DDf – Volume 3, Capítulo 2.7 – Inverno



Lorde Demônio da Benevolência, Rank 9, Paimon, Calendário Imperial. 12/02/1506, Planícies de Iatvínguia, Acampamento das Forças Aliadas dos Lordes Demônios

“O que nós deveríamos fazer agora, mana…?”

Sitri perguntou com a voz marejada de choro.

Nós assistimos silenciosamente o Lorde Demônio Dantalian partindo  sendo seguido por suas tropas. Não havia nada que pudéssemos fazer. O plano desta dama de provocar o Dantalian, para tentar atrasar o começo da guerra de qualquer forma que fosse possível, foi um completo fracasso.

“Desculpa, Paimon, irmãzona. Eu escolhi os soldados com as bocas mais sujas das minhas tropas e os espalhei, mas parece que isso não foi o suficiente.”

“Não. A culpa não é sua Sitri. É só que nosso oponente lidou a com a situação muito bem. Eu tentei provocá-lo, já que eu ouvi rumores que ele prezava muito por seus subordinados, mas e pensar que a expressão facial dele não tremeu nem um pouco…”

A minha mente parecia estar pesada.

Desde o ano passado, ainda não havia desaparecido a sensação de que esta dama, não, não só esta dama, mas também todos os Lordes Demônios, estavam sendo conduzidos pelo Dantalian. Será que só esta dama estava errada?

Era normal considerar a reputação do Dantalian como sendo absolutamente a pior. Ele havia declarado uma pária como a sua noiva (isso é ilegal), e tornado uma humana a sua general atuante (isto também é ilegal), e além disto, o seu Castelo de Lorde Demônio, que era a sua fortaleza, havia caído. Aos olhos do público geral, a opinião sobre o Dantalian era horrenda. Um imbecil cego de amor, um libertino imundo.

No entanto, esta dama pensava diferente.

Não havia outra escolha que não fosse pensar diferente.

Em menos de um semestre, o Dantalian conseguiu subir para uma das maiores posições do grupo de indivíduos mais ricos do mundo dos demônios. Se este homem fosse um idiota, então isto acontecer seria impossível. Se você olhasse mais cuidadosamente para isto, o gatilho para começar essa guerra originou-se com a invasão ao Castelo do Dantalian. Isso era mesmo uma coincidência?

Na verdade, as pessoas não deveriam olhar bem melhor para isso?

Aquele homem induziu a sua imagem pública para que parecesse um imbecil e um novo-rico [1] propositadamente.

“…”

O meu rosto enrijeceu.

Se a intuição desta dama estivesse correta, então significaria que o Dantalian estava brincando com todo o mundo dos demônios a seu bel-prazer. Sempre alcançando o que ele desejava, enquanto ao mesmo tempo, sempre fazendo parecer que aquela conquista foi por puro acaso. Ele dissimulava tudo para que parecesse que as coisas seguiram daquela forma por sorte. Há uma quantidade infindável de pessoas que falham e fingem terem conseguido. Porém, pessoas que conseguiram mas fingem que falharam são raras. Além disso, o caso desta atuação ser sustentada e continuada era ainda mais incomum.

Se nós não fizermos de tudo para lidar com ele então…

“Irmãzona. Tudo bem com você?”

Sitri olhou para mim com seu rosto preocupado.

Ah querida, parece que sem querer o rosto desta dama ficou excessivamente sério sem que ela percebesse. Seguindo o meu velho hábito, eu movi os cantos dos meus lábios formando um sorriso natural.

“Sim, estou bem, Você é muito gentil, Sitri. ”

“Ehe.”

Assim que eu afaguei a sua cabeça, Sitri esfregou a sua bochecha na minha mão. Que fofinha.

Naquela noite, eu dispensei todos os soldados que estavam próximos aos meus aposentos e chamei a espiã. A espiã é era uma garotinha. Com um manto completamente negro enrolado em volta de todo o seu corpo, a espiã se abaixou e apoiou-se sobre um joelho.

“Vossa Alteza me chamou?

“Sim. Houve algum problema para chegar até aqui?”

“Ahah, estava tudo bem. As tropas do Senhor Dantalian estão tendo uma festa regada a álcool, então a segurança está bem falha. Não houve nenhum olhar enxerido enquanto eu vim escondida até aqui, então está tudo bem.”

