DDf – Volume 2, Intermissão



Lorde Demônio da Imortalidade, 8º Rank, Barbatos, Calendário Imperial: 21/09/1505, Niflheim, Palácio do Governador

 

— Bom. Muito bom. Mas você ainda está longe.

Dantalian. Eu admito que você é muito esperto.

Talvez você seja até mesmo incrivelmente esperto. Sim, se eu tivesse que te elogiar ainda mais, então pode ser que a sua cabeça funcione melhor que a minha.

Entretanto, você não tem poder. Você não tem informações. Em suma, você não tem uma ‘facção’. A razão para o seu erro decisivo também é essa.

Se você acha que só porque é inteligente você consegue entender o mundo inteiro. Então isto é um grande e tolo erro. Por exemplo, você está dizendo isso agora. Que eu coletei informações do território do Marquês de Rosenberg e as enviei para você secretamente. Mas isso é uma pena.

Você só está meio certo, e todo o resto está errado.

Porque eu sou a culpada por espalhar o rumor no território do Marquês.

Aha—.

No vigésimo dia do oitavo mês. Assim que eu vi você conquistar a vitória sobre aquela puta da Paimon durante a noite de Walpurgis, me surgiu um pensamento. ‘Eu vou te testar para saber se você é realmente genuíno’.

Então já no dia seguinte, eu ordenei que meus espiões espalhassem o rumor. O território do Marquês de Rosenberg está entre as áreas mais importantes, sabia? Graças a um esforço extremo, eu consegui uma grande rede de informações espalhada por aquela área.

Dantalian.

O problema sempre se origina no menor dos enganos.

 

Se a rede de informações de alguém é grande o suficiente para adquirir um rumor.

Então inversamente, é obvio que é possível fabricar um rumor aqui e espalhá-lo lá.

 

Um conceito simples que até mesmo as crianças conseguiriam entender.

Foi aproximadamente no vigésimo quarto dia do oitavo mês que os rumores começaram a se espalhar seriamente. Já que a Peste negra era um assunto em alta, o rumor circulou bem rápido.

E se o rumor se espalhasse de uma forma que dissesse que um lugar logo de baixo de seus narizes, próximo ao seu território tem um estoque absurdo de ervas negras… Hm? Estando no lugar daqueles humanos malcriados que estavam morrendo por causa de uma doença incurável, isto seria bom o suficiente para fazê-los enlouquecer, não seria?

Eu também entendo tudo.

Naturalmente, é divertido brincar com a ganância das pessoas.

Se havia algo que não estava esperando, então isto era os movimentos do Marquês de Rosenberg.  Ele agiu mais rapidamente do que eu esperava. Quando os clamores de rebelião mal começaram a se enraizar, ele já havia decidido despachar as tropas.

No décimo dia após do rumor infundado se espalhar, aquele jovenzinho do Rosenberg já havia notificado os soldados sobre a invasão. De fato, foi uma velocidade de reação que pareceu ser rápida como um raio.

Hm.

Como esperado da casa que tem lutado contra nós Lordes Demônios por quase trezentos anos.

Devo dizer que eles não têm nenhuma falha?

É uma casa de nobres que busca tanto a perfeição que faz com que eu queira matá-los.

De qualquer forma, a situação progrediu rápido demais…

Apesar de que eu atingi meu objetivo de deixar aquela criança do Dantalian em uma situação difícil, ainda assim, o envio das tropas foi veloz demais.

Quando meus espiões relataram que a organização das tropas seria completada muito provavelmente em menos de seis dias, eu suspirei sem querer. Era essa a parte em que eu deveria elogiá-los por serem ‘o paraíso dos mercenários’, a região norte de Habsburgo?

A distância entre o território do Marquês de Rosenberg e o Castelo do Lorde Demônio Dantalian era cerca de dez dias de marcha. Se a força militar deles consistir principalmente de infantaria e cavalaria, então se eles se forçarem um pouco, talvez eles conseguiriam chegar dentro de uma semana.

O exército de Rosenberg provavelmente atacaria o Castelo do Dantalian entre o dia dezesseis ao dia dezenove do nono mês.  Faltava menos de quinze dias. Parecia que eu realmente tinha fodido com o jovem Lorde Demônio.

Sim. Eu estava arrependida.

Certamente, foi completamente desbalanceado usar um indivíduo competente como o Marquês de Rosenberg como cobaia para testar um novato de ranking 71.

Já que parecia que isto era um pouco exagerado— eu enviei a carta.

‘Você tem um inimigo.
Daqui a 10 dias, uma tropa de 2,000 homens invadirá o seu castelo de Lorde Demônio.’

Para evitar que ele relaxasse, eu coloquei algumas informações exageradas propositadamente.

Na verdade, provavelmente demoraria um pouco mais de dez dias, mas eu escrevi dez. A força militar seria no máximo entre mil e duzentos e mil e quinhentos, mas eu escrevi dois mil. A intenção era dizer para que ele ficasse seriamente alerta.

