LMS – Volume 23 – Capítulo 7 – A Canção do Cavaleiro da Morte

Versão em .pdf1: [NovelMania] Volume 23 – Capítulo 7 – A Canção do Cavaleiro da Morte (nota integrada)

Versão em .pd2: [NovelMania] Volume 23 – Capítulo 7 – A Canção do Cavaleiro da Morte (nota rodapé)




Marey era um proseador incessante e bem-disposto.

“Tendo que se misturar com os mortos-vivos e caçar… ah, isso cheira mal! Contudo, se mais tarde eu contar esta experiência em um bar, eu poderia me tornar realmente popular. Você já esteve no Castelo Vannosa?”

Embora Weed não respondesse, ele tagarelava por conta própria:

“No Castelo Vannosa, há muitos restaurantes com comidas deliciosas. Se Weed-nim der uma olhada, você se apaixonará pelo local. De qualquer maneira, este não era um ponto importante, mas eu me encontrei com uma dama chamada Cedrian lá e nós ficamos próximos… Ela me disse muitas informações úteis. Infelizmente, a minha conta no bar aumentou, então eu não posso voltar lá agora”.

Marey não parou de contar histórias sobre os lugares pelos quais ele perambulou no continente.

Weed, pensando que eram informações importantes, tentou se lembrar delas, mas era impossível quando as palavras saíam da boca dele como uma inundação.

“Em razão da guerra, atualmente o Continente Central está caótico. Mesmo entre os bardos a competição está feroz, eles prestam atenção nesta guerra e tentam compor músicas sobre ela. Contudo, eu sou diferente, ao invés dessas guerras incômodas, é a aventura que é necessária para mim. Para fazer parte desta aventura apaixonante no Norte, quão alegre é isso?”

Vendo que ele não podia apenas deixar Marey continuar falando por contra própria, Weed respondeu por cortesia:

“Sim”.

“Eu tenho certeza de que haverá muitas pessoas com inveja se eu contar, posteriormente, histórias sobre como eu fui a uma aventura com Weed-nim. Além disso, a missão em progresso, relacionada à Legião Imortal, já está muito famosa”.

“Sim”[1].

Os jogadores Necromantes informaram às estações de transmissão e enviaram seus vídeos para a internet, de modo que a missão se tornou o tópico principal.

Na verdade, se fossem reveladas as notícias de que Marey e Weed formaram um grupo de caça, isto se tornaria outra grande situação. Nem todos jogando Royal Road conheciam Marey, mas ele era um dos nomes que apareciam frequentemente.

As canções compostas por Marey, bem como o acervo de suas apresentações e aventuras pelas quais ele passou, foram colocadas todas juntas em um vídeo que se tornou extremamente popular.

O bardo que perambulava livremente, Marey, já tinha a qualificação para enviar seus vídeos ao Hall da Fama de Royal Road e era uma figura que as emissoras de notícias frequentemente contratavam.

“Oh, que tipo de mulher você gosta?”

“Sim”.

“Qual é a especialidade de um Cavaleiro da Morte?”

“Sim”.

“A Igreja Embinyu está fazendo aparições frequentes no continente e causando destruição. Você sabia disso?”

“Sim”.

“A alegria de caçar o Rei Hydra deve ser extrema, certo?”

“Sim”[2].

Retrucar de volta, depois da décima vez, estava ficando cansativo. Mesmo que Weed não prestasse atenção quando respondia, Marey apenas ria como se fosse engraçado e continuava a falar.

Marey Standbard, uma pessoa ingênua, entusiasmada e positiva.

Enquanto escutava Marey falar, Weed conduziu sua unidade de mortos-vivos em direção aos monstros. Eles caçaram no desfiladeiro, mas essa era a primeira vez coordenando a batalha junto com Marey.

Weed assistia relutantemente aos vídeos de jogadores com classes relacionadas ao combate, mas ele nunca viu quaisquer cenas de Marey lutando. Então ele perguntou primeiro:

“Como você lutará?”

