ZTJ – Capítulo 155 – Normal



CAPÍTULO ANTERIOR                                                                                                       PRÓXIMO CAPÍTULO


O Salão da Limpeza de Poeira abriu-se, e Liang Banhu e Qi Jian saíram. O sacerdote do Palácio Li anunciou que Qi Jian foi o vencedor, fazendo com que a multidão entrasse em uma erupção de surpresa, mas os dois participantes pareceram não ter nenhuma reação. Eles mantiveram a cabeça baixa enquanto conversavam, parecendo não se importar com suas roupas rasgadas cobertas de sangue, juntamente com suas mangas ainda carregando traços de Luz Sagrada.

Eles desceram os degraus de pedra e caminharam até o córrego, sussurrando um ao outro o tempo todo.

Alguns examinados que estavam um pouco mais próximos poderiam ouvir que esses dois irmãos marciais estavam realmente discutindo sua partida. “Você não usou esta técnica corretamente. Irmão Sênior, você estava muito lento ao usar esta técnica…”

Nos últimos anos, as Sete Leis do Reino Divino serviram como ídolo ou objetivo de muitos cultivadores da geração mais nova. Os relatos sobre as lutas desses sete discípulos da Seita da Espada do Monte Li eram difundidos pelo mundo e tornaram-se temas de conversas entusiasmadas para muitas pessoas. A perda de Qi Jian contra Zhuang Huanyu, uma derrota rara para as Sete Leis do Reino Divino, era ainda mais falada e pesquisada.

Entretanto, muito raramente as pessoas viam esses irmãos marciais lutarem uns contra os outros.

Foi apenas hoje que eles finalmente souberam por que a geração mais nova da Seita da Espada do Monte Li era tão forte, porque a luz das Sete Leis do Reino Divino era demasiado deslumbrante.

Quando esses discípulos lutavam, eles iam com tudo, mas não tinham rancores após a batalha, porque, em sua opinião, tudo isso era normal.

Uma questão extraordinária realizada todos os dias se tornaria extremamente normal, então, como o Monte Li não poderia ser forte?

Tang Trigésimo Sexto olhou para os quatro discípulos da Seita da Espada do Monte Li pelo córrego, um tanto deprimido. “Acontece que a minha perda para Liang Banhu foi um resultado certo e adequado. Qi Jian também é muito mais forte do que eu.”

“Perder” e “força” não se referiam ao nível de cultivo, mas a outros aspectos.

Chen Changsheng disse: “Nós podemos aprender com eles.”

Tang Trigésimo Sexto olhou para ele e disse: “Como podemos aprender com eles? Você não vê o quão feliz Liang Banhu está depois de perder? E é uma felicidade verdadeira, não fingimento.”

“Hm?”

“No Grande Exame, eles podem lutar tanto quanto quiserem, sem se preocupar em ficarem aleijados ​​ou morrer. Isso os faz muito felizes.”

“E?”

“Eu não sou esse tipo de monstro, então não consigo aprender. Eu desisto.”

Desde a entrada matinal no palácio Li até a entrada no Palácio da Educação do Mundo das Folhas Verdes, do Salão das Palavras Brilhantes ao Salão da Limpeza de Poeira, não muitos sacerdotes do Palácio Li apareceram perante os examinados. No entanto, na realidade, todo o Palácio Li, ou para ser mais preciso, todo o sistema da Ortodoxia, estava trabalhando para servir o Grande Exame. Muitos sacerdotes do Palácio Li estavam trabalhando nos bastidores em várias funções. No Grande Exame, mesmo que alguém quisesse morrer, ainda seria muito difícil.

Ao entrar no Salão da Limpeza de Poeira, Chen Changsheng aproveitou o tempo para olhar o segundo andar, mas não viu ninguém. Então viu o oponente.

Na terceira rodada de jogos, o adversário era uma menina. Era precisamente a menina que o zombou na Avenida Divina e, em seguida, foi repreendida e ficou em lágrimas por causa de Tang Trigésimo Sexto: a irmã júnior do Monte das Virgens Santas, Ye Xiaolian.

