LMS – Volume 5 – Capítulo 8 – A Guerra dos Orcs

Versão em .pdf1: [NovelMania] Volume 5 – Capítulo 8 – A Guerra dos Orcs (nota integrada)

Versão em .pd2: [NovelMania] Volume 5 – Capítulo 8 – A Guerra dos Orcs (nota rodapé)




“Chwiik!”

Depois de se transformar em um orc, Weed esteve pensando muito.

‘O que eu deveria fazer para me tornar amigo deles?’

Já que ele estava acostumado a pensar como um humano, encontrar um jeito de se aproximar de uma raça estrangeira estava se tornando uma tarefa difícil para ele.

Weed já tinha se acostumado a se comunicar com os orcs, mas ele ainda era incapaz de ganhar qualquer amigo de verdade entre eles. Então ele decidiu que era hora de parar de evitar a sua nova família e começar a aceitá-los pelo que eles eram. Para tratá-los como se fossem humanos e seus verdadeiros companheiros.

No início, ele pensou que isso seria extremamente difícil, mas depois de lidar com eles um pouco mais, ele percebeu:

‘Oh, isso é tão… familiar’.

Weed rapidamente se tornou amigo de todos em seu grupo.

Orcs! Eles não eram tão diferentes dos Geomchis. Duros! Agressivos! Violentos: se algo não fosse de acordo com o gosto deles, eles iriam imediatamente puxar suas armas! Imprudentes: eles atacavam até mesmo o oponente mais forte sem pensar duas vezes! Seus punhos agiam mais rápido do que suas palavras, de 3 a 4 vezes mais rápido.

“Pegue, isso é para você. Chwiik!”

Weed cozinhou a comida e deu para todos em seu grupo. Os orcs eram tão indiscriminados e insaciáveis que eles gostavam de absolutamente tudo. Todavia, depois de aceitá-los pelo que eles eram, Weed ainda teve problemas em se misturar com o seu novo ambiente. Era o mesmo que os humanos, a sociedade deles também tinha suas próprias regras e hierarquia.

Orcs Normais, Orcs Guerreiros e Exploradores eram o nível mais baixo da pirâmide social nas Montanhas Yuroki. Eles tinham os maiores números, mas eram apenas subordinados dos outros orcs. Comandando-os estavam os Orc Campeões, Capitães, Anciões e o Chefes.

Os capitães comandavam grupos de quase 100 orcs cada. Os anciões governavam as aldeias. Os chefes governavam e monitoravam domínios compreendendo vários assentamentos. E Weed era realmente odiado por todos acima dele na cadeia de comando.

“Karichwi não nasceu na nossa aldeia. Chwiik!”

Eles estavam questionando suas origens.

“Ele come menos do que nós. Cwik!”

Comparando os apetites.

“Karichwi é muito bonito. Cwiiit!”

Invejando a aparência dele.

“Chwichwik! Fêmeas devem ser protegidas!”

Depois de tudo, todos os problemas eram por causa das mulheres! Os orcs estavam com ciúme e inveja de Weed por causa da atenção feminina que ele recebia.

“Ah, Chwi! Mesmo depois de eu me tornar um orc, Chwiik! O mundo não vai simplesmente me deixar em paz!”

Weed lamentou. Devido a todos esses constantes desafios jogados sobre ele pelos deuses, alguém consideraria se enforcar!

‘Realmente, caras bonitos são invejados em qualquer lugar’.

Ele decidiu que o problema estava na aparência assustadora, a qual ele esculpiu sem pensar, enquanto era um humano e o único jeito de consertar tudo seria começar a ignorar a atenção das fêmeas ao redor.

Como resultado, eles ficaram com raiva dele do mesmo jeito.

“Chwiik! Eu não gosto dessas fêmeas. Todos vocês, apenas levem-nas embora. Chwiik!”

E depois dele proclamar isso, as fêmeas ficaram ainda mais ofendidas.

“Chwiik. Ele é muito cheio de si”.

“Bastardo insolente! Chwichwit!”

“Vamos bani-lo da aldeia! Chwiik!”

Moradores locais com raiva levaram um longo tempo para se acalmar e, enquanto muitos no assentamento não gostavam de Weed, havia alguns orcs regulares que o reconheciam.

