ZTJ – Capítulo 177 – A Espada Secreta



CAPÍTULO ANTERIOR                                                                                                    PRÓXIMO CAPÍTULO


Se isso não fosse uma bênção do céu, nem uma inversão súbita do destino, porém, em vez disso, fosse uma recompensa, então, naturalmente inspiraria confiança, todavia, tal confiança só pertenceria ao próprio Chen Changsheng.

Mo Yu não pensaria dessa forma — ela ainda continuaria a não ter nenhuma confiança nele.

Chen Changsheng já, em muito, lhe mostrou surpresas e projetara diversos milagres no Grande Exame deste ano, tendo até mesmo alcançado o Reino da Abertura Etérea apenas fechando e abrindo os olhos nesta feroz batalha. Ela ainda não acreditava que Chen Changsheng poderia vencer Gou Hanshi, porque, para algo como milagres, em seus vinte anos de vida, ela já havia visto demais, como a ascensão milagrosa de Zhou Tong; como o príncipe Chen Liu, que ignorou as fortes objeções dos ministros do tribunal e do clã Imperial, insistindo em tentar ingressar ao Reino da Abertura Etérea.

Mo Yu sabia muito claramente que milagres podem resolver alguns problemas, mas definitivamente não conseguem resolver todos os problemas.

Há uma diferença em quem cultivara por um longo tempo e aquele que havia cultivado por pouco tempo, pois mesmo que Chen Changsheng já tenha atingido o nível de cultivo de Gou Hanshi, ainda não conseguiria superar tal lacuna entre ambos.

Os três representantes das seitas do Sul permaneceram relativamente silenciosos desde o início do Grande Exame. Essa tranquilidade provavelmente era uma forma de cortesia e um sinal de confiança, confiança nos examinandos que eram do Sul e em Gou Hanshi em particular. Chen Changsheng surpreendeu inesperadamente a todos e, de repente, alcançou o Reino da Abertura Etérea, fazendo com que seus estados mentais fossem comprometidos, entretanto, no próximo momento, acalmaram-se novamente, porque coisa semelhante acontecia a Mo Yu, pois ainda não acreditavam que Chen Changsheng tivesse muita chance — sua confiança em Gou Hanshi nem minimamente havia diminuído.

Chen Changsheng, que de repente alcançou a Abertura Etérea, poderia ser considerado o mais forte entre aqueles de sua idade, talvez até superando Xu Yourong, que era a primeira na Proclamação do Firmamento Azul, mas ele ainda não poderia se comparar a Gou Hanshi e Qiushan Jun. Todos estavam no Reino da Abertura Etérea, porém, mesmo que fossem iguais em termos de conquista no caminho da espada e em conhecimento sobre o cultivo, o treinamento de espadas promovido pelo Monte Li aos seus discípulos era muito extenuante. Como poderia Chen Changsheng possivelmente superá-los neste aspecto?

Os dois arcebispos do Salão Sagrado ficaram em profundo silêncio, em parte devido ao choque, mas principalmente por conta da chuva que antes caia. Desde aquele período chuvoso, esses dois chefes da Ortodoxia pouco falaram, pois mesmo quando o Arcebispo do Departamento de Educação Eclesiástica, o Arcebispo Mei Lisha, pessoalmente se fez presente, não fez com que houvesse mudança em suas expressões.

A chuva que fora enviada de fora do Mundo da Folha Vede representava a vontade de Sua Santidade.

Eles eram os confidentes de Sua Santidade, e aos olhos de todos os crentes e funcionários da corte, representantes da nova facção da Ortodoxia; haviam feito todo o possível para reprimir Chen Changsheng. No entanto, quem poderia ter esperado, Sua Santidade usou esses poucos feitiços de chuva para expressar sua atitude em relação a Chen Changsheng. Sendo assim, como poderiam não ficar surpresos? Quanto à batalha que estava atualmente em curso no chão abaixo, entre Chen Changsheng e Gou Hanshi, não sabiam que tipo de atitude eles deveriam tomar, apenas viram que depois de terem criado tantos milagres talvez Chen Changsheng realmente teria ainda alguma esperança em conseguir algo.

O estado interno dessas pessoas pela janela do segundo andar diferia, apenas a Sua Eminência, o Arcebispo Mei Li Sha, que acabava de chegar, continuava a ter a mesma expressão, uma expressão pacífica — essa pessoa idosa também estava chocado até o ponto de ser levemente abalado pela súbita Abertura Etérea de Chen Changsheng, todavia, não reagiu, porque a batalha ainda não havia terminado.

A sobrancelha de Xue Xingchuan cada vez mais arqueava-se, pois, aparentemente, encontrara algo interessante.
O cenho de Xu Shiji cada vez mais franzia, pois, aparentemente, encontrara algo especialmente inesperado e desagradável.

Independentemente de quais fossem os pensamentos das pessoas no segundo andar, a batalha ainda tinha que continuar.

Chen Changsheng investiu em direção de Gou Hanshi pela terceira vez, e seus passos mudaram de maneiras insondáveis — o Movimento Yeshi desfez a cortina da chuva e foi guiado pelas estrelas. Viajou do reino das estrelas à sólida terra, chegando perante Gou Hanshi sem aviso prévio.

