GoC – Capítulo 112 – Rebelião. (4)



Kim Tae Sung olhou para Tae Hyuk por um momento antes de colocar molho sobre sua comida. Ele mexeu tudo algumas vezes antes de começar a comer lentamente.

“Não é a primeira vez que nos encontramos? Mas por quê? Eu sinto que te conheço de algum lugar.”

Foi Tae Hyuk quem colocou o Bomber na cadeia. Claro, ele não possuía nenhuma intenção de dizer isso.

“Este mundo é muito pequeno. Talvez tenhamos nos encontrado por acaso em algum lugar, não?”

“Hum… realmente.”

Tae Hyuk coçou o queixo.

A televisão estava disponível para todos na prisão. No entanto, isso não significava que poderiam ver programas de entretenimento ao vivo. Apenas um canal de ‘esclarecimento’ estava disponível. A maioria dos canais apresentava apenas documentários e programas culturais, selecionados pelo Programa de Reinserção Social do Departamento de Justiça. Eles também só poderiam assistir por um tempo determinado, pouco antes de irem dormir.

No final, as únicas notícias do mundo exterior que, apenas de vez em quando, apareciam na televisão, estavam sempre editadas. O homem que bombardeou o Grupo Taesung por vingança não sabia o final de sua própria história. Era disso que Tae Hyuk desejava se aproveitar.

“Você é alguém muito interessante. Você foi o único louco o suficiente para fazer uma coisa tão ridícula quanto tentar se vingar de um chaebol.”

Kim Tae Sung contorceu a boca. Uma emoção, pela primeira vez, surgiu no rosto do homem de meia-idade. No entanto, Kim Tae Sung não era o tipo de pessoa que se irritaria com tão pouco.

“Terminei de comer… Com licença.”

“Eu acabei de chegar, então sei algumas coisas sobre o mundo. Tenho certeza de que você gostaria de me ouvir.”

Kim Tae Sung, que estava prestes a se levantar, olhou para Tae Hyuk com uma expressão fria. O que poderia mover seu coração? Ele colocou a bandeja de volta na mesa e tirou uma lata de pêssegos do bolso.

“Eu comi arroz, agora quero comer algumas frutas. Quer?”

“Com certeza.”

Kim Tae Sung colocou um pêssego na bandeja de Tae Hyuk, permanecendo sempre inexpressivo. Tae Hyuk cortou a fruta ao meio com uma colher e disse:

“O Grupo Taesung estava desenvolvendo um novo vírus. Você deve saber mais sobre isso do que qualquer pessoa.”

“…”

Kim Tae Sung mostrou um bocado de expressões.

“Você não queria que ninguém soubesse disso. Você teve que desistir de tudo que construiu como um cientista. No entanto, o vírus quando finalizado seria um monstro maior do que qualquer pessoa jamais imaginou.”

Tae Hyuk estava falando apenas verdades.

“Então algo mudou sua opinião. Você arriscou sua vida para expor a verdade sobre o Grupo Taesung. Sinto muito, mas não sei qual foi o processo, só conheço os resultados.”

O Grupo Taesung notou que estava sendo traído por Kim Tae Sung e tentou fazer ele parar, tomando sua família como refém.

“Mas aconteceu algo inesperado. O vírus usado para manter sua família como refém sofreu uma mutação. No final, a vacina que tinha sido preparada não funcionou e todos morreram.”

As mãos de Kim Tae Sung estavam tremendo. Não importa quantos anos tivessem passado, a raiva ainda permaneceria em seu coração.

“Sim. Correto. Assim, o Bomber nasceu, e eu matei pessoas inocentes, apenas para me vingar por minha família. No final, foi assim. Não sei por que alguém estaria interessado na história por trás de tudo.”

“Bomber. Você está errado.”

“Huh?”

“Ainda não terminei. Você pensou que tinha conseguido sua vingança, mas acabou sendo preso…”

Tae Hyuk parou por um momento e olhou nos olhos de Kim Tae Sung. Então, ele começou a falar novamente:

“Eu sei o que aconteceu com o Grupo Taesung depois da explosão…”

Kim Tae Sung balançou a cabeça.

“Se você sabe tudo, então eu gostaria de ouvir…”

Pela primeira vez, sua voz estava com um pouco de emoção. Desejo. Tae Hyuk disse com uma expressão satisfeita:

“Este é o mundo. Ele é injusto. Você fez algo errado e acabou preso aqui. No entanto, nem todos os criminosos vão para a cadeia.”

“Não pode ser…”

“Sim. Os dados que você arriscou a vida para conseguir… eles foram apagados por causa do descuido de alguém.”