“Ele é da classe dos vencedores! Chwiiit! Esse orc merece respeito. Chwiik!”

“Chwichichiiit! Bom lutador!”

“Astuto, Chwiik. Ele sobreviveria em qualquer lugar”.

Weed lutava e ia caçar frequentemente. Pela ordem do Ancião e pelo bem da paz e desenvolvimento da aldeia, toda manhã um grupo de caça era formado e é claro que Weed estava sempre presente.

“Cwiik!”

O grupo consistia normalmente de Orcs Guerreiros e Orcs normais. Normalmente eles lutavam contra Minotauros enormes! Monstros perto do nível 300.

Weed apertou seu gládio mais forte.

‘Preciosos pontos de experiência!’

Os Minotauros com machados duplos de cor vermelho-sangue tinham mais vida, força e agilidade se comparados aos outros monstros do mesmo nível. Então havia poucas pessoas no jogo que o caçavam. Além disso, eles normalmente viviam em lugares onde os jogadores eram raros. Contudo, Weed amava lutar contra monstros de todos os tipos.

Como um comerciante apreciando cada cliente, ele também cumprimentava animadamente qualquer monstro.

Pontos de experiência – poder adicional!

Itens – renda pura!

Com a força crescendo, as recompensas aumentavam e, com pilhagem a mais, sua renda futura também aumentava.

Weed estava pensando e usando seus próprios valores e conceitos.

“Moo! Orcs sujos!”

O Minotauro não estava nem um pouco com medo de seus oponentes.

Orcs normais estavam no nível 120 e Orcs Guerreiros no 210. Além disso, todos eles estavam aterrorizados pela ferocidade vinda do inimigo.

“Moo! Matar todos vocês!”

O Minotauro começou a ganhar velocidade. Ele investiu, balançando dois machados enormes. Os Orcs na frente dele nem pareciam oponentes dignos.

“Chwii-i-ik!”

Weed pulou para frente. Seu corpo enorme voou quase 10 metros e aterrissou bem ao lado do Minotauro.

“Chwiik! Eu serei seu oponente!”

Depois de se transformar em um orc, a sua sabedoria e inteligência foram reduzidas, mas a força e agilidade aumentaram consideravelmente. Foi por esse motivo que ele começou a usar ataques normais ao invés de técnicas que consumiam muita mana, a qual ele estava com pouco agora.

“Chwi-i-ik!”

O ataque do Minotauro com o machado parecia ser um obstáculo pequeno, mas Weed o desviou com seu gládio. Um alto zumbido ecoou ao redor da colisão das armas.

Os oponentes ficaram na frente um do outro.

Espada e gládio são um pouco similares, mas eles também tinham muitas diferenças. Gládios são mais largos e pesados, então leva algum tempo para se acostumar a empunhá-los normalmente. No geral, era uma arma lenta, mas destrutiva.

Ding! Ka-Clang!

Toda vez que o gládio colidia com o machado do monstro, havia um zumbido e faíscas. Com cada ataque desviado pelo gládio, o Minotauro era forçado a dar um passo para trás e isso o estava enfurecendo.

Normalmente, tal gládio enferrujado teria sido destruído há muito tempo, mas Weed o tinha reparado, afiado e polido à uma afiação extrema.

A forte resistência de Weed deu força aos seus companheiros orcs.

“Chwiiik!”

O Minotauro finalmente ficou assustado.

A onda de orcs avançou rápido! Centenas de orcs com gládios em mãos correram e começaram a golpear o monstro. Alguns deles morreram a partir do ataque do Minotauro, mas em retorno, ele também recebeu muitas feridas a partir das quais ele finalmente morreu.

Como é dito: “você não pode bloquear dez mãos com uma única”. Dessa maneira exata, os orcs estavam vencendo as batalhas, devido a sua vantagem numérica e a verdadeira caçada começou.

Centenas de orcs com gládios caçaram monstros imensos. Embora muitos deles eram mortos, o resto ficou mais forte. Devido aos sobreviventes ganharem novos níveis, a força total do grupo continuou crescendo.