Ele projetou o corte na diagonal com sua adaga; a lídima essência imbuída sobre a lâmina era extremamente potente, enquanto o chilrear das cigarras fora da torre intensificou-se, de repente. O leve relâmpago dentro daquela nuvem de chuva no céu azul acima reluziu enquanto descia, repleto de um poder inimaginável.

Depois de alcançar o Reino da Abertura Etérea, sua habilidade aumentou consideravelmente.

Diante dessa adaga, Gou Hanshi continuou a permanecer calmo. Não havia mais nenhum resquício do choque do Reino da Abertura Etérea de Chen Changsheng em seu rosto de aparência simples.

Ele agarrou sua adaga de valor desconhecido, torcendo seu pulso e levemente o levantando; de repente, atravessando o ar, tudo o que podia ser visto era a ponta de sua lâmina, aparentando levar consigo um sol redondo, que iluminou as paredes do salão.

Era como se realmente houvesse um sol no final da ponta da lâmina.

Não era um pôr do sol que trazia consigo o perfume de sangue, nem um amanhecer incrivelmente refrescante — era simplesmente o sol mais feroz, brilhante e esplêndido do meio dia; um sol que era impossível de se olhar diretamente.

O movimento mais forte de Gou Hanshi era As Três Canções do Pescador? Não, como um discípulo da Seita da Espada do Monte Li, como poderia ele ter apenas um único barco para navegar pelo trajeto ilimitado da espada que era semelhante ao mar? Este era o ataque mais poderoso que possuía.

Ao ver o Sol sobre a espada, a expressão de Chen Changsheng adquiriu seriedade, porém, seus passos nem minimamente diminuíram. Por outro lado, sons de exclamação vieram do lado da janela do segundo andar, sons esses cheios de choque e incerteza.

“Corvo Dourado! Como isso é possível?”

“O Corvo Dourado retornou ao Monte Li! Será que aquela pessoa realmente retornou?”

O movimento de Gou Hanshi era a Espada Secreta do Corvo Dourado da Seita da Espada do Monte Li, algo que havia sido esquecido por centenas de anos. Havia rumores que o lendário Tio Júnior do Monte Li conhecia essa arte de espadas. Quem teria pensado que esse estilo poderoso de espada que tem a capacidade de incinerar tudo ao seu redor reapareceria neste mundo no Grande Exame deste ano.

Após a aparência desse sol na ponta da espada de Gou Hanshi, os céus e a Terra, de repente, sofreram uma mudança de tonalidade. Dentro do salão estava iluminado como se fosse dia, a garoa presente transformara-se em um córrego de jade. Fora do salão, o pôr do sol no horizonte imediatamente se dispersou. Aquele sol no elevado céu do qual estava ajustado em ângulo específico, aparentemente retornou ao centro do céu, emanando incontáveis ​​raios escaldantes. A totalidade do salão, incluindo as árvores do lado de fora e a chuva de dentro, pareciam ter sido incendiados ao mesmo tempo, como se tivessem sido revestidas com uma camada de ouro.

Inquestionavelmente, este ataque era a habilidade suprema da Seita da Espada do Monte Li, sua habilidade mais poderosa.

Como se poderia encontrar um método do mesmo nível para evitá-la?

Mesmo que fosse a Academia Ortodoxa em seu período de ouro, aqueles anciãos e professores de academia altamente versados e de alta qualidade não poderiam encontrar nenhum método para contrariar aquele Tio Júnior da Espada Secreta do Monte Li, muito menos o atual Chen Changsheng.

Ninguém acreditava que Chen Changsheng fosse capaz de defender-se desse ataque de Gou Hanshi.

Todavia, ele ainda agarrou sua espada e dirigiu-se à frente, silencioso e concentrado, como se não pudesse ver aquele Sol brilhante nos céus acima ou o Sol na ponta da espada de Gou Hanshi, nem mesmo vendo que o salão já estava coberto por uma camada de ouro.

Com o rosto ainda terno, havia lá uma incontestável determinação e convicção. Os personagens que viram essa sua expressão demonstraram um sentimento indescritível — parecia que ele realmente tinha um método para subjugar esse ataque.

Parecia também que poderia facilmente contra atacá-lo.

Gou Hanshi também viu a expressão de Chen Changsheng, vislumbrou garantia em seus olhos. Olhava aquele jovem que estava vindo em sua direção com uma adaga em mãos. Gou Hanshi teve a sensação de que pôde ver o espírito digno de um soberano descendo sobre este mundo.

Se fosse em outro momento, admiraria imensamente a força de vontade e força mental de Chen Changsheng.

Entretanto, desta vez, ele estava muito irritado.

Porque Chen Changsheng não poderia subjugar esse movimento.

A atitude de Chen Changsheng era semelhante a um insulto à Seita da Espada do Monte Li e àquele Lendário Tio Júnior.


Se você gosta do nosso trabalho, da novel e quer nos ajudar,
Não esqueça de Avaliar Ze Tian Ji na Central Novel e deixar seus comentários.
Isso é de extrema importância para nós. Muito obrigado!
dragão


Tradutor: Vaan   |   Revisor: Enxarcado   |   QC:Asura


CAPÍTULO ANTERIOR                                                                                                    PRÓXIMO CAPÍTULO


 


Fontes
Cores