GoC – Capítulo 97 – Prelúdio da tempestade (2)



– Detetive Cho Kang Suk, parabéns pela promoção. O Detetive-nim pensou que eu só tinha matado uma pessoa, mas estava errado. Eu matei quatorze.

A carta continuava, mas Kang Suk tossiu e perguntou para Kim Do Shik:

“I-isto é verdade?”

“É por isso que te chamei. Continue lendo.”

“Certo.”

Desta vez, Kang Suk leu todo o resto da carta de Park Sung Yul.

– Eu sei o que você está pensando. Ele é louco? Mas sou completamente normal. Na verdade, só fui pego por acaso. O Detetive Cho Kang Suk também deveria admitir isso. Era como se alguém tivesse derrubado os dominós que eu organizei. Mas agora posso confiantemente anunciar meu enigma para o mundo, e acho que o Detetive Cho Kang Suk deve ter a honra de ser a primeira pessoa vendo-o. Detetive-nim, você acha que um crime perfeito pode existir?

A carta acabou. Kang Suk sentiu como se Park Sung Yul estivesse desafiando-o.

“Tem mais uma parte…”

Atrás da carta havia uma imagem, parecia que alguém que frequentava a Escola Primária tinha pintado ela. Kang Suk não conseguiu entender.

“O que ele disse é verdade?”

“Eu ainda não sei, mas se for verdade, será o pior crime encoberto da nossa história.”

Um crime encoberto se tratava de um que ocorreu, mas não foi incluído nas estatísticas oficiais, devido à falta de reconhecimento da agência responsável pela investigação. Kang Suk olhou para a imagem, que tinha sido feita com giz de cera. Parecia a paisagem de algum lugar, mas era impossível entender isso.

“Isso é o mesmo que um mapa.”

“Eu também pensei isso. Não sei por que Park Sung Yul, que está preso há três anos, está enviando uma coisa dessas agora.”

“Talvez ele tenha pensado que foi pego de forma injusta.”

“Não foi porque estava dirigindo embriagado?”

Kang Suk concordou e ficou pensando na ocasião, que aconteceu há três anos.

Naquele dia, Kang Suk saiu para auxiliar com as medidas a se tomar com motoristas bêbados. Sempre aconteciam algumas blitz. Como um famoso detetive da área de homicídios, apenas pela presença dele no local todos controlavam a raiva.

“Na época, Park Sung Yul estava dirigindo um sedã de porte médio. Ele fez o teste do bafômetro sem dizer nada. Eu não encontrei nenhum vestígio de bebida, mas ele evitou fumar diante da polícia. Eu acidentalmente vi os olhos dele, era como se estivesse olhando para um lago congelado. Não senti nenhuma emoção vindo dele. Não pude deixar de sentir que era uma pessoa ruim…”

Kang Suk se lembrou da situação. A captura de Park Sung Yul foi realmente um acidente.

“Apenas Park Sung Yul estava no carro, mas os pneus traseiros estavam iguais aos dianteiros, então algo pesado provavelmente estaria no porta-malas. Era algo com o peso compatível ao de um humano.”

Kim Do Shik tossiu.

“Pode ter sido um acidente, mas não faz diferença. Notar algo assim… você realmente é um detetive. De qualquer forma, prossiga.”

“Então, pela primeira vez, Park Sung Yul demonstrou alguma emoção. Depois de ver isso, tive certeza de que ele estava escondendo algo. A princípio, seria impossível fazer uma investigação no veículo em uma blitz, então o ameacei para que abrisse o porta-malas e dei uma olhada.”

“Disso para frente eu já sei de tudo. Havia um corpo dentro de um saco preto.”

“Sim.”

Park Sung Yul foi preso e acusado de assassinato. Ele foi condenado a quinze anos de prisão, na Penitenciária Dragão Azure, apenas por não ter reconhecido seu crime, mas ele não tinha nenhuma condenação anterior.

“Outros podem dizer que você teve sorte, mas acho que suas Habilidades de Observação e sua capacidade são realmente ótimas.”

“Outras pessoas chamam isso de meus sentidos.”

“Haha. Esse pirralho.”

Kang Suk olhou para Kim Do Shik com uma expressão séria.

