GoC – Capítulo 98 – Prelúdio da tempestade (3)



Alguns dias depois, na noite de sábado.

Como era fim de semana, o número de guardas nos corredores era menor. Durante a noite Tae-Hyuk iria vasculhar o primeiro andar e, então, vasculharia o porão na noite de domingo.

Tae-Hyuk confirmou o horário de trabalho dos guardas com antecedência.

“Seria problemático se eu me disfarçasse como um guarda e causasse um tumulto, sendo confundido com um doppelganger¹.”

Para evitar isso, ele registrou o rosto e a voz de quatro guardas diferentes no Espelho de Revelação do Demônio. Por sorte, ele conseguiu pegar alguns uniformes na lavanderia. Era o tipo de lugar onde os funcionários tiravam o uniforme antes de sair do trabalho. Ninguém notaria que um guarda extra estaria trabalhando durante o fim de semana.

Eram onze horas da noite de sábado. As visitas das enfermeiras diminuiriam conforme ficava mais tarde, então Tae-Hyuk se levantou da cama. Ele tirou o uniforme de guarda debaixo de uma mesa, onde ele havia escondido as coisas. Ele escolheu um disfarce que não surpreenderia ninguém no caso de ele ser visto. Não havia nenhum acessório, como um cassetete ou chaves, mas se alguém perguntasse, ele poderia simplesmente dizer que esqueceu de pegar.

“Eu já trabalhei como guarda no passado, então este não é um disfarce perfeito?”

Os guardas patrulhariam desde os lugares sem importância até os mais importantes. Se ele soubesse o que deveria fazer, então não teria risco de se encontrar com os outros. Claro, ele poderia ignorar essas coisas e andar como bem entendesse.

No entanto, este era um hospital clandestino onde operações ilegais eram feitas. A disciplina era mais rigorosa quando comparada com os lugares comuns. Caso contrário, as coisas não dariam certo.

Ele usou as memórias do futuro para compreender a rota de patrulha dos guardas de segurança. Tae-Hyuk olhou para a planta que havia desenhado. Muitas áreas foram demarcadas, todas eram lugares com câmeras ou áreas que exigiriam uma chave de acesso.

“Não importa como eu encare isso, o térreo é estranho. Muitas câmeras de segurança estão instaladas perto da área secreta. Além disso, o número de guardas patrulhando essa área é duas vezes maior que nas outras. Isso significa que o hospital também acha que há algo de importante ali.”

Jung Eui-Do havia dito claramente que não conseguiu encontrar nada deixado pelos japoneses, mas por que ele precisou instalar tantos equipamentos de segurança nas áreas demarcadas? Era literalmente uma grande contradição.

“Isso significa que ele deve estar escondendo algo.”

Talvez ele conseguisse uma pista para um crime.

“Eu não consegui nenhuma Habilidade Criminal nova recentemente. Ohuhuhu…”

Tae-Hyuk saiu do quarto silenciosamente e agiu como um guarda em patrulha. A enfermeira de plantão estava cochilando na recepção.

“Você trabalhou muito.”

A enfermeira se virou e olhou para Tae-Hyuk.

“Hmphh… trabalhe duro. Oh, você pode ir para a sala das caldeiras e aumentar a temperatura do aquecedor? Estou com um pouco de frio.”

“Certo.”

A cabeça da enfermeira começou a se mover, como um pêndulo, enquanto ela cochilava novamente. Ela não poderia imaginar que o guarda com quem ela estava falando era uma farsa.

“Ela não saberia se um bandido estivesse se aproveitando de algo no quarto ao lado.”

Tae-Hyuk conseguiu passar com segurança pela enfermeira e entrou em um depósito. A planta do prédio mostrava que a sala secreta estava por perto. Ela não era grande, mal caberiam dois homens adultos nela. Mas seria perfeito para esconder alguma coisa. Tae-Hyuk bateu na parede enquanto ouvia atentamente, depois de algum tempo, ele notou um som diferente.

“Bem… encontrei.”

Quando ele chegou à área certa, ele ouviu um som brusco, como se estivesse batendo em algo de ferro. Tae-Hyuk pegou uma faca e cuidadosamente removeu uma parte do papel de parede. Um grande armário de aço apareceu através da madeira. Ele tocou na superfície, mas não parecia algo realmente velho.

“Hrmm…”

Tae-Hyuk abriu a porta com cuidado. Muitos documentos ali dentro estavam sem nenhuma poeira. Ele puxou alguns deles e leu. Ele conseguia entender, mesmo sem conferir nada em livros. Eram informações rápidas sobre pessoas que tinham passado por cirurgias. Também estavam ali alguns relatórios de compra e venda de algo.

“Esses dados são muito confidenciais, por isso não foram armazenados em formato digital.”

Quando ele tocou nos papéis, o Espelho de Revelação do Demônio começou a vibrar.

 

[Habilidade Criminal: Cirurgia Ilegal foi aprendida.]

