coreana…

‘Se não fosse pelo camarada Kang-woojin. Eu podia estar com um problema muito grande… ’

Ele não tinha morrido. Kang-woojin tinha sobrevivido e a traição de Ri-pyunggahn veio à tona.

‘Eles não tiveram nada com isso. ’

Não era como se ele não tivesse suspeitado das pessoas da Coréia do Sul. Mas eles vieram com somente dois carros. Ele não achava que a quantidade massiva de tesouros pudesse ter sido roubada por eles.

O único Desperto na equipe era o Rank AA Kang-woojin, e a Rank F Che-haesol.

Eles foram revistados para checar se eles estavam usando artefatos sub-dimensionais. Eles não encontraram nenhum. E mesmo que eles tivessem encontrado um Artefato só podiam aguentar uma quantidade de itens.

O melhor Artefato sub-dimensional pertencia a uma família nobre do Oriente médio e ele só aguentava um refrigerador de 300 litros. Quantidades massivas de tesouro tinham desaparecido e eles não iriam caber dentro de sub-dimensões.

Então as únicas pessoas que podiam realizar tal feito estavam do lado da Coréia do Norte.

“Bastardo. Ele é bem tenaz.”

Kim Jong-un rangeu os dentes enquanto Ri-pyunggahn não confessava.

***

“Chegamos a Pahnmujum.”

“Ooh ooh, finalmente chegamos.”

Haesol ficou calada enquanto Woojin se espreguiçava.

Nos últimos três dias, Woojin só ficou passando tempo e dormindo. O time de negociação teve que renegociar o acordo pelos últimos três dias.

Depois que a traição dentro da Coréia do Norte foi resolvida, o Sul coreano Kang-woojin foi reportado como tendo uma parte ativa para ajudar a lidar com a situação.

Não importava qual era a verdade. A situação da Coréia do Sul melhorou depois daquilo.

Woojin tinha lidado com todos os Despertos de alto rank da Coréia do Norte. A Coréia do Norte não tinha força o suficiente para pelo menos tentar atacar uma Dungeon de 6 estrelas.

Eles tinham removido a China da equação, então a relação entre as duas nações tinha tomado um rumo ruim. A Rússia também não era uma opção. Eventualmente, foi acordado que a Coréia do Sul iria atacar a Dungeon e a Coréia do Norte iria ter uma divisão dos lucros.

Se alguém tirasse a violência que surgiu dentro de Pyongyang o resultado final foi muito bom para a Coréia do Sul. Woojin, a pessoa em questão, dormia calmamente dentro do Palácio memorial mesmo ele sendo a causa de toda aquela movimentação.

Ele dormiu mesmo com o som do pelotão de fuzilamento para Ri-pyunggahn e seus cumplices que tinha acontecido naquela manhã.

Che-haesol não tinha um coração forte como o de Woojin, então ela estava nervosa o tempo todo da sua estadia na Coréia do Norte. A atmosfera de tensão fez as negociações ficarem cansativas.

Eles passaram por Pahnmujum, então ela estava em solo Sul Coreano. Mas ela ainda não podia relaxar.

“Eu tenho algo para lhe perguntar.”

“Fale.”

Che-haesol não sabia quando aquilo tinha acontecido, mas Kang-woojin estava falando informalmente com ela agora.

“Por que você se segurou depois que eu aceitei me juntar a Alandal?”

Woojin era corajoso o suficiente para estapear o mestre da guilda Hwarang ao vivo na TV. Se ele levasse sua personalidade bruta em consideração, aquilo a levava a ter algumas suposições. Se ela soubesse que Kang-woojin queria fazer algo, então ele não seria dissuadido facilmente.

“O que você quer escutar?”

“Oi?”

Ao escutar a resposta de Woojin, Che-haesol coçou as costas de sua cabeça. Ela estava envergonhada em dizer o que estava na cabeça dela naquele momento.

Ela queria que ele a elogiasse? Ela queria que ele elogiasse a habilidade dela?

