ZTJ – Capítulo 191 – A Caixa do Destino



CAPÍTULO ANTERIOR                                                                                                 PRÓXIMO CAPÍTULO


A Pérola Noturna jazia aos pés de Chen Changsheng, contra a parede à sua frente. Sua luz se projetava por baixo, fazendo com que o punhal inserido na parede projetasse uma sombra extremamente longa que parecia um feixe preto no teto.

Polegada por polegada, a adaga foi lentamente sendo enfiada na parede, sendo gradualmente engolfada. Chen Changsheng segurou firmemente o punho, seus olhos estavam focados na interseção entre a parede e a adaga, sua respiração ficava cada vez mais brusca e sua expressão mais aflita.

Sua mente estava focada na adaga como se estivesse se aventurando em algum caminho escuro sem uma lanterna e não tivesse consciência do que poderia encontrar. Esse tipo de total desconhecimento propunha uma sugestão de expectativa, mas consistia principalmente no desconforto do acaso.

Finalmente, a adaga enviou de volta um sentimento claro de que sua ponta havia atingido algo duro a cerca de quinze centímetros na parede. Chen Changsheng olhou para a parede por alguns segundos e, logo em seguida, a empurrou. Ao confirmar que sua adaga achava-se impossibilitada em prosseguir o caminho, ele se viu bastante surpreso no momento. Mas que tipo de material este item era feito, pois nem mesmo sua adaga poderia perfurar? Ao mesmo tempo, ele confirmou que este era o item que estava a procura.

Ele liberou sua mão esquerda da adaga e levantou a manga para enxugar o suor de sua testa, depois a colocou de volta na adaga. Desta vez, não tentou sondar mais a fundo, mas sim mover o punhal sobre a parede. Confiando puramente nos sentimentos transmitidos às suas mãos, ele usou a adaga para lentamente cortar a parede de pedra dura. Embora pequenos pedaços de pedra voassem no ar, nenhum som foi produzido.

A adaga silenciosamente cortou, assim movendo-se incessantemente pela parede de pedra. Finalmente, chegou à sua posição inicial, e, no final, um desenho na parede havia sido feito pela adaga. Chen Changsheng achou esse desenho bastante familiar, e então lembrou que era exatamente o mesmo que o dos contornos externos da Floresta da Demora.

Ele removeu a adaga e se aproximou da parede de pedra. Ele colocou a adaga em uma das costuras horizontais mais largas e começou a puxar a pedra com cuidado, constantemente a espetando.

Enquanto trabalhava, uma pedra cinzenta à direita do retrato de Wang Zhice começou a lentamente se mover, pouco a pouco, até que apareceu tal como uma claro impacto na parede.

Depois de algum tempo, a pedra cinzenta estava a poucos centímetros da parede de pedra. Chen Changsheng embainhou sua adaga e usou as mãos para pegar as extremidades planas e uniformes da pedra. Ele respirou fundo e a lídima essência fluiu lentamente para várias partes do corpo e transferiu força para seus braços.

Houve um ruído extremamente suave quando, na luz suave da Pérola Noturna, fragmentos de pedras voaram no ar. Uma pedra de formato irregular lentamente se soltou da parede.

Um buraco fora cortado na parede, e ele pôde distinguir uma caixa em suas profundezas. Esta caixa estava embutida na parede e, claramente, não seria facilmente extraída, mas a caixa ainda podia ser aberta.

Tal mecanismo estava realmente escondido nas paredes de um lugar como o Pavilhão Lingyan, e até mesmo continha uma caixa misteriosa lá. Mas quem fez isso quando ainda estava sendo construído? Quem poderia ter sido capaz de fazer isso?

Se tal cena fosse vista por qualquer outra pessoa, certamente causaria o tremor de toda a Dinastia Zhou, talvez até o fato resultasse em uma investigação que se estenderia por séculos e uma calamidade para os descendentes de alguns poucos clãs de prestígio.

Chen Changsheng não sabia quem havia colocado essa caixa no Pavilhão Lingyan. Quando estava em construção, inúmeros artesãos e funcionários vigiavam dia e noite, então como essa pessoa conseguiu se esconder de tantas pessoas e até mesmo do olhar divino do Imperador Taizong? Tudo o que ele sabia agora era que, a parede do Pavilhão Lingyan continha uma caixa pela qual ele precisava.

A caixa enterrada na parede era de uma tonalidade muito escura. Sua camada mais externa foi facilmente removida, revelando a verdadeira caixa dentro. A tampa da caixa estava coberta por muitas cordas de cobre, com vários botões de cobre espalhados entre eles, e tudo aquilo parecia ser extremamente complexo. No centro se encontrava a chave para abrir a caixa.

Se uma criança da capital visse esses botões e cordas de cobre, ela seria capaz de adivinhar que esse era o Quebra-Cabeça dos Nove Anéis Interconectados[1] muito popular na dinastia da Grande Zhou. No entanto, esta versão era muito mais complicada, e consistia-se de dezessete anéis ligados.

