ZTJ – Capítulo 188 – Subindo os Degraus



CAPÍTULO ANTERIOR                                                                                                    PRÓXIMO CAPÍTULO


“O que há no Jardim de Zhou? Tesouros?”

“O mais provável é que haja as armas e manuais de técnicas secretas dos poderosos especialistas que Zhou Dufu derrotou. Naturalmente, o mais importante é que seu próprio legado esteja no Jardim de Zhou.”

“Você pode guardar seja lá o que encontrar depois de entrar no Jardim de Zhou?! Você tem que entregar ao Tribunal Imperial, não é?”

“Receber uma recompensa de acordo com o obtido é o motivo principal. É claro que, embora o Jardim de Zhou seja um bom lugar, é muito perigoso aventurar-se em suas profundezas, e também há muitos oponentes do mesmo nível de cultivo dentro dele. Como resultado, o principal significado do Jardim de Zhou é que é o melhor lugar para os jovens cultivadores se submeterem a uma prova de fogo.”

“Os especialistas seniores não entrarão no Jardim de Zhou para roubar os tesouros?”

“Aqueles especialistas não afiliados ou os discípulos pessoais daqueles monstros antigos podem até arriscar uma jornada no jardim, mas mesmo eles tem que temer a posição dos Cinco Santos, então, presumivelmente, não irão agir tão excessivamente.”

Há muitos anos atrás, em uma batalha histórica em Luoyang, Zhou Dufu derrotou o Imperador Taizong da Grande Zhou, então o Imperador Taizong certamente havia perdido algo para ele. Muitos anos antes disso, fora da cidade de Xuelao, Zhou Dufu tinha derrotado aquele Lorde Demônio uma vez considerado como o mais forte. A incrivelmente poderosa Rede Celestial usada pelo Lorde Demônio havia sido severamente danificada, fazendo com que ela perdesse várias posições no Ranking das Armas Lendárias. Em última análise, poderia apenas ser usada para esconder uma tentativa de assassinato na Academia Ortodoxa.

Desses dois fatos, podia-se ver quão grande o efeito de Zhou Dufu no continente afora, quão abrangente e concreto fora seu legado. Em sua vida, ele havia derrotado inúmeros especialistas poderosos. Se as armas e técnicas desses especialistas estivessem todas no Jardim de Zhou, elas constituiriam o tesouro de maior valor no local.

E nem mesmo tal acontecimento levava em conta o fato de que Zhou Dufu não aparecera há vários séculos. Talvez estivesse morto, ou talvez tivesse adentrado no vazio, porém, independentemente das circunstâncias, era exatamente como Jin Yulu havia dito: seu legado poderia ter sido deixado no Jardim de Zhou.

O legado do especialista supremo do continente… Apenas em pensar nisso faz com que o coração vacile em inquietação.

Depois de ouvir a descrição de Jin Yulu, os três jovens finalmente entenderam de forma clara o assunto em questão. A casinha ao lado do portão ficou ainda mais quieta, e o pingar do óleo que escorria da presa do porco soava cada vez mais alto.

Com esses tesouros, quem não gostaria de entrar no Jardim de Zhou?

Ao longo de muitos anos, a inauguração programada do Jardim de Zhou abalara o continente, mas sua localização exata não podia ser confirmada todas as vezes. Este ano, a posição do Jardim de Zhou finalmente havia sido confirmada, o que significava que a Dinastia da Grande Zhou certamente enviaria muitas pessoas ao Jardim de Zhou para procurar por aqueles valorosos tesouros.

Tudo o que Qiushan Jun fizera foi encontrar o portão principal do Jardim de Zhou e obter sua chave. O grande nevoeiro ao redor do Jardim de Zhou foi gradualmente se dispersando, entretanto, no mundo interior, permanecia um enigma.

No entanto, esse mundo em miniatura, aberto a cada dez anos, tinha exigências extremamente rígidas, que operava de maneiras insondáveis no nível dos cultivadores que poderiam entrar nele. Somente aqueles no Reino da Abertura Etérea poderiam entrar nele vivos.

Tang Trigésimo Sexto e Xuanyuan Po se voltaram para Chen Changsheng. Na partida final do Grande Exame, Chen Changsheng havia incompreensivelmente conseguido romper para o Reino da Abertura Etérea, então ele, naturalmente, tinha o direito de entrar no Jardim de Zhou.

Chen Changsheng assentiu com a cabeça. Ele estava muito certo de que o número de jovens cultivadores que poderiam entrar no Jardim de Zhou certamente aumentaria, pois amanhã seria o dia em que eles entrariam no Mausoléu de Livros para começar a compreender o Dao.

“Prepare o remédio e os cristais para amanhã, e se esforcem para compreender e romper no Mausoléu de Livros.” Ele olhou para Tang Trigésimo Sexto e Xuanyuan Po, assim dizendo: “Quando chegar a hora, iremos juntos ao Jardim de Zhou.”

Jin Yulu acrescentou: “Sua Alteza também entrará no Mausoléu de Livros amanhã.”

Chen Changsheng respondeu: “Então todos nós quatro vamos juntos.”

……

……

Na verdade, Chen Changsheng não estava muito preocupado com o Jardim de Zhou, pois tal estava muito longe… porém, na realidade, ele não estava tão desolado, temporalmente. Mas a mente de Chen Changsheng estava sempre focada no que estava diante dele, naquela noite.

Hoje à noite ele precisava entrar no palácio e fazer o que precisava, e precisava se sair bem nesse ínterim[1]. Só assim todas as outras coisas deste mundo, como tesouros ou lendas, poderiam ter algum significado para ele.

