Arena – Capítulo 7 – Recompensa


Eu me tornei determinado a superar minha vida de eterno concurseiro.

O intervalo é de apenas 11 dias. Eu não sei quanto tempo de vida eu ainda tenho. Portanto, não posso perder meu tempo precioso neste porão-quarto. Liguei para a proprietária e disse a ela que esvaziaria meu espaço imediatamente. Decidimos que eu receberia o depósito de segurança uma vez que ela conseguisse um novo inquilino.

Liguei para o gerente da loja de conveniência onde eu estava em meio-período. Eu menti, dizendo que fui atingido por uma motocicleta e fraturei minha perna. O gerente argumentou e implorou, mas o que ele poderia fazer. Eu estou dizendo que eu quebrei.

Depois de sair do trabalho, por último, faço uma ligação para minha mãe. A loja abre às duas da tarde, então ela provavelmente ainda está em casa.

Assim, mamãe pega o telefone assim que começa a tocar.

— Oh. Filho. Você nunca me liga primeiro.

Fazia apenas um dia, mas a voz da mãe era tão calorosa e convidativa.

Sem estar ciente, meus lábios formaram um sorriso.

— Mãe, eu liguei porque senti sua falta.

— Ho. Filho, você passou o dia bebendo?

— Não.

— Entendo. Você precisa de dinheiro, hein?

— A semana passada foi meu dia de pagamento¹.

— Mas você está no estágio em que seu depósito apenas toca brevemente sua conta bancária.

— Isso é verdade. Mas ainda tenho algum espaço de manobra.

— Então por que você ligou? Oh. É por causa do concurso? Porque você não acha que vai conseguir desta vez e quer pedir outra chance até o ano que vem?

— …Mãe. O que você acha que eu sou?

— Eu tomo você como um filho de cabeça de pedra.

— De qualquer forma. Eu vou voltar para casa.

— O que!?

Mamãe me perguntou com surpresa em sua voz.

Eu respondi.

— Vou deixar de lado os concursos e voltarei amanhã sem falta. Se eu fritar frango ou mexer, vou fazer o que você me disser para fazer.

— Filho, aconteceu alguma coisa?

Sim. Eu morri uma vez.

Eu sorri e respondi de volta.

— Só… eu senti que minha vida é preciosa demais para ser gasta de uma maneira indecisa. E eu quero ser hyodo² com você também.

— Mesmo?

— Sim.

— Oh meu Deus, meu filho! Estou tão comovida que estou prestes a chorar. Minha nossa!

Yuppp. Aprenda tudo. Seu filho é tão filial.

E através do telefone inteligente, eu podia ouvir a conversa.

— Ei Hyun-ji, o seu oppa finalmente desistiu e vai voltar para casa!

— Mesmo? Eita, isso é um alívio. Eu estava ficando preocupado com ele vivendo assim. Ter mais de 30 e tudo.

Essas idiotas…

Eu silencio minha raiva e falo.

— De qualquer forma, eu vou voltar amanhã para limpar meu quarto.

— Ok, claro, claro. Mamãe vai fazer para você um delicio …

— Frango frito não. Eu quero bossam³.

— Está bem. Eu vou te fazer um pouco de bossam então.

Talvez fosse porque a mãe estava tão animada em me ter em casa, sua voz estava tonta.

Depois do telefonema, ligo para uma transportadora e consigo um caminhão para as mudanças.

Organizar minha vida levou apenas 30 minutos.

“Eu não vou mais perder nem um minuto nem um segundo.”

Eu firmemente me prometo isso.

***

O lugar onde minha família mora é um apartamento localizado na província de Seobuk, na cidade de Cheonan.

Na verdade, é bem ao lado do terminal de ônibus Cheonan, por isso o transporte foi simples e, tendo 1800 m² e 4 quartos, havia muito espaço para mãe, eu e minhas 2 irmãs.

Andando no banco da frente, cheguei em casa. Com a ajuda do motorista, descarreguei o veículo. Como eu não tenho muitas coisas, não demorou muito.

— Muito obrigado. No caminho de volta, por favor, coma uma refeição.

— Oh. Obrigado.

Dei-lhe uma nota de 10 dólares e ele saiu com o carro com um sorriso.

Eu olho em volta para o corredor vazio da casa. Depois de passar anos confinados em um porão compacto, ver esse corredor largo é como uma lufada de ar fresco.

— Uau. Eu deveria ter voltado para casa mais cedo.

E eu penso comigo mesmo.

“Uau, passei tanto tempo desperdiçado naquela minúscula masmorra.”

Se eu soubesse que ia morrer de doença cardíaca aos 29 anos, eu não teria passado minha vida assim.

Organizar minhas coisas levou menos tempo do que eu pensava.

“Eu não quero apenas sentar aqui e perder meu tempo.”

O tempo que me foi dado é de 11 dias. Cada minuto, cada segundo é precioso.

Entro na cozinha e vejo que, na pia, pratos foram empilhados em montanhas altas. Olhando para o lugar, sorrio para mim mesmo.

— Eu sabia que isso acontecia.