Os Nove Anéis Interconectados era o mesmo que a Floresta da Demora, um jogo feito por Wang Zhice para perder tempo e trabalhar sua mente enquanto não estava estudando. Embora fosse apenas um jogo, o mesmo também era excelente para fortalecer o sentido espiritual do cultivador ou aumentar a capacidade de cálculo. Nove anéis eram comuns, enquanto dezessete eram incrivelmente raros, e a solução dele era muito mais difícil.

Sem qualquer hesitação, Chen Changsheng olhou para aquelas cordas de cobre extremamente complexas e começou a calcular, e seu olhar, ocasionalmente, se direcionou em direção a um dos botões de cobre. Ele, então, começou a mover as cordas, e seus dedos iam constantemente arrancando-as como se estivesse tocando a cítara, assim acabando por trazer as cordas de cobre junto com os botões.

Ele passou muito tempo fazendo isso e, finalmente, ao ver um espaço vazio no canto sudoeste da tampa da caixa, respirou fundo e tirou o dedo anelar esquerdo das cordas de cobre. Com um clique, as cordas que ele tinha tricotado começaram a se mover por conta própria, incessantemente amarrando-se e desamarrando-se enquanto se moviam em direção ao centro.

Este foi o processo de desatar os anéis. Havia demorado muito tempo para descobrir se alguém era capaz de desamarrá-los ou não, ou se havia cometido um erro. Se fosse esse o caso, a única solução seria começar de novo.

Não havia mais nada a fazer além de esperar. Chen Changsheng finalmente notou que sua testa estava coberta de suor. Assim que estava preparado para levantar o braço para enxugar o suor, viu o suor em sua manga mais cedo e congelou. Com um sorriso amargo, ele balançou a cabeça, tirou um lenço da manga e assiduamente limpou o suor em seu rosto.

Ele observou em silêncio enquanto o desenho constantemente se transformava; enquanto, incessantemente, as cordas e os botões de cobre moviam-se.

Ele não sabia quem fizera esse mecanismo, talvez Wang Zhice ou outra pessoa. Assim como apenas sabia que havia uma caixa na parede, apenas igualmente sabia da existência dessas coisas, mas não o por que delas existirem.

Todas essas coisas lhe haviam sido contadas pelo Daoísta Ji.

Antes de chegar à capital, Chen Changsheng sempre acreditou que o Daoísta Ji era apenas um daoísta comum, no máximo alguém incrivelmente habilidoso em medicina. Depois de experimentar tantas coisas, ele, naturalmente, sabia que seu mestre não era uma pessoa comum. Ele poderia até ter outra identidade.

Os livros e pergaminhos no antigo templo de Xining eram todos livros antigos de antes da grande recompilação. A abundância desses livros estava a par do Palácio Li, então como poderia uma pessoa normal acumular tantas escrituras daoístas?

Ele agarrou sua adaga e olhou para os retratos dos ministros na parede, no final sacudindo a cabeça. Como poderia uma pessoa normal saber que o Pavilhão Lingyan continha tantos segredos? Até mesmo sua própria adaga era extraordinária.

Também foi o daoísta Ji que lhe dissera que, se ele quisesse desafiar os céus e mudar o destino, precisaria entrar no Pavilhão da Lingyan e descobrir os segredos internos lá contidos. Assim, seu objetivo ao chegar à capital foi justamente entrar no Pavilhão Lingyan.

Seu destino não era bom, e assim, se ele tinha o anseio de viver além dos vinte anos de idade, ele tinha apenas dois métodos disponíveis: cultivar até o Reino da Divindade Oculta ou desafiar os céus e mudar seu destino. Ambos os métodos não pareciam razoáveis, pois eram essencialmente impossíveis, todavia, comparativamente falando, o último era um tanto mais pragmático. Isso porque rumores de mudar o destino sempre circulavam entre as pessoas.

Como alguém poderia desafiar os céus e mudar o destino? Primeiro de tudo, era preciso saber qual era o seu destino. Ele olhou para os anéis que ainda se desenrolavam e, silenciosamente, pensou: meu destino poderia estar escondido nesta caixa?


¹-“Nove Anéis Interconectados” refere-se a um jogo de quebra-cabeça também conhecido como “Baguenaudier”, “Anéis Chineses” ou “Suspensão de Cardan”. Envolve um conjunto de anéis que devem ser desembaraçados de um laço horizontal de arame.!.


Se você gosta do nosso trabalho, da novel e quer nos ajudar,
Não esqueça de Avaliar Ze Tian Ji na Central Novel e deixar seus comentários.
Isso é de extrema importância para nós. Muito obrigado!
dragão


Tradutor: Vaan   |   Revisor: Enxarcado   |   QC:Asura


CAPÍTULO ANTERIOR                                                                                                 PRÓXIMO CAPÍTULO



Fontes
Cores