GoC – Capítulo 13 – Estudante modelo Seo Tae Hyuk? (3)



Por causa das preparações para o teste, as olheiras de An Eun Young ficavam cada vez mais escuras.

O rosto de Park Sung Kwang estava estranho também, mas o motivo era outro.

‘Quanta bebida alcóolica ele tomou?’

Tae Hyuk e An Eun Young ficaram na sala depois do fim das aulas. Além deles, apenas Park Sung Kwang permaneceu lá.

An Eun Young ainda estava estudando, enquanto Park Sung Kwang estava deitado de bruços na mesa.

Tae Hyuk ficou fingindo que estava fazendo as lições de casa enquanto observava os dois.

Nesse momento, um dos amigos de Park Sung Kwang, Kim Jin Soo, abriu a porta e entrou na sala.

No entanto, ele não queria falar com Park Sung Kwang, mas sim com An Eun Young.

“Presidente de classe! Nosso professor-nim tem uma tarefa para você, então vá para o segundo andar do antigo prédio dos professores.”

“H-huh? S-sim, entendido…”

O antigo prédio dos professores era onde as aulas de atividades especiais aconteciam.

Ao contrário do resto da escola, onde os alunos ficavam após as aulas, o antigo prédio dos professores ficava normalmente vazio.

Então, por que o professor-nim estaria esperando por ela em tal lugar?

Tae Hyuk ficou com suspeitas enquanto ouvia isso.

“Ele quer sua ajuda para organizar algumas coisas. Então vá logo.”

An Eun Young concordou e saiu da sala de aula.

Kim Jin Soo se aproximou de Park Sung Kwang, que estava debruçado sobre a mesa, e disse:

“Sung Kwang, está tudo pronto.”

“Uh, sim. Ah, eu bebi muito ontem… Droga… Então, vamos iniciar o plano?”

Jin Soo apontou para onde Tae Hyuk estava sentado, com os olhos cheios de desconfiança.

“E ele? Ele viu tudo.”

Park Sung Kwang sacudiu a cabeça enquanto olhava para Tae Hyuk, que parecia estar desinteressado por tudo que estava acontecendo.

“Você pode ignorá-lo. De qualquer forma, ele é um cara que já desistiu da vida. Se ele perceber algo, é só dar algum dinheiro para ele.”

“Então é assim?”

“Vamos.”

Park Sung Kwang saiu da sala de aula enquanto Kim Jin Soo o seguia.

Os olhos de Seo Tae Hyuk brilhavam enquanto ele fingia estar estudando a sério.

‘Hoh. Olhe para essas crianças…’

Ele tinha encontrado a pista perfeita para o crime que ele estava investigando.

Tae Hyuk seguiu as duas pessoas enquanto mantinha uma certa distância.

Depois de andar por alguns minutos, eles chegaram ao destino.

Era o antigo prédio dos professores.

Parecia exatamente com uma cena de um filme de terror.

‘Wah… Parece até que um fantasma poderia aparecer por causa dessa atmosfera.’

O lugar era tão assustador que ninguém queria ir até lá. O cheiro de produtos químicos, que ficavam guardados no laboratório de química, estava por todos os lados e, além disso, havia vários animais em potes cheios de formol.

Mesmo o gesso que ficava na sala de educação artística passava uma sensação ameaçadora depois do pôr do sol.

‘Não seria possível gravar um filme de terror completo aqui?’

Era um lugar que poderia fazer até mesmo um homem adulto gritar de medo.

Buzz, buzz!

No meio do silêncio absoluto, foi possível escutar algumas vozes.

‘Eles estão indo para o segundo andar?’

Tae Hyuk caminhou cuidadosamente para o lugar onde o grupo de Park Sung Kwang e An Eun Young estavam, certificando-se de não ser notado.

Creak!

Apesar de estar tomando o máximo de cuidado possível, os sons ainda ressoavam por todo o prédio.

‘Isso parece até um teste de coragem na escola…’

Conforme Tae Hyuk se aproximava, ele pôde escutar uma voz.

“Eu não entendo por que você não quer isso. Não é um bom negócio para a presidente de classe?”

Tae Hyuk chegou a um lugar onde a voz de Park Sung Kwang podia ser escutada. Ele se inclinou para frente e assistiu tudo o que estava acontecendo.

Park Sung Kwang estava conversando eloquentemente com alguém.

“M-mas…”

“Mas o que? Você está sendo ridícula.”

“E-eu… eu tenho que ser a número um.”

