TMW – Capítulo 59 – Bondade


Uma pessoa normal não tinha como abandonar o seu clã Tribal. Deixar o clã tribal significava que não haveria nenhuma fonte de alimento, então entrar na Região Selvagem da Nuvem era o mesmo que enviá-los para a morte.

“Nós podermos ir para as montanhas de trás. Traga toda a nossa comida, nós construiremos uma casa da árvore nas montanhas de trás e ficaremos lá por um mês!”

Yi Yun já tinha planejado isso. Ele não podia ser visto, e não havia maneira de ele ficar mais no Clã Tribal Lian. A melhor solução era se esconder nas montanhas de trás.

As montanhas de trás eram vastas e não tinham ervas. Poucos iriam até lá em circunstâncias normais.

“Para as montanhas de trás? O que acontecerá quando a nossa comida acabar? Para aonde vamos depois?”

“Não acabará. Irmã Xiaorou, anime-se.” Yi Yun sorriu. Ele tinha obtido muita carne do velhote. Era o suficiente para vários meses. E em um mês, a seleção do reino aconteceria, portanto, Yi Yun não ficou nenhum pouco preocupado.

Nessa hora, ele resolveria as dívidas sem sombra de dúvida! Lian Chengyu, Zhao Tiezhu, Lian Cuihua e todos aqueles que o intimidaram terão o que merecem!”

Yi Yun ajudou Jiang Xiaorou a reunir seus pertences. Na verdade, era apenas um saco de comida e a cama do quarto interno que não fora suja pelo esterco de vaca. Todas as tigelas e pratos foram cobertos por esterco de vaca e não eram mais utilizáveis.

“Oh? Tem alguém.” Yi Yun escondeu-se e com o luar, viu algumas pessoas empurrando suavemente a porta do pátio, e entrando no pátio cheio de esterco.

Era a tia Wang, tio Zhou e a filha deles, Zhou Xiaoke. Eram os vizinhos.

A filha da tia Wang, Zhou Xiaoke, tinha a mesma idade de Yi Yun, e o seguiu ao redor quando eram jovens. Naquela época, ela costumava ficar coberta de lama das suas ‘explorações’, mas agora, ela era muito mais tranquila e tinha o temperamento de uma jovem senhora.

“Pequena Jiang, tia está aqui para te dar sua refeição. Você não comeu nada o dia inteiro…”

O pátio estava cheio de esterco de vaca, e isso perturbava a tia Wang. Ela não sabia que tipo de doença Yi Yun pegou. Ele era uma criança perfeitamente boa que foi escolhida pelo Lorde Zhang há poucos dias. E os membros do vilarejo disseram que ele tinha finalmente feito algo e sua família tinha descoberto ouro.

Mas em poucos dias, tudo acabou com uma palavra?

O céu certamente era cego.

A tia Wang ficou assustada por não ter luz vindo da casa.

“Irmã Xiaorou e Irmão Yi Yun faleceram?”

Do lado de fora veio a voz triste e tremida de Zhou Xiaoke.

Yi Yun olhou através da janela e viu uma garota, da mesma idade que ele, de pé na porta. Ela tinha um rosto redondo como maçã, e seu rosto estava cheio de lágrimas.

Yi Yun suspirou, mesmo nesse pobre e indiferente Clã Tribal Lian, ainda existiam pessoas como essa tia e a garota, que ainda se lembravam dele…

Quando ele foi escolhido por Zhang Yuxian, os membros do vilarejo começaram a tentar conseguir favores dele, mas isso não era nada. Quando todos achavam que ele tinha morrido por uma praga, eles o condenaram. Essa era a verdade que eles tinham na mente.

Yi Yun deu uma piscada para Jiang Xiaorou.

Jiang Xiaorou entendeu e disse: “Tia Wang, não entre. Eu já estou dormindo. Não tem nenhum lugar para você pisar, e…”

Jiang Xiaorou não disse mais nada. A tia Wang suspirou porque ela sabia que Jiang Xiaorou estava preocupada com a praga infectando-a. Ela só conseguiu limpar um lugar e deixou os itens na porta.

“Pequena Jiang, fiz uma tigela de sopa de macarrão para você. Vou colocar aqui. Você também pode usar a tigela. Eu vou sair primeiro.”

Em um vilarejo pobre, era fácil ter pessoas malignas, mas era difícil ter pessoas gentis, visto que a noção de ter uma polegada e ele levará uma milha prevaleciam. Yi Yun tinha dado a tia Wang um pouco de bacon, e tia Wang trouxe um pouco de sopa de macarrão. Nessa época, sopa de macarrão era algo raro.

Tia Wang sabia que Jiang Xiaorou não teve chance de comer desde o meio-dia. Visto que sua casa foi bombardeada por esterco de vaca, como ela poderia fazer uma refeição?