“Eu gostaria de ficar encarregado pelo caso. Parece que ele quer que eu faça isso, então definitivamente conseguirei.”

“Ainda não estou certo de isso ser um caso ou não. Te apoiar nessa decisão não vai ser fácil.”

Kang Suk tocou os lábios.

“Está bem. Se este for um crime encoberto, as famílias das vítimas ainda estarão esperando por elas. Se eu pelo menos puder descobrir a verdade, já ficarei feliz.”

Decifrar um crime encoberto não seria fácil. Ele não poderia salvar ninguém e, eventualmente, as pessoas acabariam infelizes. Mesmo assim, Kang Suk queria ficar na frente do caso.

“Entendo. A partir de hoje, você estará pessoalmente encarregado pelo caso de Park Sung Yul. Embora não tenhamos uma sede para a investigação, por favor, faça um bom trabalho.”

Kang Suk fechou a boca e balançou a cabeça. Em primeiro lugar, ele teria de interpretar esse enigma estúpido.

“Sei de uma criança que gosta desse tipo de coisa.”

O rosto de alguém apareceu em sua mente.

 

*   *   *

 

“Parece interessante, deixe eu te ajudar.”

Joo Hyun Ho aceitou a oferta de Kang Suk em um instante.

“Fico aliviado por você aceitar, mesmo sendo difícil conseguirmos qualquer apoio adequado.”

“A princípio, eu queria que pegássemos o Fantasma juntos. Mas vamos resolver esse caso primeiro.”

“Você… você não está fingindo?”

“O Sunbae é muito sério. Não seria melhor limparmos esse lugar primeiro?”

Kang Suk tossiu e olhou para os lados.

Ele construiu uma sede de investigação temporária, tomando emprestado um lugar que anteriormente era um armazém. Era inevitável que o local estivesse cheio de caixas empoeiradas.

“Você leu a carta de Park Sung Yul?”

“Sim. Eu acho que ele é extremamente confiante. Então, vamos trabalhar para decifrar o caso.”

Kang Suk colocou a carta e a imagem enviada por Park Sung Yul na mesa.

“Foi desenhado com giz de cera, que é disponibilizado em todas as prisões, e o papel foi tirado de um caderno de desenhos.”¹

“Hrmm…”

Joo Hyun Ho pegou seu laptop, que continha seus materiais de pesquisa. Ele começou a comparar a imagem com a informação que possuía de Park Sung Yul.

“Você sabe de algo?”

“Isso é um truque simples. Acho que provavelmente estou certo.”

“Hoh…”

Joo Hyun Ho apontou para o que estava escrito no canto da imagem enviada por Park Sung Yul: 5-1.

“Em primeiro lugar, posso dizer o que isso significa com apenas um olhar.”

“5-1? 4. Mas por que ele escreveu o nome depois disso?”

“Isso indica uma nota. Em um concurso de desenhos na escola, essa informação é frequentemente colocada.”

“C-certo.”

“Nota 5-1. Olhando para o perfil de Park Sung Yul, eu posso ver as escolas e as classes por onde ele passou. Talvez isso seja de alguma Escola Primária.”

“Pode ser do Ensino Médio ou do Primeiro Grau também.”

“Talvez seja da quinta série.”

Kang Suk balançou a cabeça com uma expressão convencida.

“Primeiro de tudo, vamos até a escola.”

As duas pessoas foram para a Escola Primária de Park Sung Yul. Por não terem verba para transporte, tiveram de ir no carro de Joo Hyun Ho.

“Deveria ter pelo menos verba para transporte…”

“Não tem problema. Obrigado por me chamar, isso é interessante.”

A Escola Primária de Park Sung Yul ficava entre as montanhas. Surpreendentemente, o professor de Park Sung Yul ainda trabalhava ali, em uma pequena escola com menos de vinte alunos. Claro, depois de vinte anos passarem ele se tornou o diretor.

Enquanto bebia o chá que ele fez, Joo Hyun Ho começou a fazer perguntas.

“Park Sung Yul? Eu me lembro dele. Era um estudante muito inteligente.”

O diretor olhou para o nada, como se estivesse se lembrando.

