ZTJ – Capítulo 183 – Apenas Pelo Abaixar de Cabeça É Que Podes Suportar Esta Coroa



CAPÍTULO ANTERIOR                                                                                                    PRÓXIMO CAPÍTULO


Sob o olhar de milhares, o jovem silenciosamente avançou. Sua postura parecia bastante reservada, mas controlava bem suas emoções, já que não parecia muito nervoso. Ele andou muito firmemente. O vento soprava levemente sobre seu uniforme da Academia Ortodoxa. Não era muito brilhante ou chocante, mas era muito limpo, tal como o sentimento que expressava aos outros.

“Este é Chen Changsheng?”

A multidão em frente ao Palácio do Grande Resplendor vibrava em conversas e perguntas.

Chen Changsheng já havia, há muito tempo, se tornado uma pessoa famosa na capital. Muitas pessoas tinham ouvido falar de seu nome e sabiam de sua origem e sobre o noivado, porém, para diversas pessoas, essa havia sido a primeira vez que haviam colocado seus olhos nele.

Foi só agora que as muitas pessoas da capital tiveram uma verdadeira impressão dele. Eles perceberam que ele não era um jovem mestre gracioso e fino como Tang Trigésimo Sexto, nem um belo jovem. Em vez disso, ele emitia um sentimento bastante amável.

Chen Changsheng subiu os degraus de pedra, assim chegando em frente ao palácio, e virou-se para ver o mar de pessoas na praça.

Ao seu lado havia uma mesa quadrada de ébano, e colocada sobre a mesa havia uma coroa de espinhos. A luz do sol se esparramou por sobre a coroa, fazendo com que ela exsudasse uma fraca luz.

Não havia ouro ou jade nesta coroa de espinhos. Parecia algo sem graça, mas simbolizava as dificuldades e glórias no caminho do cultivo. Ela tinha um significado profundo nas tradições da Ortodoxia, e também servia como emblema do primeiro lugar da primeira bandeira do Grande Exame.

O Palácio do Grande Resplendor gradualmente ficou quieto enquanto a multidão aguardava aquele momento.

Os examinados, ministros e bispos de pé em frente ao palácio olhavam para as costas de Chen Changsheng, do qual se encontrava bem em frente ao público. Cada um deles tinha em seus rostos expressões diferentes — alguns satisfeitos, outros calmos, outros invejosos, outros frios. Todavia, independentemente do que sentissem, todos só podiam esperar por Chen Changsheng obter essa pesarosa glória.

Surpreendentemente, o primeiro-ministro, que estava encarregado de premiar as três pessoas na primeira bandeira do Grande Exame, em algum momento, recuara para a multidão e não mas estava em frente ao palácio. Apenas quem, então, viria para conceder a recompensa?

Neste momento[1], a luz do sol que caía por sobre a coroa de espinhos, de repente, se dispersou em incontáveis ​​fios. Eles formaram uma esfera de luz em frente ao palácio, uma esfera de uma sagrada branca luz.

Suspiros de choque surgiram da praça do Palácio do Grande Resplendor.

A Luz Sagrada gradualmente desapareceu e uma figura alta lentamente apareceu.

Era uma figura idosa, vestida em manto divino, e em sua cabeça carregava a coroa divina, com um bastão em mãos.

Uma música divina tocava enquanto um santificado e digno Qi envolvia a praça.

Inúmeros gritos de surpresa se ergueram, e depois, rapidamente, voltaram ao silêncio.

Inúmeras pessoas se prostraram no chão em direção ao Ancião, todos na praça abaixando a cabeça semelhante à onda de uma maré.

Todos estavam prestando homenagem ao Papa.

……

……

O Papa, que raramente aparecia diante do povo nos últimos anos veio, inesperadamente, em pessoa. Ninguém havia imaginado isso, e o choque produzido foi difícil de ser descrito enquanto silenciosamente perguntavam a si mesmos, por quê?

Chen Changsheng não era um estudante da Academia Ortodoxa? O Papa não destruiu pessoalmente a Academia Ortodoxa? A Academia Ortodoxa não era o último ponto de tensão no conflito entre as novas e conservadoras facções da Ortodoxia?

