ZTJ – Capítulo 95 – Combatendo a Capital (II)




Por que toda a capital detém tanta maldade em relação à Academia Ortodoxa, ou para ser mais preciso, aos jovens dentro da academia? Naturalmente, era por conta desse contrato de casamento que ele carregava.

Na capital, “Xu Yourong” era um nome que não podia ser profanado.

Além de sua identidade como próxima Virgem Santa do Sul, ela tinha o talento que vinha de ser a reencarnação da Fênix Celestial e o amor da Imperatriz Divina. Crucialmente, ela também era muito bonita… então, pelo menos nos olhos das pessoas de Zhou, ela era perfeita. Naturalmente, havia inúmeros jovens que a adoravam, e até jovens mulheres.

Igualmente, por conta dela ser tão perfeita, a adoração na maioria dos casos tornou-se veneração ou culto. As pessoas ousavam fantasiar-se sozinhas no meio da noite, mas nunca a revelariam em público, pois só convidaria a zombaria dos outros.

Era uma espécie de profanação.

Quando os eventos do Festival das Heras se espalharam pela capital, esta situação sofreu uma grande mudança. Entre os admiradores masculinos de Xu Yourong, aqueles de idades ligeiramente mais velha ainda conseguiram manter a calma. Os homens mais jovens, por outro lado, não podiam mais suprimir seus sentimentos. Eles decidiram ir à Academia Ortodoxa e expressar sua raiva.

Nestes últimos anos, ninguém iria para a mansão onde a missão diplomática do sul permanecia para causar problemas, e muito menos gritar maldições para Qiushan Jun sem fim. Por quê? Porque Qiushan Jun também era muito bonito, refulgindo com um brilho infinito. Além disso, seu relacionamento com Xu Yourong obteve a aprovação do Tribunal Imperial e o apoio das pessoas.

Esse tipo de mentalidade era bastante complexa e difícil de explicar. Provavelmente tinha à ver com o fato de que a existência de Chen Changsheng e o noivado significavam que Xu Yourong não era mais perfeita, o Qiushan Jun não era tão imaculável. Assim, esses jovens começaram a usar esse motivo para expressar sua raiva e anunciar suas próprias existências.

A principal razão era que o jovem que detinha o contrato de casamento chamava-se Chen Changsheng e ninguém sabia quem ele era. Depois de perguntar aos arredores, eles souberam que ele era um novo aluno da Academia Ortodoxa e também, uma pessoa comum. Depois de perguntarem novamente, eles souberam que ele não podia cultivar, que ele era um inútil.

Como eles poderiam suportar isso? Eles não podiam comparar-se a Qiushan Jun, mas o que esse companheiro chamado Chen Changsheng contava?

Para usar uma frase mais simples, era realmente…o sacerdote daoísta pode apalpá-la, por que eu não posso?[1]

Esse jovem Daoista da Vila Xining queria se casar com a senhorita do clã Xu?

Era como a maldição sendo gritada mais frequentemente fora do portão da Academia Ortodoxa: Um sapo quer jantar a carne da Fênix?

‘Pfft!’

……

……

Os sons das maldições e das obscenidades ficaram cada vez mais altos, ouvindo alto e claro do portão da academia para a biblioteca.

Chen Changsheng estava lendo uma escritura Daoísta e parecia inconsciente do barulho do lado de fora, além de ignorar o que estava acontecendo.

Tang Trigésimo Sexto achou impossível ficar tão calmo. A Espada Wenshui há muito tempo tinha sido desembainhada e agarrada em sua mão, refletindo o sol de outono e o céu azul, emanando um frio indescritível.

Xuanyuan Po já havia caminhado até os degraus de pedra, preparado para mais uma vez pegar um pedaço do portão.

Ao ver o fracasso completo de Chen Changsheng em reagir, Tang Trigésimo Sexto perguntou com raiva: “Você ainda pode suportar isso? Se você não fizer nada, depois de hoje, você se tornará o sapo mais famoso da história! Então, o que será da Academia Ortodoxa? Um lago para criar sapos?”

Xuanyuan Po acrescentou sinceramente: “É verdade, somos todos sapos como você?”

Chen Changsheng olhou para Tang Trigésimo Sexto e disse: “Você acha que se eles me amaldiçoarem como algo, eu realmente me tornarei esse algo? Então, se eu amaldiçoar você algumas vezes como um pássaro, vai crescer asas em você e voaria com um ‘whoosh’ para o Palácio Imperial?”

“Essa piada não é engraçada. E se eu tivesse que ser amaldiçoado, preferiria ser amaldiçoado como um pássaro do que ser amaldiçoado como um sapo. As aves eventualmente têm que fazer coisas de pássaros, mas você? Você ainda nem conheceu Xu Yourong, você está apenas segurando um contrato de casamento, e ainda está sendo amaldiçoado assim?”

Depois de dizer isso, Tang Trigésimo Sexto não poderia mais se preocupar. Agarrando a Espada Wenshui, ele caminhou em direção ao portão.