“Eu não precisava ensinar muita coisa para ele, e apesar de estar apenas no Ensino Fundamental, já sabia tanto quanto alguém do Ensino Médio. Ele era a mente mais brilhante daqui. Quatro anos atrás… veio fazer uma visita, pensei que tinha se tornado um empresário de sucesso, já que estava usando um terno. Aliás, o que ele fez? Por que os detetives…”

Kang Suk não queria destruir as memórias do diretor, mas também não pretendia esconder a verdade.

“Ele está preso por ter matado uma pessoa.”

“Aquela criança…? Sinto muito, Detetive-nim. Qualquer coisa que você precisar…”

O diretor se curvou para Kang Suk.

“Não é culpa sua. Levante-se. Aliás, Park Sung Yul chegou a participar de algum concurso de arte quando estava na quinta série?”

“Você pode esperar por um momento? Obviamente, o diário escolar…”

O diretor pegou alguns papéis antigos, onde tudo estava escrito. Depois de examinar tudo, ele disse:

“Ah, sim. Houve um concurso de desenho, a respeito de pintura de paisagens, quando ele estava na quinta série. Sung Yul participou.”

“Então você se lembra de ter visto isso?”

Kang Suk mostrou o desenho enviado por Park Sung Yul para o diretor.

“Sinto muito, mas isso foi há muito tempo… Mas, se ele tiver sido o primeiro do concurso, então pode estar guardado em algum lugar. A Escola tem uma caixa, onde guarda as lembranças. É difícil simplesmente jogar as coisas fora.”

O diretor voltou ao depósito antes de começar a espalhar alguns desenhos.

“Aqui está.”

Surpreendentemente, a mesma imagem da carta de Park Sung Yul estava desenhada em um papel desbotado. Kang Suk comparou as duas imagens e murmurou:

“É exatamente igual… Ele se lembrou de algo que fez há vinte anos e desenhou da mesma forma?”

“Eu acho que sim Sunbae. Parece que ele é mais do que esperávamos. Como diabos você conseguiu pegá-lo?”

“Sentidos.”

“Haha…”

O diretor olhou atentamente para a imagem e falou:

“Ah, acho que sei onde fica este lugar.”

“Mesmo?”

“Eu não estou certo, mas… Pode ser. Eu vou te mostrar.”

Com a orientação do diretor, Kang Suk e Hyun Ho subiram uma colina que ficava aos fundos da escola. Embora não fosse um lugar muito alto, tudo ficou visível ao chegarem no topo dela.

“Espere um pouco…”

Kang Suk pegou a imagem e comparou-a com a paisagem. Era exatamente igual. Essa era a paisagem que estava desenhada.

“Eu acho que essa é a resposta certa.”

Joo Hyun Ho estava conversando com o diretor. Ele contou sobre a aparência e a personalidade de Park Sung Yul.

Kang Suk interrompeu a conversa e disse:

“Park Sung Yul veio aqui há algum tempo atrás?”

“Sim. Foi no dia do professor.”

“Ele fez algo de estranho?”

“Nada. Ah, não estava muito quente aquele dia, mas ele não parava de suar.”

“Não pode ser…”

Kang Suk correu para a escola. Ele tinha uma ideia. Depois de conseguir a autorização de um outro professor, pegou uma pá emprestada e voltou.

“Parece que preciso cavar o local. Eu não sei quanto tempo vou demorar para fazer isso sozinho, mas preciso tentar.”

O diretor tocou na boca e disse:

“Você poderia esperar um pouco? Ficaria feliz em ajudar.”

“Estou confiante de que posso usar a pá bem.”

Conforme começavam a cavar, Kang Suk, Hyun Ho e o diretor começaram a relembrar de quando estavam no exército. Depois de duas horas, o topo da montanha estava tão diferente que sequer havia mais lugar para continuar cavando.

“Não é esta montanha?”

Kang Suk perguntou enquanto limpava o suor com uma toalha. Park Sung Yul poderia ter mentido para enviá-los para o meio do nada. Talvez tenha sido uma vingança pela prisão?

Naquele momento, Joo Hyun Ho gritou para Kang Suk, com a voz pesada:

“Sunbae. Dê uma olhada aqui. A terra desse local é diferente do resto…”

Havia um corpo em um saco plástico. A carne estava podre, mas era possível dizer que se tratava de uma mulher.

