TMW – Capítulo 186 – Ginseng Celestial do Yang Roxo



A biblioteca ficava no canto nordeste da Cidade Divina Tai Ah. Comparada à Divina Torre Central ou com o Salão Divina da Região Selvagem, a biblioteca era muito mais simples.

Ao chegar, Yi Yun viu vários edifícios de terraços de pedra preta. Cada terraço preto tinha sete andares de altura.

“Aqui está. Quanto mais longe você vai nos terraços pretos, mais preciosos são os livros. Alguns deles precisam de pontos de glória para entrar. Mas todos eles são manuais de técnicas de cultivo. Se você só quiser checar informações, você não precisa de muitas runas de escama de dragão.”

Zhao Qingcheng levou Yi Yun por todo o caminho até a entrada. Depois de perguntar ao bibliotecário, Yi Yun entrou no terceiro terraço preto.

Havia todos os tipos de livros antigos que ficavam nas prateleiras. Alguns eram feitos de papel, peles de animal ou, até mesmo, páginas de metal.

Além dos livros antigos, havia diferentes tipos de pergaminhos de jade e pergaminhos comuns. Um pergaminho de jade do tamanha de uma palma tinha uma incrível riqueza de informações registradas nele.

Logo, Yi Yun encontrou o livro que procurava.

“Antologia da Região Selvagem Divina”

Era um livro devotado à introdução de todos os tesouros dentro da Região Selvagem Divina.

O livro era grosso como um tijolo. Cada página era semelhante às do livro ‘Região Selvagem Divina’. Ele tinha seu próprio mundo interno e precisava de energia espiritual para ser lido. Havia uma vasta quantidade de informação nele.

Cada página apresentava os diferentes tesouros!

Yi Yun passou o olho pelo sumário. Os itens que poderiam entrar na “Antologia da Região Selvagem Divina” eram itens que interessavam Sábios humanos ou grandes Lordes Humanos.

As bestas desoladas eram todas de nível rei, acima ou raças primordiais.

O pior tipo de ervas registradas eram ervas nível Céu ou primordiais.

Enquanto Yi Yun procurava pelo livro, ele até mesmo viu a quimera que o lorde fundador da Cidade Divina Tai Ah matara!

“Hm? Quimera!”

Yi Yun parou. A quimera era uma das mais fortes entre as raças primordiais.

A erva primordial que ele encontrou tinha uma energia tão pura quanto a da quimera, mas a quantidade era muito menor.

A quimera tinha a habilidade de derrubar montanhas e agitar os mares, não era algo que uma erva poderia se comparar.

Yi Yun continuou procurando e ele olhou cuidadosamente para cada erva divina registrada.

A partir da meia-noite, ele continuou pesquisando noite a dentro. Depois de comparar cerca de cem ervas divinas, ele lentamente começou a determinar que erva primordial ele havia encontrado.

“Ginseng Celestial do Yang Roxo! Deve ser essa!”

Enquanto estava na montanha de erva da Cidade Divina Tai Ah, Yi Yun havia visto a forma do Ginseng Celestial do Yang Roxo usando sua visão de energia. Tinha a forma de um bastão vermelho e tinha cerca de um pé de altura, com a grossura de um punho. Era muito semelhante à descrição no ‘Antologia da Região Selvagem Divina’.

Além disso, o Ginseng Celestial do Yang Roxo podia controlar o Qi Yuan do Céu e da Terra para formar ilusões. As pessoas que quisessem pegá-lo cairiam em uma ilusão e não seriam capazes de distinguir entre a realidade e ilusão.

Mais ainda, ele era uma entidade Yang. Gostava de comer item com Qi Yang para ajudar em seu crescimento.

Com isso, significava que a Flor do Yang de Sangue era, provavelmente, a comida preferida do Ginseng Celestial do Yang Roxo.

Depois de considerar todas as informações, Yi Yun confirmou que a erva misteriosa era, provavelmente o Ginseng Celestial do Yang Roxo.

Havia registros claros dos hábitos, fraquezas, farmacologia e habilidades no Antologia da Região Selvagem Divina.

O Ginseng Celestial do Yang Roxo era uma erva divina do elemento terra. Ela se especializava em formar tuneis. Ela conseguia entrar instantaneamente no chão e formar tuneis a uma velocidade incrível!

Mas ele tinha seus medos. Tinha com medo do trovão e do fogo.

O trovão poderia deixar o Ginseng Celestial do Yang Roxo momentaneamente paralisado. E o fogo poderia queimá-lo.