“O mesmo pode ser dito sobre mim. Você não sabe o quanto meu pai está chateado? Não existe algo como o segundo lugar no mundo da política. Ou os políticos são eleitos ou não. Então, se eu quero um dia me tornar um político, eu preciso ser o número um em tudo. Por quê? Porque isso é o esperado.”

“S-se você estudar mais, então…”

“Esse é o problema! A pessoa que está em primeiro lugar é alguém que estuda vinte horas por dia. Então o que eu posso fazer? Vamos fazer um acordo. Me mostre a sua folha de respostas no dia do teste, e marque uma resposta errada depois. Eu ficarei em primeiro lugar e você em segundo. Assim não está bom? Te pagarei um milhão de won¹. Não, melhor ainda… Cinco milhões de won².”

“E-eu não quero di-dinheiro…”

Kwang!

Park Sung Kwang bateu na parede ao lado de An Eun Young.

Tae Hyuk estava mordendo os lábios enquanto escutava a conversa.

‘Então é assim. O motivo para ele ter boas notas mesmo enquanto só brinca o tempo todo.’

Park Sung Kwang subornava as pessoas para conseguir cola nos testes.

E nesse momento…

Brrr!

O Espelho de Revelação do Demônio, que não tinha reagido durante uma semana inteira, finalmente reagiu a algo.

 

 

‘Espionagem?’

Ele poderia ver as estatísticas dos alvos.

Assim como a Variação de Voz, era uma habilidade com infinitas formas de utilização.

‘Pra que diabos serve o Roubo então? Pra que diabos? Uma habilidade para cair em minas terrestres?’

Park Sung Kwang estava trapaceando e usando métodos indecentes para conseguir o que queria.

Cinco caras estavam cercando uma garotinha enquanto a intimidavam.

“Realmente não faz sentido! Jin Soo, eu disse para investigar a presidente de classe, não? Me diga o que devo fazer para que ela me ouça. Ela não quer dinheiro? Ela quer mais? Dez milhões de won³?”

“…”

An Eun Young estava quase chorando, já que a atmosfera deixava aparente que a qualquer momento aqueles marginais partiriam para a violência.

No entanto, ela ainda assim não aceitou a oferta de Park Sung Kwang.

“Bem, há um motivo pelo qual a presidente de classe precisa se manter em primeiro lugar.”

“Que motivo na terra? Me diga logo.”

Kim Jin Soo pegou uma caderneta e começou a ler o que estava escrito.

“Foi realmente difícil encontrar isso…”

“Entendo, que tal duzentos won?”

Kim Jin Soo respondeu enquanto sorria:

“Sim, obrigado! Então vou te dizer. A mãe da presidente de classe está internada, está com leucemia. Acho que isso é um tipo de câncer no sangue, não? De qualquer forma, ninguém sabe se ela vai ter mais um dia de vida ou não. Por isso a presidente de classe fez uma promessa.”

“Qual?”

“Ela disse que estudaria muito e se consagraria a número um da escola. Então, em troca disso, sua mãe também deveria lutar para continuar viva.”

“Puhahaha. Que ridículo! Isso não é idiota? Um último recurso? Ela acha que a mãe dela não vai morrer? Não parece que ela vai continuar viva. Presidente de classe, vou te fazer uma última proposta, dez milhões de won. Você vai precisar de muito dinheiro para o funeral. Não devia começar a se preparar?”

“U-uck, uwahhhh!”

An Eun Young acabou chorando.

Park Sung Kwang falou aborrecido:

“Ah, isso está me irritando. Realmente não faz sentido. Mas presidente de classe, você quer saber de uma coisa? O dispositivo de suporte vital de sua mãe… o que aconteceria se um cabo fosse desconectado? Você não tem curiosidade?”

“U-uck… N-não, p-por favor, não… Eu… eu farei o que você quer. Eu farei o que você quer, então p-por favor…”

“Sim, muito bem. Ah, certo… Seria problemático se você espalhasse algum tipo de boato por aí. Então vou precisar de alguma evidência para que você fique em silêncio. Jin Soo, você trouxe a câmera?”

“Sim.”

“Agora, que tal nos divertirmos em uma sessão de fotos?”

Park Sung Kwang riu de maneira desprezível.

Tae Hyuk concluiu que era hora de fazer alguma coisa.

 

 

Tae Hyuk gritou enquanto estava com a voz de Jung Nam Ho:

“Essas crianças! O que vocês estão fazendo aqui?”