Ao ver a situação, Xuanyuan Po apressadamente trouxe a mesa que tinha cerca de duas pessoas de altura e correu atrás dele, bufando e xingando.

Chen Changsheng ficou momentaneamente atordoado. Ele colocou o livro de lado e se preparou para ir ao portão e olhar ao redor. Afinal, essa era seu problema pessoal.

……

……

“Traga esse Chen aqui fora!”

“Retire-o da capital! “

“Ousando forjar um contrato de casamento, muito ousado!”

“Ele não olhou para um espelho e viu o tipo de coisa que ele era antes de contar um monte de mentiras? Ele não tem medo de ser atingido por um trovão?”

“A propriedade do General Divino do Leste pode não querer brigar com uma pessoa baixa como você, mas nós, que somos estimulados pela justiça, viemos ensinar o que é o certo e o errado.”

Mais e mais pessoas se reuniram fora do portão da Academia Ortodoxa. Ao meio dia, mais de mil pessoas haviam chegado. Eles eram uma multidão densa com um impulso poderoso, suas obscenidades eram intermináveis, com maldições e reprimendas nunca cessando. O clima cresceu e tornou-se cada vez mais tenso.

No início da manhã, o clã Tianhai enviou pessoas para destruir o portão da academia, e o campo de batalha recente era incapaz de parar alguém. Além disso, a Academia Ortodoxa tinha simplesmente deixado essas pessoas amaldiçoarem-na, sem que ninguém respondesse. Alguns jovens já não podiam se controlar, com sangue correndo para a cabeça. “Vamos entrar lá e capturar esse homem perverso!”

A chamada ira do público estava indignada e se espalhava-se abundantemente, e com os constantes gritos por alguma resposta, os jovens eram os mais propensos a cair em um estado de paixão, a serem superados com o desejo de quebrar as coisas. Com este chamado, a multidão ressou em direção à Academia Ortodoxa.

Logo depois, houve um estrondo maciço!

Inúmeros fios de energia saíram do portão da Academia Ortodoxa.

A água da chuva ainda no chão foi desenhada por este Qi para deixar o chão, disparando como inúmeras flechas disparadas de seus arcos deixando furos através das folhas da árvore no lado da rua.

Os jovens que se dirigiam para a Academia Ortodoxa gritaram de dor quando caíram no chão, cobertos de feridas, com as mãos apoiando seus corpos contra o chão. Aqueles que correram mais rápido e já estavam dentro foram enviados voando trinta metros. Eles ficaram inconscientes, seus corpos cobertos de sangue, seus destinos finais — incertos.

Aquelas maldições que persistiram fora da Academia Ortodoxa por mais de uma hora, de repente, pararam.

Um silêncio instalou-se sobre a cena, pontuado por gemidos de dor dos jovens.

Jin Yulu, trajando um rico vestido de seda, saiu lentamente de uma sala perto do portão.

Sua mão esquerda estava segurando um bule de argila precioso feito no condado de Yi e sua mão direita estava rolando em torno de duas esferas de jade. Sua expressão trazia uma indescritível sensação de relaxamento e casualidade.

Ele ficou de pé nos degraus de pedra, levantou a cabeça para o céu e suspirou.

A chuva de outono havia cessado e o céu azul parecia recém-lavado. Era realmente muito bonito.

Então, ele recuou o olhar e se virou para a densa multidão do lado de fora do portão, sua expressão estava ligeiramente arrepiante. “Vocês querem morrer?”

Ele não usou sua lídima essência ao falar, então a multidão não sentiu que um estrondo de trovão ressoava em seus ouvidos quando ouviram. No entanto, ainda sentiram como se uma tempestade de primavera tivesse explodido na frente da academia, porque o estado miserável daqueles no chão serviu de nota de rodapé à suas palavras.

Várias dezenas de pessoas estavam sangrando na cabeça, enquanto várias pessoas estavam cobertas de sangue e inconscientes. Era uma visão horrível.

“Você… quem é você?”

Um jovem da multidão que era um pouco mais ousado, disse com uma voz tremulante: “Você realmente se atreve a cometer violência… com o intuito de matar!”

Quando uma pessoa estava liderando a investida, seguir bravamente era um esforço um pouco mais fácil. Mais vozes se levantaram, e quando a multidão viu o estado miserável de seus companheiros, suas vozes interrogativas ficaram cada vez mais altas. A multidão ficou mais brava e furiosa quando o silêncio foi destruído, a atmosfera tornou-se mais intensa.

“Assassino!”

“Informe ao palácio rapidamente!”

A Rua das Cem Flores estava suprimindo-se para a explosão. Ao ouvir as palavras vindas da frente, dez pessoas na parte de trás realmente deixaram o lugar, provavelmente para relatar esse assunto ao governo da capital. E então, algumas pessoas bondosas ajudaram os feridos, enquanto aqueles que sabiam algo sobre medicina começaram a tratar os inconscientes.

Se alguém não pensasse na razão de essas pessoas estarem sitiando a Academia Ortodoxa, mesmo assim, a cena presente era demasiada comovente — quando a capital já foi tão unida?

