KotB – Capítulo 63 – Hedley’s Kow (2)



Ele retirou um pouco da nuvem.

Para ser exato, ⅓ dela.

Gulp!

Ele engoliu o pedaço sem hesitação.

O corpo inteiro de Muyoung tremeu por um momento.

Em seguida, seus olhos ficaram ensanguentados e ele começou a sangrar por todos os poros.

O Pequeno Desejo.

Não importa o que fosse, se algo que você desejasse se tornasse real, não seria um exagero chamar de “milagre”.

E, um milagre, mesmo que você utilizasse o item, não havia como ser realizado tão fácil assim.

O item que realizava milagres.

A pessoa que fizesse o desejo precisaria pagar um preço equivalente pelo pedido que foi feito.

O Pequeno Desejo coloca um fardo no corpo do usuário para realizar o desejo.

Semelhante aos pensamentos, que seriam flashes passando pela mente quando estava prestes a morrer, o Pequeno Desejo poderia ser descrito como o item que utilizava o máximo da alma.¹

Em seguida, uma saudante² passou na frente de Muyoung.

“O que desejas?”

Uma linda mulher sentou na grama.

Ela estava nua e vibrou suas asas puramente brancas, enquanto olhou Muyoung.

Cada polegada dela se assemelhava a um Anjo, mas isto era simplesmente uma ilusão.

Não era real e só foi criada para aparecer dessa maneira.

Ela era um Anjo falso, uma imagem, que algumas dezenas de milhares de Sacerdotes da Cidade Santa, Mulalan, haviam criado.

O Submundo era um lugar onde existiam apenas monstros e Demônios.

Como essas pessoas, que se chamavam de Sacerdotes, podiam imaginar um verdadeiro Anjo, quando tudo o que eles viram foram inúmeros demônios, mas nunca um anjo?

Dessa forma, eram pessoas que acreditavam em coisas que eram incapazes de ver e agiam apenas por suas crenças.

Muyoung era um dos que pensava que aquele que lhes deram força não eram Anjos, mas uma entidade completamente diferente.

“Estou à procura de Hedley’s Kow.”

“Seu desejo se tornará realidade.”

Logo que Muyoung pediu, a saudante rapidamente desapareceu.

Ele não entendia porque que o progresso do desejo era dessa forma, mas pensou que fizeram assim para tornar o processo da criação de um desejo mais ‘santo’.

‘Oeste.’

Após a saudante desaparecer, uma linha vermelha, que só aparecia na visão de Muyoung, estendeu-se para o Oeste.

Ao mesmo tempo, a vista de Muyoung começou a ampliar, e ‘uma cena’ passar.

‘Dokkaebis estão migrando para o Oeste.’

Era uma migração em massa.

Seus números pareciam estar bem acima de 100 mil.

Eles estavam indo em direção a algum lugar específico.

Entre eles, havia muitos Reis com chifres. Todos eles estavam levando suas respectivas tribos para um único local.

Muyoung relembrou das palavras que Ogar havia dito quando se conheceram.

‘Advento de Oom!’

Ele não sabia que tipo de cerimônia era.

No entanto, Ogar uma vez disse, quando pensava que Muyoung era um Dokkaebi, que os Dokkaebis estavam indo para Oeste.

‘Parece que Hedley’s Kow está escondida entre eles.’

Por que, dentre todos lugares, seria entre os Dokkaebis?

Contudo, ele tinha certeza de uma coisa.

Tudo o que ele pôde ver eram Dokkaebis. Nenhuma outra espécie apareceu.

Portanto, era mais provável que Hedley’s Kow estava, atualmente, na forma de um Dokkaebi.

‘A razão pela qual Hedley’s Kow está na forma de um Dokkaebi…’

Se você estendesse o termo, Hedley’s Kow era uma fada.

Ela poderia estar fazendo isto simplesmente por diversão, ou poderia ter algo a ver com o Advento de Oom.

Para saber, ele precisava ir.

Porém, ele precisava descansar um pouco.

Todo o seu corpo sentia-se quente, como se estivesse pegando fogo, até tontura e náuseas vieram.

Muyoung inclinou-se contra uma parede e fechou seus olhos por um momento.

Ele sabia que seria um efeito colateral, mas nunca pensou que iria afetar tanto.

‘Acho que vou me sentir melhor após um descanso.’

Muyoung sabia melhor do que qualquer outro sua atual condição.

