LMS – Volume 7 – Capítulo 1 – Antes da Guerra

Versão em .pdf1: [NovelMania] Volume 7 – Capítulo 1 – Antes da Guerra (nota integrada)

Versão em .pd2: [NovelMania] Volume 7 – Capítulo 1 – Antes da Guerra (nota rodapé)




Weed dirigiu-se para a área rochosa no Desfiladeiro Yonupu.

Monstros Yeti ocasionalmente apareciam na área onde as rochas estavam empilhadas, mas eles eram fáceis de se lidar e davam uma experiência decente.

“Estes parecem ser materiais suficientes”.

Weed inspecionou as pedras e sorriu satisfeito.

Ele tinha acompanhado Seoyoon por vários dias agindo como seu servo, cuidando e cozinhando refeições para ela. No entanto, graças a isso, ele foi capaz de avançar ainda mais na habilidade em esculpir.

Uma causa bonita era um requisito importante se a pessoa fosse criar arte.

Seoyoon tinha coxas brancas elegantes, cabelos de ébano e uma cintura fina. Ela também tinha um pescoço fino e uma clavícula imaculada levando até seu rosto quase radiante, uma aparência que você não se cansaria de olhar mesmo que por um ano.

Com ela como modelo, ele criara com sucesso algumas obras de arte e, finalmente, aprendeu o nível avançado na habilidade em esculpir.

“Confirmação de Habilidade! Outorgar Vida à Escultura!”

 

Outorgar Vida à Escultura:

Uma técnica criada pelo imperador Geihar, o Mestre Escultor, a qual torna possível conceder vida às esculturas.

Requisitos:

Esta habilidade requer maestria avançada na habilidade em esculpir.

A habilidade consome 5.000 de mana.

Além disso, as estatísticas em Arte do usuário serão diminuídas permanentemente em 10 e o nível do personagem diminuirá em 2.

Aviso! Esculturas têm um forte sentimento de orgulho. Elas lutarão se virem uma escultura que se assemelha a elas.

 

Cada vez que a habilidade for usada, 10 pontos do atributo de Arte e dois níveis seriam perdidos. Por causa disto, ela não era uma habilidade para ser usada levianamente. Se não fosse usada, no entanto, não faria diferença se ele a tinha ou não.

Ele não a usaria muitas vezes. Devido ao alto custo, ele a guardaria para quando fosse absolutamente necessário.

“Ela é um investimento… É um sacrifício necessário para melhorar as chances de vencer a batalha”.

Weed puxou a Lâmina de Esculpir de Zahab e começou a esculpir. Ele esculpiria um monstro para outorgar vida.

“Já há muitos orcs e elfos negros. Será melhor criar algo que me ajudará a comandá-los”.

Weed começou a esculpir longas asas, garras afiadas e uma grossa barriga para criar a escultura de um wyvern.

Wyverns eram monstros extremamente fortes.

O nível médio deles excedia o 380 e sua pele dura era bastante resistente a ambas, espadas e magias, enquanto que em voo, a sua velocidade era comparável à de um cavalo correndo.

Todavia, mesmo que Weed fosse capaz de recriar o corpo, isso não significava que a escultura seria tão forte quanto às criaturas originais. A força da escultura seria determinada pelos seus pontos no atributo Arte e, mesmo que a forma fosse semelhante, a diferença de força seria óbvia se comparada a um monstro original.

“Eu não tenho muito tempo, então a escultura não será um pouco grosseira”.

Se a vida fosse concedida à escultura, seus pontos de atributo desapareceriam e seu nível cairia. É claro que ele preferiria criar uma escultura ao nível Magnum Opus ou Clássico, mas, infelizmente, ele não tinha tempo para isto e teve que fazê-la de forma desleixada e, ao pensar sobre isto, trouxe uma dor ao seu peito.

Mesmo que tivesse decidido criar o Wyvern, Weed estava à beira de chorar.

Uma escultura criada sem cuidados, mesmo por um mestre escultor, não ficaria muito boa. Todavia, esta era uma escultura de um Wyvern que tinha mais de dez metros de altura e ele sequer tinha certeza de que poderia termina-la. Mesmo se colocasse todo o seu esforço e trabalhasse duas noites seguidas, ele só teria tempo suficiente para criar o contorno geral de um Wyvern.

Ching!

 

Wyvern:

Uma Bela Peça!

Você completou com sucesso o Wyvern, o governante do céu!

Monstros ferozes e duros, que estão no pico de todos os animais. Eles gostam de comer cavalos inteiros e, às vezes, caçarão peixes nadando nos rios.

Os Wyverns têm um alto senso de orgulho. Se você atirar neles com uma flecha enquanto estiverem voando, eles vão fazê-lo experimentar uma morte instantânea.

Os monstros temerão a estátua e manterão distância da estátua.

Valor Artístico:

750 pontos.
Efeitos Especiais:

Regeneração de Vida e Mana aumentada em 10% durante o dia.