Os orcs sobreviviam apesar de serem constantemente ameaçados por muitos monstros perigosos. Eles sobreviviam graças a sua fertilidade. Alguns deles morreram, mas outros ficaram mais fortes e, para ajudá-los, vieram novos homens da tribo!

Mesmo sabendo de tudo isso, Weed certificou-se de que nenhum dos seus amigos morressem. Ele consertou suas armas, preparou comida e os enfaixou quando era necessário.

A grande caçada continuou!

Muitos orcs simplórios e ignorantes vagavam pelas terras circundantes matando quaisquer monstros que encontrassem. Os orcs não possuíam nenhuma técnica especial ou outros segredos, eles apenas oprimiam seus inimigos com seus números absolutos.

Se uma dezena não fosse suficiente, então uma centena viria e, mesmo se eles morressem, ainda mais virá posteriormente.

Em tais batalhas perigosas, muitos orcs começaram a se reunir ao redor de Weed.

“Chwichwit, Karichwi ignorante[1], nos lidere”.

“Karichwi, você é simples, nós ficamos confortáveis com você. Chwiik!”

Por causa de seus baixos atributos de inteligência e sabedoria, os orcs consideravam Weed como um deles! Além disso, ele também tinha elevados atributos de liderança e carisma, devido aos quais os orcs estavam dispostos a serem liderados por ele.

Acenando para os “recrutas” em concordância, Weed continuou a caçada.

Embora ele tivesse recebido o comando das novas “cabeças”, lutar se tornou mais difícil por causa deles. Em razão de todos eles formarem um grande grupo, aquele que atingisse o monstro por último recebia a metade dos pontos de experiência. O resto dos pontos de experiência eram distribuídos quase igualmente, independentemente da sua contribuição para batalha e Weed teve que conter a sua ganância por tais pontos.

‘Eu tenho que permanecer mais esperto do que esses orcs gananciosos…’

Se ele se focasse em ganhar a quantidade máxima de experiência, ele arriscaria perder toda a amizade com esses orcs. Ao mesmo tempo, se ele se segurasse, isso poderia muito bem levar a sua morte em algum ponto.

Era por isso que Weed só lutava o tanto possível. Ele atacava o monstro primeiro, dava tanto dano quanto podia e, se não houvesse muitos outros lutando contra o mesmo monstro, ele visava pelo último golpe.

Sem mencionar que um grande número de batalhas era o ponto principal da estratégia de Weed no começo do jogo. Desde o primeiro dia ele tentou aumentar seus atributos ao máximo possível e só então aumentar os níveis. Como resultado, lutar contra monstros do mesmo nível ficou consideravelmente mais fácil.

Ao acumular várias habilidades e atributos, ele se tornou muito mais poderoso do que qualquer outro jogador do mesmo nível! E, com o tempo, a diferença continuou aumentando.

‘O trabalho duro de agora fará com que mais tarde fique mais fácil…’

Ele não conseguiu contar as vezes em que notou jogadores que não davam atenção a isso. Havia casos onde as pessoas alcançavam o nível 250 sem nem mesmo ter a habilidade com o manejo da espada em um nível apropriado. Esses tipos de jogadores aumentavam seus níveis sem aumentar suas habilidades apenas porque isso exigiria um pouco de trabalho duro.

Entretanto, para Weed isso se tornou uma prioridade. Ele ficou bem agradecido com o fato de que os orcs caçavam muito. As terras só redor estavam cheias de monstros e tudo o que ele fazia aqui era lutar contra eles, colocando as habilidades de comércio e habilidades esculturais de lado por ora.

Em algum ponto, Weed alcançou o nível 295.

 

***

 

A caçada do grupo de Pale estava em pleno andamento no Lago das Almas.

Anteriormente, eles nem se atreveriam a se aproximar desse lugar, mas agora, depois de aumentar seus níveis e com a ajuda de Hwaryeong, Zephyr e Maylon, eles decidiram tentar.

Lá eles encontraram terríveis espíritos de água e monstros parecidos com peixes!

Depois de uma batalha violenta e demorada, a maior parte do grupo deixou o jogo e somente Pale e Maylon começaram a namorar perto do lago.