Desde que sabia onde Hedley’s Kow estava e para onde estava indo, ele sentiu que estava tudo bem se mover após se recuperar.

 

Então, Muyoung ouviu o clamor de uma alma, que estava lutando para manter sua vida, mesmo que estivesse coberta pela morte.

Durante à noite.

Nas sombras do céu noturno, Muyoung seguiu os traços³ e procurou pelo deserto.

‘Baltan.’

Era ele.

Ele estava morrendo.

O fato de que não foi tratado imediatamente colocou Baltan em uma situação crítica.

Ele estava aguentando somente com pura força de vontade.

Porém, Muyoung foi capaz de encontrar instintivamente este lugar, após acordar do sono, causado devido ao efeito colateral do Pequeno Desejo.

Muyoung já tinha visto incontáveis mortes, a única coisa que mudava era o lugar.

“Lorde…?”

“Você está quase morto.”

“Peço perdão pela minha aparência desprezível.”

Sua voz estava rouca.

Um rosto desfigurado, que aparentava ser de um cadáver.

Baltan, desajeitadamente riu, enquanto falava.

“Mas, sério, é incrível. Eu pensei que a Morte iria aparecer, mas foi você quem apareceu.”

“Não há esperança. Qual é o seu motivo para estar aguentando?”

Baltan, dolorosamente, abriu sua boca.

“Por causa dela.”

Ele acariciou a cabeça de Irene, que havia adormecido ao seu lado.

Considerando como ela não acordou, mesmo após tanta agitação, parecia que ela não foi capaz de dormir nos últimos dias.

“Mas, pelo visto será difícil aguentar mais… no máximo, metade de um dia… me desculpe por eu não ser útil.”

“Nunca tive quaisquer expectativas desde o início.”

“Eu sei. Para ser honesto, eu estava desesperado. Somos fracos e nunca seremos capazes de sobreviver no Território do Deus Demônio.”

Cough! Cough!

Baltan tossiu dolorosamente em voz alta.

Então, ele havia chegado ao limite.

“Originalmente estava planejando partir quietamente, mas… Posso te pedir um favor? É realmente simples…”

Os olhos do Baltan estavam cheios de desespero.

Finalmente, Muyoung foi capaz de compreender a razão pela qual veio a este lugar.

O Governante da Morte.

Definitivamente era devido à sua influência.

Ele naturalmente entendeu o que precisava fazer.

“Para me pedir um favor, eu necessito da sua vida.”

Baltan provavelmente entendeu o que Muyoung quis dizer com estas palavras.

Porque ele viu, continuamente, Muyoung controlar os Mortos-Vivos.

Mesmo assim, Baltan assentiu com a cabeça.

“Eu estou para morrer. E não temo a morte. Pelo contrário, sinto que minha mente fica mais clara quanto mais próxima a morte se torna.”

Naquele momento.

 

◈ Autoridade do Soberano da Morte, o ‘Contrato da Morte’ foi ativado. ◈

◈ O ‘Contrato da Morte’ é um contrato com a vida deles como garantia. Esse contrato é ativado quando o sujeito está desesperado o suficiente para colocar sua vida em jogo. Depois do contrato ter sido firmado, dependendo do conteúdo, uma pontuação será adicionada. Quando o sujeito morrer e o usuário o tornar um Morto-Vivo, uma força mais poderosa será demonstrada. ◈

 

Sim. Era isso.

Depois do pai de Suzy, a Autoridade ativou para Baltan.

Ele instintivamente sentiu os traços da morte e seu corpo automaticamente moveu-se, porque sabia que era uma oportunidade de ouro para usar essa Autoridade.

“Diga. O que é?”

Ele pediria para ser salvo?

Ou pediria para proteger Irene?

Baltan, forçadamente, levantou seu corpo ferido e ajoelhou-se.

“Use-me como o Cavaleiro do Lorde. Para que eu possa proteger este lugar, mesmo após a morte.”

Isso foi inesperado.

Ele estava ciente da aproximação da morte e ofereceu-se para tornar-se um Morto-Vivo.

‘Um Cavaleiro.’

Muyoung, interiormente, zombou dele.

Para ser honesto, os Atributos físicos de Baltan eram péssimos. Ele era muito fraco para se tornar uma espada que pudesse proteger Muyoung, e possivelmente, ele mesmo sabia disso.

