TI – Volume 7, Capítulo 11



Zheng não sentiu que esse Techoi era impressionante. Talvez ele fosse de fato forte, mas definitivamente era mais fraco do que ele em combate a curta distância. Zheng deu um passo para trás e chutou o joelho dele antes que o golpe o atingisse. O chute tinha muito mais força do que o golpe de joelho e forçou o joelho de Techoi na direção do chão. Entretanto, Zheng teve que se esquivar para o lado por causa de um ataque vindo de trás.

Um urso negro de cinco metros de altura apareceu em suas costas. O golpe da pata dele facilmente criou um buraco de meio metro no chão. Ele rosnou e avançou sobre Zheng. Várias pedras brotaram do chão, bloqueando qualquer rota de escape dele. Ele teria que enfrentar o ataque. O urso e a força o carregaram até o portão de metal atrás dele. Quando o urso recuou, seu corpo inteiro estava enterrado no portão e na parede.

Outro rosnado, o urso usou sua garra para atacar Zheng que estava preso. Zheng agarrou o dedão dele antes que ele pudesse atingi-lo e o puxou com força enquanto seus músculos aumentavam. Ele puxou o urso na sua direção, então chutou sua boca e o jogou para longe.

Repentinamente, alguém avançou sobre ele antes que ele pudesse continuar com algum ataque. Os dois punhos miravam sua cabeça e peito. Zheng não teve escolha senão bloquear esses dois ataques com seus braços. Esses punhos pareciam ser de metal. Seus braços ficaram um pouco dormentes por bloqueá-los. Ele pulou para trás quando foi atingido e viu que Techoi estava diante dele. Ele tinha quatro braços e duas cabeças que pareciam iguais.

O urso negro disse: “Líder, ele é digno de ser o original. Essa velocidade de reação é impressionante e ele é até mais forte do que eu. Provavelmente vai levar algum tempo para eu e Techoi acabarmos com ele”.

O clone de Zheng disse: “O desenvolvimento seu e do Techoi não é ruim, mas vocês dois só entraram no time Infernal há três filmes. Seus aprimoramentos não são elevados e vocês não têm muita experiência em usá-los. A forma mais poderosa que você consegue assumir é a de um dragão ocidental com um corpo de mais de dez metros. Isso permitirá que você enfrente qualquer filme de terror com facilidade. O Qi de Batalha do Techoi está apenas no nível inicial. Sua habilidade também consegue gerar até três cabeças e seis braços. Esses dois aprimoramentos podem elevar sua habilidade de combate a curta distância a um nível assustador quando eles aumentarem de ranking. Usem-no para treinar. Se vocês morrerem, então isso significará que vocês não são fortes o suficiente. Eu posso revivê-los com o Livro de Amun-Ra. Os pontos serão retirados de todo o time. Entretanto, todo mundo só tem uma chance de ressurreição, então, se vocês não quiserem desperdiçá-la, matem-no!”

O urso parecia estar com um pouco de medo do clone de Zheng. Ele rosnou e pulou sobre Zheng de novo com mais força do que antes. O chão parecia tremer enquanto ele corria.

Vários espinhos de pedra atrás de Zheng o impediram de recuar de novo. Ele olhou para o clone no ar, ele estava segurando o Livro dos Mortos. Ele não parecia estar numa luta, mas cada feitiço que ele recitava forçava Zheng a encarar os ataques de frente. Zheng foi jogado para trás contra as pedras pelo urso. Ele cuspiu sangue. Esse golpe o feriu internamente.

Zheng fez uma decisão. Ele se virou de costas para o urso e pulou usando-o como suporte. Ao mesmo tempo, a pata do urso golpeou suas costas. Ele foi jogado para além da borda do telhado. Zheng fez o seu melhor para se virar e ficar com a face voltada para baixo.

O urso disse: “É isso? Ele é muito fraco. Como ele pode rivalizar o nosso time Infernal…” Uma força o jogou para longe e o clone de Zheng ficou no lugar dele.