Pale na realidade gostava de conversar:

“E então… Atualmente… E depois…”

Ele conheceu uma garota que ele realmente gostava e queria contar a ela tudo sobre sua vida e aventuras em Royal Road. Especialmente desde que eles se encontraram através deste jogo.

Ele disse a ela sobre a Cidade Celestial, Lavias.

“O que? Sério?”

Os olhos de Maylon brilharam quando ela ouviu sobre os primeiros passos que eles deram como novatos, suas primeiras missões e como eles exploraram a cidade no céu.

“Como foi que Weed escolheu a profissão de escultor?”

“Até onde eu sei…”

Pale também falava muito sobre Weed. Além disso, ele também contou o segredo de que foi Weed quem destruiu os vampiros na Província de Morata.

 

***

 

Provisões dos Orcs:

Você completou a missão ‘Provisões dos Orcs’.

Há muitos monstros perigosos de olho nos cidadãos normais nos campos circundantes. Capture-os com um grupo de caça e alimente os mais jovens com a carne deles.

Nível de Dificuldade:

C.

Recompensa:

Dependendo do resultado: equipamentos, pedras preciosas e minérios.

Restrição da Missão:

Somente para orcs ou aqueles capazes de se transformarem em orcs devido a uma magia ou outros meios.

 

Orcs Chefes e Anciões também estavam dando missões. Contudo, o Chefe vivia na aldeia vizinha e não era fácil de se fazer amizade com os Anciões, mas Weed não se desesperou e continuou a caçar muito e a fazer missões. Ele não recebeu bons itens delas, mas os ingredientes e minérios a partir das recompensas eram raros.

Além disso, caçar monstros dava a ele pontos de experiência preciosos. Não só os pontos que ele recebia pelas mortes, mas também novos conhecimentos e informações. A maior parte dos monstros nas Planícies do Desespero estavam acima do nível 300 e frequentemente possuíam habilidades únicas. Era bem fácil cometer um erro fatal no primeiro encontro.

Junto com os orcs, Weed estava lutando contra vários monstros. Algumas vezes ele até mesmo enfrentava Elfos Negros.

Mesmo que eles fossem pequenos, eles continuavam usando mágica elemental e provaram ser oponentes dignos. Todavia, isso não impediu Weed de derrotá-los e ganhar ainda mais respeito dentro da Aldeia dos Orcs.

Desta forma, Weed explorou a maior parte das Cordilheiras Yuroki.

Para a surpresa dele, a fortaleza dos Elfos Negros parecia tão assustadora quanto a Cidadela de Seraburg no Reino de Rosenheim e, com todas as armas mágicas instaladas nas muralhas, a fortaleza se tornou virtualmente inconquistável.

“Nós iremos capturá-la! Avancem! Nada deverá nos parar! Chwiik!”

O Ancião olhou para Weed calorosamente.

Esse imenso orc era capaz de reunir a carne dos mais perigosos predadores e conclui suas tarefas. Como recompensa ele recebeu um monte de minérios adequados para a forja de armas de alta qualidade.

O orc velho fechou seus olhos e disse:

“Chwik. Quando eu olho para você, eu lembro da minha juventude”.

“Obrigado, Ancião. Chwiik!”, respondeu Weed com respeito.

Normalmente os orcs falavam entre si bem grosseiramente e Weed tentou aderir as estas regras. Todavia, para cada regra havia uma exceção e aqui estava o Ancião, o primeiro orc influente para apoiá-lo. Ele ajudou Weed a comprar uma casa, o aconselhou e, é claro, lhe deu várias missões.

Somente os mais famosos e poderosos orcs, que conseguiam viver até uma idade madura, se tornavam anciões e, apesar deles já carecerem de força, ainda tinham suas influências e conhecimentos, permitindo-os supervisionar os jovens Orcs Capitães.

“Chwiik! Agora eu te contarei sobre as nossas montanhas…”

O Ancião já havia dito à Weed muitas coisas interessantes sobre o passado, sobre a extensão das Cordilheiras Yuroki, sobre todos os tipos de monstros, suas habilidades, capacidades e onde eles viviam!