União faz a força. As pessoas já haviam denunciado as autoridades, e em pouco tempo, o Tribunal Imperial seguramente despacharia alguém para punir este assassino vicioso vestido como um caipira. Esse tipo de confirmação também era uma espécie de força, e a multidão já não estava tão assustada. Reunindo sua coragem, eles cobraram mais uma vez em frente ao portão.

Jin Yulu tinha movido uma cadeira de bambu de algum lugar e sentou-se sobre ela como um soldado em seu cavalo. Ele tomou um copo de chá do bule e depois olhou para a multidão.

Algumas pessoas já estavam a vários metros longe dos degraus de pedra, mas ao receber seu olhar casual, elas se afastaram apressadamente com todas as suas forças, pisando nos pés das pessoas atrás sem nenhum cuidado. Instantaneamente, uma onda percorreu a multidão.

O poder de um único olhar era dominador.

Jin Yulu não se contentaria com uma questão tão insignificante. Ele disse impassivelmente à multidão: “Eu sou o porteiro da Academia Ortodoxa. A Academia Ortodoxa é um importante local de educação, e a entrada não é permitida sem a devida permissão. E se alguém se atrever a ultrapassar o limiar? Essas pessoas são exemplos.”

Só agora a multidão lembrou que o homem de meia-idade que parecia um homem rico do campo havia saído de uma pequena sala junto ao portão.

Mas… qual academia tinha um porteiro tão formidável? Nem mesmo a Academia do Caminho Celestial teria um como este!

Estava chovendo desde ontem até esta manhã. A temperatura havia diminuído gradualmente e um arrepio tinha sido instalado.

A multidão olhou para o gemido de seus companheiros, especialmente aqueles poucos que haviam sido nocauteados, e então eles olharam de volta para o homem de meia-idade que denominava-se um porteiro e sentiram-se instantaneamente ainda mais frios. Apenas algumas pessoas nas partes mais profundas da multidão ousaram gritar algumas maldições, mas quem ousaria dar um passo à frente?

Foi naquele momento que uma brisa quente soprou de repente através da cena, imediatamente seguida por uma aura clara de aridez.

As folhas da árvore saindo além da parede da academia, que já começaram a amarelar, secaram instantaneamente.

Uma nuvem vermelha desceu do céu.

A Nuvem Vermelha Qilin desceu de forma silenciosa. À medida que seus quatro cascos pisavam nas lajes cinzentas, a água em um raio de três metros em torno dele instantaneamente transformava-se em vapor.

Um homem de meia-idade estava sentado na Nuvem Vermelha Qilin, seu corpo coberto de por uma armadura cor de sangue, sua expressão era solene e digna.

Ao ver essa pessoa, Jin Yulu levantou-se e colocou o bule no apoio de braços da cadeira para mostrar o respeito dele.

Quando a multidão viu essa pessoa, eles se curvaram com total respeito assim que adivinharam sua identidade.

Xue Xingchuan, o General Divino dos Céus da Grande Dinastia Zhou, com uma Nuvem Vermelha Qilin como sua montaria, empunhando uma lâmina divina que brilhava com sangue!

Dos trinta e oito Generais Divinos da Grande Zhou, ele ficava em segundo lugar!

Esta pessoa era profundamente confiada pela Imperatriz Divina e tinha gerido a Guarda Imperial da Grande Zhou por muitos anos. Ele tinha o direito de se preocupar com qualquer coisa que acontecesse na capital. Claro, ele também tinha a capacidade de preocupar-se. A chegada de Xue Xingchuan surpreendeu algumas pessoas. Mesmo que algumas ainda fossem denunciar ao governo da capital, não podiam ser tão rápidas, e como poderia o governo da capital ter o direito de mover um personagem tão importante?

Mas quando eles pensaram em como o General Divino Xue Xingchuan sempre tinha sido famoso por sua atitude correta e rigorosa, a multidão encheu-se de esperança e começou a gritar.

“A Academia Ortodoxa cometeu ataques e assassinatos em plena luz do dia!”

“General Divino, por favor, faça justiça!”

Depois de um momento, um esquadrão de Guardas Imperiais entrou na Rua das Cem Flores, separando a multidão e chegando ao portão da Academia Ortodoxa.

Sob mais de mil olhares atentos, Xue Xingchuan lentamente subiu os degraus de pedra e manteve-se em frente à Jin Yulu.

Neste ponto, Chen Changsheng e os outros dois também chegaram.

……

……


Se você gosta do nosso trabalho, da novel e quer nos ajudar,
Não esqueça de Avaliar Ze Tian Ji na Central Novel e deixar seus comentários.
Isso é de extrema importância para nós. Muito obrigado!

dragão


Tradutor: Vaan   |   Revisor: Enxarcado   |   QC: Liberty



1 – Esta frase bastante vulgar é uma adaptação de um verso de “A História Verdadeira de Ah Q” de Lu Xun. A frase original apresenta um monge que apalpava uma freira. O protagonista Ah Q usa isso como uma desculpa para ele também poder apalpar a freira.


Fontes
Cores