GoC – Capítulo 32 – Relação malfadada e trágica de uma vida passada (3)


As aulas acabaram. Tae-Hyuk ficou na sala de aula com An Eun-Young.

“Dê-me algumas recomendações de cursinhos particulares.”

An Eun-Young ficou confusa com a pergunta de Tae-Hyuk.

“Cursinho particular?”

“Noona arranjou um empreso logo após terminar o ensino médio, e dessa vez, ela quer tentar o vestibular novamente.”

Havia menos de um mês faltando até o vestibular desse ano, portanto, era impossível começar a preparar-se agora.

“Quando vocês vão fazer o vestibular?”

“Próximo ano.”

“Qual a universidade que ela está querendo? Qual é a classificação atual? Artes liberais? Ciências?”

A especialidade de An Eun-Young surgiu enquanto começava a resolver questões específicas. Tae-Hyuk coçou a cabeça e respondeu só as perguntas que ele sabia a resposta.

“Não me importo, desde que não seja caro. Ela não estuda faz muitos anos, então, eu quero que ela aprenda do básico.

“Sim.,….”

An Eun-Young olhou para vários cursinhos particulares com seu telefone e as verificou cuidadosamente. No final, ela lhe mostrou a página inicial do melhor lugar.

“Então esse deve ser o melhor. Os professores são bons e a taxa de aprovação é a mais alta.”

“Entendi.”

Tae-Hyuk verificou quanto custava o cursinho.

Setecentos mil wons por mês. Incluindo o custo de transporte e de comida, seria um milhão por mês. Faltava um ano, portanto,  a taxa de matrícula custaria doze milhões de wons. No entanto, esse não era o fim.

“Os custos dos livros didáticos e as palestras especiais…… Tudo isso custa quase dois milhões.”

Estava dando mais de vinte e cinco milhões de wons contando com os dois.

An Eun-Young falava enquanto Tae-Hyuk estava olhando para a página dos custos escolares.

“Eu procurei o lugar mais barato possível. Os cursinhos particulares com moradia custam três milhões de wons por mês.”

Tae-Hyuk suspirou.

Esse era um mundo do dinheiro.

‘Eu gostarei de ter um pouco mais de dinheiro… Não há mais recompensas?’

Infelizmente, não haveria mais grandes recompensas até o próximo ano.

Tae-Hyuk murmurou como se estivesse prometendo algo:

“Eu capturarei todos eles.”

An Eun-Young fez uma pose de luta.

“Tae-Hyuk, você consegue fazer isso!”

“Sim. Nós três deveríamos passar no próximo ano.”

“Uh, sim… três…..”

An Eun-Young parecia estranhamente desapontada.

“Além disso, há entrevistas e redação…. Não é apenas o vestibular?”

“I-isso.”

An Eun-Young prelecionou sobre as admissões de universidade e Tae-Hyuk escreveu tudo em seu caderno. Isso seria útil para Tae-Min, que faria o vestibular em alguns anos.

Brr!

De repente, houve uma vibração no bolso.

‘Minhas estatísticas aumentaram ou algo parecido?’

Tae-Hyuk pegou o Espelho Revelando Demônio, não tinha nada mostrando na tela.

An Eun-Young riu de onde ela estava vendo.

“Você confundiu seu celular com o espelho.”

“Ah, celular…”

Ele se esqueceu, porque a maioria de suas notificações vinham do Espelho Revelando Demônio. Tae-Hyuk pegou o celular do fundo do bolso e checou o conteúdo da notificação. Era uma mensagem de texto de alguém.

 

-Tae-Hyuk!

 

A mensagem foi interrompida. Ele verificou e viu que veio do celular da Seo Ha-Ran.

“An Eun-Young, desculpe-me, mas tenho que sair mais cedo. Eu tenho uma questão urgente, então vou sair primeiro.”

“Hã?”

Tae-Hyuk pegou o casaco pendurado na cadeira e correu. O conteúdo da mensagem foi omitido, mas ele sabia.

‘Algo sério aconteceu!’

A situação era tão urgente que ela nem sequer pôde enviar uma mensagem adequadamente.

Tae-Hyuk chamou um táxi a fim de chegar em casa, até mesmo um minuto mais rápido.

‘Noona, por favor, esteja segura….’

Tae-Hyuk ficou preocupado enquanto andava de táxi.

‘Por que Kang-Suk hyung não atende o celular?!’

Ele devia estar em alguma reunião onde ele precisava desligar. Fazia algum tempo desde que Tae-Hyuk viu o rosto de Kang-Suk.

