TMW – Capítulo 133 — Você colhe o que planta



À medida em que o sol lentamente se punha no Oeste, o povo do clã tribal Lian se empanturrava. Esta foi a primeira vez em suas vidas comendo uma refeição tão grande. Além de ter passado fome durante tanto tempo, foi uma grande alegria preencher os estômagos.

Depois de terminar a refeição, era hora de digeri-la.

Sair para se exercitar era uma das melhores formas de auxiliar a digestão. Que exercícios o povo do clã tribal Lian faz? Havia uma coisa esperando por eles, era acertar contas antigas.

O retorno de Yi Yun fez todos saberem que eles foram tratados como trouxas por Lian Chengyu! Lian Chengyu bebeu o sangue e comeu a carne das pessoas. Tudo o que ele fez foi parte de seus planos pelo seu próprio futuro.

As pessoas passaram tanta fome, tudo por causa de Lian Chengyu!

O que era ridículo era que eles estavam idiotamente depositando suas esperanças em Lian Chengyu e cantando seus elogios.

Aqueles que sofreram estavam convictos, eles sempre foram oprimidos por Lian Chengyu, por isso o odiavam.

Agora, confiando em Yi Yun, eles tinham conseguido comer uma boa refeição. Lian Chengyu não era apenas o inimigo deles, mas o inimigo do salvador deles. Seja por eles mesmo ou por Yi Yun, eles não poupariam Lian Chengyu.

Mesmo com Lian Chengyu aleijado, eles ainda não haviam satisfeito a sede de vingança. Como eles poderiam deixar o inimigo sem se vingarem com suas próprias mãos?

Mesmo os lacaios de Lian Chengyu odiavam ele. Se não fosse por Lian Chengyu, eles teriam se tornado inimigos de Yi Yun?

Se eles não tivessem se tornado inimigos dele, eles não teriam ganhado comida hoje?

As pessoas da vasta região selvagem tinham uma forma muito especial de pensar.

Se Yi Yun não lhes deu comida, eles não odiavam ele porque ele era forte. As pessoas da vasta região selvagem subconscientemente acreditavam que os fortes controlavam o destino dos fracos, então eles não se atrevem a odiar, nem havia motivo para odiar.

Mas eles estavam famintos, e eles precisavam de um saco de pancadas para extravasar a raiva. O saco de pancadas só poderia ser um fraco. Quem era o fraco agora? Claramente, era Lian Chengyu. Esse ex-mestre aleijado pegou a comida deles para trocar pelo osso desolado e ainda falhou miseravelmente. Nenhuma de suas promessas foram realizadas, fazendo com que eles passassem fome!

Por isso, fosse os cidadãos ou os capangas anteriores de Lian Chengyu, todos eles foram contra Lian Chengyu. Lian Chengyu se tornou o inimigo público número um!

Consequentemente, naquele final de tarde, um grupo de aldeões furiosos adentraram no complexo do Patriarca para buscar vingança contra Lian Chengyu. O método que eles usaram para extravasar a raiva deles foi direto e simples. Eles jogaram esterco de vaca na casa de Lian Chengyu!

Eles sentiam que Lian Chengyu havia trazido má sorte ao clã tribal Lian. Se não fosse por Lian Chengyu, eles estariam passando fome? Usar esterco de vaca para remover essa falta de sorte era um dever!

Mas não havia mais gado na aldeia, então havia quantidades limitadas de esterco de vaca.

E se não tivesse o suficiente para jogar? Os aldeões inteligentes foram até o acampamento da Guarda do Dragão Reluzente e cavaram o esterco das bestas chifrudas.

As bestas chifrudas não precisavam comer ou beber, mas elas ainda poderiam terminar com uma árvore inteira em uma refeição. Por isso as fezes que elas largavam eram espetaculares! Um vagão não era o suficiente para segurá-las!

Cerca de sete aldeões obtiveram as fezes da besta chifruada com grande entusiasmo; isso seria legal. As pessoas acreditavam que os efeitos das fezes de bestas chifrudas eram melhores que as do de esterco de vaca, afinal, uma besta chifruda era centenas de vezes mais majestosa que gado!

Como resultado, as fezes de besta chifruda choveram sobre o complexo do Patriarca, fazendo um grupo de anciões tribais fugirem de medo.