– Várias operações cirúrgicas podem ser feitas.

– Não é possível efetuar tratamentos médicos.

– Os critérios para aprender a habilidade completamente ainda não foram atendidos.

 

‘Cirurgia Ilegal?! Parece ser algo sombrio…’

Tae-Hyuk parou a mão sobre os papéis. O fato de o Espelho de Revelação do Demônio ter respondido a isso indicava que havia algo na página que ele havia acabado de tocar. Ele foi capaz de encontrar isso sem qualquer dificuldade.

‘Vinte pagamentos de nove milhões de won… O que é isso?’

Ele não sabia o que era apenas analisando o que estava escrito. No entanto, ele estava certo de que isso era algo relacionado a um crime. Uma vez que Tae-Hyuk conseguisse o que queria, ele iria sair silenciosamente o quanto antes.

No entanto, seria algo diferente se ele pudesse conseguir outra Habilidade Criminal. Se ele soubesse qual seria o crime e o impedisse, ele poderia conseguir a habilidade.

Tae-Hyuk tirou o máximo de fotos possível. Apenas a evidência de que abortos ilegais estavam acontecendo seria suficiente. Ele enviaria as informações para Kim do-Shik e Cho Kang-Suk usando o nome do Fantasma, eles cuidariam de tudo. No entanto, ele teria de descobrir tudo primeiro.

“Talvez o que esteja escondido não sejam apenas pistas para um tesouro secreto.”

Tae-Hyuk devolveu os documentos para o lugar original. Ele tinha fotos em resolução 4K suficientes em seu cartão de memória. Seria bom o bastante para ele ler o que estava escrito nos documentos através delas.

Tae-Hyuk arrumou o papel de parede e saiu silenciosamente. Era hora dos guardas retornarem às rondas.

Todos os enigmas seriam resolvidos no dia seguinte.

*   *   *

A Penitenciária Dragão Azul ficava em uma ilha, inspirada em Alcatraz², na América do Norte, uma prisão famosa, onde Al Capone³ ficou preso. Entre as quatro prisões: Fênix Vermelha, Tartaruga Negra, Dragão Azul e Tigre Branco, a Dragão Azul era famosa por ser a mais semelhante a Alcatraz. Claro, os prisioneiros eram os que tinham cometido os piores crimes.

A razão pela qual a prisão foi criada era simples. Alguns políticos decidiram declarar guerra ao crime no ano de eleição. Eles foram reeleitos com uma alta porcentagem de votos, com a promessa de que as pessoas não precisariam respirar o mesmo ar que os criminosos.

Assim, as prisões dos quatro deuses nasceram.

Kang-Suk leu algumas coisas e perguntou para Hyun-Ho, que estava sentado na frente dele:

“Essas prisões, não foram todas construídas em bases navais construídas durante o período colonial japonês?”

“O sunbae tem uma relação profunda com esse lugar.”

“Huh, por que?”

“Yoo Cheol-Ho está preso aí, para que não possa conseguir escapar da prisão novamente.”

“Kuoong… Esse nome soa familiar.”

Kang-Suk gemeu quando se lembrou de Yoo Cheol-Ho. O caso havia acontecido há mais de seis meses. Yoo Cheol-Ho recebeu uma recompensa por sua cabeça e, então, Kang-Suk conheceu um estudante estranho no processo de captura.

“Eu estive bastante ocupado desde então.”

“Com quem? Com a cunhada?”

“C-cunhada… C-cough!”

Kang-Suk ficou vermelho e tossiu.

“Aish, por favor, coma seu macarrão logo.”

“Estou tentando!”

A razão pela qual Cho Kang-Suk e Joo Hyun-Ho se reuniram na sala da biblioteca da polícia era simples: Park Sung-Yul estava preso em uma dessas penitenciárias. Kang-Suk de repente pensou em algo.

“Então, Park Sung-Yul está na mesma prisão que Yoo Cheol-Ho?”

“Isso mesmo. Eles estão trancados juntos.”

“Então seria bom vê-lo depois de tanto tempo.”

Kang-Suk riu.

Park Sung-Yul confessou que era um serial killer que matou quatorze pessoas. Kang-Suk não sabia se era verdade, mas depois de começar a decifrar o enigma recebido, um corpo já havia sido encontrado.

“Os resultados da autópsia já estão prontos?”

“Isso aconteceu há muito tempo, mas ela morreu enquanto tinha um pouco mais que vinte anos.”

“No final, descobrir a identidade dela é algo que teremos de fazer agora.”

Kang-Suk sacudiu a cabeça sem dizer nada. De agora em diante, ele e Joo Hyun-Ho iriam investigar o criminoso na cadeia.

Eles teriam que ir até a infame Penitenciária Dragão Azul para descobrir se ele estava falando a verdade.

“Park Sung-Yul já está preso há três anos. Se ele cometeu os assassinatos, então foram há mais de três anos. Todas as evidências irão desaparecer com o tempo. Podemos ter que juntar algumas peças, literalmente como em um quebra-cabeça.”