O Monte das Virgens Santas era como a Seita da Longevidade, na medida em que ambos eram grandes sistemas de seitas no sul, com muitas seitas subordinadas a eles. Ye Xiaolian era do Monastério do Rio Gentil, e na informação fornecida à Academia Ortodoxa pelo Departamento de Educação Eclesiástica, foi claramente indicado que o potencial de cultivo dessa menina era bastante bom. Uma vez que ela atingisse a idade adequada, havia uma boa chance dela entrar diretamente no Templo do Rio Sul. Claro, ela só poderia cultivar na seita externa.

Não importa o quão excelente o seu potencial seja, Ye Xiaolian era muito jovem. Como era uma das mais jovens participantes do Grande Exame deste ano, seu cultivo era instável. Logicamente falando, deveria ter sido muito difícil para ela entrar na terceira rodada, mas sua sorte no sorteio foi extremamente boa. Ela teve uma vitória muito suave na primeira rodada, e na segunda rodada, seu oponente era um estudante da população normal que só conseguiu entrar no Grande Exame através do pré-exame. Seu nível de cultivo era o mesmo que o de seu oponente e sua lídima essência não era muito abundante, e foi apenas usando o artefato mágico que a seita lhe forneceu que conseguiu vencer. Depois de sair do Salão, enterrou-se no peito de sua irmã mais velha e chorou de alegria, pois sua felicidade foi difícil de ser suprimida.

Na terceira rodada de sorteio, ela ouviu o nome de Chen Changsheng e sabia que sua boa sorte finalmente chegou ao fim.

Ye Xiaolian olhou Chen Changsheng, ao seu rosto jovem e macio, um tanto pálido, cheio de tensão e ansiedade.

Na Avenida Divina naquele dia, ela amaldiçoou Chen Changsheng como um sapo que queria comer carne de Fênix. Ela sempre acreditou que Chen Changsheng era um pedaço inútil de lixo, mas para sua surpresa, Chen Changsheng havia ganho duas rodadas e até mesmo derrotou o Huo Guang do Solar Acadêmico. Ele confiou em sua própria força, não em um excelente sorteio como ela fez.

Ye Xiaolian sabia que não era párea para Chen Changsheng. Quando pensou em como ela o ofendera antes, sentiu-se ainda mais nervosa.

A voz do examinador veio do segundo andar. “Se vocês estiverem prontos, comecem.”

Chen Changsheng olhou para Ye Xiaolian e acenou com a cabeça em saudação.

Este simples olhar, realmente, fez Ye Xiaolian sentir um medo irreprimível. Seus olhos ficaram um pouco avermelhados e seu vestido começou a tremular.

Chen Changsheng ficou um pouco assustado, mistificado quanto ao que estava acontecendo.

Ye Xiaolian realmente estava com muito medo, fazendo seu corpo constantemente tremer. A corda de pequenos sinos em seu pulso tremia junto com ela, tinindo.

O barulho dos sinos trouxe-a aos seus sentidos. Ela reuniu sua coragem e lançou a corda de sinos em Chen Changsheng.

Ela e Chen Changsheng estavam separados por dez e alguns zhang, mas aqueles sinos precisavam apenas de um instante para chegar a Chen Changsheng.

Esta corda de sinos era um artefato mágico pertencente ao Monastério do Rio Gentil, os Sinos Cantantes. Não era digno de menção tal artefato ao lado de um artefato mágico lendário como o Botão de Mil Li, mas ainda era extremamente poderoso, não muito fraco se comparado ao guarda-chuva usado por aquele estudante da Academia do Caminho Celestial que enfrentou Chen Changsheng na primeira rodada. Caso contrário, ela não teria confiado exclusivamente neste artefato mágico na segunda rodada para derrotar o oponente.

Os sinos eram feitos de um metal desconhecido, a corda amarrando-os escondia uma intenção de espada feroz. O som deles também continha algum tipo de Qi que poderia interferir no movimento da lídima essência de um cultivador. No entanto, parecia que a sorte de Ye Xiaolian realmente tinha sido usada nas duas primeiras rodadas. O aspecto mais fraco de Chen Changsheng era em quantidade de lídima essência, e seus métodos de luta não exigiam-na.