E o original Patriarca do clã tribal Lian adoeceu. Liang Chengyu estava aleijado, então todas as esperanças do Patriarca foram frustradas, fazendo ele sucumbir a uma doença.

Algumas pessoas dependiam de pilares espirituais para viverem. Quando os pilares espirituais colapsavam, eles perderiam a vontade de viver.

Ninguém parou a multidão furiosa. Logo o complexo do Patriarca do clã tribal Lian estava coberto por esterco.

Sobre isso… com um evento tão grande, como poderíamos esquecer de Liu Tie?

Como um homem que se dedicou a ser o capanga de Yi Yun, Liu Tie não perderia nenhuma oportunidade de mostrar sua lealdade a Yi Yun.

Na verdade, Liu Tie foi o originador desse cerco. Ele foi aquele que ficou mais alto na multidão. Ele era o mais trabalhador em jogar o esterco de besta chifruda. Ele pegou uma pá e jogou grandes pedaços de fezes para dentro do complexo do Patriarca.

E ele fez isso perversamente. Ele apontou para as janelas da cada, para que ela pudesse ser preenchida de fezes.

Deitado na casa, Liang Chengyu mal sobrevivia, e em seguida, ficou coberto por fezes.

Neste momento, um ancião tribal que tinha relações de sangue com Lian Chengyu tomou coragem e entrou silenciosamente no complexo do Patriarca. Sob a torrente de fezes, ele puxou Liang Chengyu para fora das pilhas de fezes.

Depois que todo o esterco de besta chifruda foi jogado, Liu Tie ainda não estava satisfeito, então ele gritou:

“Companheiros, vamos incendiar!”

As pessoas da vasta região selvagem eram violentas. Com alguém as liderando, todas elas responderiam.

Como tal, tocha após tocha foi acesa e jogada no complexo do Patriarca. Em seguida, o complexo se transformou em um grande inferno submerso.

As chamas rugiram no céu, dez vezes mais intensas do que o incêndio que queimou a casa de Yi Yun.

Yi Yun ficou na montanha e olhou para o fogo de longe.

A mesma cena aconteceu em apenas alguns meses…

Naquela época, Lian Chengyu distribuiu a comida, hoje Yi Yun era quem distribuía a comida.

Naquela vez, pessoas más comeram boas refeições e pessoas gentis foram intimidadas. Hoje o gentil era alimentado e o ruim passava fome.

Naquela vez, Jiang Xiaorou foi cercada por esterco de vaca e o fogo queimou a casa. Agora o complexo do Patriarca foi cercado por esterco de besta chifruda e o fogo o queimava.

Tudo isso era um ciclo do carma. Você colhe o que planta.

Yi Yun suspirou de repente. Neste mundo, o bom não era necessariamente recompensado. Pessoas más não eram necessariamente punidas.

O mundo não era justo. Ele podia apenas tornar o mundo justo dentro dos limites de sua capacidade!

Yi Yun não era um santo, nem se esforçava pela paz mundial. Esse tipo de pensamento não era pragmático.

No entanto, Yi Yun desejava que na terra que ele reivindicasse, ele não veria tal injustiça.

O gentil deve receber a felicidade, e o perverso, o castigo.

Este era o simples, porém lindo, desejo que Yi Yun tinha.

O sol havia se posto completamente. O céu tinha escurecido à medida em que Yi Yun ia para a cachoeira do Rio do Leste.

A queda de cem metros fazia a água ressoar, vibrando nos tímpanos.

Depois de meio mês, Yi Yun retornou ao seu local conhecido. Yi Yun havia praticado anteriormente o Dragão Dançando na Água Vasta ali e também tinha encontrado Lin Xintong.

Yi Yun fechou seus olhos para se concentrar. Ele começou a treinar. Ele tirou seu manto de peixe voador e vestiu roupas de linho secas. Todos os seus movimentos eram encantadores, mas eles também possuíam energia explosiva.

Depois que ele terminou um conjunto de movimentos, Yi Yun sentiu algo e virou sua cabeça. Sob o céu estrelado, uma garota de branco estava de pé em uma rocha como uma fada.


Tradutor: Apollo | Revisor: BravoEd



Off-Topic

[N/T Apollo: MAS QUE GRANDE BOSTA EIN, HAHAHAHA]

[N/T Apollo: Que trabalho de merda ein… kek]

[N/T BravoEd: Resumindo, isso tudo foi uma magnifica merda!]


Fontes
Cores