Se tornar um Cavaleiro era apenas uma desculpa, o que ele realmente queria era ser permitido a proteger esse território.

Baltan queria proteger as pessoas que deixaria para trás, mesmo dessa forma.

“Um sacrifício inútil.”

“Eu pensava… que o Submundo era um lugar abominável, onde só os egoístas sobrevivem e os bons morrem. Mesmo agora, os meus pensamentos não mudaram. Porém.”

Baltan cerrou os dentes.

“Não podemos apenas sentar aqui e aceitar isso. Quando cheguei neste lugar, eu entendi que eu tinha que começar por mim mesmo. Para ser exato, foi Irene que me mostrou isso.”

“Acredita que sua morte vai mudar este lugar?”

“Sim.”

Ele não tinha a menor dúvida.

Isso era arrogância.

Entretanto, valia a pena elogiar o fato que ele queria se levantar sozinho, sem se esconder atrás dos outros.

No mínimo, ele não poderia zombar disso.

Muyoung se virou.

“Quando o sol nascer, você vai nascer novamente.”

Ele falou essas palavras antes de sair, como se fosse uma profecia.

E no dia seguinte.

Baltan, o Guardião do Território, nasceu.

 

 

◈ Sua vontade transcendeu até mesmo a morte. ◈

◈ Uma morte sublime!  Avançando para morte, ele finalmente se tornou o Guardião do Território. ◈

◈ A Autoridade do Soberano da Morte, ‘Contrato da Morte’, foi finalizado. Devido ao poder da Autoridade, seus Atributos aumentaram grandemente. ◈

◈ Pontuação de Arte: 84. ◈

◈ O Defensor. O Cavaleiro Guardião foi criado! ◈

 

Muyoung havia acabado de reanimar o recém-morto Baltan, e já foi colocada às amarras de Guardião do Território.

Ele foi capaz de receber uma Pontuação de Arte de 84, por conta da sua história ser boa e do poder da Autoridade.

Mesmo que ele tenha sido reforçado, seus Atributos só chegaram a este nível porque não era um bom material, mas isso era incrível.

Também havia o fato que o Morto-Vivo, Baltan, não iria traí-lo.

Muyoung pensou que Baltan se sairia bem em proteger esse lugar, já que suas memórias estavam intactas.

‘Reforço Latente e alta vontade própria autónoma.’

E mesmo que ele, agora, fosse um Morto-Vivo, ele conseguiu duas coisas que eram ambas difíceis de obter.

Isto era o poder da Autoridade.

Normalmente, mesmo que ele fosse reforçado, desde que era mais fraco que Heidegger, seria um desperdício torná-lo Guardião do Território, já que só poderia haver um por território.

Entretanto, a história seria diferente se ele pudesse pensar por conta própria e se desenvolver.

Não apenas isso, mas ele foi capaz de recuperar seu corpo inteiro, até sua perna, que havia perdido, foi recuperada. E ele não tinha nenhum problema em se mover.

“Baltan irá me substituir como um Lorde, por um tempo.”

Muyoung anunciou calmamente.

Todos aqui confiavam em Baltan.

E, por prevenção, também deixou o Príncipe e os Vingadores aqui.

Seria útil se algumas dezenas de Mortos-Vivos estivessem lá.

“Baltan nasceu novamente como meu Cavaleiro. Enquanto, eu estiver fora, sigam Baltan e desenvolvam a Dungeon e os arredores do território.”

“Eu seguirei suas ordens.”

O primeiro a responder foi Baltan.

Incrivelmente, ele não falou desajeitadamente.

Até seus olhos brilhavam como se ainda estivesse vivo.

“Lorde, posso perguntar aonde irá?”

O velho não conseguia esconder seu nervosismo e perguntou.

Muyoung olhou em direção a linha vermelha no ar e deu uma resposta curta.

“Estou indo para a Cordilheira da Alma.”

A Cordilheira da Alma. Era o lugar onde os Dokkaebis estavam conduzindo sua cerimônia.

E Hedley’s Kow estava bem escondido naquele lugar…

Muyoung estava planejando se juntar como caçador.

 

 

A linha vermelha apontava, e se dirigia ao Oeste.

No entanto, conforme o tempo passava, a linha ficava mais fraca.

‘Eu já estou chegando lá?’

Mais de cem mil se encontravam em alinhamentos.

Parecia que todo mundo já havia chegado ao destino.

