TMW – Capítulo 296 – Quebrando a Matriz! Noventa e Nove Volta a Ser Um



A palma de Yi Yun estava coberta de suor frio. Era como se ele tivesse sido jogado em um lago congelado!

— O que eu faço agora?

Não havia como saber quanto tempo a batalha entre o pássaro de fogo e o espírito de Yang puro duraria. E, não importava a vitória ou a derrota, este lugar se tornaria seu túmulo se continuasse ali!

‘Fuja!’

Este foi seu primeiro pensamento, porém, para onde poderia fugir?

Este inferno escaldante era extremamente profundo e repleto de perigos. Quando desceu a este lugar, usou a visão do Cristal Roxo para evitar todas as bestas desoladas e avançar pouco a pouco.

Se tentasse fugir dali e usar uma velocidade extremamente baixa para evitar as bestas, não importava para quão longe fosse, seria perseguido pelo pássaro de fogo até a morte.

Se sua velocidade fosse muita alta, provavelmente daria de cara com o perigo e seria morto por outra besta desolada!

Todas as possibilidades passaram pela sua mente. Esta era a maior crise que encontrou desde que veio a este mundo!

A intenção assassina do pássaro de fogo mirava nele, sem vacilar. Yi Yun parou de se esconder, pois não fazia mais sentido a esta altura do campeonato.

Se aproveitando da vantagem entre a batalha deles, Yi Yun saltou e, não importava o quê, precisava encontrar uma abertura entre ele e o pássaro. Pelo menos, isto lhe daria oportunidade para agir.

Phew Phew Phew

Sob o inferno escaldante, ventos tumultuosos sopravam sem parar. A batalha se tornou mais intensa. Se Yi Yun fosse puxado para dentro desta tempestade, seria pulverizado!

Após escalar 300 metros, seu corpo ainda balançava por causa dos ventos fortes.

Enquanto fugia, continuou usando a visão de energia para observar a batalha, prestando atenção em cada detalhe. Sua intenção era ver se o pássaro de fogo revelaria algum ponto fraco, ou se seria morto pelo espírito de Yang puro.

Mas ficou decepcionado, pois o pássaro parecia ganhar a vantagem aos poucos.

Ele bicava toda hora, quase devorando o espírito.

— Hm? Aquelas partículas de luz…

Em sua visão de energia, além do pássaro de fogo, centenas de partículas de luz na parede de pedra também estavam sendo projetadas.

Então, percebeu que, não importava o quão forte fosse o vento, as partículas não se moviam. A energia delas nem tremiam, como se não fossem afetadas pelos vendavais.

Neste momento, sua vida estava em risco. A princípio, não era o melhor momento para se preocupar com aquilo, mas já que estava a uma distância de 300 metros, mudou de ângulo, permitindo-se perceber que os pontos vermelhos e pretos, os quais pareciam não obedecer qualquer tipo de lei, estavam espalhados de uma forma uniforme.

Eles estavam em um ponto fixo.

A distância entre eles era uma integral multiplicadora da menor distância.

‘Isso é…’

Com uma sondagem, usando sua percepção, Yi Yun notou que o número de partículas não era 100, mas sim 99.

50 eram pretos, enquanto 49 eram vermelhos escuros. Era um valor exato.

‘Será que…’

De repente, a alegria tomou conta dele. Aproveitando-se da preocupação do pássaro de fogo em devorar o espírito de Yang puro, Yi Yun continuou subindo. De uma altura maior, olhou para a matriz de partículas de luz abaixo dele.

As 99 partículas podiam ser vistas completamente com seus olhos. Elas brilhavam sobre as pedras vermelhas. O brilho fraco refletia em suas pupilas.

Uma ideia surgiu repentinamente em sua mente.

Aquelas 99 partículas, as quais formavam uma matriz, eram… um tabuleiro!

50 peças pretas e 49 vermelhas. Todas foram colocas em uma grade quadrada. Uma ligada a outra, formando um tipo de padrão!

‘Tabuleiro…’

Será que era o segredo por trás do Portão da Estrela Caída?

Seu coração acelerou. Se entendesse esse tabuleiro, possivelmente, os segredos do Abismo do Meteorito seriam revelados!

Ele olhou para o pássaro de fogo, o qual ainda lutava, depois, para o tabuleiro. Muitos pensamentos passaram pela sua cabeça.

Tentar escapar era um caminho que o levaria à morte certa. Se não fosse perseguido pelo pássaro, seria morto por outras bestas desoladas enquanto escolhia rotas aleatórias.

Por isso, a melhor chance era tentar compreender o tabuleiro, o qual era muito semelhante a Go.

Embora tivesse um pouco de experiência em Go, suas habilidades não eram o suficiente para vencer a configuração misteriosa do tabuleiro. Além disso, a forma de jogar Go, neste mundo, podia ser diferente da de seu mundo anterior.

Por assim dizer, era impossível vencer com suas habilidades. Ele não fazia ideia de qual era o próximo passo neste jogo.

Xiao!

Neste momento, ouviu um grito que atravessou todo o inferno escaldante. Ele virou a cabeça e viu o corpo do pássaro de fogo queimando com chamas vermelhas e douradas. Parecia estar sendo consumido por elas, as quais aumentaram e formaram uma imagem de um Corvo Dourado de três pernas em suas costas!

— O Corvo Dourado de três pernas!

Seu choque foi imenso. Essa criatura era uma divina e lendária besta primordial.

— Dez Sóis de Fusang, Aquele que Domina o Yang Puro!

Esta era uma das frases dos princípios básicos da Técnica Sagrada Tai Ah. O suposto Dez Sós de Fusang se referia aos dez sóis que passavam por cima da árvore Fusang. E, em cada um deles, havia um Corvo Dourado de três pernas!

