ZTJ – Capítulo 5 – O Jovem Vestido de Azul Chamado Trigésimo Sexto




Os jovens que participaram do novo exame de estudantes da Academia do Caminho Celestial, sob as ordens desse professor de rosto solene, avançaram um a um, pegaram a pedra e seguraram-na por três horas. Na grande maioria dos casos, a pedra preta brilhava levemente nas mãos dos candidatos, com diferenças de brilho muito sutis. Havia apenas uma pequena minoria de casos em que alguém pegava a pedra e ela nem brilhava.

Aquela pedra negra tinha um nome muito comum: a Pedra Sensorial. Nas escrituras daoístas, havia um capítulo que descrevia todos os tipos de itens fantásticos que poderiam ser encontrados no mundo. Este capítulo foi chamado de “Clássico De Todas As Coisas”. Nesse capítulo, Chen Changsheng já havia visto uma imagem desta pedra e entendera suas propriedades mágicas — esta pedra negra contém uma energia semelhante à intenção espiritual. Só precisava tocar o corpo de um humano para que ela enviasse um fio de energia e estimulasse a lídima essência[1] do corpo. Então, semelhante à pesca, levaria uma vertente da lídima essência dessa pessoa e retornaria à pedra negra. Quanto mais abundante a lídima essência do titular da pedra fosse e quanto mais forte seu sentido espiritual também fosse, mais a pedra negra absorveria e mais ela brilharia. Depois de muitos anos de tentativas, a humanidade finalmente descobriu um conjunto de regras que os permitiu usarem a intensidade do brilho da pedra negra para determinar o grau de força de uma pessoa.

Todos os anos, o teste de admissão da Academia do Caminho Celestial tinha muitos candidatos, resultando nesta avaliação extra de entrada. Havia uma linha constante de pessoas estendendo as mãos e agarrando a pedra negra, que as vezes brilhava de forma viva ou por vezes brilhava fracamente.

Algumas pessoas continuaram avançando para o prédio, enquanto outros foram rigorosamente instruídos pelo professor para que deixassem a linha. A atmosfera da linha era muito opressiva.

Um jovem agarrou a pedra negra, mas a pedra negra não aparentou ter reação. Quando foi indicado que ele deveria sair, ele ficou excepcionalmente desesperado. Ele lamentou e pediu outra chance, agarrando fortemente a pedra, sem vontade de sair. Ele foi rapidamente arrastado pelos seguranças da Academia do Caminho Celestial. Além de provocar uma balbúrdia, aquele ato não teve nenhum sentido.

A avaliação continuou. Aqueles que puderam fazer a pedra brilhar tinham expressões cheias de alegria. Aqueles que não conseguiram fazê-la brilhar, estavam extremamente desanimados.

Do outro lado do córrego, os escárnios escandalosos dos alunos veteranos podiam ser ouvidos. O rosto do professor que supervisionava a avaliação da Pedra Sensorial crescia[2] cada vez mais com desagrado. Desde o início da avaliação, partindo de manhã cedo até agora, várias centenas de pessoas tocaram na Pedra Sensorial. Embora houvesse muitas pessoas que puderam fazer a Pedra Sensorial brilhar provando que já tinham conseguido a Purificação, em comparação com os anos anteriores, os examinados deste ano eram muito comuns. Neste leva de candidatos, havia apenas um no estágio terciário da Purificação e nenhuma pessoa que tivesse realizado uma Purificação em sua forma completa. Quanto à expectativa de achar um gênio que conseguiu entrar no Reino da Meditação em uma idade tênue, eram completamente impossíveis de se encontrar. O humor do professor, naturalmente, não estava muito bom.