Outro ancião, além do Papa, apareceu em frente ao Palácio do Grande Resplendor: O Arcebispo Mei Lisha, do Departamento de Educação Eclesiástica, que aceitou calmamente o cajado do Papa e que, logo em seguida, retirou-se da ocasião ficando ao lado do caminho.

O papa usou as duas mãos para levantar a coroa de espinhos da mesa de ébano e caminhou até Chen Changsheng.

Chen Changsheng estava muito perdido, confuso quanto ao que deveria fazer. Ele subconscientemente olhou para o arcebispo ao lado, e o arcebispo sorriu e assentiu com a cabeça.

O Papa olhou para Chen Changsheng e sorriu. “Se você não está disposto a abaixar a cabeça, como então podes ser coroado?”

Essas palavras aparentemente estavam descrevendo a dada situação atual, mas também pareciam ter um significado mais profundo. Entretanto, Chen Changsheng não teve tempo para pensar sobre tais conjecturas. Ele rapidamente dobrou o joelho e abaixou a cabeça.

O Papa colocou a coroa de espinhos em sua cabeça, ajustando-a cuidadosamente antes de finalmente se sentir contente. “Eu não sei o que os usuários anteriores poderiam ter pensado, mas eu sempre achei que esses espinhos não são tão agradáveis assim ​​aos olhos. Porém, em sua cabeça, eles realmente parecem bastante espirituosos. Nada mal.”

Chen Changsheng ainda estava em estado de choque. Ele não conseguiu compreender o significado mais profundo por trás das palavras do Papa, mas pôde, ao menos, ouvir seu elogio.

Nada mal? Quantos jovens poderiam ser chamados de “nada mal” pelo Papa? Ele só ouviu falar de Mo Yu e do príncipe Chen Liu recebendo esse tipo de avaliação; foi a sua vez agora?

“Levante-se”, disse o Papa.

Chen Changsheng obedientemente levantou. Ele inadvertidamente levantou a mão e sentiu a coroa de espinhos. Somente quando o pruriginoso toque dos espinhos lhe confirmou que tudo aquilo era real, ele, finalmente, levemente acalmou-se.

Vendo suas ações, o Papa sorriu.

Pela primeira vez, Chen Changsheng pôde ver claramente o rosto do Papa.

O Papa era um homem idoso de rosto idoso.

Era um rosto demasiado comum, sua característica mais marcante era que seus olhos estavam profundamente submersos em seu rosto. Era semelhante um abismo, porém, não havia nada ali a ser temido, pois, lá dentro, havia um oceano azul, céus azuis e a luz do sol.

O mar nos olhos do Papa era tão calmo quanto um espelho sob a luz do sol, o azul e o celeste se estendiam ao infinito. Era impossível saber quão profundo ou vasto era. Se a luz do sol desaparecesse, furacões surgiriam de repente, provocando enormes ondas e trovões sem fim. Porém, agora, havia apenas a luz do sol, sem vento ou chuva, logo, havia apenas benevolência, tolerância e gentileza.

Esta foi a primeira vez que Chen Changsheng viu esses olhos. Em apenas um instante, ele sentiu seu corpo aquecer. Sem pensar, ele saltou para as águas quentes do oceano, assim nadando livremente ou descansando em sua superfície.

Depois de algum tempo, ele acordou.

Ao acordar, percebeu através da sensação da coroa de espinhos nas pontas dos dedos que o mais breve dos momentos passara. Ele nem sequer teve tempo de abaixar a mão.

Tal mundo espiritual divino e vasto verdadeiramente faria qualquer um suspirar em louvor e reverência.

Foi somente nesse momento que Chen Changsheng realmente despertou e se conscientizou do fato de que o ancião em pé diante dele era uma existência do pico do mundo humano, alguém que já havia entrado no Reino do Domínio Divino, um verdadeiro Santo.

Ele não sabia como responder e, de repente, lembrou-se das garoas de chuva outonais no Salão da Limpeza de Pó. Embora não soubesse por que o Papa o ajudou, ainda sim o ajudou.

“Obrigado, Vossa Santidade”, disse Chen Changsheng ao Papa quando, sinceramente, curvou-se.