Velocidade de voo aumentada em 20%.

Agilidade aumentada em 5 pontos.

Força aumentada em 30 pontos.

Todos os atributos aumentados em 3 pontos cada.

As habilidades especiais de monstros próximos ficarão enfraquecidas durante o dia.

Os monstros não podem se aproximar da estátua.

Estes efeitos não podem ser combinados com os efeitos de outras esculturas.

Número de Belas Peças Concluídas até Agora:

12.

 

A habilidade em esculpir melhorou.

Fama aumentou em 6 pontos.

O atributo Vitalidade aumentou em 1 ponto.

O atributo Carisma aumentou em 1 ponto.

O atributo Charme aumentou em 1 ponto.

 

Graças à habilidade em esculpir no nível avançado, mesmo que ele não tenha colocado muito esforço, resultou em uma bela peça.

Ainda assim, em razão de que ele já era um escultor bem respeitado, a sua fama não se elevou muito, pois ele tinha passado o ponto onde poderia se tornar famoso por esculpir belas peças.

Agora, ao invés de fazer uma bela peça, era mais fácil ganhar fama fazendo missões ou caçando. Isso significaria que para ganhar mais fama com esculturas, ele teria que fazer uma Grande Peça.

Além disso, os aumentos nos atributos não eram muito grandes. A quantidade de pontos de atributos que ele recebia por uma escultura desse nível caía drasticamente à medida que a sua habilidade em esculpir melhorava.

A fim de receber grandes aumentos de atributos como antes, ele teria que criar uma grande escultura ou melhor.

Bem, um escultor famoso não pode estagnar em seu trabalho. Ele precisa desafiar a si próprio continuamente para melhorar a sua habilidade.

“Certo. É hora de usar esta nova habilidade”.

Já que era realmente uma Bela Peça, ele lamentaria a perda um pouco menos. Contudo, Weed ainda hesitou em ativar a habilidade. Era difícil completar as missões necessárias a fim de ganhar experiência e ele tinha acabado de chegar ao nível 299.

Ele só precisava de um pouco mais de experiência para alcançar o nível 300, mas se usasse a habilidade, ele estaria dois níveis mais longe desta meta.

“Bem, tem que ser feito. ‘Outorgar Vida à Escultura’!”

Weed tocou gentilmente a cabeça do Wyvern e uma pequena fissura começou a se formar na superfície.

Pasasak!

Como um pintinho chocando a partir de um ovo, o Wyvern quebrou a casca da estátua.

Pelas mãos de Weed, um Wyvern nasceu.

 

Você concedeu vida a uma escultura.

O poder da escultura é baseado no nível do atributo Arte.

O atributo Arte está atualmente com 790 pontos, então o nível base da escultura será de 359.

Entretanto, devido a ser um monstro do tipo voador, uma penalidade de 10% será aplicada ao nível.

Além disso, duas afinidades são concedidas à escultura quando lhe é concedida vida.

As afinidades variam em poder de acordo com a forma e qualidade da escultura: Afinidade com o vento (100%) e afinidade com o fogo (30%).

A velocidade de voo da criatura é grandemente aumentada e a criatura será parcialmente resistente à magia do tipo fogo.

5.000 de mana foi usado.

Nível caiu por dois.

Devido à queda de nível, 10 pontos foram reduzidos a partir de seus atributos atualizados mais recentemente. Os pontos de atributos serão recuperados uma vez que você recupere os níveis perdidos.

O atributo Arte caiu em 10 pontos. O atributo pode ser aumentado novamente através de qualquer atividade relacionada a esculpir ou outras formas de arte.

Por favor, cuide bem da forma de vida escultural. Após a morte, a escultura deve ter a vida concedida novamente para que a sua alma retorne. A escultura não pode ser revivida se tiver sido completamente destruída.

 

Um verdadeiro milagre!

Ele deu vida a um Wyvern.

“Wow, isso correu bem”.

Weed inspecionou a sua criação.

Conceder vida a esculturas parecia ser uma habilidade muito conveniente. Para fazer esculturas cujo poder era baseado no atributo Arte!… Esculturas com força poderosa e alta agilidade, que seriam capazes de se movimentarem e lutarem contra monstros… para as classes de artesanato que não eram adequadas à luta, uma habilidade como esta parecia um sonho.

A habilidade foi criada pelo Mestre Escultor, o imperador Geihar Von Arpen, o primeiro homem a unir todo o continente.

Naturalmente, havia muitos outros benefícios, além do poder de luta das esculturas.

De modo parecido, Convocadores e Elementalistas também eram capazes de convocar seres e leva-los à batalha. Para essas classes, qualquer quantidade de itens ou experiência adquirida pelas criaturas convocadas seria transferida diretamente para o convocador.

No entanto, quando se tratava das esculturas, elas mantinham a experiência e nível para elas individualmente.