Tae-Hyuk apertou o punho. Ele não podia esperar nenhuma ajuda de Kang-Suk, portanto, ele teve que superar isso com sua própria força.

Essa foi a segunda vez que aconteceu algum imprevisto. Conhecer o futuro não era o suficiente, pois escolher ações diferentes produzia resultados diferentes.

Depois do incidente do Rosário, Tae-Hyuk procurou por livros relacionados na biblioteca. Ele aprendeu sobre um fenômeno conhecido como ‘Salto no Tempo’. O Salto no Tempo dizia que não voltava ao passado com suas memórias. Em vez disso, existia um número infinito de mundos paralelos existentes, e ele obteve as memórias de um desses mundos.

Claro, era apenas uma hipótese, embora fosse convincente. O livro era espesso o suficiente para ser usado como um travesseiro, mas ele chegou a uma conclusão. O futuro não era fixo, estava mudando constantemente. Algum dia, o conhecimento sobre o futuro de Tae-Hyuk perderia seu poder. Antes disso, ele precisava aprender tantas habilidades criminais quanto pudesse, já que essa era a sua segunda arma.

‘Controle-se, Tae-Hyuk. Você está caminhando em uma corda bamba agora.’

Tae-Hyuk chegou à estrada perto de sua casa e pagou ao motorista uma nota de dez mil wons. Não está na hora de ocorrer mudanças.

“Se você pegou emprestado dinheiro nosso, então você deve pagar de volta! Não é? Crianças.”

“Isso mesmo, Hyung-nim!”

O homem chamado de ‘Hyung-nim’ parecia ter por volta de trinta anos. Toda vez que ele ria, um dente de ouro brilhava rapidamente enquanto refletia a luz do sol.

O líder do grupo estendeu a mão enquanto notava Tae-Hyuk entrando.

“Aigoo. Quem é? Seo Tae-Min?”

“É o Tae-Hyuk, Hyung-nim.”

“Hã, sim. Tae-Hyuk! Venha, venha. Chegou o chefe da casa, então vamos falar de negócios.”

Tae-Hyuk suprimiu a sua raiva e falou:

“O que você está fazendo na casa de outra pessoa? Vou chamar a polícia.”

Eles conheciam seu nome.

Credores?

Baseado nas memórias de Tae-Hyuk, eles nunca vieram a sua casa.

“Aigooo! Senhor! Não somos pessoas ruins. Só tem a gente. Nós trabalhamos com sindicatos e seguimos todas as leis. Você quer ver o nosso cartão de negócios?”

O homem pegou um cartão de negócio de sua carteira.

“……. Capital SY. Você é o Han Sang-Won.”

“Isso mesmo. Viemos para receber a dívida, tudo de acordo com procedimentos legítimos.”

Tae-Hyuk olhou para Ha-Ran, que estava tremendo com um rosto pálido, entre os homens. Ela estava mordendo seu lábio com tanta força que começou a sair sangue.

Isso era um procedimento legítimo? Mais de dez homens cercando uma mulher era algo legítimo? Tae-Hyuk olhou para os bastões de basebol e os canos de ferro colocados no canto como ameaça. O grupo não estava segurando, mas eles estavam dispostos a usá-los a qualquer momento.

Tae-Hyuk disse para Ha-Ran:

“Noona, não se preocupe. Não permitirei que nenhum deles te toque.”

“Aigooo~ Senhor! Você está um pouco equivocado. Nós só viemos receber a dívida! Existe alguma necessidade de tocá-la, se recebermos a dívida?”

“…… Você está aqui para cobrar que tipo de dívida?”

“Há uma dívida de avalista¹ no nome de Seo Ha-Ran… Com os juros, fica aproximadamente trezentos milhões de wons.”

“Havia uma isenção clara.”

Seus pais morreram por um acidente, deixando para trás uma dívida enorme. Eles eram capazes de resolver se desistissem da herança. O problema era que a dívida estava no nome de Ha-Ran. Ela não podia desistir da herança, portanto, o último recurso era requerer a insolvência pessoal². Era uma dívida que sua família mal escapou.

Por que apareceu de novo?

Han Sang-Won estendeu um envelope.

“Isso…”

“Leia. É uma ordem de pagamento dos tribunais.”

Tae-Hyuk examinou os documentos. As palavras do Han Sang-Won eram verdadeiras. Han Sang-Won sorriu para eles.

“Mesmo se existisse uma isenção, se uma reivindicação for feita, a dívida será válida novamente.”

Nesse momento, Tae-Hyuk percebeu o que Han Sang-Won estava fazendo.