Algumas vezes seus discursos se arrastavam por tanto tempo que Weed queria bocejar, mas ele ouvia tudo cuidadosamente. A maior parte do tempo, o Ancião se matinha nas informações relevantes e algumas daquelas histórias eram realmente incríveis.

Weed ansiosamente absorveu todas as novas informações.

“Elfos Negros são nossos inimigos. Recentemente eles têm começado a fazer coisas estranhas. Chwiiit!”

“Que coisas estranhas? Chwichik!”

O Ancião franziu a testa em descontentamento.

“Chwiik! Karichwi, você sabe que eles, como as pessoas, construíram uma fortaleza”.

“Chwichwit. E daí?”

“As muralhas são tão altas e grossas. Chwhik! Os monstros não podem mais se aproximar dos Elfos Negros e, como alternativa, continuam nos atacando. Chwiik!”

O Ancião estava muito triste pela situação atual. Mais e mais monstros vinham para as fronteiras da aldeia e eles estavam se ficando mais poderosos a cada dia.

Para Weed, por outro lado, estas eram boas notícias. Mais monstros significavam batalhas mais difíceis e, sobretudo, mais pontos de experiência!

“Chwichwik! E nós não gostamos de ter aquela imensa fortaleza acima da nossa aldeia. Nós decidimos atacar os Elfos Negros. 25 Chefes das terras vizinhas apoiam essa ideia. Cwiik. Nós estamos nos preparando para atacar. Quando o céu brilhar e, em seguida, escurecer 10 vezes, nós atacaremos a fortaleza dos Elfos Negros. Karichwi. Venha conosco!”

Ding!

 

A prosperidade das tribos dos orcs:

Há muito tempo atrás, as Cordilheiras Yuroki eram dominadas pelos Orcs. Todavia, agora os Elfos Negros decidiram desafiar a posição deles. Com sua magia, boa pontaria e aliança com as criaturas das trevas, eles se tornaram uma ameaça séria para o futuro dos Orcs.

Nível de Dificuldade:

Missão relacionada a raça.

Recompensa:

Dependendo do resultado: pedras preciosas e minérios.

Restrição da Missão:

Somente a raça Orc ou aqueles capazes de se transformar em Orcs devido a magias ou outros meios.

 

A guerra entre os Orcs e Elfos Negros!

Isso decidirá quem governará as Planícies do Desespero.

Com isso dito, Weed, que estava tão focado na caçada, experimentou um pingo de remorso.

‘Eu estava caçando tão bem, ganhando níveis e itens…’

Logo toda extensão das Cordilheiras Yuroki abrigará a batalha final. Embora Weed estivesse indignado por dentro, ele manteve uma fachada que expressava calma para o benefício do Ancião.

Vendo isso, o orc mais velho continuou:

“Karichwi! Se você for um bravo Orc, chwichichik! Você deve participar desta batalha!”

 

Você aceita a missão? Se você recusar, você pode ser exilado dessa Aldeia Orc.

 

“Sim. Chwiik! Eu lutarei contra aqueles bastardos negros”.

 

Você aceitou a missão.

 

Antes da batalha entre as duas raças, Weed cancelou a habilidade Metamorfose Escultural e desceu das montanhas. Ele era esperado por vários guerreiros e pelos sacerdotes da Igreja de Freya.

“Capitão, você está de volta!”, exclamou animadamente Hosram.

“Sim. E como vocês estão, famintos?”

“Somente um pouco”, respondeu Buren.

Weed estava se reunindo regularmente, pegando ou comprando comida da Aldeia dos Orcs e dando-as para os soldados famintos.

‘Eles são como sanguessugas’.

Weed certamente não tinha nenhum sentimento paternal de querer achar comida para as suas “crianças”. Ele apenas queria gastar o mínimo possível com todos esses soldados fazendo corpo mole, ou como ele os chamava em sua mente: porcos.

‘Eles dormem, comem e nem mesmo fazem nada produtivo!’

Todavia, Weed continuou exibindo seu sorriso amigável.

“Então eu os alimentarei logo. Eu acabei de pegar um javali selvagem, apenas tenho que cozinhá-lo agora”.

Em suas viagens pelas montanhas, ele não apenas caçou monstros, mas também animais normais. Na última luta ele conseguiu capturar uma família inteira de javali selvagens.