O Papa olhou para ele com ternura carinhosa e acariciou levemente o topo de sua cabeça. “Lamentável criança… boa criança … venha me ver daqui a alguns dias.”

Depois de dizer isso, indicou que Chen Changsheng deveria se virar.

Chen Changsheng concordou um tanto vagamente, virando-se para enfrentar os milhares que lotavam a praça em frente ao Palácio do Grande Resplendor.

O Papa agarrou sua mão direita e lentamente levantou-a em direção ao céu.

A praça, de repente, ficou em silêncio e depois explodiu em estrondosos aplausos que aparentavam querer rasgar o firmamento azul em cima deles.

……

……

O Papa partiu, assim como o arcebispo.

Os ministros e cardeais em frente ao palácio avançaram um a um e lhe projetaram olhares carinhosos ao parabenizá-lo. Houve até mesmo algumas pessoas que disseram que, se houvesse um problema com a Academia Ortodoxa, ele deveria se comunicar com elas, como se fossem realmente seus anciãos. Até o primeiro-ministro Yu Wenjing disse algumas coisas para ele.

A Academia Ortodoxa havia recebido tantos cartões e presentes ontem graças a essas poderosas figuras que sabiam dos vários detalhes do Grande Exame, tal como aqueles episódios de chuva outonal. Eles não conseguiram ver toda a situação, mas ainda precisavam estabelecer algumas bases. Hoje, o Papa, de repente, apareceu, e tratou Chen Changsheng com tamanha intimidade, então, como não poderiam entender agora? Eles, pelo menos, teriam que tratar superficialmente Chen Changsheng com cordialidade.

Os demais examinados, naturalmente, não receberam o tratamento que Chen Changsheng recebeu. Eles ficaram no canto e viram como Chen Changsheng estava rodeado de personagens importantes. Alguns pareciam invejosos, enquanto outros, simpáticos. Tang Trigésimo Sexto disse a Guan Feibai: “Se o primeiro lugar da primeira bandeira tivesse que receber esse tipo de tratamento, eu preferiria não tê-lo.”

“Eu também não quero isso…” Guan Feibai, repentinamente, caiu em si e disse: “Desde quando nós somos tão chegados assim? E, de qualquer forma, você poderia chegar ao primeiro lugar da primeira bandeira?”

“Já terminamos de lutar; ainda precisamos nos posicionar em lados opostos? Você não acha que todos nós devemos simpatizar com a miserável pessoa que é Chen Changsheng agora?”

Tang Trigésimo Sexto falou com simpatia, mas não tinha intenção de tirar Chen Changsheng dessa situação. Essas pessoas eram todas figuras verdadeiramente importantes. Talvez seu pai pudesse ter conseguido, mas seu próprio status estava longe de ser suficiente.

Chen Changsheng não estava habituado a tal cena, especialmente ao cheiro de incenso nos corpos desses grandes personagens. No entanto, conseguiu manter seu humor muito bem e não havia nada para criticar sobre suas maneiras.

A multidão, de repente, ficou em silêncio e as pessoas ao seu redor gradualmente se separaram, formando um caminho através do qual Xu Shiji entrou.

Xu Shiji era o General Divino do Leste, profundamente confiado pela Imperatriz Divina. Emparelhado com sua excelente filha, sempre teve status especial no tribunal. No entanto, seus colegas no tribunal e os bispos estavam cedendo espaço não por estas razões, mas porque tinha um relacionamento muito complicado com Chen Changsheng.

Esses proeminentes personagens falavam com Chen Changsheng como se fossem seus anciões, mas se alguém realmente pudesse falar sobre os anciões, então na capital, apenas Xu Shiji e sua esposa poderiam realmente ser considerados os anciãos de Chen Changsheng. Crucialmente, a questão do noivado era a conversa principal da capital, e todos ansiavam saber exatamente o que Xu Shiji diria a Chen Changsheng neste momento. Muitas pessoas se prepararam para ver Xu Shiji fazendo uma piada de si mesmo.

Estava bastante quieto em frente ao palácio.