Ao anoitecer, no abissal crepúsculo, uma carruagem lentamente parou do lado de fora do Palácio Imperial. Tang Trigésimo Sexto saltou, Xuanyuan Po fez o chão tremer e, finalmente, Chen Changsheng saiu da carruagem.

Uma grande multidão estava reunida em frente ao Palácio Imperial. Ali perto estavam os jovens discípulos de várias escolas e seitas, enquanto à distância estava a população espectadora. O desejo dos habitantes da capital pela excitação nunca foi afetado pelo tempo ou pela hora do dia.

Quando os três jovens da Academia Ortodoxa apareceram, especialmente Chen Changsheng, a conversa da multidão ficou mais alta enquanto os rostos dos jovens examinados mudavam um pouco.

Naquela noite, os quarenta e dois examinados classificados nas três bandeiras do Grande Exame participariam de um grande banquete realizado pela Imperatriz Divina no Salão Brilhante, cantando, dançando e bebendo para celebrar suas conquistas. Depois, passariam a noite no palácio e no dia seguinte iriam direto ao Mausoléu de Livros.

Apenas Chen Changsheng, o primeiro lugar da primeira bandeira, não compareceria ao banquete. Ele teria que meditar durante a noite no Pavilhão Lingyan, já que esta era a regra.

A tagarelice da multidão e a mudança de expressão dos examinandos originariam-se desse fato. O Pavilhão Lingyan era um pavilhão sagrado, um terreno proibido. O imperador só entraria nele por motivo de uma grande cerimônia ou um grande evento dinástico. Além disso, apenas o primeira posto da primeira bandeira do Grande Exame poderia passar uma noite dentro do Pavilhão Lingyan para meditar. Superficialmente, isso era, naturalmente, uma raríssima honra, mas na realidade, ninguém acreditava que isso fosse uma coisa boa.

O Pavilhão Lingyan, indubitavelmente, não continha roupas de cama e colchões, e uma noite em meditação teria de ser passada em posição de yoga. Deixando de lado dormir, mesmo fazer uma pequena pausa era incrivelmente difícil. Depois de suportar esta noite de tormento, certamente o indivíduo ficaria completamente cansado e exausto no início da manhã, portanto, quando alguém entrasse no Mausoléu de Livros, seria indubitavelmente muito afetado ao ver os monólitos e compreender o Dao.

Ninguém entendia por que o imperador Taizong estabelecera essa regra. Só se podia concluir que esse poderoso monarca desejava usar esse método para fortalecer a lealdade de cada primeiro lugar da primeira bandeira do Grande Exame destinado à dinastia.

Porém, com o passar dos anos, essa regra tornou-se apenas uma regra, esquecida e até mesmo sendo descaradamente ignorada por muitos. Somente para Chen Changsheng esta regra não era simples, mas uma questão de extrema importância. Ele havia saído de Xining, chegado à capital, entrado na Academia Ortodoxa, participado do Grande Exame, experimentado tantos julgamentos e se arriscado tantas vezes… apenas por esse motivo.

Enviado por incontáveis ​​olhares, atravessou o sombrio e frio portão do palácio.

Sob a orientação de um chefe eunuco, ele entrou na parte mais profunda do palácio. Ele passou pelo Salão da Luz Fria e pelo jardim abandonado, ambos os lugares em que ele estivera. Ele, então, viu aquela alta parede do palácio no lado oeste e a hera que a cobria, e sabia que a Academia Ortodoxa e o Jardim das Cem Ervas estavam do outro lado.

Quanto mais profundo ele adentrava no Palácio Imperial, mais sereno ficava, até que se tornasse bastante desértico. Antes, ele ainda era capaz de ver uma empregada ou eunuco, mas agora, ele não via mais a ninguém. A distante música do Salão Brilhante também se tornava cada vez mais suave e remota, transformando-se em um som etéreo de um outro mundo. Em última análise, havia desaparecido completamente, assim deixando apenas o silêncio.

Aquele chefe eunuco, em algum momento, havia silenciosamente partido.

Tudo que sobrara foi Chen Changsheng e uma torre.

Aquela torre desolada diante dele, inconfundível. Era o Pavilhão Lingyan.

Nenhuma direção era necessária, e ele não se perderia, pois havia apenas um caminho para o Pavilhão Lingyan.

O Pavilhão Lingyan era demasiado alto e esse caminho era demasiado reto, formado por incontáveis ​​degraus de pedra.

A noite já havia envolvido a capital, e as várias estrelas descendiam uma vez mais no mundo mortal.

A luz estelar brilhou por sobre os degraus de pedra, revestindo-os com um fraco brilho. Quando ao olhar de baixo, os degraus de pedra pareciam não ter fim, conduzindo diretamente ao ponto mais alto do céu noturno.

Sem hesitar, Chen Changsheng subiu os degraus de pedra em direção ao Pavilhão Lingyan no céu noturno. Seus passos eram firmes, mas não lentos. Suas mãos ao lado do corpo já estavam cerradas, simbolizando seu nervosismo e antecipação.

Uma rajada de vento passou por ele, fazendo com que suas roupas se agitassem e farfalhassem no ar.


¹-Ínterim é a característica de algo que é provisório, ou seja, que ocupa um curto espaço de tempo entre duas situações ou acontecimentos.


Se você gosta do nosso trabalho, da novel e quer nos ajudar,
Não esqueça de Avaliar Ze Tian Ji na Central Novel e deixar seus comentários.
Isso é de extrema importância para nós. Muito obrigado!
dragão


Tradutor: Vaan   |   Revisor: Enxarcado   |   QC:Asura


CAPÍTULO ANTERIOR                                                                                                    PRÓXIMO CAPÍTULO


 


Fontes
Cores