…Mas eu nunca cheguei a sonhar que ele tomaria a milícia de Niflheim assim que recebesse a carta.

Até mesmo eu fiquei chocada naquele momento, novato.

O fato que existia um sistema desconhecido de cooperação entre Dantalian e a Firma Keuncuska ficou evidentemente claro.

Bem, o resto está de acordo com as ‘adivinhações’ deste cara.

No entanto.

“Uma guerra devastadora, Barbatos. Se nós não podemos invadi-los, então só precisamos fazer com que nos invadam.”

“…”

Diante da proposta de Dantalian, por um instante eu não tinha o que dizer.

Não foi por uma razão específica. Pessoalmente, eu senti uma sensação de ironia.

Eu, Barbatos, que espalhei um rumor falso para enviar invasores contra você.

Sugerir que eu mais uma vez espalhasse um rumor falso, e levasse os humanos a nos atacar.

Isto com toda certeza prova a validade do ditado de ‘ninguém sabe para onde a vida vai te levar’.

“… Hahah, ahahahah. Hahahaha!”

Até mesmo eu cair na gargalhada era algo natural.

Ah, Dantalian. Oh pobre criança. Você está tentando montar uma armadilha contra outra presa, sendo que você mesmo está caindo em uma. Você está enfeitando esta sua idiotice como sabedoria por causa da sua ingenuidade ou por causa do seu orgulho?

Ou — é simplesmente algo da juventude?

Até mesmo o meu coração morto pareceu se esquentar.

“Mas que original, Dantalian.  Muito original.”

Eu acariciei o abdômen, o peito, o pescoço, e a bochecha de Dantalian, uma parte de cada vez. Seus músculos que eram mais firmes do que aparentavam ser me agradaram. Dantalian olhou para mim, seu rosto continuava com um sorriso.

“Meio mês atrás, mais ou menos no momento em que te enviei a carta, eu tinha esperanças que você fosse um sujeito um pouco interessante.  Mas pelo que parece, aparentemente eu já vivi por tempo demais. Com alguém como você aqui, minhas esperanças para o futuro do mundo já estão recheadas de temor!

“Barbatos.”

“Tudo bem.  Eu vou cooperar com você.  Guerra?  Era isto que eu queria.  Um rumor falso?  É exatamente o que eu gosto.  Pelos seus maus hábitos, eu, Barbatos, irei me associar com você.  O quão longe você vai conseguir andar.  O que te espera no fim do seu caminho.  Barbatos, a Imortal, irá esperar para ver.”

Apesar de que ainda é incerto se o seu fim não será eu cortando o seu pescoço.

Isto é algo para se preocupar futuramente.

Vamos aproveitar o momento.

“Só de imaginar quão horrível será a guerra que você vai começar já é divertido, Dantalian.  Você não está planejando ir embora e descartar esta senhorita que você excitou tanto, ou planeja? ”

“O que…?”

Eu ativei minha névoa mágica.

A névoa negra lambeu a parte de trás da orelha de Dantalian e infiltrou-se em seu cérebro. Sacudindo o crânio desta criança, ela passou por sua coluna e se enterrou na parte inferior do seu corpo. Assim que isto aconteceu, Dantalian arregalou os olhos.

“Não me diga que, essa névoa…”

“Aham.  Um feitiço afrodisíaco.”

Eu sorri sugestivamente.

Prender um novato como você ao meu lado é algo simples.

Para começar, depois de estabelecer uma relação em que seu corpo não consegue mais me negar, e então lentamente, uma mordiscada de cada vez, tudo acabará depois de que eu te morder todo, um pouco de cada vez, mas sem parar. Então em certo ponto, toda a sua carne terá sido arrancada e só sobrarão seus ossos.

Meu nome é Barbatos.

A Lorde Demônio que governa todos os mortos.

Tudo que se tornar um esqueleto não tem outra opção senão seguir meus comandos.

Eu assoprei meu hálito quente no ouvido do Dantalian.

“Já faz muito tempo que eu quero ser fodida por um filho da puta que nem você e gemer como uma cadela… você quer tentar?”

E com isto, estava tudo acabado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Oh criança esperta.

Monte no meu quadril e dance a seu bel prazer.

Até o momento em que você caia enfraquecido, e por fim, pereça.

 

 

 


Tradutor: Yuere   |   Editor: Golias



Notas:  Beijos de luz para quem estava subestimando a Barbatos.

Então, o que acharam do volume 2? É interessante relê-lo já sabendo que boa parte dele é encenação do Dantalian, ele até fala algumas coisas como ‘entrei demais no meu papel’ em um capítulo.

E o que estão achando de ddf até agora? Sejam sinceros e.e .

Outra coisa, a próximo capítulo é o posfácio, que é basicamente o autor falando sobre qualquer coisa que ele queira, é sempre interessante ler, até porque… é o autor de ddf ^^.

Ah, e sim ‘rolou’.


Fontes
Cores