Ela queria escutar ele falar em como ela o parou de matar o ditador supremo da Coréia do Norte?

Agora que ela pensava sobre isso, ela basicamente queria perguntar coisas para o qual ela já sabia as respostas.

Woojin estava olhando a janela. Haesol olhava a sua nuca e seu rosto ficou vermelho de vergonha.

“Não é nada.”

Che haesol limpou a garganta envergonhada. Woojin sorriu.

“Se você encher uma organização com pessoas habilidosas e de valor, então a organização irá se mover sozinha.”

“…”

Ele não queria fofocas e falsidades dentro de sua guilda.

Ele não queria ter que supervisionar seus lacaios. Ele queria pessoas que lidassem com os trabalhos irritantes e difíceis para ele. A ideia era bem atraente para Woojin.

“Você tem valor. Você é um indivíduo extraordinário com muito apelo.”

“…”

Aquilo o fez a querer como um lacaio, para que ele pudesse ordena-la a fazer as coisas.

Woojin retirou seus olhos da paisagem fora da janela, então ele virou sua cabeça. Ele viu o rosto da jovem soldado, que os olhos estavam tremendo emocionados pelas suas palavras. Ela não chorou, mas os olhos dela estavam com lágrimas.

“Eu irei te encontrar imediatamente depois de sair do exército.”

“Uh. Faça isso.”

Woojin decidiu não contar para ela que ele não iria matar Kim Jong-un.

***

Escritório da Guilda Alandal

A única TV grande era localizada na sala do presidente, então todos os membros fundadores estavam juntos lá. Eles estavam assistindo um especial com a versão editada das notícias que tinham ocorrido três dias antes.

Eles tinham assistido tanto aquela notícia que eles quase tinham memorizado o conteúdo.

Eles tinham visto tanto Woojin na TV que não parecia que ele estava ausente do escritório.

‘[Sim. Se nós compilarmos todas as notícias até agora, parece que Ri-pyunggahn era a figura central que tentou um coup d’etat. Ele era o comandante das Forças Sobrenaturais Norte Coreanas. Qual a sua opinião nisso?]’

‘[ As habilidades dos Despertos são como uma espada de dois gumes. Os Despertos transcendem as limitações humanas e eles protegem a nossa nação de monstros. Mas por outro lado, tem aqueles que poderiam participar em crimes. Os despertos podem ser bem perigosos para um regime como a Coréia do Norte. A traição do comandante das Forças Sobrenaturais põem a Coréia do Norte numa situação muito perigosa.]’

‘[Certo. Foi o mestre da guilda Alandal quem finalizou a Dungeon de 6 estrelas. Se não fosse pelo presidente Kang-woojin, o coup d’etat poderia ter acabado com o reino de Kim Jong-un. Quais os seus pensamentos sobre isso.]’

‘[Se uma nova cabeça de poder com ideias radicais assumisse o poder na Coréia do Norte, então nós estaríamos correndo um perigo muito maior. O presidente Kang-woojin fez uma ação muito boa ao ajudar a manter o status quo da relação entre a Coréia do Sul e a do Norte.]’

[‘ Ele irá receber uma medalha por isso?]’

‘[ Ele irá receber uma sim. As ações de Kang-woojin consertaram rapidamente a relação entre o Sul e o Norte…]’

‘[ O escândalo da agressão do presidente Kang-woojin ainda não foi resolvido. O que você acha sobre…]’

“Ddi-rick.”

Quando os membros do painel começaram a repetir os mesmos pontos novamente, Jung-minchan desligou a tv. Todos olharam uns para os outros com expressões sérias no rosto.

“Eles estão cem por cento corretos. Vocês não conhecem a personalidade do nosso presidente?”

“…”

Todos concordaram silenciosamente com as palavras de Woo-soonghoon.

“A história está ganhando mais foco. Talvez o nosso presidente ameaçou Kim Jong-un? Foi dito que Ri-pyunggahn roubou todos os Artefatos juntados pela Coréia do Norte. Isso parece com uma coisa que o nosso presidente faria.”

