TMW – Capítulo 292 – Inferno Escaldante



Havia perigos extremos dentro do Portão da Estrela Caída. Yi Yun embarcou em uma jornada sozinho. Sabia muito bem que, com sua força atual, naquele lugar, era apenas um grão de areia em um deserto, podendo ser destruído a qualquer momento.

Todo cuidado era pouco. Manteve sua visão de energia ativada o tempo todo e memorizou tudo o que viu.

O Cristal Roxo também podia controlar a energia em seu interior. Então, usou-o para reunir todo o Qi Yuan que tinha. Esta sensação era como uma membrana invisível, cobrindo-o completamente fazendo-o sentir-se isolado do resto do mundo.

Com cuidado, apoiou as costas em uma pedra. Com a visão de energia, conseguia sentir facilmente onde as entidades poderosas estavam, tornando-o capaz de evitá-las facilmente de antemão.

Porém, sentiu uma besta desolada o observando de longe. Ele ficou imóvel, com a respiração presa. Era como se fosse uma parte da pedra.

Yi Yun só saiu de trás da pedra quando a aterrorizante besta desolada, a qual viu com sua visão de energia, foi embora. Então, ativou o globo ocular do Paraíso e observou os arredores. Depois de se certificar de que não havia bestas desoladas em um raio de cinco quilômetros, começou a andar com um ritmo mais rápido pelo pequeno caminho de terras desoladas.

Por várias vezes, usou a visão de energia e muitos tipos de camuflagem que o Portão da Estrela Caída fornecia para prosseguir aos poucos. A distância até o inferno escaldante era de apenas dez quilômetros, porém, precisou de dois dias inteiros para chegar.

Passou dois dias inteiros sem descanso para que pudesse chegar. Pelo fato de estar em total alerta, sua testa pingava suor.

Segurou o Arco Tai Cang com força e respirou levemente. No Portão da Estrela Caída, este arco e o Sabre de Mil Exércitos eram apenas um conforto psicológico. Caso encontrasse mesmo uma besta desolada, essas armas seriam como brinquedos.

De sua localização atual, já conseguia ver todo o inferno escaldante.

Podia ser dito que era repleto de chamas eternas, que queimavam por dezenas de milhões de anos, mas, na verdade, só quando Yi Yun se aproximou, pôde ver com clareza que não eram chamas. Era repleto de fluxos de luz de cinco cores.

Esses fluxos eram formados de Qi Yang. Tremiam dentro do inferno escaldante e subiam às camadas de nuvens divinas. Pareciam carregar bons presságios.

De longe, eram como traços de chamas, iluminando o céu.

Próximo dali, sentia a temperatura alcançar um nível inconcebível. Toda sua pele estava sendo queimada pelo calor do inferno escaldante, como se tivesse prestes a parti-lo a qualquer momento.

O Qi Yang era muito parecido com o fogo, mas não era o mesmo.

Um pedaço de madeira podia queimar, gerando luz e calor no escuro. Isso era fogo, mas não podia ser chamado de Yang puro.

Apenas quando uma estrela queima como um sol, pode ser considerado Yang puro.

Yi Yun ajustava constantemente o seu Qi Yuan. Queria se recuperar ao máximo antes de se aventurar naquele lugar.

‘Hm? O que é isso…’

Semicerrou os olhos. Com sua energia espiritual ligada ao Cristal Roxo, isolou a energia de seu corpo, entrando em um estado ofegante.

Viu seis ou sete bestas desoladas lá dentro. À medida em que passavam por lá, também respiravam o Qi Yang do lugar.

Com a visão de energia do Cristal Roxo, conseguiu ver com clareza que eram macacos de fogo com três metros de altura. Eram robustos, com olhos verdes-dourados!

Nos mitos lendários deste mundo, havia um macaco de pedra que foi queimado pelo Verdadeiro Fogo Caótico, porém, além de não ter morrido, se tornou um grande sábio entre as bestas desoladas. Era uma existência que superava grandemente os Sábios humanos.

Aqueles diante de seus olhos não tinham relação com o macaco de pedra, que foi refinado por este fogo, mas ainda estavam muito além do que Yi Yun poderia lidar!

Bestas desoladas como essas, que poderiam facilmente passar pelo inferno escaldante e respirar seu Qi Yang, eram mais fortes que a Aranha de Três Olhos que Yi Yun encontrou antes!

— Esses macacos são encrenca!

Inclinou suas costas contra uma pedra e não se moveu. Se não fosse pelo Cristal Roxo selando sua energia dentro do corpo, seu destino, caso fosse notado por qualquer um desses macacos de fogo, seria triste.

Só quando veio ao Portão da Estrela Caída, sentiu que seu poder era tão minúsculo. Qualquer existência ali poder aniquilá-lo sem esforço algum.

Isso o deixou ainda mais determinado em investigar o inferno escaldante.

Queria saber por que o Cristal Roxo estava pulsando.

Não poderia entrar no inferno escaldante com esses macacos de fogo. Não só isso, ele nem mesmo se atrevia a se mover enquanto estavam por perto. Se saísse bruscamente, poderia ser descoberto.

Precisava esperar em silêncio.

Porém, eles pareciam estar cultivando ali. Muitas bestas desoladas cultivavam por meses, anos, ou até mesmo mais, pois respiravam a essência do sol e da lua.

Gotas de suor pingavam de seu cabelo. Quando essas gostas saíam da área de influência do Cristal Roxo, evaporaram em um instante, devido às altas temperaturas.