Joo Hyun-Ho sorriu.

“Mas não existe nenhum mistério que eu e o sunbae não possamos resolver.”

“Por que não? Você sabe…”

“Você é desagradável.”

Depois do meio dia, os dois pegaram uma embarcação em direção da Penitenciária Dragão Azul.

*   *   *

“Detetives, vocês vieram.”

O diretor da prisão sorriu e deu as boas-vindas para Kang-Suk e Hyun-Ho. O oficial que os guiou até a porta se curvou.

“Então, divirtam-se!”

“Uh, obrigado.”

Hyun-Ho sussurrou para Kang-Suk:

“Sunbae, a atmosfera daqui é estranha.”

“Hey, cuidado com o que você diz. As palavras possuem poder.”

“Venham, por favor, sentem-se. Voltarei com um chá e refrescos.”

Kang-Suk disse baixinho:

“Diretor-nim. Obrigado pela hospitalidade. Só temos dez minutos para a visita. Eu gostaria de me encontrar com ele imediatamente.”

Então, o diretor riu:

“Você ainda não sabe como lidar com os prisioneiros. Os dias de visita são como festivais para eles. Eles tomam um banho matinal e podem usar roupas que normalmente não usam. Aos olhos deles, as pessoas do mundo… Ah, me desculpe, as pessoas do mundo exterior… De qualquer forma, será a mesma coisa. Então, por que você não quer deixar ele esperando? Então, você será capaz de ouvir o que quiser, eu acho que o comportamento será ideal.”

“Então você está nos dizendo para nos atrasar propositalmente?”

“Até que o café esfrie e a espuma da cerveja desapareça. Você deve se atrasar por vinte ou trinta minutos. Essa é uma lei de como lidar com eles.”

Era definitivamente um relacionamento hierárquico. Era o caminho dos guardas. Parecia inútil, mas o diretor trabalhava com prisioneiros há décadas. Ele possuía mais experiência em como fazer isso.

Hyun-Ho viu a expressão ruim de Kang-Suk e disse:

“Sunbae, vamos fazer como o diretor diz. O atraso também pode ser usado como técnica de negociação.”

Duas pessoas estavam usando os mesmos argumentos. Kang-Suk lambeu os lábios.

“Certo. Então, vou tomar uma xícara de chá antes de ir.”

“Eu tenho algumas ervas de boa qualidade.”

Depois de gastar um tempo tomando chá e comendo doces, Kang-Suk foi ver Park Sung-Yul. O policial deu um aviso antes de entrarem na sala:

“Mesmo com ele amarrado, ele pode tentar algo. Tome cuidado.”

Era avisado para que apenas o necessário fosse discutido com os prisioneiros, mesmo com a proteção de um vidro temperado. No entanto, Kang-Suk disse que queria conversar na sala de visitas familiares. A outra pessoa ainda acabaria vestindo uma camisa de força, mas eles ficariam cara a cara.

Hyun-Ho balançou a cabeça e disse:

“Bem, você vai conseguir as informações tocando nele?”

Isso não estava completamente errado, mas estava sendo dito de uma forma estranha.

Kang-Suk deu uma cotovelada nas costelas de Hyun-Ho.

“Algo assim. Além disso, preciso da atmosfera adequada para um interrogatório. Eu posso dizer se ele está mentindo ou não baseado na respiração dele.”

“Ou seja, você vai usar seus sentidos.”

Kang-Suk riu das palavras, mas isso era verdade.

Park Sung-Yul estava sentado em uma mesa na sala de visitas. Apesar de estar usando uma camisa de força há mais de meia hora, seu rosto estava completamente relaxado. Ele tinha uma aparência civilizada, que fazia com que ele parecesse um homem de negócios usando um terno, ao invés de um macacão de prisioneiro.

Park Sung-Yul riu quando viu Kang-Suk, como se estivesse se reencontrando com um velho amigo.

“Detetive Cho Kang-Suk! Eu estava ansioso por vê-lo depois de tanto tempo. Eu queria te ver!”

“Park Sung-Yul…”

“Huh?”

Kang-Suk ignorou as conversas triviais e foi direto ao ponto:

“Você realmente matou quatorze pessoas?”

Park Sung-Yul ficou em silêncio por um momento antes de lentamente abrir a boca.

 


  Se você gosta do nosso trabalho e quer nos ajudar,
não esqueça de nos Avaliar e dar seu Feedback,
isso é muito importante para todos nós.
🉐


Tradutor: Litle Fefe  |  Revisor: Ryokusan000  | Editor: Blame


Nota 1: Caso não saiba o que é um doppelganger
Nota 2: Sim, aquela prisão famosa mesmo.
Nota 3: Se não souber sobre Al Capone eu desisto…
Nota 4: Os quatro deuses celestiais chineses.
Nota 5: GoC é cultura! Saiba sobre o período colonial da Coréia.


Web Analytics
Fontes
Cores