A força inicial de uma escultura dependia do atributo Arte, mas se bem guiada por um escultor, ela se tornaria mais forte e poderosa.

As formas de vida esculturais eram tipicamente um pouco mais fortes do que os elementais e outros seres similares convocados. Além disso, não havia limite para o número de esculturas que poderiam estar ativas ao mesmo tempo.

Havia, contudo, uma diferença crucial entre os seres convocados e as formas de vida esculturais quando eles eram mortos.

Quando um ser convocado é morto, o convocador só precisa usar uma habilidade para o re-convocar. É muito comum um elemental ser morto em batalha. Todavia, a única coisa necessária para re-convocar era um pouco de mana, por isso era uma pequena perda.

Entretanto, era diferente para as formas de vida esculturais. Se uma forma de vida escultural sofrer um golpe fatal, a vida concedida será perdida e se for completamente destruída e suas partes dispersas, ela não poderá ser reparada.

De todo modo, Weed temia mais a perda de uma escultura à qual outorgou vida, por sacrificar dois níveis e dez pontos do atributo Arte, do que morrer ele próprio.

“Esta não é uma habilidade que pode ser usada descuidadamente. No entanto, se eu aumentar o meu atributo de Arte, ela pode ser muito, muito benéfica para mim”.

O atributo mais alto de um escultor era a Arte. Se fosse usada corretamente, ela poderia até mesmo compensar a força de combate geralmente ruim. Um escultor que não pode lutar, pode apenas fazer uma escultura lutar por ele.

Diante dos olhos de Weed, o Wyvern abriu as suas asas e se virou. Apenas a sua cabeça já tinha o tamanho de uma pessoa inteira. Seu estomago inchou enquanto ele falava pela primeira vez:

“Mestre!”

Um corcel leal.

Weed ficou esmagadoramente satisfeito.

“Sim, eu sou seu mestre”.

No entanto, o Wyvern teve uma dúvida depois de dar um olhar de desagrado sobre o seu corpo:

“Por que eu sou tão feio?”

“…..”

“Você me esculpiu com seus pés?”[1]

“…..”

“Eu estou realmente desapontado por ter vindo à vida tão feio”.

As esculturas tinham um grande orgulho!

O Wyvern não ficou satisfeito com seu corpo e estava muito descontente.

Weed não tinha tido tempo suficiente para esculpir o grande corpo completamente. Devido a isto, havia lugares aqui e ali em que ele não tinha realmente trabalhado.

Partes do Wyvern tinha sido esculpidas muito grosseiramente. O Wyvern era realmente uma escultura grosseira e incompleta.

“De todo modo, eu te trouxe à vida, então eu sou seu pai. De agora em diante, você fará o seu melhor para me seguir. Você deve estar disposto até mesmo a sacrificar o seu corpo para me salvar, já que eu sou seu pai”.

Weed não tinha a intenção de deixar seu ‘parto’ ir embora para o lixo, bem como não tinha a intenção de perder o Wyvern depois de conceder vida a ele. Para tirar o máximo de proveito possível, ele pretendia cuidar bem dele.

O Wyvern não compartilhava o ponto de vista de Weed e tinha algo a dizer:

“Eu preferia não ter nascido”.

“…..”

O Wyvern era muito orgulhoso e não o ouviria. Logo, no entanto, Weed teve uma ideia.

Alguém tão exigente seria provavelmente um idiota diante de bajulações. Ele apenas teria que bajular completamente o Wyvern ao brincar com o seu orgulho.

“Escute-me. Seu rosto pode ser um pouco angular, mas ele serve apenas para deixa-lo mais forte e masculino. Você não acha?”

“Wahahahaha!”

O Wyvern de mente simples foi facilmente conquistado pela lábia de Weed.

“O Mestre é bom. Ele parece ser uma pessoa digna de se servir”.

“É claro. Eu criei você. Agora, siga minhas ordens rigorosamente”.

“Eu irei, mas qual é o meu nome?”

Weed tinha que decidir um nome para o Wyvern que trouxera à vida.

“Mestre, encontre um bom nome… por favor”.

O Wyvern tinha grandes expectativas. Como uma escultura com uma grande dignidade, ele queria um nome cheio de força e orgulho. Weed se debruçou sobre ele por um tempo e, no final, decidiu por um nome:

“Vamos chama-lo de Wyvern-1”[2].

“Eu não sei o que é isso, mas parece bom. O que significa?”

“Significa ‘O cara mais legal no céu’”.

Quando Weed disse isso, o Wyvern bateu suas asas. Eram asas poderosas que poderiam facilmente atrelar o ar ao seu efeito pleno.

“Eu gosto muito dele”.

“Sim. É um nome que eu escolhi só para você, Wyvern-1”.

Weed, o negociador de fala mansa!

“Obrigado por me nominar mestre, mas há algo sobre o qual eu tenho me perguntado”.

“O que?”