“Wow! Obrigado, comandante!”

Logo que eles viram a carne, os olhos dos soldados ao redor brilharam. Usando uma variedade de temperos e condimentos, Weed perfeitamente fritou a carne. Além disso, pela primeira vez desde a festa de bebidas com os Geomchis há muito tempo atrás, ele abriu algumas das garrafas do seu estoque.

“Comam e bebam até ficarem satisfeitos”.

“Obrigado. Yummy!”

Os guerreiros consumiram esta comida extremamente deliciosa com grande prazer, mas os Cavaleiros Reais constantemente resmungavam:

“Oh, eu não comia carne há muito tempo”.

“Eles servem isso todos os dias dentro do palácio”.

“Isso provou-se ser muito bom”.

“Bem, tem um pouco de alho e cebola demais”.

Enquanto os guerreiros, cavaleiros e sacerdotes comiam, Weed tomou conta dos seus equipamentos.

“Armadura reparada, armas afiadas, roupas passadas!”

Ele cuidadosamente examinou todos os equipamentos e terminou pouco antes do jantar acabar.

“Todos, fiquem prontos para batalha!”, Weed dirigiu-se a eles.

“Sim!”, gritaram os soldados.

“Para batalha? Bem, nós ficaremos prontos então”, responderam os cavaleiros.

Os sacerdotes abençoaram todos os guerreiros reunidos. Cavaleiros aumentaram estes efeitos ainda mais com suas orações.

Weed gritou:

“Chamando o Cavaleiro da Morte!”

“Senhor, você chamou?”

Respondendo com um aceno, Weed suspirou pesadamente, finalmente tirando o cansativo Colar Carmesim de Vida e, posteriormente, extraindo da sua mochila e equipando o Colar Negro de Vida com o Vampiro Lorde Tori de nível 400, preso dentro.

“Ufa…”

Weed ainda não conseguia ativar o colar por si próprio. Não que ele não confiasse nos cavaleiros e sacerdotes, mas na batalha a seguir todas as suas vidas seriam postas a prova.

“Eu convoco o Lorde Vampiro!”

Imediatamente após o seu grito, uma luz escarlate floresceu no meio da pedra negra. Como se alguém tivesse deixado uma gota de sangue cair ali. E, em seguida, em um flash de escuridão ele apareceu. Um alto, esguio homem em uma capa negra e com a pele pálida.

O Lorde Vampiro Tori sorriu.

“Ooh, faz muito tempo desde que eu vi este lindo mundo. Esta é a luz do sol?”

As presas do vampiro cresceram e brilharam. Seus olhos vermelhos-sangue olharam com interesse para todas as pessoas reunidas em sua frente.

Tori irradiava tanto poder e autoridade que os pés dos soldados começaram a tremer.

Vindas de nenhum lugar, nuvens negras cobriram o sol. O chão foi coberto por uma névoa fria.

Weed trocou olhares com o Cavaleiro da Morte e se virou em direção ao Lorde Vampiro. Ele não podia se dar ao luxo de sofrer as mesmas perdas da última vez. Tori tinha incríveis habilidades: transformar seus inimigos em pedra, se transformar em um morcego e se mover na velocidade da luz. Contudo, o pior de tudo era o seu vampirismo.

Ao drenar suas vítimas, o Lorde podia restaurar a sua vida e mana quantas vezes ele precisasse, portanto ele tinha que terminar isso o mais rápido possível.

‘Ambos, Cavaleiro da Morte e eu ficamos muito mais fortes. Nós precisamos cansá-lo juntos o máximo possível e, em seguida, terminar com a ajuda da magia dos sacerdotes. Não importa o quão forte como Vampiro ele seja, ele não será capaz de lidar com isso…’

Sim, eles estavam de frente a um oponente formidável de nível 400, mas estes guerreiros não eram normais também.

Espadas afiadas, armaduras polidas, bônus a partir das refeições e bênçãos sagradas. Além do mais, estava de dia e eles estavam do lado de fora de uma masmorra!

Lutas contra chefes eram normalmente difíceis porque eles aumentavam suas forças pela metade dentro de seus covis.