“Parece que você tem muito mais experiência na condução dos mortos-vivos do que eu. Além disso, já que um Cavaleiro da Morte tem capacidades de liderança excepcionais, eu cederei meus direitos de comando dos mortos-vivos para você”.

“Então, e sobre Marey-nim?”

“Eu tocarei um recital como um bardo”.

 

Você recebeu os direitos de comando sobre as unidades de mortos-vivos de Marey.

 

Não havia muitos mortos-vivos de classificações elevadas no exército de Marey, muito menos havia mortos-vivos de elite ou guarda-costas. Contudo, havia pelo menos um número de 200 mortos-vivos. Comparado aos outros Necromantes, que entraram no desfiladeiro, esta era uma unidade muito deficiente.

“Vamos lá!”

Enquanto Weed, radiando com um miasma sombrio, avançava com seus Esqueletos, Cavaleiros da Morte e Dullahans, uma música começou a ser tocada a partir da retaguarda. Era um som pesado e majestoso de uma viola de gamba[3].

 

Um canto fúnebre está sendo escutado.

Enquanto estiver escutando a música, todas as capacidades regenerativas aumentarão em 43%.

A capacidade física aumentará em 21%.

Ao sobreviver a uma batalha por um fio, você ganhará um adicional de 7% de pontos de experiência e fama.

A moral da unidade de mortos-vivos está aumentando.

A sua capacidade de liderança aumentou.

Se a música parar, a moral decrescerá acentuadamente e todos os efeitos recebidos desaparecerão.

Devido ao seu profundo interesse em arte, enquanto estiver apreciando a música você receberá um adicional de 25% sobre os benefícios.

 

Enquanto Marey estava tocando o instrumento parecido com um violino, uma luz dourada e brilhante apareceu, semelhante à quando um feitiço sagrado e nobre era lançado.

Marey estava tocando a viola de gamba freneticamente.

Os movimentos brilhantes enquanto tocava a viola e a música apaixonante que incutia uma paixão ardente dentro do coração!

A execução de Marey passou e muito o quesito superioridade e a admiração estava prestes a ser derramada. Ele estava provando que a sua reputação como o melhor bardo não era apenas a opinião pública pelo fato dele ser um jogador famoso. Contudo, era precisamente uma infelicidade que a pessoa escutando fosse Weed.

A performance de Marey, em qualquer lugar, era transcendente e as pessoas tinham um enorme interesse e apreciação por ela, entretanto, tristemente, Weed não era uma pessoa normal.

‘Isso é barulhento’.

Esse era um péssimo preconceito, de que escutar uma boa performance deixaria a pessoa sonolenta e que ela cochilaria com sua cabeça pendendo de um lado para o outro.

“Kyao!”

“Acabem com aquele som barulhento primeiro!”

Weed não era o único que pensava daquela forma. Os monstros vieram correndo em resposta ao som. Todos os monstros na vizinhança vieram, tendo Marey como alvo.

Além da performance ter dado enormes efeitos para as unidades aliadas, parecia que ela tinha ofendido seriamente os monstros.

Weed abriu bem seus olhos[4].

“Esqueletos, preparem-se para um ataque de longo alcance. Cavaleiros da Morte e Dullahans, espalhem-se em duas linhas. Não recuem!”

Os Cavaleiros da Morte e Dullahans, em uma formação de linha reta, colidiram contra os monstros.

“Ataquem! Não recuem, avancem!”

Weed tratava os mortos-vivos como recursos consumíveis, então ele os empurrou para lutar sem recuar um único passo para trás.

“Não importa quantos monstros venham, não recuem. Lutem onde vocês estão e avancem!”

Weed lutou na linha de frente da batalha. Ele não estava apenas conduzindo a batalha de uma forma imprudente, que resistia aos ataques inimigos enquanto avançava ao mesmo tempo. De trás dos Dullahans e Cavaleiros da Morte, os Esqueletos Arqueiros jogavam ossos e flechas, causando danos aos monstros.