“Uma festa regada a álcool, é mesmo…?”

“Ele organizou um banquete dizendo que todos fizeram um bom trabalho marchando pela neve e pela chuva durante a semana. Já que estão servindo álcool e carne de javali sem parar, os soldados estão perdendo o controle. Normalmente a patrulha da noite é gerenciada por uma garota chamada Lazuli, mas o Senhor Dantalian a pegou e agora ela está enchendo o copo dele. É por isto que esta serva conseguiu sair escondida facilmente—”

“…”

Muito provavelmente a razão citada não foi a única para organizar o banquete.

Apesar do Dantalian ter superado a situação desta tarde com sagacidade, as chances dos soldados ainda estarem com a mente presa na humilhação que o seu monarca recebeu era muito alta. O banquete foi feito para liberar as suas mentes frustradas.

Realmente.

Dantalian não era um sujeito estúpido. Os instintos desta dama estavam avisando-a disto.

Neste mundo, era possível que algo com uma chance milionésimamente pequena podia acontecer.  O caminho que Dantalian trilhou até agora realmente pode ter sido apenas uma coincidência. Esta dama não possuía um método para identificar se algo era uma coincidência ou se era algo inevitável. Se o método para discernir entre inevitabilidade e coincidência não estava disponível, então esta dama tendia a considerar mais como sendo algo inevitável.

É por isto que eu subornei esta espiã a minha frente.

“Mostre-me a evidência que você disse ser capaz de acusar o Dantalian.”

A espiã tirou um relógio de bolso de dentro do seu casaco e o colocou no chão. Assim que esta dama inclinou o pulso, o relógio flutuou até a sua mão. Já que o nível social da espiã era tão baixo que poderia ser comparada a uma pária, de acordo com as leis do mundo dos demônios, o contato direto com ela era proibido.

“Isto é um artefato Tocador de Memórias?”

“Aham. Ajustá-lo para doze, sete, cinco, quatro, dois, três e onze horas, vai fazer ele funcionar.”

“Esta dama está ansiosa para ver que tipo de conteúdo encontra-se dentro disto.”

Eu virei o ponteiro das horas do relógio de bolso de acordo com a sequência que a espiã falou.

Uma fumaça branca vazou do relógio e um vídeo projetou-se nela. A silhueta do Dantalian apareceu dentro do cenário exibido pela fumaça. O Lorde Demônio estava segurando a garota humana, a que ele tornou a sua general atuante, em seus braços. Também era possível ver as bruxas.

 

— Transformem este lugar em um Inferno.

— Aha? O que Vossa Senhoria quer dizer com ‘Inferno?’

—Eu consigo sentir um cheiro em algum lugar aqui.  É o cheiro de gordura emanando de amontoados repugnantes de carne.  É o cheiro de ganância e hipocrisia.

 

Isso é… uma feira?

Vendo que haviam gaiolas de ferro em torno deles, parecia ser um mercado de escravos. No chão haviam coisas que pareciam ser corpos de guardas jogados. Dantalian deu um grande sorriso para as bruxas.

 

— Se eles são porcos, então seria no mínimo apropriado que eles se comportassem como tal e grunhissem em um chiqueiro, mas ainda assim, por que eles estão passeando tão audaciosamente pelas ruas?  O que você deve fazer quando estes porcos tentam arrogantemente imitar as pessoas e ficam esfregando seus focinhos por todo lugar?

— É claro que você deve marcar a fogo neles o fato de eles serem porcos!

— Apenas pessoas podem possuir escravos.  Parece que estes animaizinhos estão sendo arrogantes e indo contra o código moral das bestas e tentando lidar com escravos.

— Por favor, nos dê uma ordem.  Hoje à noite nós devemos transformar este lugar em um abatedouro!

— Sim.  A ordem a qual eu comandarei vocês é abatam. Abatam aqueles desgraçados sem dar nem mesmo a chance para que gritem.  Isto não é assassinato.  Não deixem que suas consciências pesem em seus corações e impeçam suas mãos de agirem.  Como se vocês fossem Senhoras de tudo que existe, com a autoridade concedida a vocês por todas as Deusas, abatam estes suínos por nossa grandiosa causa.

— Como você ordenar, nosso Senhor!

 

E o abate começou.