Yi Yun cronometrou silenciosamente o tempo. Estimava que precisava esperar por, pelo menos, vinte horas.

Depois de contar, já havia passado três dias dentro do Portão da Estrela Caída. Quanto mais tempo ficava, acidentes se tornavam mais propícios. E, por não descansar ou dormir por todo esse tempo, sua força física estava em declínio. Sua força mental também estava enfraquecendo por causa da tensão.

Cerrou os dentes e não fraquejou. Continuou mantendo sua visão de energia. Sua vida dependia disso. Sem a visão de energia, não teria descoberto muitas bestas desoladas com apenas o globo ocular do Paraíso.

Felizmente, elas tinham um senso territorial muito forte. Este grupo de macacos de fogo pareciam ter um certo status. Enquanto estavam lá dentro, outras bestas desoladas não se aproximaram. Isso garantiu a segurança de Yi Yun.

O tempo passou mais uma vez e outras duas horas se foram. Naquele momento, um grito agudo soou.

Xiao.

Era como um pássaro. Porém, sua poderosa voz excedia os limites da imaginação de Yi Yun. Este grito criou ondulações invisíveis no ar, como se tivessem sido dispersas e explodidas devido a uma onda de choque.

Peng.

Essa onda de som repentina fez o sangue de Yi Yun congelar. Seu coração parou. Seus órgãos doeram e sangue escorreu de sua boca e ouvidos.

‘Que monstro é esse?’

Não tinha tempo para pensar nisso. Rapidamente comeu uma relíquia para controlar os ferimentos de seu corpo. Neste momento, um vento forte atingiu o inferno escaldante! As calmas chamas de cinco cores de Yang puro ficaram caóticas por causa disso.

Um pássaro de fogo, com as cores do arco-íris e penas bonitas, suas asas tinham mais de dez metros de uma ponta à outra, atacou das profundezas do inferno escaldante!

Ele parecia uma fênix. Tinha garras afiadas e seu corpo queimava em chamas. A forte tempestade de ventos foi causada pelo bater de asas dele!

Então, o grupo de macacos de fogo gritaram de forma estranha, antes de se espalharem ao verem o pássaro nas profundezas!

Seus olhos dourados refletiam frieza. Suas garras afiadas foram estendidas e, com uma velocidade extrema, pegou dois macacos e voou!

Roar! Roar!

Os macacos de fogo rugiram com raiva. Também eram poderosos, por este motivo, tentaram resistir quando foram pegos repentinamente.

Usaram seus braços fortes para segurar as garras do pássaro de fogo, na esperança de quebrá-las, mas tudo foi em vão. As garras os cortaram como se fosse um sabre afiado!

Os dois sangraram por todos os orifícios e foram estraçalhados enquanto se contorciam.

O pássaro levou os dois cadáveres até uma montanha rochosa. Pousou no pico com um grande impacto, esmagando os pedregulhos vermelhos.

Yi Yun segurou a respiração do começo ao fim. Seu choque era extremo. Macacos tão fortes foram mortos tão facilmente, sem serem capazes de resistir? Este pássaro era muito avassalador!

Que raça era? Era um Pena de Sangue do Arco-Íris?

Ele se lembrou da estátua dentro do Salão Divino Seis. A estátua era dessa espécie, mas, em comparação, havia algumas diferenças.

Na verdade, quando muitas bestas desoladas atingiam certo nível, todas passariam a ter suas diferenças individuais. Devido aos tesouros que comiam, a essência do Céu e da Terra podia ser diferente. Por isso, as aparências e habilidades eram diferentes.

— Parece que suas costas estão feridas.

Yi Yun olhou para as costas do pássaro de fogo. Havia um ferimento grande lá, como se tivesse sido perfurado por uma lança.

Era do tamanho de uma bacia. A carne ao redor havia sido arrancada, deixando os ossos e órgãos internos à mostra. Havia marcas de queimadura ao redor. Isso fez com que seus batimentos cardíacos congelassem. Que tipo de existência conseguiu machucá-lo?

O ferimento parecia novo e não era de se admirar que o pássaro de fogo foi ferido dentro do inferno escaldante.

— Este lugar…

Segurou a respiração. Se existisse algo ali dentro que poderia machucar esta criatura, caso ele entrasse…

Este tipo de existência poderia aniquilá-lo com apenas 1% de sua força.

Neste momento, o pássaro de fogo, no topo da montanha, começou a devorar os cadáveres. Arrancou os membros e os engoliu inteiros.

A energia Yang dentro deles foi absorvida por ele e, aos poucos, o ferimento começou a se curar.

Muitas bestas desoladas poderosas tinham habilidades de cura extremamente fortes. Este pássaro não era exceção, mas o ferimento parecia possuir algum tipo de energia estranha. Quando se curou, se abriu novamente. Isso aconteceu várias vezes.

— Então comeu os macacos de fogo para se curar…, mas o que o machucou?

Yi Yun se virou e olhou para o inferno escaldante. Os macacos de fogo fugiram há muito tempo.

A única coisa restante foram as chamas de cinco cores, as quais queimavam de forma serena. Era como uma aurora, cobrindo o mundo sob o inferno escaldante. O que havia lá?

Depois de terminar com os cadáveres, o pássaro de fogo abriu suas asas e voou para longe.

Yi Yun agarrou com força o Arco Tai Cang e, com seu corpo brilhando, correu em direção ao vasto mar de chamas…


Tradutor: Apollo | Revisor: Bravo



Fontes
Cores