Tia Wang colocou a sopa de macarrão em baixo e disse: “Vamos.”

Tia Wang puxou a Zhou Xiaoke chorando e junto com o tio Zhou, fecharam a porta do pátio, e saíram do pátio.

O tio Zhou era um homem tedioso e não falava nada. Ele era um pouco forte, permitindo que a sua família sobrevivesse.

Depois que a tia Wang saiu, Yi Yun chegou no quintal e pegou a tigela de sopa de macarrão quente. Essa sopa de macarrão era diferente das sopas de macarrão da Terra. Foi feito à mão. Cada macarrão curto e espesso tinha as marcas da Tia Wang.

“No futuro, eu os reembolsarei. Aqueles que me feriram, eu me lembrarei. Aqueles que foram bons para mim, eu me lembrarei.

Yi Yun pensou interiormente e levou Jiang Xiaorou para as montanhas.

………

Na escuridão da noite, Yi Yun e Jiang Xiaorou chegaram nas montanhas de trás. Esse era um lugar que Yi Yun tinha escolhido especificamente. Estava bem escondido e perto de uma fonte de água. Também tinha uma árvore grande, adequada para a construção de uma casa na árvore.

Já estava no inverto profundo e os ventos frios das montanhas estavam no pior estado. Os pedaços de gelo branco cristalizados nas rochas. Cada respiração soprava uma névoa branca.

O rosto de Jiang Xiaorou ficou vermelho por causa do frio. Ela encolheu o corpo e continuou esfregando as mãos enquanto os pelos ficavam arrepiados na sua pele.

Até mesmo um homem, sem mencionar uma garota de quinze anos, não seria capaz de sobreviver nas montanhas vastas em uma noite de inverno. Eles estavam sujeitos a pegar um resfriado no segundo dia depois de dormir.

Eles só tinham uma cama, o que não era suficiente para a casa anterior. Agora, nas montanhas frias, era ainda pior.

“Yun-er, está muito frio. Não vamos durar mais de alguns dias.” Jiang Xiaorou estava confusa. Eles saíram da casa subitamente. Embora a casa estivesse em ruínas, ainda poderia aguentar o frio. Como eles sobreviveriam nas montanhas.

O futuro parecia incerto.

Como eles poderiam sobrevier?

Yi Yun riu: “Irmã Xiaorou, não se preocupe.”

Yi Yun foi para a parte de trás de uma rocha enorme e pegou uma pilha de lenha.

Quando ele se despediu do velhote Su, o céu ainda estava brilhante. Ele não podia voltar para o vilarejo, portanto, ele tinha preparado um ponto de apoio temporário. A lenha também foi preparada naquela hora.

“Yun-er, você…” Jiang Xiaorou ficou surpresa. Nesse momento, Yi Yun utilizou os acendedores de fogo, colocando fogo na madeira.

Em um momento, uma chama começou a queimar enquanto esquentava o ar. O gelo ao redor das rochas começou a derreter e Jiang Xiaorou sentiu um pouco de calor.

Em tempos tão desesperados, um pouco de calor deu esperanças para Jiang Xiaorou.

“Irmã, veja o que é isso.” Yi Yun riu enquanto pegava uma grande bolsa de trás da rocha e a desembrulhava. Jiang Xiaorou deu uma olhada com curiosidade e quando viu o que tinha, ficou estarrecida.

Na bolsa tinha comida, tinha carne, vegetais e até mesmo frutos silvestres!

A carne somava uma grande quantidade. Todas foram cortadas com a pele removida. Todas eram carne fresca, e quando colocadas juntas, pesariam mais de duzentas libras!

“Yun-er, onde você conseguiu isso?” Jiang Xiaorou olhou para Yi Yun com incredulidade.

A carne era rica em gordura e era uma comida com calorias altas. Em ambientes pobres, a carne era uma salvadora de vidas.

“Irmã Xiaorou, não pergunte. Eu te prometo que no futuro, eu vou garantir uma vida confortável para você. Os nossos dias difíceis acabaram. Quem nos intimidou, vamos nos vingar deles cem vezes mais!” A voz de Yi Yun continha um traço de intenção assassina. Depois de treinar por dois meses, Yi Yun tornou-se cada vez mais implacável e determinado.

Nesse mundo, o forte caçava os fracos, não existia nenhuma regra de lei. Usar os valores da Terra para interagir com os outros era o mesmo que cortejar a morte.

Agora, se não fosse pela ajuda do Cristal Carmesim, ele teria sido forçado a recuar para a parede.

“Irmã Xiaorou, olhe bem! Hoje, deixarei a Irmã Xiaorou comer os mais deliciosos alimentos!”


Tradução: 雷帝   |   Edição: Teixeira


Contribua com a Novel Mania!