Kim-haemin questionou a suposição perspicaz de Woo-soonghoon.

“Eh-ee. Sem chance. Mesmo que o nosso presidente entorte um pouco as regras, você realmente acha que ele iria roubar as coisas?”

“Você está sendo muito bonzinho com essa história de entortar. Ele é impulsivo.”

Sunggoo falou com uma expressão insatisfeita quando ele os viu discutindo.

“Bem, essa é a história de quando eu me encontrei com o presidente pela primeira vez..”

Ele falou para eles sobre Woojin assassinando a equipe de Bae-dohsooh. Os rostos dos membros fundadores escureceram quando Sunggoo descreveu como Woojin tinha esvaziado os bolsos das pessoas mortas. Woo-soonghoon falou com uma expressão presunçosa no rosto.

“Wa. O que eu disse para vocês? Eu sei que eu estou certo sobre isso. Nós não podemos acreditar em tudo o que foi dito pela mídia.”

“Parando pra pensar, ele disse que queria assassinar Kim Jong-un antes que a guilda se formasse…”

“Wah. Viram! O que eu falei para vocês? Meus braços estão arrepiados. Ooh-wah.”

Ao escutar Sunggoo, Woo-soonghoon falou mais apressadamente.

“Talvez o presidente já tenha matado Kim Jong-un.”

“Eh-ee. Sem chance.”

“Você não falou que o presidente queria matar ele? Ele talvez tenha planejado essa visita para Pyongyang. Talvez ele seja de uma casa nacionalista? Eu tenho certeza que ele não tem bons sentimentos pela Coréia do Norte.”

“eh-ee. O presidente só estava com raiva, porque sua carta de alistamento tinha chegado…”

As sobrancelhas de Woo-soonghoon se levantaram ao escutar as palavras de Sunggoo.

“Ele falou tal coisa só de receber uma mera carta de alistamento? Wa. O que isso tem a ver com…”

Por que ele iria querer assassinar Kim Jong-un somente por receber uma carta de alistamento?

“Ele não queria se juntar ao exército…”

“Wa. Olhem para a escala em que o presidente pensa. Isso não dá calafrios em vocês?”

Ele queria matar um ditador de uma nação, porque ele não queria se alistar no exército.

“Eu não ia falar nada, já que eu não guardo rancor. Não esta na minha personalidade. Mas isso aconteceu quando eu ainda vendia celulares…”

Click.

As palavras de Soonghoon pararam quando as portas da sala do presidente se abriram.

“Como vocês estão?”

“…”

Todo mundo travou quando Woojin apareceu. Woojin não tinha visto eles por um tempo, então ele tinha um grande sorriso no rosto.

“O quê? O que foi?”

“Eu achava que o presidente estaria em um banquete com o Presidente?”

“O que eu iria fazer em um evento daqueles? Eu queria tomar um soju com vocês.”

Ah. Como ele podia quebrar uma promessa feita com o Presidente tão facilmente?

“Ah-oh. Por que minhas orelhas estão coçando tanto? Será que alguém estava falando mal de mim pelas minhas costas?”

Com as palavras de Woojin, a cabeça de todos reflexivamente se viraram para Woo-soonghoon. As pupilas de Woo-soonghoon se contraíram em um milissegundo e começaram a tremer. Woo-soonghoon se levantou de repente e começou a bater palmas enquanto olhava para Woojin.

“Clap, Clap, Clap!”

“Vamos bater palmas para o nosso presidente! Ele enfrentou várias dificuldades e retornou como um herói. Obrigado pelos seus esforços! Nós estamos orgulhosos de você.”

A reação das outras pessoas na sala foi um pouco devagar. Woojin gargalhou. Ele estreitou os olhos enquanto olhava para Woo-soonghoon, que tinha falado de forma exagerada.

“Eu passei, não foi?”

Suor começou a escorrer da testa de Woo-soonghoon.


Tradução: Dougits  | Edição: Bczeulli

Quality Check: BravoEd


Contribua com a Novel Mania!