Era um típico ato de cobrança ilegal que, comprava indiscriminadamente dívidas inativas a um preço barato e usava ações judiciais para ativá-las novamente. Se a pessoa não pudesse pagar, então teria que requerer insolvência. Claro, não existiam proibições ou penalidades, pois era um negócio legítimo. Se alguém fosse atingido por isso, então eles se tornariam um escravo, pagando a dívida pelo resto da vida, devido aos enormes juros.

Han Sang-Won balançou a caderneta bancária de Ha-Ran.

“De qualquer forma, eu tinha me esquecido disso. Então, há pouco tempo, você comprou essa casa, portanto, eu apresentei uma ação judicial rapidamente a fim de obter uma ordem de pagamento.”

A… casa?

Tae-Hyuk percebeu imediatamente por que isso aconteceu.

‘Eles descobriram sobre a casa e vieram farejando…’

Os credores podiam ver os detalhes da propriedade de quem lhes devia dinheiro. No fim, o dinheiro atraiu os abutres.

Tae-Hyuk mordeu o lábio e olhou para Ha-Ran. O rosto dela parecia que explodiria em lágrimas a qualquer momento. No entanto, o seu desejo de proteger o dinheiro a todo custo foi visto nos olhos dela.

“De qualquer forma, diga-me a senha e ninguém se machucará. Ok? Há quanto tempo? Eu não podia nem almoçar. O nome da conta é Cho Kang-Suk? Eu não esperava que você guardasse esse dinheiro em uma conta bancária no nome de outra pessoa. Você quer ser expulso da casa nesse inverno frio? Em primeiro lugar, eu vou pegar esse dinheiro. Eu sou uma pessoa misericordiosa. Haha!”

‘Cho Kang-Suk?’

Ha-San tinha depositado dinheiro em uma caderneta bancária no nome de Kang-Suk. Foi ideia dela. Se eles encontrassem o dinheiro, então, eles simplesmente o tomariam. No entanto, seria mais difícil com uma caderneta bancária que tinha uma senha.

Wooduk!

Tae-Hyuk cerrou os dentes.

Esses caras não chegaram aqui agora. Eles já chegaram aqui a pelo menos meio dia. Han Sang-Won tinha a caderneta bancária e o selo em suas mãos, que foram claramente tirados de Ha-Ran. No entanto, ela não lhes disse a senha até o fim.

Eles não tocaram na Ha-Ran diretamente. No entanto, a expressão de Ha-Ran deixou óbvio que eles a ameaçaram. Como ela estava se sentindo quando estava cercada por dez homens?

Ha-Ran lutou bravamente sozinha. A fim de proteger o dinheiro precioso necessário para os sonhos da família….

Tae-Hyuk queria matar essas pessoas agora. Mas primeiro, ele precisava garantir a segurança de Ha-Ran.

“…. A senha é Trabalho Público.”

“Hahaha! Como esperado de um amigo! Ei, crianças, vamos. Guardem suas ferramentas.”

Os capangas riram e começaram a pegar os equipamentos que trouxeram.

“Senhor! Acabamos de receber cinquenta milhões de wons. Embora, você ainda não se esqueceu que falta duzentos e cinquenta milhões de wons? Vejo você na próxima vez. Hahahaha!”

Han Sang-Won e seus capangas desapareceram em um instante.

Os ombros da Ha-Ran tremiam.

“Ta-Tae-Hyuk…. Desculpa. Noona é uma tola….. Huaaaaang!”

No fim, Ha-Ran explodiu em lágrimas. Eram as lágrimas desesperadas as quais ela segurou para não cair.

Tae-Hyuk mordeu os lábios.

“…. Eu os farei pagar por cada lágrima que caiu dos olhos de Noona.”

Tae-Hyuk olhou friamente para o cartão de negócios de Han Sang-Won.

‘Capital SY…….!’

Seo Ha-Ran lutou contra eles até o fim.

Agora, era a vez de Tae-Hyuk lutar.

“Noona. Não se preocupe. Eu vou retornar isso em dez vezes.”

Tae-Hyuk levantou-se.

Ele usaria todas as cartas que tinha para destruí-los.


Tradutor: 雷帝Pumpkin   |   Editor: Ryokusan000



Notas do Tradutor: 

1 – É uma dívida que veio de outra pessoa, e que está no nome dela.

2 – O significado de insolvência é o seguinte: impossibilidade por parte de uma pessoa singular ou empresa de pagar todas as suas dívidas. Na verdade, quando o devedor, pessoa singular ou empresa, se encontrar nesta situação deve requerer a insolvência pessoal ou a insolvência de empresas.

Contribua com a Novel Mania!
Alterar fonte
Cores