O cultivo dos seres humanos era muito diferente dos demi-humanos e dos demônios. No início, eles se concentravam em abrir o coração e a mente, conscientizando e estimulando o sentido espiritual. Por meio do conhecimento, entenderiam os princípios do céu e da terra. Ao pegar emprestado o sentido espiritual e a força do céu e da terra, eles poderiam usar essa energia para temperar e refinar seus corpos, partindo da pele e cabelo, depois os músculos e a carne, até que finalmente a energia penetraria na medula dos ossos. O corpo que foi refinado até se tornar forte e resistente, possuía uma força suficiente para levantar uma massiva pedra. O corpo seria tão saudável que resistiria facilmente à doenças comuns. Por esse motivo, foi chamado de Purificação.[3]

Os demônios nascem naturalmente com corpos tão duros quanto metal ou pedra. Se um humano não tivesse passado ainda pela Purificação, simplesmente seria impossível enfrentar um demônio no combate corpo a corpo. Por esta razão, nos exércitos dos humanos, um soldado teria que pelo menos, ter tido sucesso na Purificação antes de satisfazer os requisitos para se tornar um combatente. Além disso, a Purificação tem uma importância ainda mais crucial que se refletiu em outro aspecto — além de fortalecer os músculos e os ossos, a Purificação também poderia abrir a mente, aumentando substancialmente a capacidade de lembrança e análise. Para usar um comentário das escrituras daoístas resumindo-o, era como se fosse ver um mundo totalmente novo!

“Os Três Mil Grande Daos” era apenas uma maneira geral de falar. Os livros e registros antigos do mundo eram tão ilimitados quanto o mar.

Inúmeros caracteres de tinta representavam incontáveis tipos de conhecimentos. Se alguém não houvesse passado ainda pela Purificação, abrindo a mente e limpando o coração, como ele poderia se atrever a entrar no mar em busca de conhecimento? Se essa pessoa dependia apenas de bravura para enfrentá-lo, então era altamente provável que esse alguém iria se perder instantaneamente, tendo seus ossos e músculos quebrados pelas imensuráveis ondas de altura de dez mil zhang e depois morreria. Esta avaliação que a Academia do Caminho Celestial havia acrescentado nos últimos anos, quando considerada desse ângulo, era extremamente lógica. Se você ainda não havia passado pela Purificação, então, quais qualificações você teria para cultivar pelos métodos profundos?

Ontem, na propriedade do General Divino, Chen Changsheng admitiu duas vezes que nunca havia cultivado. Naturalmente, ele também não conseguiu sua Purificação. Isso também indicou que em pouco tempo, quando ele fosse segurar aquela pedra negra, a pedra não brilharia e ele seria expulso da fila de candidatos pelo professor. No entanto, estranhamente, sua expressão era de muita calmaria, como se ele não estivesse preocupado.

Neste momento, ele já estava muito perto da mesa. Na frente dele, havia apenas três pessoas. Na frente da fila, havia um jovem vestido com uma roupa muito fina. Aquele jovem caminhou até a mesa e sem esperar que o professor da Academia do Caminho Celestial falasse, ele estendeu a mão diretamente e levantou a Pedra Sensorial. Por algum motivo, todos de repente se sentiram um pouco nervosos.

Talvez fosse porque esse jovem parecia muito calmo.

A capital, no início da primavera, estava coberta por uma camada de nuvens e o sol estava obscurecido atrás delas. A Academia do Caminho Celestial estava calma e linda, quando de repente, a grama em ambos os lados do córrego começou a brilhar com um brilho deslumbrante. Os tênues brotos verdes de grama pareciam se transformar em finos ramos de jade e os restos do orvalho da manhã tornava-se em pérolas. Nas águas claras do córrego, o peixe esbelto que nadava virou os olhos para o céu e ficou rígido com a súbita explosão de luz.

As pessoas subconscientemente cobriram seus olhos, pensando se isso era luz do sol que atravessava as nuvens. No momento seguinte, eles perceberam que mesmo o mais lindo sol da primavera ainda não poderia ser tão brilhante. Se não era a luz solar… então, de onde veio essa luz?

A luz gradualmente desapareceu e os olhos de todos também começaram, pouco a pouco, a se adaptar. A multidão abaixou as mãos que haviam usado para cobrir seus olhos e viram que o professor da Academia do Caminho Celestial estava de boca aberta, seu rosto parecia ter acabado de testemunhar algo inconcebível. Simultaneamente, eles também descobriram a origem da luz — veio da palma do jovem vestido de azul. Neste momento, a Pedra Sensorial negra parecia ter se tornado uma pedra ardente tirada da boca de um vulcão, que emitia inúmeros raios de luz entre os dedos do jovem. Era quase como se estivesse em chamas!