300 paladinos e 100 sacerdotes.

Da última vez, Tori matou a maior parte dos guerreiros, mas agora, durante o dia, ele teria dificuldades de liberar todo o seu poder. Apesar dele ter coberto o céu com nuvens, parte das suas habilidades somente eram incrementadas durante a noite.

Como precaução, Weed também preparou um trunfo: a habilidade Destruição Escultural. Ele intencionalmente convocou o vampiro perto da sua escultura ‘Estátua da Mercenária’.

‘Eu gostaria de evitar o uso dessa habilidade…’

Todavia, Tori não se moveu e quietamente ficou lá.

“O-o-oh!”

O Lorde Vampiro notou a estátua de Seoyoon em roupas de mercenário.

“L-Linda! Isso é realmente uma escultura? Mesmo se a mais linda garota no mundo fosse transformada em pedra, não poderia se comparar a isso”.

“….”

O vampiro ameaçador se apaixonou por Seoyoon.

“Arte! Arte! Arte! Este é o poder que faz o tédio da vida eterna mais dinâmico. Crianças da Noite amam a arte. É por causa dessa paixão que eu me estabeleci em um castelo antigo. Toda a arte do mundo me pertence! Você não tiraria isso de mim. Eu, o Lorde Tori, o maior herdeiro de puro sangue, punirei vocês, humanos insignificantes”.

Finalmente, a batalha com o Lorde Vampiro começou!

Weed e o Cavaleiro da Morte correram em direção ao vampiro.

“Bênção! Lâmina de Esculpir!”

A bênção protetora do anel do Sumo Sacerdote foi ativada imediatamente.

Weed dissipou a transformação de orc antes de entrar no acampamento, então ele já tinha mana o suficiente para usar todas as suas habilidades.

Normalmente, ele atacaria o inimigo agressivamente, causando múltiplas feridas, mas agora Weed agiu diferente. Ele reuniu toda a sua força em um único ataque poderoso!

Simples, mas ao mesmo tempo uma tática muito perigosa: apostando tudo nesse único ataque, ele estava fadado a perder o ritmo e deixar uma abertura para um contra-ataque. Todavia, Weed ainda assim decidiu fazer isso.

“Espada de Kaiser!”

A técnica mais poderosa dele. Weed usou toda a sua mana nesse único ataque. A espada fria perfurou o peito do Lorde Tori. A ferida e carne ao redor começaram a congelar rapidamente sob os efeitos desta espada.

Esta nova espada não tinha tantas bênçãos comparadas à sua última, mas tinha um poder de ataque maior e congelava as suas vítimas.

Monstros mais fracos congelariam até a morte e, mesmo se sobrevivessem, a agilidade deles seria enormemente reduzida.

Depois de dar este golpe, a vida do vampiro caiu em 30%. O vampiro meramente começou a se recuperar quando outro ataque o atingiu.

“Lâmina Mortal!”

A espada do Cavaleiro da Morte penetrou a lateral de Tori. Ao mesmo tempo, Weed puxou a sua espada e pulou para trás.

“A-a-a-a! Eu sugarei seu sangue e irei secá-lo agora mesmo!”

O vampiro ficou com muita raiva e seus olhos pareceram terem se enchido com ainda mais sangue.

“Vórtice de Lâminas!”

A vida de Tori caiu junto com as rajadas de vento afiadas como lâminas que sopraram em todas as direções. No entanto, Weed estava preparado para algo assim.

Todos os guerreiros já haviam recuado para uma distância segura antes mesmo da luta começar e este ataque sequer os atingiu. Enquanto ambos, Weed e o Cavaleiro da Morte, atacavam o meio. O olho da tempestade era geralmente o lugar mais seguro!

Tendo evitado este feitiço, eles continuaram a atacar seu inimigo. Eles cercaram Tori enquanto usavam seus ataques mais fortes.

A vida do vampiro continuou caindo rapidamente.

Os sacerdotes também não estavam descansando.

Tão logo o redemoinho parou, todos os sacerdotes levantaram suas mãos para conjurar um feitiço.

“Mão Cicatrizante!”