“Meus irmãos. Se você fizer outras esculturas como eu, como elas serão chamadas?”

Weed pensou em como ele chamaria os outros quando chegasse a hora. Ele decidiu nominá-los de forma semelhante ao Wyvern-1.

“Wyvern-2”.

“Será o nome do meu próximo irmão?”

“Sim”.

“E o irmão depois desse?”

“Wyvern-3”.

Esses são alguns nomes muito legais. Eu gosto muito deles”.

O Wyvern continuou batendo suas asas em alegria. Neste momento, Weed confirmou a sua decisão.

Esta era a chave com as gerações! Os outros Wyverns certamente ficariam satisfeitos com seus nomes também.

Assim, como o clã de pássaros em Lavias, a Cidade do Céu, todas as criaturas aladas não eram muito inteligentes.

Além disso, este cara foi esculpido a partir de um pedaço de rocha. A sua cabeça era praticamente feita de pedra e, desta forma, Weed não ficou muito surpreso com o fato de que sua inteligência não era muito melhor do que a de uma rocha.

“Vamos partir. Me carregue”.

“Sim, mestre”.

Weed subiu na cabeça do Wyvern.

*Whoosh, whoosh*

As asas bateram algumas vezes e então eles flutuaram através do ar em direção à luz. Eles estavam em uma elevada altitude no céu e Weed podia ver todo o desfiladeiro abaixo dele.

Subindo, Weed reconheceu pequenos pontos abaixo dele como o jardim de flores e a obra-prima que ele havia esculpido. Aquela seria a escultura que realmente representava o ser interior de Seoyoon.

“Eu não sei quando nos encontraremos novamente, a mulher mais linda que eu já vi”.

Weed balançou a sua cabeça em arrependimento. Ela deve ter percebido agora, que todas aquelas esculturas foram baseadas nela.

“Eu serei mais cuidadoso na próxima vez que nos encontrarmos e rezo para que você não me mate”.

O Wyvern voando não encontrou problemas a partir dos monstros sobre o chão. Enquanto isso, Weed ficou sem fôlego devido à visão da paisagem abaixo. Ele finalmente saiu do Desfiladeiro Yonupu e cavalgou em direção ao seu destino: a Cordilheira Yuroki.

 

***

 

“…..”

Seoyoon tentou sorrir. Ela queria sorrir o mesmo sorriso brilhante representado nas estátuas. As lágrimas podiam fluir facilmente, mas rir novamente era impossível. De algum modo, era assim que ela se sentia.

*drip, drip, drip*

Seus lábios vermelhos se moveram um pouco. Estava longe de ser perfeito, mas ela estava sorrindo.

Ela ficou emocionada com essa reviravolta afortunada de eventos!

“Talvez eu serei até mesmo capaz de rir?”

Mas com este pensamento o seu rosto se abateu. Ainda havia coisas importantes que ela não podia fazer. Ela ainda não podia falar ou rir. Contudo, por mais estranho que fosse, o sorriso era bonito e isto iluminava o seu rosto franzido.

A bela de pele branca, com inúmeras estátuas representando a sua beleza.

No fundo de um precipício do desfiladeiro, uma menina solitária permanecia ao lado de uma estátua.

Parecia para Seoyoon, que o mundo tinha acabado de se tornar um lugar mais brilhante.

 

***

 

*Rattle rattle[3]*

Uma carroça de um comerciante carregando uma carga de mercadorias estava chegando à cidade. Depois de uma longa e árdua viagem, ela finalmente chegou ao seu destino.

O comerciante no banco do motorista se virou para o homem deitado no topo da carroça e disse:

“Senhor, nós chegamos”.

“É isso?”

O homem pulou da carroça e caiu em pé.

“Este parece ser o Reino de Prain”.

Ele tinha ombros largos e um rosto bronzeado. Com cabelo de corte curto e uma expressão ignorante, a aparência dele era bastante simples.

Geomchi449!

Geomchi449 tinha chegado com segurança ao Reino de Prain. Seu nível era realmente muito baixo em comparação com a maioria de seus colegas, que tinham um nível médio de 241.

No entanto, havia uma razão para que ele ainda estivesse no nível 200. Ele tinha entrado na floresta sozinho para caçar cervos no nível 5, com um único propósito!

“Sangue de cervo é tão delicioso…”

Ele lembrou do canudo de ferro atravessando o pescoço do cervo várias vezes antes dele morrer.

Foi doloroso o fato de que ele não pôde compartilhar isso com ninguém.

“Tudo está bem para um guerreiro, contanto que ele tenha a sua espada”.

Geomchi449 viajou com passos largos e com uma marcha poderosa. Tudo o que ele tinha eram suas roupas surradas e uma mochila cheia de espadas. Ele gastou todo o ouro que ganhou caçando com comida e espadas.

“Um verdadeiro espadachim só precisa de uma espada. Armadura será apenas um fardo”.

