ZTJ – Capítulo 25 – A Plataforma de Orvalho e o Jardim das Cem Ervas




Os cílios da senhorita Mo Yu eram muito longos. Por causa do pequeno chuvisco há pouco tempo, pequenas gotas de água derrubaram as bordas de seus cílios, fazendo-a parecer muito bonita. Foi uma grande pena que ao ouvir as palavras da Imperatriz Divina, seus cílios balançaram, fazendo cair aquelas pequenas gotas de água, cair no abismo da noite escura que se encontrava diante da Plataforma de Orvalho.

A Plataforma de Orvalho estava localizada na frente do Palácio Imperial e tinha cem zhang de altura. Construído em cobre puro, apresentava uma visão espetacular. Havia vários milhares de Pérolas Noturnas firmadas na plataforma. Mesmo de várias dúzias de distância, ainda poderia-se ver a luz delas. No entanto, esta noite, as Pérolas Noturnas não emitiram nenhum singelo raio de brilho.

Mo Yu olhou para a borda da Plataforma de Orvalho. Lá, a Cabra Preta vislumbrava o brilho das estrelas, a cabeça erguida em direção a um certo lugar no céu noturno. Ela virou a cabeça para a posição mais adiantada da Plataforma de Orvalho e confirmou que a Imperatriz Divina também olhava para aquele lugar no céu noturno. Ela não podia deixar de ficar um pouco suspeita.

“Imperatriz, o que você está olhando?” ela perguntou.

Na Grande Dinastia Zhou, e mesmo em todo o continente, a senhorita Mo Yu possuía um prestígio extremamente alto. Isso foi por causa de seus antecedentes familiares e também por sua força insondável, mas a razão mais fundamental foi seu relacionamento com a Imperatriz Divina. Neste mundo, as pessoas que podiam conversar tão casualmente com a Imperatriz Divina estavam crescendo cada vez menos.

A luz das estrelas brilhava sobre a Plataforma de Orvalho, só permitindo que as costas da mulher fossem claramente vistas.

Era apenas uma simples costa, mas parecia que dezenas de milhares de mundos podiam ser vistos nela.

Porque em dezenas de milhares de anos, ela era a primeira eminência feminina do mundo. Ela era a mestre da Grande Dinastia Zhou.

“Uma pessoa acendeu uma estrela”.

A Imperatriz Divina se virou e notou indiferentemente.

Senhora Mo Yu ficou em silêncio. Todas as noites, sempre haveria cultivadores acendendo suas Estrelas Destinadas, mas ela sabia que mesmo a Imperatriz Divina raramente as veria. No entanto, esta noite, a Imperatriz Divina viu e até mesmo olhou fixamente por muito tempo. O que isso significou?

“Essa estrela está muito longe de nós.”

Ao ouvir as próximas palavras da Imperatriz Divina, Mo Yu acreditava que ela tinha entendido.

Depois de um momento de reflexão, ela respondeu: “Não importa o quão longe for… isso não significa que seja um verdadeiro gênio”.

A Imperatriz Divina não respondeu.

Mo Yu era como uma menina cujas opiniões não eram valorizadas por seus anciãos. Em vez de ficar triste, ela resmungou e disse: “A Estrela Ascendente do Dragão que a criança do clã Qiushan fixou como sua Estrela Destinada quando ele tinha quatro anos era uma das dez estrelas mais distantes dos últimos cem anos. No entanto, naquela noite, uma discípulo de uma pequena seita pelo Rio de Cem li começou a Purificação, e a estrela que ele fixou como sua Estrela Destinada era ainda mais longe que a Estrela Ascendente do Dragão, mas esse discípulo ainda não podia ser comparado com o filho do clã Qiushan… no final, a Purificação depende da força dos meridianos dentro do corpo. Como uma pessoa comum pode se comparar com o sangue de um verdadeiro Dragão? ”

Este foi um exemplo muito ilustrativo. Antes dos dezoito anos, Qiushan Jun sempre permaneceu em primeiro lugar na Proclamação do Firmamento Azul, um gênio reconhecido pelo mundo inteiro. Quanto ao discípulo daquela pequena seita pelo Rio de Cem li, há muito ele desapareceu entre as massas. Se Mo Yu não possuísse um conhecimento amplo e extenso, como poderia ter se lembrado de tal pessoa?

A Imperatriz Divina respondeu: “A pessoa que ilumina essa Estrela Destinada esta noite – seu sentido espiritual é tão forte, sua mente tão serena. Essa pessoa é certamente rara neste mundo. Talvez este seja um antigo estudioso que estudou amargamente por uma centena de anos, então, em um dia, compreendeu os princípios do céu e da terra. Somente assim, essa pessoa poderia ter tanta sorte. Assim como Wang Zhice, todos esses anos passados, essa pessoa acumulou sua força e depois se levantou. Naturalmente, não é uma pessoa comum.”

Mo Yu disse: “Na época, o Senhor Zhice precisou apenas de uma noite para chegar no Reino da Condensação Estelar e toda a capital sentiu isso… como de alguma forma é semelhante a esta noite? Além disso, nenhuma estrela lançou sua sombra no chão, indicando que ele não é uma linha sanguínea especial. Não importa o quão forte seja, tenho medo de que haja um limite “.