O corpo do Lorde Vampiro foi envolvido em uma luz brilhante. Normalmente, as pessoas seriam curadas pela magia sagrada, mas as espécies de mortos-vivos, das quais os vampiros certamente pertenciam, tinha o efeito oposto.

Durante o primeiro minuto da batalha, a vida do Tori já tinha caído pela metade e ele foi forçado a usar o seu trunfo: o vampirismo!

Ele era incapaz de beber o sangue do Cavaleiro da Morte, portanto seu alvo se concentrou em Weed, que se manteve circulando ao redor. Contudo, toda vez que Tori tentava agarrá-lo, Weed continuava a escorregar por entre seus dedos.

Os sacerdotes constantemente usaram seus feitiços e a situação para Tori estava rapidamente se virando para pior.

“Eu… Eu preciso de uma vítima… Sede, sangue, vida!”

Percebendo que se ele não fizesse algo rápido sua vida acabaria em breve, Tori correu em direção aos Cavaleiros Reais e soldados que protegiam os sacerdotes.

“A-a-a-ah!”

Aterrorizados, os soldados se espalharam em todas as direções, mas um ainda caiu nas mãos de Tori. Seus olhos se encheram de desespero.

“Sa…Sangue!”

Tori enfiou seus dentes no pescoço da sua vítima. Esse fraco soldado, é claro, dificilmente seria o suficiente para saciar o vampiro, mas ainda assim ajudou a restaurar um pouco da sua vida e mana.

Entretanto, enquanto ele bebia o sangue, os sacerdotes continuaram a usar seus feitiços nele e, como resultado, sua vida não somente não aumentou, como na verdade diminuiu levemente. Nesse momento, Weed pulou atrás de Tori dando o golpe final e acabando com a sua vida.

O Lorde Tori explodiu em poeira enquanto o soldado aterrorizado caiu no chão. Graças aos sacerdotes curando-o todo esse tempo, ele na realidade conseguiu sobreviver com simplesmente um terrível susto.

Depois dessa luta Weed começou a convocar o Lorde Tori toda vez que ele retornava ao acampamento. Enquanto nessas vitórias ele não recebia nenhum ponto de experiência, ele ainda assim podia praticar suas habilidades com a espada enquanto lutava contra um inimigo poderoso.

Aquele que não apreciava essas lutas era o Cavaleiro da Morte. Não muito tempo atrás ele passou por algo similar e secretamente sentia pena do vampiro assustador.

Todos os dias, durante uma semana, Weed continuou convocando Tori para novas batalhas. Cada vez o vampiro se sentia mais e mais depressivo. No final, ele abaixou a sua cabeça e disse:

“Você tem o direito de me dar, o herdeiro de uma famosa família, suas ordens. Sabendo sobre seus talentos em arte e liderança, eu confiarei a mim mesmo às suas mãos”.

E então Tori deu a Weed uma gota do seu sangue.

Sangue de vampiro! Quando bebendo a partir de suas vítimas, um vampiro podia dar a elas um pouco do seu sangue para transformá-las em seus servos. Contudo, dessa vez Tori deu seu sangue para um juramento.

Um juramento de sangue.

 

Item especial: Você recebeu o ‘Sangue do Vampiro’.

Quando ele for usado, a mana aumenta em 300 pontos. Este é um bônus único para a sua profissão.

Outros atributos podem aumentar ou diminuir por um valor aleatório.

+20 pontos de Charme.

+10 pontos de Carisma.

+2% de habilidade em magia negra.

-50 pontos de Fé.

 

Itens únicos que aumentavam a reserva de mana eram extremamente raros neste jogo.

Daquele momento em diante, Weed poderia convocar o Lorde Tori a qualquer momento. Seria muito útil, considerando que os Orcs finalmente terminaram suas preparações para a batalha que estava para acontecer contra os Elfos Negros[2].


[1] NT = Nota barafael: para os orcs, “ignorante” é um elogio, kkkkk.

[2] NT = Nota barafael: Let the treta begins!


Tradutora: Dani

Revisão: barafael

Formatação: barafael

Edição: barafael

Fonte da tradução: http://royalroadweed.blogspot.com.br/2014/11/volume-5-chapter-8.html


Contribua com a Novel Mania!