Geomchi449 estava à procura de guerreiros fortes e famosos no Reino de Prain.

Espadachins, guerreiros, cavaleiros, paladinos…

Contanto que eles usassem uma arma, a classe deles não importava.

Ele só queria se tornar mais forte.

“Eu ouvi dizer que você é uma das pessoas mais fortes da cidade. Eu desafio você a um duelo”.

A pessoa desafiada foi surpreendida. Ao ver Geomchi449 em suas roupas surradas, a pessoa não pôde deixar de perguntar a ele:

“Você está louco? Meu nível é 280. Seu nível parece baixo e você sequer está devidamente equipado”.

“Eu não me importo. Você aceitará o desafio?”

A maioria das pessoas que recebem um desafio o aceitarão sem pensar muito, meramente pensando nisso como outro tipo de entretenimento.

“Tudo bem. É melhor você não se arrepender depois de eu espanca-lo”.

“É claro que eu não irei”.

A pessoa com quem Geomchi449 duelaria era um paladino. Por alguma razão, o paladino foi atingido por uma sensação de presságio sobre o duelo.

“Você meramente perambula e me desafia usando roupas de má qualidade como estas… Eu não sei quem você é, mas lute adequadamente ok?”

“Escudo Sagrado!”

O paladino lançou o escudo sagrado, uma de suas habilidades básicas.

“A Proteção Divina do Deus do Sol! A Bênção do Guerreiro!”

Paladinos usavam bênçãos para se protegerem e para aumentar a sua força de combate. Eles também podiam curar a si próprios em situações críticas e, devido a isto, a maioria das pessoas tendia a evitar duelar contra eles.

Os paladinos podiam curar suas feridas muito rapidamente, de modo que se você não infligisse dano suficiente, eles apenas recuperariam mais vida do que eles tinham perdido.

“Lâmina Sagrada!”

A espada do paladino ficou revestida em uma luz branca e chamas sagradas apareciam sempre que a espada era balançada. A habilidade usava um pouco de mana para adicionar um efeito de splash[4] aos ataques do paladino.

“Aqui vou eu”.

Sempre que o paladino balançava a sua espada, apareciam chamas brancas.

Geomchi449 saltou ao redor, evitando as chamas.

“Isso afeta uma área cada vez maior… Quanto mais tempo a partida levar, mais perigoso isso ficará para mim”.

Geomchi449 correu para o fogo, mesmo que ele arriscasse perder um pouco de sua vida, e ergueu a sua espada conforme ele se aproximava do paladino.

“Cabeça!”

O paladino surpreso bloqueou o ataque com sua espada.

*sliiiide*…

A espada de Geomchi449 deslizou pela espada do paladino como uma cobra.

“Pulso!”

Neste momento, a sua espada estava apontada para o pulso do paladino e mais uma vez o paladino evitou o ataque.

Os olhos do paladino finalmente afiaram, ele tinha visto inúmeras batalhas.

Geralmente duelos como estes eram decididos pelos níveis dos dueladores e normalmente uma batalha com uma diferença de nível como esta já estaria acabada. Seu oponente estava resistindo impressionantemente, apesar da grande diferença de nível.

“Muito bem”.

O paladino levantou a sua espada em direção ao seu peito e a soltou com toda a força.

“Bash[5]!”

O paladino se recompôs e começou uma série de golpes poderosos com a espada. O poder reunido na espada tornou os ataques muito mais poderosos. Desta vez ele pretendia lutar com todo o seu poder desde o começo.

Sem a menor alusão de ansiedade, Geomchi449 mudou a sua postura de luta.

Os ataques de seu oponente eram muito diretos e ele esquivou deles suavemente ao mover a sua cintura e tornozelos. A sua espada raspou do lado do Paladino e causou uma pequena ferida, mas o dano infligido foi quase imperceptível.

Os pontos de vida de Geomchi449 tinham caído em 20% quando ele foi atingido pela Lâmina Sagrada mais cedo. Por outro lado, o paladino só tinha sofrido uma pequena ferida em sua lateral.

As bênçãos defensivas do paladino tinham anulado a maior parte do dano, mas apesar disto, a ferida restringiu o paladino de se mover tão livremente quanto antes.

Uma multidão murmurante de espectadores se reuniu para assistir ao duelo.

“Esta pessoa…”

“Eu ouvi rumores sobre pessoas como ele, que viajam em busca de pessoas fortes para desafiar”.

“Pessoas que caçam monstros e jogadores fortes, confiando unicamente em seu manejo de espada”.

“Poderia ele ser um deles?!”

Muitos rumores estavam sendo espalhados sobre os Geomchis no Continente de Versalhes.

O nível do Geomchi449 era baixo e ele era muito suscetível aos ataques do paladino. Apesar de sua habilidade em artes marciais, a diferença de 80 níveis acabaria por eventualmente desgastá-lo. Além da falta de armadura, seu atributo de defesa também era bastante baixo, mas duelar desta forma era o seu objetivo.