“I-isso…”

Kim Tae Sung fez uma bomba para esmagar o Grupo Taesung. No entanto, isso não foi o suficiente para fazer com que o conglomerado coreano desmoronasse.

“O Presidente do Grupo Taesung, Song Won Jin, foi solto há pouco tempo. Um outro cientista cometeu suicídio, ele deixou uma nota de retratação, dizendo que fez tudo sozinho. No final, os funcionários do Grupo Taesung tiveram que pagar apenas uma multinha. Sabe quanto?”

“…”

“Duzentos milhões¹. Esse é o valor da vida de sua família e do outro cientista.”

“Ahhhh…!”

Kim Tae Sung de repente gritou, fazendo com que todos os prisioneiros que estavam por perto pulassem.

“Por que ele está fazendo isso?”

“As pessoas ficam loucas depois de ficarem aqui por um tempo. Deixe isso para lá.”

Tae Hyuk sussurrou para Kim Tae Sung:

“Então, o que você deveria fazer? Você não poderá sair daqui vivo. Os executivos do Grupo Taesung já estão soltos, na empresa, como se nada tivesse acontecido, e a mídia não disse nada sobre isso, então, o interesse do público está gradualmente desaparecendo. Eles apenas se lembram de que, há algum tempo, um terrorista maluco apareceu. Está tudo bem se tudo acabar assim?”

“Eu, o quê…?”

“Sua vingança falhou porque você pensou que este mundo era justo. Achou que seu alvo seria julgado pelas mesmas leis que você? Hah, estamos na Coreia do Sul.”

“Kuhuuuuuok…”

“Você não quer se vingar? Desta vez, não confie na mídia ou na polícia, faça o julgamento pessoalmente.”

Kim Tae Sung mordeu o lábio. Se pudesse, ele morreria rindo ao invés de ter sido preso. No entanto, ele não era estúpido o suficiente para acreditar cegamente em alguém.

“É verdade?”

“Sim. Para provar minha sinceridade, irei mostrar algumas coisas primeiro. Eu te direi mais coisas esta noite.”

“Huh? De noite ficamos em nossas celas…”

“Então, espere por mim.”

Tae Hyuk comeu o que ainda restava de seu pêssego. O doce sabor invadiu sua boca.

Naquela noite, Kim Tae Sung abriu a boca e olhou para a outra pessoa. Kim Cheol Su entrou em sua cela usando as roupas de um guarda.

 

*   *   *

 

‘Este é um acordo de longo prazo.’

Kim Tae Sung prometeu cooperar em troca de Tae Hyuk ajudá-lo em sua vingança contra o Grupo Taesung.

‘Ele pode fazer uma bomba boa o suficiente para detonar alguns prédios.’

As quatro bombas que ele havia deixado para trás foram muito úteis nos últimos meses. Mas ele poderia fazer igual? Seria o suficiente para despertar suas Habilidades Criminais.

Tae Hyuk olhou para o bilhete que pegou de Kim Tae Sung. Os ingredientes necessários para fazer uma bomba estavam anotados. Kim Tae Sung prometeu que poderia fazer uma explosão incrível usando essas coisas, mesmo enquanto estava preso.

Tae Hyuk estava ciente das habilidades dele mais do que qualquer outra pessoa.

‘A noite vai ser animada…’

Tae Hyuk verificou o estado de Yoo Cheol Ho, que estava completamente adormecido, e entrou no túnel. Ele não esqueceu de levar as chaves que tinha escondido. Elas foram roubadas de um guarda há alguns dias. O guarda provavelmente estava desesperado, sem saber onde tinha perdido isso.

Depois de sair da cela, Tae Hyuk rastreou a posição dos guardas usando a Espionagem. Ele tinha muito o que fazer durante a noite. Primeiro, teria que coletar os materiais para fazer a bomba e, depois, registrar o rosto de outros guardas, se preparando para uma guerra.

Até o momento, Tae Hyuk podia usar o rosto de cinco guardas. Seria impossível ficar seguro com apenas isso. Os guardas andavam de um lado para o outro enquanto não faziam nada, então algo poderia dar errado se ele acidentalmente se encontrasse com algum que não devia.

Um número maior de variações de disfarces seria necessário para ter a segurança garantida. Ele pelo menos dobraria o número de disfarces durante a noite.

Tae Hyuk trocou de roupa usando a Simulação e desapareceu na escuridão.

 

*   *   *

 

Quatro dias se passaram desde que as refeições começaram a faltar. As queixas dos prisioneiros foram o suficiente para se tornar um grande problema.

