GoC – Capítulo 1 – Eu acho que não seja um sonho (1)


“Keok!”

Tae-Hyuk acordou gritando.

Foi um péssimo sonho.

Isso acontecia às vezes. Às vezes, havia sonhos tão reais que ele nem conseguia distinguir entre o sonho e realidade por um bom tempo depois de acordar.

“Bem, esse foi um sonho de merda.”

Em seu sonho, Tae-Hyuk era um criminoso acusado falsamente que recebeu a pena de morte.

“Porra!”

Apenas pensar nisso já o fazia resmungar.

Tae-Hyuk sentou-se na cama e não se moveu por um bom tempo.

“…. Espere um minuto. Então fiquei preso durante dez anos por um assassinato que eu não cometi? No fim, fui condenado à morte.”

Tae-Hyuk certamente não matou ninguém. No entanto, a evidência era perfeita. Havia uma CCTV¹ tomado na cena do crime. A arma com as impressões digitais de Tae-Hyuk. Uma testemunha também o viu fugir da cena do crime.

“Isso, droga!”

Seu corpo começou a tremer.

“Espere um minuto. Foi apenas um sonho. Chega de pensar nesse sonho de merda…”

Mas algo estava errado. Era muito real para ser um sonho. Parecia que ele realmente tinha ficado na prisão e foi condenado à morte até ontem.

Se foi um sonho, quem ele era agora?

Tae-Hyuk olhou em volta.

Era um quarto de dez metros com um beliche e duas mesas. Havia também uma pequena estante com uma estrutura simples.

A umidade única e o cheiro de mofo ainda eram o mesmo.

Era o quarto que ele compartilhou com seu irmão Tae-Min antes dele se formar no ensino médio.

“O quê? Parece que estou lembrando de quando eu tinha mais de dez anos. Que louco. Isso é tudo por causa desse sonho realista.”

Quinze anos se passaram em seu sonho.

Mas na realidade, passou apenas uma noite. Então, o que era esse sentimento de que algo estava errado?

“De qualquer forma, eu ainda sou um estudante do ensino médio, né? Não sou um preso condenado à morte?”

Tae-Hyuk acalmou sua mente caótica e queria verificar.

“Sim, um espelho!”

Tae-Hyuk procurou negligentemente por um espelho no quarto. Ele resolveria as coisas depois de confirmar sua aparência.

Se ele não parecesse um estudante do ensino médio, mas sim, um homem de trinta anos…… Apenas ao pensar nisso, já lhe causava arrepios.

Finalmente, ele conseguiu encontrar um pequeno espelho de mão.

“Ugh. Que mau gosto.”

O demônio desenhado no espelho lhe deu um mau pressentimento.

“Nós já tivemos um espelho como esse?”

Talvez pertença ao seu irmão mais novo.

Ele achou o espelho na estante de livros, onde era usada por ambos.

“…. Ufa. Felizmente, ainda sou um estudante do ensino médio.”

O homem mostrado pelo espelho parecia estar na sua adolescência.

“Espere um pouco. O que é isso?”

Tae-Hyuk olhou em volta com uma expressão estranha. No entanto, não havia nada.

Ele voltou seu olhar para o espelho.

Havia muitas letras estranhas nele.

[Seo Tae-Hyuk]

Título: Deus do Crime.

Classificação: Normal (Falta de condições para atualização.)

Habilidades possuídas: Nenhuma.

Além disso, uma janela de status preenchia o espelho.

Tae-Hyuk riu para si mesmo.

“Esse é um brinquedo bem feito.”

Os conteúdos eram normalmente vistos em jogos online populares.

Uma pessoa que gostava disso.

Dentro da casa, havia apenas Tae-Min.

De qualquer forma, ele era realmente um estudante do ensino médio.

Tae-Hyuk suspirou com alívio

Ele não era um prisioneiro no corredor da morte acusado falsamente. Ele era Seo Tae-Hyuk, um estudante do Segundo Ano do ensino médio, que morava com sua irmã mais velha e com seu irmão mais novo. Então ele começou a se lembrar de algumas coisas.

Ao contrário de seu irmão, que era um bom aluno, ele tinha uma aparência levemente de delinquente.

Às vezes, ele faltava aula e não podia dizer exatamente que suas notas eram boas.

Então, ele era tratado como um bagunceiro.