“Apenas ao lutar com pessoas mais fortes do que eu, eu posso esperar melhorar a minha técnica de espada”.

“Eu preciso pensar e agir mais rápido. Eu terei que treinar por um longo tempo se penso em ter alguma esperança de vencer contra adversários com uma vantagem tão esmagadora, caso contrário eu apenas perderei para a força das habilidades e feitiços deles”.

Geomchi449 não lutava apenas com humanos. Ele também lutava contra monstros nos campos de caça, cujos nomes ele não sabia.

Ao enfrentar monstros desconhecidos em um terreno desconhecido, ele apenas pulava na briga e pensava depois.

Assim como os outros Geomchis, o objetivo do Geomchi449 não era atingir um nível elevado. Seu verdadeiro objetivo era melhorar a sua concentração, ao lutar contra adversários fortes. Devido à falta de magias e habilidades, ele só podia depender de seu manejo de espada e movimentação.

Enquanto buscava oponentes fortes em todo o Continente de Versalhes, Geomchi449 lutara contra inúmeros monstros. Todos os Geomchis, do número 6 ao 505, estavam atualmente viajando para polir seus manejos de espada. Ao fazer boas ações ao longo do caminho, eles também cumpriam seus deveres enquanto guerreiros.

Embora esta não fosse a forma mais rápida para subir de nível, todos os tipos de experiências relacionadas à batalha foram obtidos ao atuar desta forma.

Enquanto isso, os seis primeiros Geomchis estavam cozinhando e comendo muita comida no Castelo de Serabourg.

“Eu me sinto totalmente solitário agora que os discípulos partiram”.

Geomchi2 sorriu depois de ouvir as palavras de Geomchi.

“Bem, não é frequentemente que podemos tomar um ar fresco desta forma”.

“Verdade”.

Geomchi3 adicionou:

“Eu tenho certeza de que os discípulos se beneficiarão enormemente a partir de suas experiências neste mundo”.

Geomchi4 e Geomchi5 também se juntaram com suas opiniões:

“Se alguém procura fortalecer o seu manejo de espada, primeiro deve fortalecer a si próprio. Se eles obtiverem mais experiência de combate real, inevitavelmente o manejo de espada deles também melhorará”.

“Isso é verdade”.

Sentindo-se satisfeito, Geomchi voltou a comer e a beber.

“Como esperado, foi uma decisão sábia enviar os discípulos para treinar por conta própria”.

“De fato, mestre”.

Geomchi2 sorriu. Com o assunto resolvido, ele e os outros instrutores também começaram a comer.

A comida tinha sido paga pelos discípulos. Os estudantes não tinham nenhum uso para o dinheiro durante seus treinamentos e os instrutores certamente poderiam dar melhor uso a ele.

Seguindo esta lógica, todos os alunos foram ‘firmemente aconselhados’ a ‘doar’ seus ganhos aos instrutores[6].

 

***

 

Na Cordilheira Yuroki, todos os orcs, elfos negros e humanos que residiam nas Planícies do Desespero haviam se reunido.

Os líderes de cada raça haviam se reunido pacificamente!

Eles tinham se unido apesar de suas diferenças para lutar contra um inimigo comum: a Legião de Mortos-vivos.

“Eu pensei que você tivesse fugido”.

O Necromante disse a Weed em uma voz desdenhosa, no entanto, ao ver o olhar irritado de Weed, ele rapidamente se arrependeu.

Ao retornar à cordilheira rochosa, Weed usou a sua habilidade Metamorfose Escultural para mudar para a forma de um orc.

O orgulhoso e gordo Orc Karichwi, com uma boca cheia de dentes perversos, olhos vingativos e um nariz constantemente constipado. Esta feiura, embora não fosse muito favorecida pelos seres humanos, era muito impressionante para os orcs e servia para reforçar ainda mais o seu carisma.

“Qual é a situação da Legião Imortal?”, Weed perguntou.

“Há apenas dois dias até que eles cheguem. O Lich Shire romperá a partir do exército principal de Balkan e trará um contingente até aqui a partir das montanhas ao leste. Nós precisamos nos preparar para quando a Legião Imortal vier espalhar a morte pela terra”.

A Legião Imortal estaria avançando a partir da grande fenda ao leste da montanha.

Weed podia ver uma névoa vermelha ameaçadora subindo a partir da direção da fenda. Ela tinha uma cor escura e manchada de sujeira. Uma quantidade crescente de fumaça estava fluindo para fora da fenda e estava lentamente colorindo todo o céu de um tom de vermelho escuro.

Este deve ser um exército extraordinariamente grande.

Os Necromantes explicaram:

“Quando o céu ficar completamente vermelho, quando isto acontecer, o poder mágico do Shire aumentará enormemente e a Legião Imortal começará o seu avanço”.