Voando e atirando pelo céu estrelado, as bruxas mataram todo e qualquer humano. Não foram só os humanos. Até mesmo os demônios que haviam sido capturados como escravos foram mortos. A feira degenerou-se instantaneamente, tornando-se um inferno ardente, e as pessoas queimaram em meio a estas chamas. Eu assisti atonitamente as silhuetas das pessoas chorando.

“O que é isso…”?

“A cena do abate que o Senhor Dantalian ordenou.”

A espiã respondeu.

“Apesar dos rumores dizerem que o Senhor Dantalian pegou a Senhorita Farnese, que estava vagando pelo mundo sem rumo, por acaso. Ahah. Na verdade isso é mentira. O Senhor Dantalian foi resgatar pessoalmente a Senhorita Farnese, ela estava presa em uma feira de escravos em Pavia.”

“Mas por que ordenar um massacre…?”

“Porque não podia existir qualquer evidência.”

Esta dama ficou estupefata.

Unicamente e simplesmente por este motivo.

O massacre ainda estava acontecendo no vídeo. Independentemente de raça ou idade, as bruxas se livraram de qualquer um que vissem. Havia até mesmo ninfas e as crianças tremendamente fracas entre as vítimas do abate.

Os gritos das crianças e a gargalhada das bruxas se misturaram. Se mesclaram como fumaça. Misturando-se sem parar, mesclando-se sem parar… a minha cabeça ficou tão tonta que eu acabei fechando os olhos. Até que o vídeo terminou. Esta dama era incapaz de manter contida a tragédia em seus olhos.

“…Isso não foi falsificado?”

“Falsificar um vídeo deste tamanho? Certamente Vossa Alteza está brincando–. Mesmo que alguém usasse magia de disfarce para imitar os indivíduos principais, o Senhor Dantalian e a Senhorita Farnese, e o resto das pessoas? Vossa Alteza acredita que centenas de magos usariam magia de disfarce para fazer um vídeo desses?”

A espiã riu.

“Ahahah, se isso fosse verdade, então um rumor já teria se espalhado há muito tempo. Vossa Alteza deve saber disto muito bem, já que és uma maga muito mais habilidosa do que esta serva, mas utilizar centenas de magos secretamente é impossível. Além disso, os gritos das crianças são extremamente realistas, então considerar isto uma atuação é—.”

Tapa

A espiã caiu no chão. A espiã, que foi estapeada pela minha mão, caiu no chão. Como esta dama não conseguia aguentar mais, me esquecendo completamente das leis do mundo dos demônios, eu chutei a espiã.

“Aha, ah hah haha… ahahahahahah…”

Mesmo enquanto era chutada, a espiã continuou rindo. O que podia ser tão divertido assim? Será que a cena das crianças inocentes sendo mortas não passava de uma piada para essa espiã? O som do riso dela era detestável. O barulho da gargalhada grudou-se desagradavelmente à minha pele. Esta dama começou a chutar com mais força para se livrar desta sensação desagradável. Eu senti nojo de mim mesma por ter contratado alguém como ela para ser a minha espiã. Eu fui uma tola por no passado ter acreditado que elas eram puras.

O grupo que vendeu a própria alma.

O fundo absoluto do abismo da inferioridade.

As prostitutas das almas.

Com a sua face presa ao chão, a espiã deu um grande sorriso.

“Vossa Alteza–? Não há problema algum em descontar a sua raiva, mas Vossa Alteza não nos contratou porque precisava deste tipo de evidência–?”

— Bruxa.

A líder das Irmãs Berbere, a detentora da Insígnia Triphyllous, a Bruxa Humbaba.

Mesmo depois do seu cabelo louro platinado ficar coberto de terra, ela não parou de achar engraçado. Não havia qualquer loucura em sua risada. Sempre que as bruxas riam normalmente, ou riam porque algo era engraçado, ou riam quando estavam se sentindo angustiadas, a risada delas era sempre a mesma. Portanto, ela era sempre nojenta.

“…Vocês são uma raça que não deveriam ter nascido nesse mundo.”

“Nós ouvimos isso sempre–.”

“Realmente não tem nenhum sentimento de pena pela vida dos outros dentro da mente de vocês?”

“Esta subordinada pede desculpas, mas nós já não vendemos nossas próprias almas—?”

Parece que ela não podia ser atingida por palavras.