“Reino da… é realmente… o Reino da Meditação?!!”

Então disse o professor da Academia do Caminho Celestial com sua voz tremendo. No momento, ele estava olhando para o jovem vestido de azul como se ele fosse um pedaço precioso de jade. Ele rapidamente levantou-se e caminhou até o jovem, depois abaixou a cabeça para examinar avidamente a palma do jovem e a luz vazando. Ninguém achou que esse professor estava louco. Isso já era esperado… O jovem vestido de azul ainda era um pouco infantil. Era muito óbvio que ele não tinha mais de dezesseis anos e ainda assim, ele já estava no Reino da Meditação!

O que isso significava? O que era um gênio? Isso era um gênio? Os estudantes veteranos do outro lado do córrego já haviam deixado de zombar e ridicularizar. Enquanto olhavam para o galpão de bambu, aparentavam ter visto um fantasma. O aluno que anteriormente disse as palavras difíceis de ouvir, estava tão chocado que ele até caiu do banco de pedras que estava sentado. Ele nem percebeu a dor sendo enviada do seu traseiro e disse com uma voz aturdida e trêmula: “Como pode ser?” O jovem Guan Bai só entrou no Reino da Meditação aos dezesseis… este garoto… essa criança cresceu com esse rosto jovem? Ou então, como pode ser possível?”

Naquele momento, uma voz fria e idosa veio de trás deles.

“Ainda é impossível se eu disser que ele é Tang Trigésimo Sexto?”

“Tang Trigésimo Sexto? Ele é Tang Trigésimo Sexto?” Quando a multidão ouviu esse nome, eles ficaram ainda mais chocados. Alguém disse: “Ele já ficou em trigésimo sexto lugar na Proclamação do Firmamento Azul… por que ele deixou Wenshui e veio à capital? Para o Grande Exame do próximo ano? Ahh, mas com sua habilidade, ele não teria problemas se ele quisesse entrar no Mausoléu de Livros.”

Outra pessoa explicou: “Tang Trigésimo Sexto é extremamente orgulhoso e distante, não se colocando sob os pés de ninguém. Nem mesmo das Sete Leis do Reino Divino, pois ele nem se colocaria sob aquele lobo no norte. Para querer participar do Grande Exame, ele sem dúvida está querendo mudar seu nome. Como tal… ele naturalmente precisou chegar à capital antes do tempo. Como é a capital, é natural que ele entre na Academia do Caminho Celestial.”

Ao ouvir o nome Tang Trigésimo Sexto, todos os alunos começaram a pensar sobre os rumores a respeito deste jovem de Wenshui e todos eles não podiam deixar de ficar espantados. Outra pessoa disse: “Ele pode se recusar a se submeter aos outros membros que estão abaixo das Sete Leis, mas ele se atreve a desafiar Qiushan Jun?”

“É impossível para nós sabermos disso, mas do grau de intensidade em que a pedra negra brilhou, talvez ele tenha se retido. Mesmo que ele não esteja no estágio primário do Reino da Meditação, ele não deve estar muito longe.”

A multidão foi apanhada em discussão quando de repente se lembraram daquela voz idosa. Eles viraram as cabeças com espanto e perceberam que o dono da voz era o vice-diretor Zhuang, da Academia do Caminho Celestial. Eles não podiam senão gritar em alvoroço, depois apertar as mãos e se curvar repetidamente para ele antes de se espalharem e abrir caminho.

……

……

Seja um especialista ou um gênio, era justo e correto que ambos fossem batizados pelos olhos da multidão. Os jovens moços e moças que participavam da avaliação da Academia do Caminho Celestial não reconheceram esse jovem vestido de azul, de modo que ficaram ainda mais chocados. Enquanto eles olhavam suas costas, eles revelavam emoções assustadas e reverentes. Chen Changsheng olhou para o jovem vestido de azul com admiração. Ele não tinha esse tipo de talento, então ele estava verdadeiramente com inveja.