Park Sung Kwang ficou surpreso.

“Hey, seu idiota. Eu disse para não ser seguido! O que você acha que fez?”

“Uh, i-isso é estranho… Não tinha ninguém me seguindo, eu tenho certeza…”

“Porra… Vamos embora.”

“E quanto à presidente de classe?”

“Deixe ela aí. Porra… Preciso pedir mais dinheiro do meu pai para comprar o silêncio dela.”

Park Sung Kwang sumiu para dentro do antigo prédio dos professores.

“Sniff… sniff… P-Professor-nim…”

An Eun Young estava sentada no chão enquanto chorava.

Tae Hyuk coçou a cabeça e se aproximou de An Eun Young.

“Você achou que eu era o professor-nim? Desculpe, mas sou apenas Seo Tae Hyuk.”

“…?”

Tae Hyuk primeiro se desculpou com An Eun Young por causa do incidente da ‘mágica’.

“Aquele incidente foi inconveniente… Eu realmente sinto muito…”

“Huh? Sim…”

Tae Hyuk se desculpou novamente.

“Aliás, por que você me salvou?”

An Eun Young ficou surpresa ao ver uma pessoa que ela nunca esperava aparecer ao seu socorro.

“Na verdade, queria me desculpar, então te segui. Eu acabei vendo isso por acaso. Algo assim, acho…”

Ele a seguiu para se desculpar?

E além disso ele a salvou.

An Eun Young ficou confusa a respeito do jovem chamado Seo Tae Hyuk.

Se ele não tivesse a socorrido, então ela com certeza teria sofrido nas mãos da gangue de Park Sung Kwang.

Além disso, Tae Hyuk tinha visto o que Park Sung Kwang estava tentando fazer com An Eun Young.

Mesmo assim, ele não disse sequer uma palavra sobre o ocorrido.

Ela se sentiu grata.

Ele não perguntou se ela estava bem, apenas estendeu a mão.

An Eun Young agarrou a mão de Tae Hyuk e se levantou.

A tremedeira dela começou a se acalmar.

“P-por me salvar… O-obrigada. De qualquer forma… você escutou algo?”

“Bem… sim.”

“O-o que você vai fazer sobre isso?”

O raciocínio de An Eun Young foi rápido. Ela entendeu a situação.

Uma vez que Park Sung Kwang descobrisse que foi enganado por Seo Tae Hyuk, ele iria retaliar.

Tae Hyuk falou como se de repente tivesse pensado em algo,

“Ah! Eu entendi agora.”

“Huh? O que?”

“Se lembra do dia que eu estava resfriado? A presidente de classe estava me ajudando. Aquele dia pensei que Park Sung Kwang estava olhando para mim, mas na verdade ele estava olhando para você.”

“Isso aconteceu…?”

“Na verdade, eu pensei que ele estava interessado em mim. E por não ter seus sentimentos correspondidos, o amor dele tinha se transformado em ódio. Bom, não é legal que esse mistério foi resolvido?”

“…”

An Eun Young olhou fixamente para Seo Tae Hyuk, com uma expressão confusa.

‘Tae Hyuk é burro assim?’

Ele se tornou alvo de Park Sung Kwang, que tinha um enorme poder na escola. Ele não tinha entendido isso?

An Eun Young fechou os punhos com força. Ela não queria que alguém se machucasse para ajudá-la.

“Ah, certo. Então, o que devo fazer agora?”

“Bem… na verdade, estou preocupada com você…”

“Ele acha que é um político, apenas porque seu pai é um. Ele precisa saber que mesmo os políticos podem ser perfurados com lanças de bambu.”

“La-lanças de bambu?”

“Sim. Então, a presidente de classe deveria apenas tomar algum refresco e assistir tudo.”

Tae Hyuk riu.

Mesmo sem ele ter um rosto confiável, ela ainda se sentiu aliviada.

O rosto de An Eun Young ficou vermelho no momento em que ela percebeu o motivo.


Se você gosta do nosso trabalho e quer nos ajudar,
não esqueça de nos Avaliar e dar seu Feedback,
isso é muito importante para todos nós.
🉐


Tradutor: Fefe  |  Revisor: Ryokusan000  |  Editor: Blame


Nota 1: R$3.474,00 em 30/05/2018.

Nota 2: R$17.370,01 em 30/05/2018.

Nota 3: R$34.740,02 em 30/05/2018.

Nota 4: R$0,69 em 30/05/2018



Fontes
Cores