Na realidade, já havia passado um bom tempo desde que ouviu falar do movimento dos Dokkaebis, por Ogar.

‘Haverá necessidade para o Cavalo Infernal.’

Muyoung franziu as sobrancelhas.

Era de se esperar, mas ele não era capaz de sentir o Cavalo Infernal de maneira alguma.

Parecia que o Cavalo Infernal ficou na Grande Cidade, quando Muyoung usou o Item Mágico de Teletransporte de Longa Distância.

Entretanto, a mobilidade do Cavalo Infernal poderia ser precisa para pegar Hedley’s Kow.

Já que era um Cavalo Infernal, definitivamente seria capaz de pressionar Hedley’s Kow para se transformar em uma Fênix.

‘Acho que preciso tentar primeiro.’

Ele não tinha escolha.

Ele precisava tentar do seu próprio jeito mesmo sem a ajuda do Cavalo Infernal.

Muyoung diligentemente avançou para o oeste.

 

A enorme Cordilheira da Alma.

Foram reunidos mais de cem mil Dokkaebis.

“A-oom! A-hoom! A-oom! A-hoom!”

“A-oom! A-hoom! A-oom! A-hoom!”

Thump! Thump! Thump! Thump!

Eles cantavam, enquanto marchavam.

O som era tão alto que ecoava sobre as montanhas.

Diferentes tipos de Dokkaebis, de milhares de tribos, se reuniram aqui.

“Você tem o cabelo branco e chifre, não seria um Rei Dokkaebi Glacial? Por que está aqui, do lado dos Dokkaebis Incendiários? Se manda. Vou deixar você sair dessa vez, já que estamos no meio do Advento de Oom.”

Alguém agarrou o ombro de Muyoung.

Era um Rei Dokkaebi com cabelo vermelho ardente.

Uma figura enorme.

Os Dokkaebis Glaciais e os Dokkaebis Incendiários não estavam em bons termos.

“Onde estão reunidos os Dokkaebis Glaciais?”

“Heh. Então existem Reis tão imbecis quanto você por aí. É por lá.”

“Obrigado.”

“Qu-Quê?”

Ele estava confuso, afinal, não esperava ouvir um obrigado.

Contudo, Muyoung não se importou e avançou diligentemente em direção a localização que o Dokkaebi Incendiário apontou.

‘Entre estes Dokkaebis, há Hedley’s Kow.’

Muyoung estava certo.

Ele não sabia o que era a cerimônia do Advento de Oom, mas parecia ser tudo, menos ordinária.

A terra e a Magia estavam tremendo.

Só por estar nas proximidades, ele sentiu como se sua alma pudesse ser sugada.

Foi por essa razão que, apenas existiam Dokkaebis por esta cordilheira.

E não parecia que Hedley’s Kow iria para este tipo de cerimônia somente para se divertir.

Devia haver algo que ele queria realizar através do Advento de Oom.

‘Me aguarde.’

Quem, entre os mais de 100.000 Dokkaebis, poderia ser Hedley’s Kow?

Os olhos do Muyoung se tornaram sérios.


Se você gosta do nosso trabalho, da novel e quer nos ajudar.
Não esqueça de nos Avaliar na Central Novel e dar seu Feedback.
Isso é de extrema importância para nós.


Tradutor: Heilong   |   Revisora: Ana Paula


🎁 Este capítulo foi patrocinado por Barão Top D+.



1 – Essa nota é explicativa, para o caso de você ter ficado confuso com o parágrafo.
O parágrafo é uma analogia que significa uma correspondência/semelhança entre coisas distintas. Voltando, a semelhança entre os pensamentos e o Pequeno Desejo consiste na sensação da aproximação da morte, isto porque o Pequeno Desejo causa um peso grande no corpo de quem o usa.⤴

2 – Basicamente, saudante é aquele que saúda. Nesse caso, porque ela quem cumprimenta primeiro a pessoa, sempre.⤴

3 – Por mais que soe estranho do nada ser usado ‘traço’ ao invés de rastro, é porque são traços da morte, não que a pessoa causou no solo. Ou seja, o Muyoung conseguiu sentir os traços da morte do Baltan.⤴

4 – Governante da Morte é outro título da Classe do Muyoung, mas o sentido aqui é: ele é capaz de governar a própria morte, tornando ela sucetivel à mudanças; a influência dele era capaz de decidir o destino da vida do Baltan.⤴


Fontes
Cores