Uma força destrutiva pulverizando o enxame de monstros!

Não havia necessidade de persegui-los. Ao lutarem a curto alcance, os Esqueletos com capacidades limitadas não precisavam se preocupar com a precisão dos ataques.

 

Através de uma batalha de quebrar os ossos, o nível do Cavaleiro da Morte aumentou.

 

À medida que os mortos-vivos sobreviviam mais e mais nas batalhas perversas, eles apenas ficavam cada vez mais fortes.

“Vamos avançar mais fundo”.

Weed, junto com Marey, entrou no coração de uma montanha fervilhando com monstros. Na calada da noite, enquanto a música de Marey se espalhava ruidosamente, muitos monstros pulavam, a partir do meio das árvores, ou saltavam para atacar de cima de pedregulhos.

Ganhando por pouco, apenas cerca de metade dos mortos-vivos com os quais eles lutaram havia restado. Todavia, depois de vencerem com sucesso a batalha, as notícias da coragem deles se espalharam através do boca a boca dos mortos-vivos da Legião Imortal.

Weed poderia comandar mais subordinados mortos-vivos.

 

***

 

Experiência, itens e ataques implacáveis!

Este era o método pelo qual Weed conduzia os mortos-vivos. Parecia que a associação com o bardo não foi tão ruim.

‘Mesmo assim, ter um bardo em um grupo de caça não parece tão eficiente’.

Em uma exploração habitual de uma masmorra, um grupo de caça consistia de 5 a 6 pessoas, cada qual com seus papéis atribuídos. Esta era a razão pela qual era difícil para um escultor, bardo ou dançarina participarem, visto que apenas as classes necessárias eram preenchidas para criar um grupo de alta eficiência. Contudo, à medida que as batalhas ficavam maiores, a presença de um bardo era absolutamente necessária.

Ao executar as batalhas e os pedidos perfeitamente, à Weed foi dada a autoridade para comandar oficialmente mais de 2.000 mortos-vivos: O Cavaleiro da Morte Oficial Comandante.

Ele poderia solicitar um envio de mortos-vivos de baixa classificação a partir da Legião Imortal, tais como Esqueletos, para o seu uso. Se os rumores sobre a sua fama ou habilidades de batalha se espalhassem ainda mais, ele poderia até mesmo convocar mortos-vivos de elevada classificação.

Comparado aos jogadores Necromantes, aos quais eram atribuídos papéis mais importantes, visto que eles cultivavam as suas habilidades mágicas, os combatentes tinham apenas que lutar, ao pé da letra, e vencerem.

“Para um lugar com mais inimigos”.

Weed, apoiado pelos mortos-vivos, não hesitou nem um pouco e entrou no covil dos monstros, local que ele não teria ousado entrar anteriormente.

“Lutem!”

Não era da sua conta se os mortos-vivos morressem ou não!

Apenas ao engajar-se em uma batalha de larga escala que ele poderia obter mais pontos de experiência e itens, motivo pelo qual não havia razão para perder tempo com indecisão sobre batalhas ou incumbências.

‘Eu posso apenas fugir se nós estivermos prestes a perder’.

Ele não achava que penalidades, rebaixamentos ou redução de fama fossem tão importantes. O que era mais importante para Weed era iniciar grandes batalhas sem perder tempo, de modo a aumentar seu nível e obter mais itens.

Com as batalhas intermináveis, o nível de Weed foi para o 396 e ele ganhou pontos de experiência suficientes para subir de nível novamente.

De fato, ele pulou em batalhas arriscadas, aguentando com os mortos-vivos enquanto sobrevivia liderando-os em frente.

 

Novo Título!

Você obteve o título: ‘Comandante Morto-Vivo Glorioso’.

A pessoa que conduz muitas batalhas impossíveis em direção à vitória!

Você pode incutir um pavor violento e obediência nos mortos-vivos e continuar a batalha.

O atributo Liderança aumentou em 5 pontos.

O atributo Sorte aumentou em 5 pontos.