Ele era uma personificação do sol, era a incorporação espiritual do Yang puro. O fato do pássaro de fogo conseguir condensar esta criatura mostrava que ele tinha um traço da linhagem do Corvo Dourado!

Ele era parte de sua espécie!

Sua espécie era capaz de mostrar seu maior poder de combate neste inferno escaldante, pois, a energia Yang era abundante!

Ele usara a linhagem de seu ancestral, isso mostrava que estava prestes a vir com tudo!

Yi Yun segurou a respiração. O tempo que lhe restava estava diminuindo.

Já que estava prestes a vir com tudo, o resultado chegaria logo, independentemente de qual fosse.

Mas, ele conseguiria quebrar a matriz em um tempo tão curto?

Acalmando seus pensamentos, ele suprimiu o pânico. Então, olhou para o tabuleiro, o qual tinha centenas de metros.

‘Se acalme, você precisa se acalmar!’

Após isso, percebeu que, usando sua visão, cada os pontos vermelhos e preto possuíam energias diferentes.

Os vermelhos possuíam energia Yang, enquanto os pretos possuíam energia Yin!

‘Energia Yin…’

Então, ele pensou sobre isso. Embora o Abismo do Meteorito fosse repleto de energia Yang ao extremo, também tinha energia Yin. O rio de gelo e o lago profundo mostravam bem isso.

Essa também era a razão pela qual Chu Xiaoran conseguia treinar ali!

Havia princípios opostos sobre isso, a energia Yang deu luz à energia Yin! Um vale montanhoso também possuía Yin. Isso criava uma forma de balanço.

Yi Yun olhou para o tabuleiro, onde a energia irrompia caoticamente. As 99 peças e suas situações eram refletidas em sua mente.

No momento de vida ou morte, humanos caíam em dois extremos. Um era o pânico, causando uma inquietude, a ponto de causar insanidade. Como resultado, tudo daria errado.

O outro extremo era a calmaria. O cérebro ficaria mais claro que antes.

E, agora, Yi Yun se encaixava no último caso.

Todas suas emoções humanas foram abandonadas devido ao nível de calma.

Todo o ambiente ao redor desapareceu. Os ventos fortes e as chamas do inferno escaldante, a batalha intensa, tudo foi esquecido.

Apenas as 99 peças e o fluxo caótico de energia permaneciam em sua mente.

Depois de controlar o Cristal Roxo por tanto tempo, sua intuição, com relação à energia, era muito precisa!

Energia sem restrições fluía de acordo com suas leis naturais. Seu fluxo formava a imagem mais perfeita e harmoniosa do universo.

Quanto ao tabuleiro, havia um ponto no qual não havia harmonia em 99 lugares de fluxo.

Com a visão do Cristal Roxo, Yi Yun conseguia ir direto até as origens da energia, fazendo com que a desarmonia se tornasse clara!

O Yin e Yang estavam em desiquilíbrio!

Sua mente brilhou.

99 peças, 50 Yin e 49 Yang.

Yin aumentava enquanto o Yang diminuía!

E, no Portão da Estrela Caída, o inferno escaldante era um local onde o Yang aumentava o Yin diminuía.

Havia uma possibilidade de que este tabuleiro e o Portão da Estrela Caída formaria um balanço perfeito.

Mas uma energia estava faltando, impedindo o estabelecimento do mesmo…

Sua mente ficou mais clara. Dentro da visão, seu corpo também desapareceu.

Yi Yun descobriu qual a energia que faltava para as 99 peças e o Portão da Estrela Caída!

 Sua alegria tomou conta subitamente. Então, deu um grito e o Cristal Roxo formou um grande redemoinho. Todo o Qi Yuan do Céu e da Terra foi em sua direção!

Seus olhos eram como estrelas. Depois de mirar em uma direção, seu corpo se apressou até lá!

Faltava uma energia nas 99 peças ele precisava usar seu corpo para preencher esse vazio!

Usando o Cristal Roxo como um guia, trouxe a energia crescente, colocando-a no tabuleiro!

Neste momento, seu corpo se tornou uma das peças.

A centésima peça!

99 mais 1 era 100.

Noventa e Nove volta a ser Um!

Nove era um número extremo. Noventa e nove era um número de grande importância. Somar mais um fazia com que voltasse a um. Era o mesmo que a reencarnação.

Este era um balanço perfeito!

Yi Yun era o “um” mais crítico.

Quando preencheu o espaço vazio no tabuleiro. Toda a matriz ficou silenciosa.

Ela brilhava enquanto a energia circulava. Era como a calmaria antes da tempestade.

Ele segurou a respiração e olhou para as 99 partículas, conforme afundavam lentamente no chão.

Boom!

Toda a parede de pedra começou a tremer e pedras se soltavam, jorrando Yang!

Uma grande porta de bronze emergiu do chão. Ela liberava uma presença antiga e infinitamente vasta.

Yi Yun ficou muito chocado com sua presença. Enquanto olhava para ela, sentiu que, diante dela, não passava de uma formiga.

Era um nível totalmente diferente!

Na porta, havia marcas antigas, as quais revelavam as quatro bestas divinas. Eram elas:

O Dragão Dourado de Cinco Garras, a Fênix do Arco-Íris, o Qilin de Fogo e o Corvo Dourado de Três Pernas!

As quatro formavam pares. Todas possuíam uma grande lei do Dao. Com apenas um olhar, o choque poderia tomar conta.

— O que é isso…?

Yi Yun sentiu que estava diante de um portão para outro mundo. Se abrisse, acabaria entrando em outro.

 


Tradutor: Apollo | Revisor: Bravo



Fontes
Cores