Ainda assim, pelo menos ele não era um gangster do ensino médio.

“Hm, Tae-Min já saiu?”

Ele pôde sentir o cheiro do arroz cozinhando de algum lugar. Parecia que sua irmã, Seo Ha-Ran, estava preparando o café da manhã. Ele começou a perceber que estava com fome.

“Tae-Hyuk! Venha comer!”

Tae-Hyuk coçou a cabeça e se dirigiu para a cozinha.

***

“……….”

Os olhos de Tae-Hyuk ficaram vermelhos.

Ha-Ran perguntou com surpresa.

“O que foi? Você teve um sonho terrível ou algo parecido?”

Tae-Min, que estava sentando em frente à Tae-Hyuk, olhou para ele antes de voltar seu olhar para as palavras em inglês do livro.

Não tinha muito tempo sobrando até o exame, então até mesmo o tempo para se preparar enquanto comia era precioso.

“Caiu poeira nos meus olhos.”

O café da manhã era Kimchi. Havia apenas um pouco de tofu, e não continha nenhum pedaço de carne.

Ha-Ran hesitou antes de dizer.

“….Desculpe, a Noona² vai cozinhar carne para você quando eu receber.”

“É realmente porque a poeira entrou nos meus olhos. Além disso, o cozido de Kimchi da Noona realmente é o melhor do mundo, tão delicioso que eu gostaria de comer antes de morrer.”

Foi uma declaração sincera.

Ele colocou uma colher na sua boca e pôde provar o cozido de Kimchi da sua irmã.

Afinal de contas, era um prato que ele não pôde comer em seu sonho.

“Oh meu, essa criança. Você se atrasará. Coma logo.”

Ha-Ran riu enquanto movia sua colher. Ela não gostava do elogio de Tae-Hyuk.

Seus pais morreram em um acidente, então Ha-Ran tornou-se a única guardiã de Tae-Hyuk e de Tae-Min. Apesar de ser uma flor em seus vinte anos de idade, ela estava trabalhando em turnos dobrados na fábrica.

Ela não usava maquiagem, mas para Tae-Hyuk, ela era mais bonita do que qualquer outra pessoa no mundo.

Tae-Hyuk mordeu o lábio.

“Eu vou ter que conseguir um emprego logo depois de formar-me na escola para ajudar a Noona.”

Então ele ficou assustado.

Ele se lembrou de algo do seu sonho, de ser um preso condenado à morte.

“Eu me formei na escola. Obtive um emprego de segurança privado numa empresa, porque eu era um inútil, com exceção do meu corpo. E trabalhei por dois anos. Em seguida…”

Ele foi enquadrado e foi para a prisão.

‘Não! É um sonho, um sonho! Droga….!’

Tae-Hyuk ligou a TV para esquecer-se das lembranças de sendo condenado à morte.

“A promotoria está à procura do paradeiro de Yoo Cheol-ho, um prisioneiro que escapou da Prisão Central no dia nove….”

He-Ran balançou a cabeça e fez um barulho quando ouviu a notícia de um criminoso horrível.

“Oh meu. Ele ainda não foi pego. Foi dito que poderia estar por perto daqui. Tae-Hyuk, se você for sair, saia quando tiver luz. Se alguém for até você, não os siga. Você entendeu?”

“Noona. Eu já sou crescido. E por que você não diz algo para Tae-Min?”

“Tae-Min é tranquilo.”

“Então eu sou ruim?”

“Humrum!”

Tae-Hyuk e Tae-Min já eram alunos do ensino médio, mas Ha-Ran ainda os via como crianças.

Tae-Hyuk sorriu para a preocupação de sua irmã e assentiu.

“A propósito. Essa pessoa ainda não foi pega? Ele sem dúvidas foi pego….”

Yoo Cheol-ho. Um nome familiar.

Ele ficou no quarto ao lado de Tae-Min por um tempo.

Em outras palavras, um vizinho.

‘Claro, isso foi apenas no meu sonho.’

Tae-Hyuk sabia por que ele teve um sonho igual. Foi porque ele continuou ouvindo essas coisas nas notícias todos os dias.

“Hyung. Você comeu alguma coisa? Yoo Cheol-ho foi pego depois de cometer sete assassinatos há três meses e saiu da prisão na semana passada. Então ele não foi pego.”

Tae-Min, que estava comendo em silêncio interrompeu.