O jovem vestido de azul avançou com uma expressão fria e logo entrou no prédio nas profundezas da Academia do Caminho Celestial. No entanto, a avaliação para as pessoas restantes teve que continuar. Um período depois foi finalmente a vez de Chen Changsheng. Ele caminhou até a mesa e olhou para a superfície um tanto grosseira da pedra negra sobre a qual se podia distinguir inúmeros buracos finos. Ele hesitou por alguns instantes, depois pegou a pedra negra, ergueu-a e olhou-a cuidadosamente.

Ele percebeu claramente que um agradável e delicioso Qi escapava de um dos pequenos orifícios da pedra negra. Seguindo o curso de sua palma, o fio entrou em seu corpo e começou a circular rapidamente pelos seus meridianos, tentando entrar em um lugar ainda mais profundo em busca de sua lídima essência. Esse fio agradável de Qi claramente não tinha vontade própria, então, naturalmente, também não tinha más intenções. Ele não resistiu de forma alguma, deixando-o procurar em todo o corpo. Claro, mesmo que ele quisesse resistir, ele não tinha a capacidade de fazê-lo.

Somente ele entendeu claramente, que havia um problema em seus meridianos. Até que ele começasse a iniciar o processo de cura, esse fio de Qi não encontraria nada. Como não havia nenhuma lídima essência para trazer de volta, não houve resposta da vontade espiritual[4] e assim, a pedra negra, naturalmente, não brilhou.

Nada além do esperado ocorreu. A pedra negra ainda era uma pedra negra, repousada calmamente em sua palma.

Ele colocou a pedra negra de volta na mesa e olhou para o professor da Academia do Caminho Celestial. Então ele disse: “Não brilhou.”

Aos olhos dos espectadores, ele tinha acabado de pegar a pedra e depois colocado de volta novamente. Era um fato tão óbvio e ainda assim, o confirmou tão a sério. Inevitavelmente, parecia um tanto ridículo. Curiosamente, ninguém riu. Vendo sua séria expressão, todos se sentiram estranhos… Aqueles jovens que anteriormente não conseguiram fazer a pedra negra brilhar, sempre se sentiram envergonhados por causa de seu fracasso e desânimo. Poderia haver até jovens iguais ao jovem sem vergonha de antes que até chorariam com lágrimas amargas. Mas ele… estava muito calmo.

Poderia ser que ele não percebeu o que isso significava? Não pareceu assim.

O professor franziu sua testa. Ele originalmente supôs que deveria sinalizar com sua mão para indicar que Chen Changsheng saísse, mas por causa do silêncio indescritível das pessoas, por algum motivo, ele perguntou: “Você não sabe como cultivar?”

“Eu nunca cultivei.”

Chen Changsheng disse as palavras que ele havia repetido duas vezes na propriedade do General Divino.

O professor olhou para ele sem expressão, como se significasse, “por que você ainda não foi embora?

Chen Changsheng curvou-se e cumprimentou-o, depois saiu.

No entanto, a direção que ele foi não era em direção ao portão principal da Academia do Caminho Celestial, mas para aquele edifício.

O professor ficou confuso, então entendeu o que ele estava planejando fazer. Ele gritou furiosamente: “Pare!”


Tradutor: Enxarcado   |   Revisor: Martins   |    QC: Enxarcado



1 – Lídima Essência (真元); 真 = verdadeira, genuína, real, lídima, etc; 元= primordial, essencial, primária, essência fundamental da vida, etc.

2 – “Crescia” nesta frase, tem o sentido de escala, muito utilizado em novels para indicar algum acontecimento gradual.

3 – O termo Chinês para Purificação é ‘洗髓’, que literalmente significa lavagem de medula. Ele também é considerado um reino de cultivo, que igualmente pode ser adotado o termo ‘Reino da Purificação‘.

4 – Vontade Espiritual aqui se refere que não houve recepção, senso por Chen Changsheng não mostrar ter lídima essência.


Fontes
Cores