Sua mão direita avançou para a frente como um punho, e então seus dedos se espalharam no ar como uma flor florescendo, agarrando com precisão os Sinos Cantantes.

Os sinos tremiam incessantemente na palma de sua mão como se estivessem lutando. Eles enviaram uma poderosa energia para o seu arredor. Ao mesmo tempo, o Qi que perturbou o fluxo da lídima essência também cresceu em demasia feroz.

O fluxo da lídima essência no corpo de Chen Changsheng foi realmente afetada. O problema era que, mesmo que os Sinos Cantantes não tivessem feito nada, sua lídima essência muito dificilmente viajaria pelo seu corpo, pois seus meridianos ainda estariam quebrados.

Sem usar a lídima essência, apenas confiando na força de seu corpo, ele quis segurar firmemente os Sinos Cantantes em sua mão.

‘Bong! Bong! Bong!’

Os Sinos Cantantes estremeceram e lutaram com força, querendo pular de sua mão, mas falharam.

Depois de alguns segundos, os Sinos Cantantes finalmente silenciaram-se e pararam em suas mãos.

Enquanto observava essa visão, Ye Xiaolian esqueceu que estava em uma partida, tal como cobriu sua boca com espanto.

Os Sinos Cantantes lhe haviam sido entregues pelo ancião do Monastério do Rio Gentil. Ela estava bem ciente de quanta força eles tinham quando voavam pelo ar e como eram difíceis de serem controlados. Ela imaginou que Chen Changsheng tinha muitos métodos para tornar os sinos facilmente impotentes, mas nunca imaginara que Chen Changsheng usaria as mãos para segurá-los.

Com a cessação do som dos sinos, o Salão ficou em silêncio.

Ye Xiaolian ficou chocada e sem palavras. Ela simplesmente não tinha nenhum movimento sobrando.

Chen Changsheng não continuou a atacar. Agarrando os sinos, ele olhou para o segundo andar.

A sala do segundo andar manteve silêncio. Talvez porque a força desumana de Chen Changsheng fosse muito chocante ou por algum outro motivo, ninguém falou.

Finalmente, Mo Yu indiferentemente disse: “Você realmente acha que ele vai humilhar uma menina? Ele não é Tang Tang.”

Essas palavras denotavam expor alguns segredos e a tomada de uma decisão.

Um sacerdote do Palácio Li apareceu na grade do segundo andar e perguntou a Ye Xiaolian: “Você admite derrota?”

Ye Xiaolian assentiu, com os olhos um pouco vermelhos.

Chen Changsheng colocou os Sinos Cantantes na areia em frente aos seus pés, e depois saiu do Salão.

Ele não proferiu nenhum insulto a esta menina que uma vez o humilhara, nem lhe prestou atenção.

Ye Xiaolian assistia vagamente ele sair e, de repente, sentiu-se bastante indefesa.

Ela já se preparou para perder para Chen Changsheng, preparou-se para ser humilhada, mas ficou surpresa que ele escolheu não fazer isso.

Depois de sair do Salão, Chen Changsheng caminhou até a beira da floresta.

Ye Xiaolian voltou para sua irmã mais velha, levantando as mangas para limpar suas lágrimas.

“Sendo gentil com as mulheres, eh?”

Tang Trigésimo Sexto zombou de Chen Changsheng: “Então, o que isso me faz?”

Chen Changsheng perguntou: “Então, se fosse você, o que você faria?”

Tang Trigésimo Sexto ponderou sobre a questão e percebeu que ele também não seria capaz de fazer muita coisa. Ele não gostava da menina chamada Ye Xiaolian. Era bom repreendê-la com palavras ásperas, porque a disputa dependia da habilidade de palavras, da capacidade dos pulmões e do nível de desavergonhamento de alguém. Mas ele poderia realmente dizer que poderia vencê-la? Não seria apenas o forte intimidando o fraco?