Apesar das pessoas pensarem ser uma pena não conseguir conversar com as bestas, por sua vez, as bestas não ligam para a impossibilidade de conversar com as pessoas. Da mesma forma, as bruxas não pensavam sobre a ideia de conversar com nós pessoas.

Esta dama pegou uma bolsa de ouro e a jogou. No momento em que o objeto caiu no chão e fez um tilintar metálico, Humbaba virou a sua cabeça em direção ao som imediatamente. Ela abraçou a bolsa como se fosse o bebê mais adorável do mundo.

“A gentileza de Vossa Alteza é imensurável. Muitíssimo obrigado. Hehe.”

“Eu coloquei metade da quantidade de ouro combinada.”

“… Metade –?”

Humbaba congelou.

Eu olhei friamente para a bruxa.

“Eu darei a metade restante assim que a tarefa for completamente terminada.”

“Isto é um pouco diferente quando comparado a promessa que esta serva escutou antes–…”

“Hoje mais cedo o Dantalian limpou pessoalmente a sujeira de todas vocês, e ainda assim, vocês traíram esta mesma pessoa. Eu tenho uma ínfima razão sequer para confiar em vocês?”

“Mm –, bem –, hm –. Ahahah? Isso mesmo. É claro. Vossa Alteza está certa.”

Humbaba endireitou o seu chapéu cônico. O rosto da bruxa não estava mais visível por causa da grande aba do seu chapéu.

“Mas ao menos a outra promessa…”

“Sim. Em uma Noite de Walpurgis, eu pedirei para que toda bruxa que participou desta receba uma Medalha de Folha. Então você será uma veterana detentora de uma Insígnia Quadriphyllous. Parabéns.”

“Ahaha. Isso é um grande favor.”

A bruxa sorriu brilhantemente. A medalha com o símbolo de folha era a prova que indivíduo devotou-se a sua raça em um campo de batalha. Não importa quantas vezes você participasse de uma guerra civil entre Lordes Demônios, você não recebia uma folha. Já que a nossa situação atual se tornaria uma guerra gigantesca contra os humanos, isto significava que as condições para esta bruxa diante de mim ganhar uma folha foram atingidas.

Independentemente disto, originalmente as pessoas de classe baixa não podiam receber medalhas, exceto em casos extremamente raros. Apesar disso, assim como aconteceu agora, de algum modo estas bruxas conseguiram ganhar medalhas através de repetidas traições e golpes. A honra de alguém deve ser estabelecida pela própria pessoa, e não através de terceiros, e ainda assim… Elas eram um grupo desprezível.

Esta dama acenou a mão.

“Eu não quero mais vê-la. Saia daqui.”

“Peço desculpas por macular os olhos de Vossa Alteza.”

Humbaba enrolou a capa em torno de si e saiu. Assim como quando ela chegou, os seus passos também não fizeram som ao sair. Graças aos seus passos silenciosos, parecia que ela ainda estava dentro deste aposento.

“…”

Esta dama encarou o relógio de bolso silenciosamente. O problema agora era onde utilizar esta poderosa evidência. Infelizmente, era claro que este vídeo não teria qualquer utilidade em parar a guerra vindoura. No momento, a pessoa liderando o posicionamento de defensora da guerra era a Barbatos. Mesmo que Dantalian fosse acusado, Barbatos não se importaria e executaria a guerra do mesmo jeito. No entanto, mesmo que isto não conseguisse parar a guerra então…

As preocupações desta dama cresceram junto a escuridão da noite. Pensando sobre o destino daqueles nascidos como monarcas, a cabeça desta dama ficou entorpecida. Esta dama compartilhava a responsabilidade da declaração da guerra, e mesmo assim, apenas a vida dos soldados seriam tomadas por causa disto. Meu coração batia mais forte ao pensar que não importa o que acontecesse, eu continuarei viva.

Uma guerra gigantesca.

Ao menos, uma guerra devastadora dessa forma precisa ser evitada…

 

 

 


Tradutor: Yuere   |   Editor: Golias



A Paimon muda a maneira de referir a si mesma algumas vezes no cap, as vezes ela usa ‘esta dama’ outras vezes ‘eu/minha…’ não é erro meu, ou é algo proposital do autor ou erro do gringo e.e.


Fontes
Cores