Xu Shiji lentamente caminhou da periferia da multidão. Ele ficou na frente de Chen Changsheng, expressando indiferença em seu cenho quando olhou a ele.

Chen Changsheng o reverenciou, porém, nada disse.

“Seu desempenho no Grande Exame não… foi ruim.” Xu Shiji olhou em seus olhos, claramente falando com o tom de um ancião, entretanto, soou um tanto estranho aos ouvidos da multidão.

Chen Changsheng considerou estas palavras e decidiu não responder.

As sobrancelhas de Xu Shiji levemente arrebitaram-se, e então, de repente, disse: “Esta noite, venha para minha casa jantar.”

Um clamor surgiu na multidão logo após que tais palavras foram ditas.

Ninguém disse nada, mas muitas pessoas não puderam deixar de silenciosamente o amaldiçoar, especialmente os ministros da facção conservadora. Eles, silenciosamente, resmungaram que a pele dessa pessoa era ainda mais espessa que as paredes do palácio[2] — Ora, como poderia ter nascido tão desavergonhado?

Surpreendentemente, depois de alguns segundos, Chen Changsheng respondeu: “Certo.”

Xu Shiji olhou em seus olhos e confirmou que Chen Changsheng realmente havia entendido e concordado com o convite. Sua expressão levemente suavizou-se e nada mais disse. Assentindo-lhe com a cabeça, ele se virou e saiu.

Após o anúncio dos rankings ocorreu o habitual desfile.

Liderados por Chen Changsheng, os examinados embarcaram em uma carruagem especialmente construída. Cercada pela população, a carruagem percorreu pelas estradas da capital que margeavam o rio Luo. Fazer um círculo completo de percurso exigia, pelo menos, quatro horas.

A capital inteira entrou em uma atmosfera de folia.

A população ocasionalmente lançava flores e frutas na carruagem. Chen Changsheng, Gou Hanshi, Guan Feibai e Tang Trigésimo Sexto receberam a maior parte das flores e frutas. Se não fosse pelo fato de que o Tribunal Imperial já era experiente nesse assunto e de antemão havia despachado diversos soldados para remover constantemente esses objetos, talvez os quatro jovens já teriam sido enterrados vivos sob as flores e os frutos.

Enquanto percorriam o canto sudoeste da Cidade Imperial, Chen Changsheng sentiu-se bastante sedento. Sem pensar muito, pegou um melão e deu uma mordida. O achou muito doce e crocante em sua boca, mas não imaginou que essa ação provocaria uma chuva de melões que o obrigou a proteger sua cabeça com as mãos.

Ele olhou para além da chuva de melões em direção ao Palácio Imperial. Ele viu o Pavilhão Lingyan e também a Plataforma de Orvalho. Achou como se pudesse ver um pequeno ponto preto na Plataforma de Orvalho, que acreditava ser a Cabra Preta.

Ele acenou com a mão para esse lado. No entanto, quando viu a Senhorita Shuang’er na multidão com uma expressão mista em se cenho e pensou sobre o jantar de hoje à noite, a mão do qual acenava aos poucos tornava-se pesarosa.


¹- (Enxarcado: Recomendo agora que abram o Youtube ou o Spotify e coloquem para tocar a música “Da Pacem Domine”. É imersão garantida se fizerem isso! Até porque estou fazendo isso agora enquanto reviso o texto hehe).
²- “更是不停暗骂此人脸皮竟似比宫墙还要厚”. Esta parte provavelmente é alguma expressão idiomática chinesa, coisa tal que só faria sentido para eles. Como previsto, o tradutor não explicou sua origem e significado, mas entendam como algo, tipo: “Como é possível uma pessoa ter nascido tão sem vergonha na cara?”, ou como alguém desavergonhado ou atrevido, descarado.


Se você gosta do nosso trabalho, da novel e quer nos ajudar,
Não esqueça de Avaliar Ze Tian Ji na Central Novel e deixar seus comentários.
Isso é de extrema importância para nós. Muito obrigado!
dragão


Tradutor: Vaan   |   Revisor: Enxarcado   |   QC:Asura


CAPÍTULO ANTERIOR                                                                                                    PRÓXIMO CAPÍTULO


 


Fontes
Cores