De repente, Weed ouviu uma voz dentro de sua cabeça:

 

Mapan:

Weed, eu cheguei ao pé da montanha

 

Ele ouviu a voz de Mapan.

Mapan finalmente tinha chegado depois de cruzar as Planícies do Desespero com sua carroça totalmente carregada com barras de prata e flechas a partir do Reino de Rosenheim.

Escolher tornar-se um comerciante não era uma boa ideia, a menos que você fosse muito diligente. Muitas coisas eram necessárias a fim de obter lucro com sucesso a partir da compra e venda de mercadorias.

Primeiramente você tinha que aprender os preços do mercado local e melhorar a sua reputação com os residentes locais tanto quanto possível.

As classes de combate ficavam mais fortes caçando em terrenos de caça ou em masmorras, enquanto um comerciante tinha que viajar por aí e vender mercadorias ao invés disso.

A classe de comerciante era a mais sensível às mudanças em diferentes cidades. Onde quer que você fossem, os comerciantes seriam facilmente aceitos e aumentariam as suas reputações.

Devido a estes atributos, os comerciantes recebiam missões muito mais facilmente e, sempre que entravam em uma loja, eles poderiam receber todos os tipos de missões adequadas a um comerciante, desde de encontrar uma fita a ler e resumir um livro.

Quando eles ganhavam certa quantidade de experiência e informações, missões muito importantes também podiam aparecer, tornando possível investir em uma cidade ou província.

Quando um certo nível de reputação era alcançado, também era possível comprar todas as mercadorias mais barato ou mercadorias especiais que normalmente não estavam disponíveis.

Era o sonho de Mapan ganhar o dinheiro necessário para comprar uma aldeia inteira.

 

Mapan:

O que eu faço agora? Será problemático levar a carroça pelas montanhas.

Weed:

Espere aí, eu enviarei alguém para mostra-lhe o caminho.

 

Weed apontou para alguns orcs e disse:

“Vocês rapazes, chwiik!”

“Chwit chwit chwit! Às Ordens”.

“Há um humano na parte inferior da montanha nos trazendo algumas mercadorias em sua carroça. Traga-o aqui e tenha cuidado para não o assustar”.

“Entendido. Chwichwik!”

Os orcs partiram sem um segundo aviso.

 

***

 

Mapan estava relaxando enquanto esperava por Weed.

Ele tinha cruzado as Planícies do Desespero e agora estava na montanha. A montanha era exuberante, com pássaros chilreando nas densas florestas e uma brisa exuberante soprando suavemente através das planícies.

“Parece realmente bom ter vindo até aqui”.

Mapan ficou encantado com a paisagem. Havia um rio fluindo em frente à cordilheira. O rio claro estava repleto de peixes e numerosos cervos e girafas estavam pastando nas planícies.

“Esta montanha é a melhor depois de tudo”.

Mapan ficou muito satisfeito com a vista.

Já que era um comerciante, ele sempre escolhia as rotas mais seguras possíveis quando viajava, de modo que ele raramente andava pelas montanhas.

A cordilheira o lembrou do tempo em que ele e Weed viajaram para o Reino da Aliança Britten.

A cordilheira rochosa era verdadeiramente magnífica, mas as muitas falésias rochosas a tornava difícil de atravessar.

Perto do topo da montanha, as árvores estavam cobertas de neve.

O vento estava um pouco frio, mas era o clima perfeito para viajar.

Mapan sentiu que o terreno era de alguma forma familiar.

“Eu já estive aqui antes? Esta é certamente a minha primeira vez aqui, mas vendo este lugar…”

Mas este era um lugar tão remoto…

Mapan nunca poderia ter visto isto anteriormente. Entretanto, ele sentiu uma pontada de familiaridade. Até mesmo as nuvens de neve perto do topo da montanha lhe pareciam estranhamente familiares.

“Onde eu vi isto?”

Orcs estavam descendo a partir da montanha.

Mapan entregou a carruagem aos orcs com as mãos trêmulas.

“Bêbado-ik! Transportar. Eu cuido disso”.

Mapan sentiu-se fraco e confuso ao ouvir os orcs. Por que eles estavam agindo desta forma?

“Ah certo, o Hall da Fama! Eu vi aquelas montanhas em um vídeo do Hall da Fama”.

Mapan se sentiu muito animado, mas ainda assim não podia realmente acreditar que orcs como estes existiam.

“Qual é o problema com isso Chwik?!”

O orc então perguntou enquanto agitava o seu gládio.

“Humano! Traga para Karichwi. Chwichwik!”

Os orcs começaram a subir a montanha novamente, carregando facilmente a carga que Mapan tinha lutado para chegar lá.

Mapan seguiu nervosamente os orcs enquanto eles o guiavam e quando ele viu a cidadela dos elfos negros ele chorou em alívio.

“Está aqui. Este é o destino”.

Na frente dos orcs estava Weed, transformado em Karichwi.