A Imperatriz Divina não se virou, mas o sorriso no rosto ainda podia ser percebido. “O que uma criança como você conhece sobre cultivação?”

Mo Yu era jovem, mas já era uma grande especialista do Reino da Condensação Estelar. Seja na Grande Dinastia Zhou ou nas seitas de cultivo do sul, ela seria considerada uma anomalia. Mesmo o Papa teve palavras de louvor para com ela. No entanto, aos olhos da Divina Imperatriz, ela ainda era uma criança que não entendia o cultivo.

Em todo o continente, quantas pessoas poderiam avaliá-la desse forma?

A Imperatriz Divina era, naturalmente, uma dessas pessoas.

Mo Yu não estava com raiva, apenas deu língua para as costas da Imperatriz Divina.

Ela não mais era aquela criança do passado, porém, ela poderia continuar agindo fofamente por conta que a pessoa diante dela, era a Imperatriz Divina.

A Imperatriz Divina naturalmente sabia que a garota estava fazendo caretas atrás dela, mas apenas riu silenciosamente.

Mo Yu deu um passo para a frente e ficou ao lado dela, olhando as incontáveis estrelas no céu noturno. Depois de olhar calmamente por um tempo, ela de repente perguntou: “Imperatriz, Estrelas Destinadas… elas realmente representam cada um de nossos destinos? Então, podemos ver nossos futuros destinos?”

A Imperatriz Divina respondeu: “Além do destino, talvez haja outra explicação”.

Mo Yu perguntou inquisitivamente: “Que explicação?”

A Imperatriz Divina olhou profundamente a noite, sem responder durante um longo tempo.

Havia uma estrela distante que brilhou radiantemente uma vez, e depois, uma vez mais tornou-se impossível de se ver.

A Imperatriz Divina declarou: “Também pode ser… a nefasta estrela do destino de alguém”.

……

……

Chen Changsheng acendeu sua própria Estrela Destinada.

Em todo o continente, apenas poucas poucas pessoas tiveram a sorte de coincidentemente ver o instante em que a estrela brilhava.

Por causa desse muro de cristal invisível, essas pessoas calcularam mal a distância entre a estrela e o chão. Mas mesmo assim, a distância da Estrela Destinada do chão ainda era suficiente para ser classificada entre o topo da história humana.

Ao norte, na cidade dos demônios Xuelao, no Monte das Virgens Santas e o Monte Li da Seita da Longevidade no sul, e o Rio do Esquecimento[1], no fundo do território dos demi-humanos, talvez as pessoas viram, ou talvez não. Enquanto eles a vissem, eles inevitavelmente considerariam uma visão de extrema importância e se atentariam em descobrir quem iluminara essa estrela.

Isso não era tão importante. O céu noturno continha milhões e milhões de estrelas associadas aos milhões e milhões de seres humanos. Era um mundo que nunca poderia ser tocado, e essa linha nunca poderia ser vista. Enquanto o próprio Chen Changsheng não falasse sobre, nenhuma outra pessoa seria capaz de saber.

Mas sempre haveria surpresas, ou talvez pudessem ser chamadas de exceções.

Havia algumas pessoas cujo nível de cultivo era muito baixo para poder ver a estrela acender, e muito menos seguir essa linha para encontrar Chen Changsheng. No entanto, por pura coincidência, eles estavam olhando para o céu noturno no instante em que Chen Changsheng acendeu sua Estrela Destinada, assim como a Imperatriz Divina. Ainda mais por coincidência, um deles estava cultivando na mesma hora. O sentido espiritual dela se estendia a essa terra arruinada separada dela apenas por uma parede.

A razão mais fundamental era que ela tinha uma conexão inata estreita com a luz das estrelas e poderia perceber intuitivamente muitas coisas.

Esta era uma espécie de presente inato. Para ser mais preciso, este era o presente inato de sua espécie.

Do outro lado da parede da dilapidada Academia Ortodoxa, estava o Jardim das Cem Ervas.

Naquela noite, ela estava no Jardim dos Cem Ervas.

Ela percebeu claramente o quão sereno e tenaz era o sentido espiritual que acendeu aquela Estrela Destinada.

Ela estava muito curiosa quanto ao proprietário desse sentido espiritual.

Ela queria encontrá-lo e depois lhe fazer algumas perguntas. Para isso, ela não se importaria em presenteá-lo com alguns tesouros inestimáveis que dos quais eram raramente vistos no mundo.

Porque ela se chamava Luoluo (落落), e ela era muito generosa (大方).[2]


Tradutor: Enxarcado  |   Editor: Martins   |   QC: Enxarcado



1 – No mito chinês, o Rio do Esquecimento é o rio do submundo. Atravessando o Rio do Esquecimento está a Ponte da Impotência, em que se encontra uma velha chamada de Velha Meng. Antes de atravessar o Rio do Esquecimento, a alma é alimentada pela sopa de Velha Meng, fazendo a alma esqueçer de todas as suas memórias para que se possa reencarnar, daí o nome do rio.

2 – 落落大方 é um termo que é usado para descrever alguém que é muito natural e generoso.


Alterar fonte
Cores