Trovão e fogo…

Yi Yun estava perdido em pensamentos. Para ele capturar o Ginseng Celestial do Yang Roxo, ele teria que ajeitar suas fraquezas.

Mas a velocidade do Ginseng Celestial do Yang Roxo era muito rápida. Para Yi Yun chegar perto disso, seria difícil!

A velocidade de Yi Yun pode ser rápida, mas isso era quando comparado aos guerreiros no mesmo nível que ele. Mas se ele competisse com o Ginseng Celestial do Yang Roxo, ele certamente seria mais lento.

Se ele fosse atacar com o Sabre de Mil Exército em mãos, o Ginseng notaria a situação e fugiria!

Velocidade…

Como alcançar os limites de velocidade?

Yi Yun foi confrontado com um problema difícil de resolver no início.

Não era possível melhorar a sua velocidade da noite para o dia.

Não era possível treinar suas técnicas de movimento ao ponto de alcançar o Ginseng Celestial do Yang Roxo. O que ele deveria fazer então?

Profundamente em pensamentos, uma ideia brilhou repentinamente dentro da mente de Yi Yun.

Sua velocidade pode ser inferior à do Ginseng Celestial do Yang Roxo, mas isso não importava. Contanto que seu ataque pudesse acompanhar ele.

Embora isso seja difícil também.

Para um guerreiro, sua velocidade de ataque seria definitivamente mais rápida que a velocidade de seu corpo.

Alguns colossos primitivos de grande tamanho se moviam devagar, mas a velocidade de ataque era aterrorizante. Esta era a razão de eles serem temidos.

Melhorar a velocidade de ataque seria mais fácil do que melhorar a velocidade do seu corpo.

Mas, Yi Yun pensou em seu melhor ataque. E isso seria com flechas!

Não havia chances para Yi Yun se aproximar do Ginseng Celestial do Yang Roxo. Ele estimava que a distância mais próxima que poderia chegar do Ginseng Celestial do Yang Roxo era de cem pés. Mais perto, e o Ginseng Celestial do Yang Roxo ficaria em alerta.

A uma distância de cem pés, correr até ele com um corte não era rápido o bastante. Mas se ele disparasse uma flecha, a velocidade seria muito maior!

Ainda que tentar acertar o Ginseng Celestial do Yang Roxo com uma flecha fosse difícil, sempre havia esperanças.

Usando o Arco Tai Cang com as Flechas Perseguidoras do Vento, esse seria o ataque mais extremo de Yi Yun.

“O Arco Tai Cang… finalmente é hora de usar aquele arco!”

O General Yan havia dito que o Arco Tai Cang foi feito por um clã familiar recluso no estado de Cang. Um arco inestimável feito pela família Zhang!

O que significava ser um clã familiar recluso? Yi Yun não sabia antes. Ele só pensava que era um grande clã familiar. Quanto a quão grande era? Ele tinha um vago entendimento.

Mas agora, depois da apresentação do Careca Qin, Yi Yun soube que um clã familiar recluso tinha uma longa história. Eles eram as famílias mais poderosas que acompanharam o imperador fundador do Reino Divino Tai Ah para conquistar as terras. Eles tinham uma relação complexa com a família real do Reino Divino Tai Ah e seu patrimônio não era mais fraco que o da família real Tai Ah!

Aquele cara apelidado de ‘Qiuniu’, que havia golpeado na parede de tungstênio roxo sete vezes, veio de um clã familiar recluso.

O arco feito por tal clã familiar com certeza era excepcional.

Depois de receber o Sabre de Mil Exércitos e o Arco Tai Cang, ele havia usado principalmente o sabre. Afinal de contas, armas brancas eram usadas em lutas com outros guerreiros. Um arco era usado principalmente como uma arma militar.

Alguns dias atrás, Yi Yun tentou usar o Arco Tai Cang algumas vezes. Embora ele não possuísse excelentes habilidades de arco e flecha, para um guerreiro como ele, fosse energia espiritual, visão ou o controle de seus músculos, eles superavam as pessoas normais. Acertar um alvo a centenas de metros de distância era simples. Além disso, Yi Yun estaria a apenas trinta metros de distância do Ginseng Celestial do Yang Roxo!

A cem pés, Yi Yun conseguiria acertar com precisão uma folha de salgueiro com a Flecha Perseguidora do Vento.

“Vou usar o arco!”

Os olhos de Yi Yun se iluminaram. Apenas o pensamento de capturar uma erva primordial fazia seu sangue ferver!


Tradutor: tradutor | Revisor: BravoEd



Fontes
Cores