Limitado à mortos-vivos, a sua capacidade de comando aumentou em 21%.

 

Enquanto se apresentava, Marey ocasionalmente verificava as ações de Weed.

‘Semelhante aos rumores, ele luta realmente bem’.

Esta foi sua avaliação depois da primeira batalha. Quando os monstros fizeram dele um alvo, ele pôde avaliar Weed muito bem, já que Weed não correu em confusão ou hesitou em lidar com a situação. Todavia, sua avaliação continuou mudando depois de observar cada batalha.

‘Os rumores são verdade, ele realmente é um Deus da Guerra. Ele luta muito bem nas batalhas’.

‘Meus pontos de experiências continuam a crescer? Que método ele usou para acelerar seus pontos de experiência a curto prazo? Não, quando foi que ele matou tantos monstros?’

‘É até mesmo possível fazer o morto-vivo obedecer como se ele fosse uma ovelha dócil?’

Desde a época em que ele era um jogador novato, os atributos de Weed eram bem mais elevados do que os dos outros jogadores do seu nível. Ao manter uma elevada proficiência nas habilidades e ao acumular seus pontos de atributos, a disparidade se manifestou.

A velocidade da caçada surpreendia constantemente, sobretudo Marey. Se muitos monstros estivessem reunidos, Weed comandava táticas aos mortos-vivos, semelhantes àquelas encontradas em livros militares.

Ele fez com que os Cavaleiros da Morte montassem em cavalos fantasmas e os conduziu diretamente, dividindo os inimigos ao penetrar em suas formações e, em seguida, posicionou as unidades de mortos-vivos!

A unidade de Esqueletos se concentrou em atirar, usando os feitiços do atributo fogo para disparar um ataque mágico circular.

Weed não se concentrava em uma única ideia sobre as batalhas. Ele tinha todos os tipos de conhecimentos e experiências e os usava naturalmente em batalha.

Geralmente, a pessoa apenas lutaria quando tivesse a vantagem tática, mas Weed tentaria muitas coisas para descobrir a estratégia vencedora e, em seguida, lutava ferozmente.

Houve batalhas em que, até mesmo Marey, não queria lutar.

‘Não há como ele ganhar esta batalha’.

Todavia, Weed arrastou suas unidades de mortos vivos, mostrou táticas excelentes e ganhou. Foi uma batalha soberba que fez com que a felicitação viesse à tona automaticamente.

Depois de suprir suas unidades de mortos-vivos, ele iniciou lutas com grupos de monstros muito maiores.

‘Isso é realmente impossível’.

Eles perderam muitos mortos-vivos e Weed sofreu seriamente, mas ainda assim ganharam.

Lutar e sobreviver, finalmente vencendo e se tornando mais forte. Esta foi uma batalha que naturalmente destruiu o senso comum e as ideias pré-estabelecidas de Marey.

‘Tudo bem, este tanto agora é suicídio’.

Grupos de monstros muito maiores!

Não era que Marey não tinha a coragem de parar Weed, mas ele também queria ver como Weed lutaria, então continuou seguindo em frente.

Depois de uma batalha que levou mais de um dia, Weed sofreu dificuldades inacreditáveis, mas conseguiu agarrar a sua vitória. Marey também ajudou, mas essa foi uma batalha intensa e sem comparação, na qual apenas 8 Cavaleiros da Morte sobreviveram, mas ainda assim eles ganharam.

Depois disso, Marey sentiu que Weed era tão incrível que ele nem mais se assemelhava a um humano.

Marey viu uma grande quantidade de batalhas como um bardo, mas ninguém jamais lutou à beira da morte, empurrando tudo para o lado. Ele teve que dar tudo de si para sobreviver, mobilizando todas as suas capacidades para suportar, de modo que eles conseguissem vencer. Não apenas eles obtiveram toneladas de itens derrubados, como também foram capazes de criar mortos-vivos a partir dos cadáveres.

Weed recrutou mortos-vivos a partir da Legião Imortal e voltou para o terreno de caça com os Cavaleiros da Morte que sobreviveram até o fim.