Atualmente, o tempo disponível para os exercícios tinha sido cortado pela metade. Agora era de apenas uma hora diária, e era o período que os prisioneiros mais desfrutavam. Era a única chance que eles tinham para tomar um pouco de ar fresco e mover o corpo.

Como de costume, pessoas com mentalidade semelhante se reuniam para jogar peteca ou basquete. No entanto, eles não puderam comer de forma adequada por algum tempo. Os únicos presos com energia para pular eram os estrangeiros.

Os detentos sul-coreanos começaram a se juntar para xingar os guardas.

“Isso faz sentido? Nós somos os únicos morrendo de fome.”

“Aquele guarda ali está jogando comida fora. Ele não poderia nos dar as sobras?”

“Wow, esses desgraçados… Isso não é demais?”

“Eu estava seguindo o cheiro da cozinha e vi um guarda comendo. Porra… eu pensei que todo mundo estava passando fome.”

“Quando eu sair daqui vou acabar com esses cuzões…”

“Quando você sai? Eu quero ir embora.”

A conversa acabou.

Normalmente, a raiva contra os guardas já teria diminuído. Mas desde o dia anterior, o comportamento dos guardas ficou especialmente ruim. O diretor havia emitido uma ordem anteriormente, para que ninguém atormentasse os prisioneiros, mas alguns guardas sem noção ainda continuavam sendo tiranos.

Shin Chang Ho olhou para os prisioneiros irritados com os olhos sérios. Um de seus guarda-costas disse:

“Hyung-nim. Cheol Su está certo. Os guardas estão agindo igual uns idiotas, todos os prisioneiros estão ficando putos.”

Shin Chang Ho resmungou. Parecia que seria uma guerra contra os guardas, e não contra os japoneses.

“Realmente pode acontecer uma guerra, mas ainda falta algo. Três dias… nós só precisamos de três dias.”

Os guardas estavam armados com armas de choque e bombas de gás. Se Shin Chang Ho cometesse qualquer erro, então ele seria punido, sendo enviado para a solitária. Mas não importa o quão revoltados estivessem os presos, eles não iriam entrar em ação sem um motivo.

‘Por favor, continuem calmos…’

Shin Chang Ho fechou os olhos e implorou. No entanto, o incêndio que iria desencadear a guerra iria surgir de um lugar inesperado.

 

*   *   *

 

Era hora do jantar, o cardápio era, mais uma vez, mingau. Agora os prisioneiros sequer tinham energia para reclamar.

“Porra, de novo? Então acho que devia comer o que eu tenho guardado.”

O prisioneiro 974 pegou uma salsicha que estava escondendo. Era a preciosa comida para emergências que ele tinha conseguido anteriormente. Ele começou a abrir a lata para comer.

Mas na hora exata, um guarda bateu em seu braço. A salsicha caiu e rolou pelo chão. O número 947 arregalou os olhos.

“S-salsicha!”

O guarda riu e pisou na mão do 974, que estava se esticando, tentando pegar a salsicha.

“Kuaaaack!”

O número 974 gritou quando a mão e a salsicha foram esmagadas pelo pé do guarda.

“Ah, desculpe… Eu não pensei que você tentaria pegar isso para comer. Bem, acho que você ainda pode comer se quiser. Haha!”

No final, o número 974 não suportou mais.

“Filho da puta desgraçado!”

Bam!

Ele socou o guarda que tinha pisado em seus dedos. Então, os outros guardas começaram a correr com cassetetes em mãos.

“Você aí! O que pensa que está fazendo? Coloquem-no na solitária!”

“Ah? Solitária? Que se foda! Eu vou matar esse desgraçado!”

O número 974 começou a bater no guarda com o cassetete que tinha caído. Ele acabou batendo no rosto de um prisioneiro próximo sem querer. No final, todos os presos se juntaram à briga.

“Matem eles!”

“Aaaaack!”

“Seus fodidooooos!”

Até mesmo os guardas que não queriam se envolver acabaram no meio da briga. No final, a guerra entre prisioneiros e guardas começou por causa de uma salsicha.²

O guarda que pisou na salsicha estava com o nariz sangrando. No entanto, ele sorriu e lambeu os lábios. Ele resmungou com uma voz baixa:

“Conforme planejado…”


Se você gosta do nosso trabalho e quer nos ajudar,
não esqueça de nos Avaliar e dar seu Feedback,
isso é muito importante para todos nós.
🉐


Tradutor: Fefe  |  Revisor: Ryokusan000  | Editor: Blame


Nota 1: R$687.866,76 em 19/06/2018.

Nota 2: Rebelião de Q U A L I D A D E!



Fontes
Cores