A próxima a lutar era Luoluo.

Dos quatro estudiosos do Solar Acadêmico que participaram do Grande Exame deste ano, apenas dois permaneceram. Seu oponente era aquele que não era Zhong Hui.

Ela e o erudito entraram no Salão da Limpeza de Poeira.

Os sons de passos podiam ser ouvidos no segundo andar.

Alguns personagens importantes se aproximaram da janela para ver a partida. Eles realmente estavam muito curiosos quanto a quão poderosa a princesa Luoluo estava agora, já que ela pôde fazer com que o Pavilhão dos Segredos Celestiais revisasse a Proclamação do Firmamento Azul especialmente para ela. Na primeira partida, o adversário de Luoluo era muito fraco, e na segunda partida, Tianhai Shengxue admitiu derrota, mas ela tinha que lutar nesta partida, certo?

Luoluo tirou o Chicote da Chuva Caente de sua cintura e disse ao erudito do Solar Acadêmico: “Você ataca primeiro.”

Na Academia Ortodoxa, ela era respeitosa e bem-educada com Chen Changsheng, incrivelmente obediente, e ocasionalmente birraria, mas sua atitude em relação aos outros era completamente diferente. No Festival das Heras, nem o Supervisor de Educação da Academia do Caminho Celestial nem o Ancião Xiao Songgong do Monte Li eram dignos de seu olhar, e muito menos esse erudito do Solar Acadêmico.

Ela não era intencionalmente arrogante e dominadora, mas sua compostura natural e palavras indiferentes possuíam uma nobreza e força inatas.

A expressão do erudito mudou ligeiramente e ele lentamente desembainhou sua espada.

Seus movimentos eram muito lentos, mas o som da espada longa sendo retirada de sua bainha era muito clara.

‘Zeng!’

Um brilho de espada cruzou instantaneamente dez zhang e chegou a Luoluo.

Luoluo nem sequer piscou, nem sequer um cílio seu tremeu.

Ruptura Crescente!

O Chicote da Chuva Caente na mão dela loucamente dançou.

A Espada do Vento e da Chuva do Monte Zhong, carregando uma lídima essência ilimitada, destruiu facilmente o brilho da espada e atacou então o erudito de pé em frente a ela.

No mundo em miniatura que localizava-se o Palácio da Educação, o mundo era ainda mais sensível. Quando usou A Espada do Vento e da Chuva do Monte Zhong, o profundo céu azul começou a exibir um fenômeno.

Uma nuvem escura foi criada e envolveu o Salão da Limpeza de Poeira.

E então começou a chover.

Assim como no início, os beirais pretos do Salão foram lavados mais uma vez.

Ela usou o Chicote da Chuva Caente, e os pontos de chuva eram a cabeça do chicote.

A chuva deu um tapa no beiral e na areia.

Soou como um chicote golpeando o corpo de alguém.

A chuva gradualmente intensificou-se, transformando-se em um aguaceiro, uma densa cortina de chuva que fez com que o campo de batalha ficasse impossível de ser visualizado.

Um ocasional brilho de espada seria instantaneamente engolido pela chuva.

Após alguns instantes, houve um estouro extremamente nítido!

O aguaceiro subitamente parou.

O erudito do Solar Acadêmico apareceu deitado desmoronado em um canto, com seu corpo coberto de feridas, sangue e água, tudo misturado.

Seu rosto estava pálido, seus lábios estavam um tanto azuis e ligeiramente tremiam, e seus olhos, cheios de desespero.

Era o desespero que veio a ser esmagado pelo poder absoluto.


Se você gosta do nosso trabalho, da novel e quer nos ajudar,
Não esqueça de Avaliar Ze Tian Ji na Central Novel e deixar seus comentários.
Isso é de extrema importância para nós. Muito obrigado!
dragão


Tradutor: Vaan   |   Revisor: Enxarcado   |   QC:Asura


CAPÍTULO ANTERIOR                                                                                                       PRÓXIMO CAPÍTULO


 


Fontes
Cores