Marey, agora, sabia a razão pela qual Weed era tão forte e recebia grandes elogios das pessoas.

‘É por isso que ele é tão forte’.

Com uma força de 10, era um pensamento sensato lutar contra um inimigo com uma força de 7. Entretanto, quando Weed tinha 10, ele lutava contra 11, 12 ou, às vezes, até mesmo contra 15.

Com o máximo de concentração, liderança e julgamento, os quais arrastavam o olhar de Marey ao ponto de fazê-lo esquecer de sua apresentação musical, Weed mostrou movimentos ágeis e venceu.

O motivo pela qual ele era capaz de ganhar de 15 com uma força de 10 é claro que poderia ser em razão de suas decisões excelentes, mas foi devido a ele lutar radicalmente.

Foi em razão deles estarem lutando contra inimigos maiores que eles puderam ganhar.

‘Seguir Weed foi verdadeiramente o melhor julgamento que eu fiz’.

Marey começou a sentir alívio e simpatia. Ele se sentiu mal pelos Necromantes. Ele estava convencido de que, se eles fossem competir com Weed em uma missão, eles nunca seriam capazes de ganhar.

 

***

 

Como recompensa por esta missão, você recebeu a autoridade para comandar até 8.000 mortos-vivos.

Posição atual: Cavaleiro da Morte Oficial Comandante.

 

A classificação de Weed subiu muitas vezes, seus equipamentos e montarias também mudaram.

Uma armadura com um demônio ligado, marcada a ferro com o estigma de um homem procurado, além de botas da aniquilação[5].

Weed obteve itens de recompensa que os Cavaleiros da Morte poderiam usar.

“Van Hawk gostará disso se eu lhe der mais tarde”.

Ele não podia convocar Van Hawk ou Tori. Eles outrora foram afiliados à Legião Imortal e Weed não podia estimar o que ocorreria se os convocasse aqui.

“Venha aqui”.

Kyaaaaak!

Um guincho agudo foi ouvido a partir do céu e Gárgulas desceram, pousando sobre o chão.

Weed e os Cavaleiros da Morte evoluíram seus cavalos fantasmas e agora eram capazes de montar Gárgulas feitas de ossos.

Os mortos-vivos eram comandados para lutar no chão, enquanto os Cavaleiros da Morte causavam tumulto no ar!

Mesmo os Esqueletos eram mortos-vivos de elite, com pelo menos de 3 a 4 cortes de espada em seus crânios.

“Caçar com certeza é divertido”.

Marey mal foi capaz de segui-lo.

Compor e executar uma apresentação musical não eram as únicas coisas que um bardo fazia. Eles se aventuravam, entravam em masmorras e lutavam uma quantidade razoável de batalhas. Todavia, ao seguir Weed, ele teve pensamentos que ansiavam por pequenas pausas.

“Este lugar está limpo, vamos lá”.

“Nós não podemos sentar por um curto período de tempo antes de irmos? Nós estivemos lutando por quase dois dias até agora”.

“Eu descansei bastante agora mesmo”.

“Quando?!”

“Eu bocejei duas vezes”.

Se isto era um descanso, então isso significava que o cochilo que os trabalhadores faziam durante a hora do almoço era como se fossem férias?!

“Pode haver monstros remanescentes em outros lugares, nós não temos tempo a perder”.

Em razão dos mortos-vivos terem estamina infinita e não precisarem comer, Weed os conduziu a uma quantidade interminável de batalhas. Ao lutar batalhas desta forma, os mortos-vivos se desenvolveram e Marey sentiu que as unidades de Weed estavam se tornando mais fortes.

Os Cavaleiros da Morte se tornaram extremamente fortes ao lutarem por um fio e vencerem. Nível era nível, mas sobreviver a batalhas, além das habilidades de combate que possuíam, fez com que suas capacidades aumentassem exponencialmente.