“Obrigado pelo trabalho Mapan. Chwiik!”

O Chwiik soou estranhamente familiar.

Mapan percebeu que Karichwi era realmente Weed disfarçado. Ele estava fingindo ser um orc.

“Weed! Esta situação…”

“Mais histórias, chwik! Nós conversaremos mais tarde, agora é finalmente a hora de começar. Lucille!”

Weed conheceu um ferreiro exilado chamado Lucille na aldeia.

“Chwitchit. Aqui, venha e comece a forjar as armas”.

“Entendido”.

Os ferreiros humanos trouxeram rapidamente os materiais a partir da carroça para a forja e começaram a trabalhar neles.

Uma vez adequadamente equipados, os humanos, orcs e elfos negros causariam muito mais dano aos mortos-vivos. No entanto, os elfos negros eram orgulhosos e não tinham vontade de obedecer.

“Pfft, isso é apenas feito de prata”.

“O que há com essas armas imperfeitas? As nossas espadas de mithril não nos serviriam melhor?”

“Essas tão chamadas armas ‘imperfeitas’ serão cruciais na luta!”, Weed disse.

Weed gastou toda a sua fortuna nessas armas ‘imperfeitas’, que os elfos negros estavam agora tentando descartar. Contudo, os orcs gostaram delas e não se importavam.

“Minha arma é tão forte, chwiik!”

“Ela é tão brilhante!”

Os simplórios orcs estavam bastante felizes com suas novas armas de prata.

O plano de Weed de como lutar contra a Legião Imortal estava finalmente se aproximando da sua execução. Desta vez, a estratégia para lutar contra a Legião de Mortos-Vivos não foi improvisada.

“Os orcs serão a vanguarda e os elfos negros estarão na retaguarda”.

Como o estrategista que era, ele organizou o posicionamento deles com o máximo de cuidado.

As flechas de prata que Mapan trouxe foram imediatamente distribuídas aos elfos negros. Os arqueiros deles eram surpreendentes, mesmo quando eles usavam apenas arcos e flechas de carvalho. O poder deles não deveria ser subestimado.

Os preparativos para a guerra estavam quase completos. Os Orcs e os elfos negros tinham quase terminado de se reunir e os últimos tinham terminado de construir as muralhas do castelo. Além disso, as trincheiras tinham sido escavadas na frente das muralhas. A diferença de altura facilitaria a defesa contra um cerco.

Os elfos se reuniram e os orcs se aglomeraram.

Os humanos foram instruídos e começaram a reforçar o castelo.

O castelo foi finalmente concluído. Ele era enorme e belo!

Um longo trecho de muralhas havia sido erguido ao longo de toda a cordilheira. No topo de cada torre, havia caldeirões cheios de alcatrão ardente.

Atualmente eles estavam fazendo portões de carvalho.

Weed tinha praticamente supervisionado a conclusão das defesas. Todavia, se olhasse de perto, parecia uma construção bem desleixada de modo geral. Tudo parecia ser capaz de entrar em colapso sem aviso prévio. Isso ocorreu porque os orcs eram tão preguiçosos e estúpidos. Os elfos negros realmente fizeram seus trabalhos corretamente, mas em comparação eram poucos em números.

“Ficará tudo bem. Os mortos-vivos não são muito brilhantes”.

Weed não queria, mas foi forçado a abandonar a supervisão da última parte para outorgar vida a mais esculturas. É claro, criar apenas uma significava que Weed perderia mais dois níveis.

A estratégia de principiante poderia ser tentar criar 100 esculturas. De qualquer modo, agora era a hora certa de criar mais esculturas.

“Nada vem de graça. Você não pode esperar concluir uma missão de grau de dificuldade ‘A’ sem fazer algo extraordinário”.

Weed secou as lágrimas quando completou a primeira escultura.

Cada vez que uma escultura ganhava vida, seu nível caía em dois. Embora isso doesse em seu coração, era um investimento necessário.

Havia apenas dois dias sobrando para o confronto com o exército imortal. Naquela hora, o nível de Weed caiu para 279, tendo em vista que ele outorgou a vida a mais nove Wyverns.


[1] NT = Nota barafael: kkkkkkk toma na cara Weed, ou talvez ele esteja te elogiando ao te comparar com o aleijadinho.

[2] NT = Nota barafael: e aqui começa a saga do mau gosto do Weed em relação aos nomes que ele dá para as suas esculturas.

[3] NT = Nota barafael: sons de rodas sobre o chão.

[4] NT = Nota barafael: de lançar jatos.

[5] NT = Nota barafael: bater com força em algo.

[6] NT = Nota barafael: kkkkk, mas que bando de pilantra.


Tradutor: Carlos Yang

Revisão: barafael

Formatação: barafael

Edição: barafael

Fonte da tradução: http://royalroadweed.blogspot.com.br/2014/11/volume-7-chapter-1.html


Contribua com a Novel Mania!