Tae-Hyuk franziu a testa. Tae-Min estava interessado nessas coisas. Dessa vez, ele estava errado.

Com certeza…..

“Do que você está falando? Yoo Cheol-ho fugiu por seis meses e foi pego depois de cometer mais três assassinatos.”

Tae-Min suspirou e disse.

“Ufa, Hyung³. Não Leia Manhwa4. Você também deve assistir as notícias. Yoo Cheol-ho foi pego? Eles são totalmente sem noção. Há também uma boa recompensa…. Você deve ter sonhado que ele foi capturado.”

Espere um minuto.

O Yoo Cheol-ho claramente não foi capturado depois de fugir?

Ele era um completo psicopata e falava muito.

Além disso, ele não dormiu, então ele falou sobre sua história até o amanhecer.

Depois de duas fugas bem sucedidas, ele ganhou o apelido de ‘Rei da Fuga’. Tae Hyuk se lembrava claramente do lugar para aonde ele foi e para onde escapou.

“Então, o apelido de Yoo Cheol-ho não é Rei da Fuga?”

Tae-Min moveu o dedo indicador para o lado da cabeça e o circulou.

“Hey, isso não é algo que você deveria fazer com o seu Hyung!”

“Ah. Já são oito horas. Vocês devem se apressar, senão chegarão atrasados. O gerente da escola disse que ele quebraria a perna de vocês com uma pá se chegassem atrasados novamente.”

Tae-Min levantou-se e correu para o quarto dele.

De fato foi um sonho, mas o Rei da Fuga…

“Se o sonho estiver correto, o cúmplice de Yoo Cheol-ho deve ser capturado na Cidade S agora. Mas ele não foi.”

Tae-Hyuk involuntariamente disse o que veio em sua mente.

“Você deve estar meio acordado.”

Ha-Ran riu.

Passaram-se alguns minutos.

“Ta-Tae-Hyuk.”

Ha-Ran, que estava comendo enquanto via as notícias, começou a tremer como se tivesse visto um fantasma.

“Hã?”

“… Você estava falando sobre o cúmplice de Yoo Cheol-ho?”

“Sim. Por quê?”

“O-olhe para isso.”

Ha-Ran apontou para a TV com uma mão trêmula.

“Notícias de última hora. O cúmplice da fuga de Yoo Cheol-ho foi capturado na Cidade S.”

A boca de Tae-Hyuk abriu-se. Ele ficou tão surpreso que não percebeu a colher caindo.

“Espere. O que é isso? O que é isso?”

O conteúdo das notícias era o mesmo do sonho. A evidência era a mesma da primeira fuga de Yoo Cheol-Ho.

‘Um sonho. É um sonho! Então, por que isso está acontecendo na vida real?’

“….Noona. Isso é uma repetição? Isso realmente aconteceu ontem, ou anteontem, né?”

“Isso…. é uma transmissão ao vivo….”

As palavras eram como uma adaga esfaqueando o peito de Tae-Hyuk.

Era um sonho, então o que isso significa?

Um sonho de previsão? Ele voltou ao passado? Ou foi apenas uma coincidência.

Ha-Ran olhou para Tae-Hyuk com preocupação.

Tae-Hyuk começou a fingir.

“Haha! Eu simplesmente disse isso. Foi apenas uma coincidência. Talvez eu devesse ir comprar um bilhete de loteria?”

“Hey, você realmente me assustou.”

“Eu tenho que ir para a escola. Noona, você vai voltar para casa à noite? Você deve ter cuidado à noite.”

“Não precisa se preocupar, terei cuidado. Divirta-se na escola.”

“Sim, Noona.”

Tae-Hyuk saiu da casa com a bolsa.

Sua risada instantaneamente desapareceu de seu rosto.

De acordo com seu sonho, Yoo Cheol-ho não deveria estar longe daqui.

“Eu preciso confirmar se o Yoo Cheol-ho está realmente lá. Só então eu saberei se isso foi apenas um sonho.”

Ele sentiu pena de sua irmã, mas ele não poderia ir para a escola.


Tradutor: Spinner Branford   |   Editor: Ryokusan000



– Spinner: CCTV: TV de circuito fechado.

– Spinner: Noona é irmã mais velha.

– Spinner; Hyung: irmão mais novo.

– Manhwa: Mangá coreano.

Contribua com a Novel Mania!