As habilidades gerais das unidades de mortos-vivos, com a ajuda dos Cavaleiros da Morte, eram extraordinárias e até mesmo se eles estivessem em situações perigosas, cercados por inimigos, eles poderiam aguentar por um longo período de tempo. Além disso, a defesa deles tornou-se extraordinária.

Estas eram as melhores unidades de mortos-vivos.

Subitamente, corvos vieram, não apenas para Weed, mas também para Marey e outros jogadores que estavam caçando dentro ou acima dos desfiladeiros, e entregaram-lhes um pequeno pedaço de papel que eles estavam bicando.

Outra missão ocorreu:

Monstros da Planície Natalia:

Mal há quaisquer grupos de monstros grandes o suficiente para desafiarem a Legião Imortal nas proximidades.

Os últimos monstros remanescentes uniram forças e estão se dirigindo à Planície Natalia.

Se você os fizer retrocederem em quatro dias, você entrará oficialmente no acampamento da Legião Imortal e será capaz de se encontrar com Balkan Demoph, o Rei dos Mortos-Vivos.

Além disso, a posição de Cavaleiro da Morte pode avançar um passo adiante e se qualificar para a última promoção.

Depois de quatro dias, a força principal da Legião Imortal será mobilizada e partirá. Após esse dia, a missão não pode ser resolvida.

Dificuldade:

A

Recompensas da Missão:

Promoção.

Feitiços de convocação de mortos-vivos.

Restrições da Missão:

Apenas para mortos-vivos.

Tempo limitado.

A missão não surgirá novamente.

 

Uma missão que exigia uma cooperação entre os jogadores Necromantes. Este era o pedido final, que precisava ser concluído, antes de entrar na Legião Imortal.

“Vamos nos dirigir imediatamente para lá”.

Weed e Marey lideraram seus mortos-vivos e seguiram em linha reta, em direção ao desfiladeiro.

A taxa de conexão dos jogadores Necromantes era muito alta.

“Hegigigig”

“Minha… minha cabeça, eu não sei se eu a estava segurando com o meu braço esquerdo ou direito”.

“Mortos-vivos, alinhem-se, para o Grande Balkan-nim!”

À medida que eles se aproximavam do desfiladeiro, eles foram capazes de ver quantidades incríveis de mortos-vivos. Entre os Necromantes, alguns preferiam convocar pequenas quantidades de mortos-vivos de elevada classificação para lutar, mas o oposto era verídico na maior parte do tempo. Afinal, era mais seguro lutar ao lançar maldições e convocar generosamente Esqueletos e Ghouls.

Cada um dos jogadores Necromantes poderia liderar desde a menor quantidade, correspondente a centenas, até 2.000 dos mortos-vivos. Eles os convocavam diretamente ou reuniam os mortos-vivos itinerantes que se separavam da Legião Imortal.

Para Marey esta era uma cena realmente difícil de vivenciar, visto que havia todos os tipos de mortos-vivos ao redor deles.

“Deve haver, pelo menos, cerca de centenas de milhares em número”.

Weed viu Esqueletos dispostos ordenadamente, como se fossem tijolos empilhados. Como a área era escassa, eles estavam usando este método para economizar espaço.

“Parece que é mais do que isso”.

Os Necromantes não deixavam seus mortos-vivos convocados muito longe deles, então ao redor do desfiladeiro era como se fosse o mundo dos mortos-vivos. Entretanto, à medida que a unidade de Weed chegava mais perto desses mortos-vivos, em uníssono, eles recuavam para bem longe.

O Cavaleiro da Morte, aquele que superou situações de vida ou morte mais de dez vezes, queimava seu miasma e os Esqueletos, como se incutidos pelo medo, estavam ocupados tentando se esconder.

Kyayaaaa!

Algumas parcelas dos Cavaleiros da Morte, que faziam parte da unidade de Weed, seguiram montados sobre suas Gárgulas enquanto voavam em círculos.

A visão de todos os Necromantes no desfiladeiro caiu em direção à Weed enquanto ele fazia a sua entrada majestosa como um Cavaleiro da Morte.