Mamãe e minha irmã mais velha estavam ocupadas trabalhando, então as tarefas domésticas caíram na minha irmã mais nova, Hyun-ji. Mas Hyun-ji é atualmente uma formanda na universidade se preparando para um emprego. Além disso, ela não é muito diligente e a casa estava uma bagunça.

“Agora que estou desempregado, devo fazer isso.”

Eu arregaço as mangas e lavo os pratos. Depois de terminar rapidamente, eu tiro o aspirador de pó.

“Espera. Não tenho um espírito que eu possa convocar?”

— Sylph

— Miau.

Sylph aparece e delicadamente sobe na minha cabeça. Eu morro de fofura quando ela balança o rabo de um lado para outro, batendo na minha cabeça.

— Sylph, você pode usar seu poder do vento e juntar toda a poeira da casa em um só lugar?

— Miau.

Sylph acena com a cabeça.

E então, uma única rajada de vento entra e sai pela minha casa.

Debaixo do sofá, atrás da TV, debaixo da cama, em cima de todos os armários. O vento varreu todos os cantos e frestas e parou aos meus pés.

— Que nojo. Olhe toda essa poeira.

Um coelhinho de pó quase do tamanho da minha cabeça estava na minha frente. Foi o resultado de coletar toda a poeira em toda a casa.

Como se alguém não pudesse dizer que é uma casa com três mulheres, a quantidade de cabelo era ridícula. Ick … nojento.

— Miau.

Sylph balança o rabo de um lado para o outro do topo do coelhinho de poeira. Ela olha para mim com olhos brilhantes como se perguntasse se ela fez um bom trabalho.

— Obrigado Sylph. Você fez um bom trabalho.

— Miau.

Sylph esfrega o rosto na minha bochecha. Aww Cara. Eu posso ver totalmente porque as pessoas criam gatos.

Graças à assistência de Sylph, a limpeza da casa acabou rapidamente. Agora o que devo fazer?

“Talvez eu deva me exercitar em preparação para o segundo exame?”

Claro, não haverá realmente uma grande diferença de 11 dias de exercício, mas é melhor do que não fazer nada.

Na verdade, há uma trilha de caminhada no Monte Taejo e deve ser um bom exercício. O primeiro local do exame era uma floresta em uma montanha. Eu não tenho como saber se haverá mais ocasiões para lutar em florestas ou montanhas. O tempo que me é dado é de apenas 11 dias. No entanto, se eu caminhar todos os dias, vou me familiarizar com o ambiente e minha energia pode melhorar um pouco.

Eu coloco meus moletons e tênis e saio de casa. Chegando à entrada do Monte Taejo, escolho ambiciosamente a trilha mais longa, que leva 1 hora e 50 minutos. Estou determinado a terminar essa trilha uma vez por dia.

Não muito tempo depois de começar a trilha, fico sem fôlego e meus passos ficam pesados.

“Eu deveria ter escolhido uma trilha mais fácil para a primeira vez?”

Depois de um momento de fraqueza, levanto a cabeça e prometo a mim mesmo.

“Nada de choramingar. Isso é questão de vida. Mesmo que seja difícil, eu tenho que passar por isso.”

Foi uma reviravolta interessante de eventos. Depois de uma vida cheia de ambições e objetivos, pela primeira vez, houve um objetivo claro.

Exame, Arena, viver!

Era uma dinâmica admirável.

Enquanto subia com firmeza a trilha do Monte Taejo, minha respiração me escapa e começo a ofegar soltando lufadas de ar, tanto que transeuntes idosos me encaram. Mesmo assim, eu não paro e continuo a seguir em frente.

Mesmo sentindo-me tonto e sentindo que posso vomitar, eu teimosamente continuo a dar um passo à frente. Eu ainda estou nos meus 20 anos de vida. Se eu não puder completar esta trilha sem descansar, então eu falho em ser um homem.

“Ninguém vai me salvar. Eu tenho que me mover por conta própria.”

Cansado e exausto, eu finalmente chego ao cume da montanha e posso ver toda a extensão da cidade de Cheonan. Minha alma se sente elevada e o vento frio refrescante esfria meu suor. Meu coração e meu corpo estão cansados, mas talvez por causa disso eu me sinto ainda mais revigorado. É porque até agora, eu nunca dei tudo de mim para nada antes.

“Bastardo lamentável.”

Eu venho lamentar minha vida passada. Eu me odeio por ter vivido uma vida sem foco o suficiente para subir uma única montagem.

— Eu vou te perdoar uma vez, mas de agora em diante, não vamos viver assim Kim Hyun-ho.

Depois da firme promessa para mim mesmo, volto pelo mesmo caminho e vou para casa.


Tradutor: Victor | Revisor: Asura



1 – Sarcasmo. ⤴

2 – Um filho filial, que cuida dos pais para retribuir a criação que eles deram. ⤴

3 – Nota gringa: Kimchi, com barriga de porco cozida e envolto em folhas de repolho salgado.

Bossam⤴

4 – Nota gringa: 10 dólares é mais que suficiente para uma refeição na Coreia. Uma tigela considerável de macarrão custa cerca de 6 dólares em uma barraca de comida. ⤴


Fontes
Cores