“Bem, acho que encontramos… Este é definitivamente um crime encoberto. Park Sung Yul disse a verdade, ele é um serial killer.”

Kang Suk usou seu rádio para pedir ajuda.

 

*   *   *

 

Depois que Tae Hyuk conseguiu se recuperar um pouco, ele começou a andar pelo hospital.

Quando entrou em um corredor, um alarme soou no Espelho de Revelação do Demônio.

 

 

Ele olhou para a sala diante dele.

“Sala de cirurgia.”

Tae Hyuk estalou a língua e guardou o Espelho de Revelação do Demônio.

Ele sabia que uma imagem intensa surgiria. Mais de dez abortos eram realizados diariamente no local. Parecia que todo o hospital estava envolvido em morte. Encontrar uma passagem oculta seria mais difícil do que o esperado.

“Acho que deveria usar isso.”

Ele ia desenhar o hospital inteiro, assim como fez para escapar do Parque Atlantis. Para fazer isso, precisaria de um papel de desenho e um lápis.

“Com licença! Você não pode vir aqui!”

Uma enfermeira correu depois de encontrar Tae Hyuk bisbilhotando por perto das salas de cirurgia. Ele fez uma expressão tão inocente quanto podia e disse:

“Noonim. Sinto muito. Você tem lápis e papel?”

“N-Noonim… Você é o paciente do quarto duzentos e sete? Entendo. Vamos ver.”

“Pode ser um papel bem grande?”

A enfermeira corou e balançou a cabeça. Ele voltou para o quarto e esperou. A enfermeira apareceu com um papel de desenho e um lápis depois de dez minutos terem passado.

“I-isso serve?”

“Obrigado Noonim.”

Tae Hyuk se curvou.

A enfermeira sorriu e se sentou em uma cadeira na sala. Mesmo sendo um hospital clandestino, esse garoto ainda era rico o suficiente para conseguir um quarto particular. Além disso, ele era bastante bonito.

“Parece que desenhar é o seu hobby.”

“Eu faço parte do Clube de Artes na escola. Estava entediado por ficar deitado na cama o tempo todo.”

As duas pessoas conversaram por algum tempo. A enfermeira olhou para trás enquanto saía do quarto.

“Posso voltar depois para conversarmos?”

“Claro.”

Tae Hyuk riu.

Parecia que ele estava se tornando popular.

“Então, devo começar?”

Tae Hyuk usou a Espionagem para ver todo o hospital. Ele usou a Expansão de Alcance, que só poderia ser usada uma vez por dia, e começou a desenhar a planta do local, usando a Habilidade de Falsificação. Agora que estava completamente acostumado com isso, ele poderia fazer tudo facilmente.

“Hrmm…”

O hospital tinha três andares. Enquanto tinha andado pelos cantos, ele sentiu a atmosfera única de um prédio antigo. Parecia que quartos secretos estavam por todos os lugares.

Os olhos de Tae Hyuk brilharam quando terminou de fazer a planta. Era algo que apenas ele poderia conseguir, graças às Habilidades Criminais.

“Realmente existem quartos secretos.”

Não havia apenas um ou dois, mas três deles.

“Isso não foi construído pelos japoneses? Eu acho que eles gostam de coisas assim.”

O Japão esteve constantemente em guerra, desde os tempos antigos. Portanto, os shoguns² orientavam os soldados a fazer rotas de fuga e locais para se esconder sempre que construíam um prédio. O mesmo aconteceu no prédio que já estava construído há noventa anos.

“O problema é que o mapa do tesouro pode estar escondido em qualquer um dos três lugares…”

Tae Hyuk riu.

“Bem, eu tenho muito tempo. Vou conferir tudo.”

Um dos lugares ficava no térreo e dois ficavam no porão.

O mapa do tesouro deixado pelo exército japonês estaria escondido em um dos três pontos.


Se você gosta do nosso trabalho e quer nos ajudar,
não esqueça de nos Avaliar e dar seu Feedback,
isso é muito importante para todos nós.
🉐


Tradutor: Fefe  |  Revisor: Ryokusan000  | Editor: Blame


Nota 1: É uma prisão ou um jardim de infância? ‘-‘

Nota 2: Os antigos governantes japoneses, coisa do tipo.



Fontes
Cores