“O que é isso? Aquela imensa unidade de mortos-vivos está sendo conduzida por aqueles dois homens?”

Incluindo os mortos-vivos de Weed e Marey havia cerca de 9.600. Weed era capaz de ter mais do que a quantidade permitida à sua classificação, devido aos seus elevados atributos de liderança e carisma, mas para um controle eficiente ele limitou estritamente a sua capacidade.

Contudo, na visão dos Necromantes, aquele número parecia extremamente extenso para eles.

“É realmente muito”.

“Há uma grande quantidade de Cavaleiros da Morte… e todas as variedades de Dullahans e Esqueletos preparados. Não seria errado dizer que este é um verdadeiro exército de mortos-vivos”.

“Se apenas nós pudéssemos comandar tal exército… nós deveríamos ter tentado nos promover para uma classe do tipo guerreira?”

Olhando para Weed, muitos jogadores se arrependeram de suas decisões passadas. Eles, incapazes de desgrudar seus olhos em razão da inveja, se aproximaram de Weed e Marey.

“Olá”.

Harien os percebeu primeiro e os cumprimentou levemente.

Weed olhou ao redor e percebeu que os equipamentos de Harien, Jeanne, Otem e Gruzed mudaram amplamente e alguns deles mantinham esferas de cristal em suas mãos. Ele não pôde identificar muito das variedades de equipamentos.

‘Eles também devem ter lutado duro’.

A missão atual, a partir da Legião Imortal, não foi dada apenas para Weed. Cada um deles fez o seu melhor na missão e evoluiu.

Havia 58 Necromantes reunidos no desfiladeiro.

“Mais 7 estão vindo. Está ficando tarde… logo que eles chegarem nós nos dirigiremos para a Planície Natalia”.

Harien explicou brevemente a situação para eles.

O número de jogadores que vieram até aqui, a partir da Aldeia Kapua, era de 65 pessoas.

‘Uma missão cooperativa com 65 Necromantes…’

Aqueles participando na missão eram jogadores de nível elevado.

Ao pegar os mortos-vivos que cada Necromante possuía em conta, isso poder-se-ia ser visto como um exército relativamente grande.

 

***

 

Zabrin chegou até o desfiladeiro, alguns dias depois, e começou a caçar lá.

Enquanto usava o melhor equipamento e subia de nível, ele deu pequenos presentes para os companheiros Necromantes com os quais ele estava caçando.

“Estes são alguns itens que sobraram. Por favor, pegue-os”.

“Mas ainda é muito…”

Neste mundo havia outras pessoas além de Weed. Não importa quão útil o item fosse, os jogadores Necromantes achavam difícil receber algo de graça a partir de alguém com quem eles não eram próximos, então recusaram.

“Está tudo bem. A Guilda da qual eu faço parte distribui frequentemente itens como estes. Eles dão preferência especial para Necromantes… eu já tenho muitos outros itens para usar aqui”.

Conquistar outros jogadores com itens era um trabalho fácil.

Ao contrário de outras classes, havia muitas ocasiões em que os Necromantes não se juntavam a quaisquer guildas.

Zabrin não se apressou e classificou cada um deles, enquanto os tornava seus aliados.

‘A identidade desta pessoa é segura’.

Publicar seus nomes enquanto caçavam em grupo ou adicionar os Necromantes à sua lista de amigos, estas duas ações provavam completamente a identidade deles.

Necromantes decentes também eram bem conhecidos no Continente de Versalhes.

Jogadores medianos ficavam chocados quando encontravam, por acaso, Necromantes caçando, em uma montanha ou em uma floresta, com mortos-vivos. Por considerarem os Necromantes uma novidade, eles frequentemente gravavam estes tipos de cenas e as enviavam para os fóruns da internet.

Ao comparar com esses vídeos, Zabrin apagava as suspeitas que recaíam sobre qualquer um daqueles Necromantes através de sólidas identificações. Todavia, era difícil reconhecer as pessoas que caçavam sozinhas e que não revelavam as suas identidades.

‘Eu apenas tenho que procurar por mais 7 à medida que eles chegarem’.

Ele investigou Jeanne, Otem, Bohram, Harien, Gruzed, Varenna e Goshu para recrutá-los para a Guilda Hermes e descobriu que todos eles excediam, pelo menos, o nível 380. Além disso, ele julgou que Jeanne, Harien e Otem estavam acima do nível 400.

Havia figuras que tinham sido magos excelentes, mesmo antes de terem se tornado Necromantes.

Quando a classe era trocada, as capacidades mágicas originais enfraqueciam drasticamente. Não consistia em apenas aprender uma magia similar novamente, mas sim aprender sobre a conflitante magia negra e o feitiço de convocação de mortos-vivos, de modo que as capacidades mágicas existentes retrocediam.

Não foi uma decisão fácil recomeçarem como Necromantes, mas eles estavam aumentando firmemente suas proficiências em maldições e feitiços de convocação de mortos-vivos.

‘Se eu puder trazê-los para a Guilda Hermes, isso será reconhecido como uma grande conquista’.

Zabrin estava espiando pacientemente e esperando por uma sólida oportunidade. Se os Necromantes se tornarem membros da Guilda Hermes, a guilda reconhecerá seu ato meritório. Além disso, ao se tornarem parte da mesma guilda, ele poderia receber uma variedade de ajuda e segui-los ao redor deste desfiladeiro.

Se juntar à missão da Legião Imortal e trabalhar junto com os outros era uma oportunidade de ele ganhar níveis, fama e feitiços de convocação de mortos-vivos, tudo ao mesmo tempo.

Depois de conquistar aqueles ao seu redor, ele reuniu informações enquanto caçava e, naquele momento, a missão cooperativa para eliminar os monstros na Planície Natalia surgiu. E, um pouco depois, Weed chegou junto com Marey e seu exército de mortos-vivos.

Os outros jogadores também tinham mortos-vivos, mas aqueles que Weed e Marey trouxeram eram muito notáveis. Com a descarga de miasma a partir dos Cavaleiros da Morte, mesmo os mortos-vivos decentes tentavam se afastar tanto quanto podiam.

Os Cavaleiros da Morte, montando sobre suas Gárgulas e permanecendo em guarda enquanto voavam ao redor deles, pareciam fortes além do normal.

‘Talvez Weed esteja entre eles’.

Weed e Marey eram jogadores não identificados. Havia outros cinco que eram suspeitos, mas seus mortos-vivos careciam em habilidades e números.

‘De qualquer forma eu deveria relatar isso’.

Zabrin reportou para Polon e para as tropas mágicas da Guilda Hermes sobre estarem se dirigindo para a Planície Natalia, bem como sobre uma pessoa suspeita que poderia ser Weed e sobre como Jeanne e Otem não pertenciam a qualquer guilda.


[1] NT = Nota barafael: Weed, um homem de poucas palavras.

[2] NT = Nota barafael: Weed até aqui está me lembrando do Meng Hao de ISSTH quando ele encontra um certo alguém parecido com Marey.

[3] NT = Nota barafael: Viol ou Viola de Gamba é um instrumento de seis ou sete cordas desenvolvido no século XV; diferem-se dos violinos por serem encordoadas com baixa tensão, usando-se cordas fabricadas a partir de tripas de animais ao invés de cordas de aço – https://pt.wikipedia.org/wiki/Viola_de_gamba.

[4] NT = Nota barafael: Parece que alguém está lutando contra o sono ¬¬

[5] NT = Nota barafael: traduzido direto da raw: 악령이 붙은 갑옷, 수배자의 낙인, 파괴자의 부츠.


Tradução/Adaptação: barafael

Revisão: Vands

Formatação: barafael

Edição: barafael

Fonte da tradução: https://clickyclicktranslation.blogspot.com.br/2015/04/volume23ch7.html


Contribua com a Novel Mania!