O homem disse friamente: “Você acha que você merece ser chamado de um membro do time Infernal? Porra, nem ache que você é forte. Só há quatro pessoas neste time dignas desse título e você não é uma delas. Você é apenas um pouco mais forte do que os times normais”.

O urso se levantou do chão e limpou o sangue de seus lábios. Então ele se levantou ali obedientemente.

O clone de Zheng disse impacientemente: “Continue se tornando mais forte se você quer ser um membro de verdade do time Infernal. Atualmente, apenas o Xuan, o Zhui Kong e eu somos dignos desse título. Você sabe o porquê de nós entrarmos no filme primeiro quando encontramos com o time Celestial? Por que vocês fracotes atrasariam o time”.

“Porra, só foi por causa do Xuan que nós conseguimos escapar sem lutar contra eles. Agora, vá e aniquile o time China primeiro. Francis e Techoi, peguem uma prancha voadora. Lembrem-se, achem e matem-no. Não o deixem escapar. Eu não quero que essa Gaiola da Escuridão se torne uma armadilha ao nosso time.” Ele abriu suas asas e desceu do prédio voando.

Quando Zheng foi jogado para fora do prédio, ele ajustou seu corpo para ficar com a face virada para baixo. Então ele pegou o canhão de ar. Enquanto ainda estava no modo de liberação, ele rapidamente calculou a distância até o chão. Quando chegou a certa altura, ele apertou o gatilho. O canhão finalmente disparou quando ele estava a apenas alguns metros do chão. O tiro atingiu o chão e sua força ricocheteou em Zheng, que foi capaz de pousar com firmeza. Entretanto, o chão ficou instável já que o tiro despedaçou o concreto.

Zheng soltou um suspiro de alívio e então cuspiu mais sangue. Ele foi impedido de recuar várias vezes pelos espinhos de pedra, o que o forçou a enfrentar de frente o urso negro com foco em força e o usuário de Muay Thai. Ele sobreviveu por pouco graças à sua resistência.

Zheng sabia que o time Infernal provavelmente já havia enviado um grupo atrás de Lan e dos outros. Era inútil mesmo se ele fosse correr até ele agora. Entretanto, ele ainda tinha um pouco de esperança. Ele não desistiria até o último instante. Ele tinha que tentar pará-los. Se não, ele se arrependeria.

Ele entrou no terceiro estágio e então se lembrou das técnicas e movimentos furtivos da Yinkong. Quando ele ouviu o som das pranchas voadoras de cima, ele já havia se escondido dentro da fumaça negra. Não havia som, apenas intenção assassina.

Logo a prancha se aproximou com dois homens sobre ela. Eles obviamente não estavam confortáveis com a situação. Techoi finalmente pulou para fora dela e disse: “Eu vou procurá-lo aqui em baixo. Eu não sou gay”.

Francis riu: “Essa era uma competição de paciência. Se eu não tivesse a paciência para isso, eu é que estaria no chão agora. Haha, obrigado. Eu posso finalmente usar a prancha sozinho”.

Techoi gritou: “Não morra ou o líder ficará bravo”.

Ele olhou enquanto Francis voava para longe e balançou sua cabeça. Então ele entrou numa viela.

Zheng ainda estava se escondendo silenciosamente. Depois de Techoi passar por ele, ele o seguiu para dentro da viela.

Techoi foi bem cuidadoso. Ele ficou no modo de liberação genética, o que levou seus sentidos ao extremo. Então Zheng também teve que tomar cuidado para não expressar qualquer desejo de atacá-lo. Ele estava se esgueirando com base numa simulação e isso estava longe de ser perfeito. Assim que ele expusesse sua intenção assassina, qualquer um no modo de liberação genética poderia senti-lo. Ele precisava de uma oportunidade e de um lugar adequado.

Os dois avançaram por essa viela durante quase um minuto. Zheng estava ficando ansioso. Talvez Techoi não tivesse que se apressar porque não havia nada que o preocupava, mas Zheng era diferente. Ele precisava se preocupar com Lan e os outros. Mesmo se ele não se importasse com suas vidas, os pontos subtraídos com suas mortes também o matariam. Então ele não tinha muito tempo para desperdiçar aqui.

Zheng não podia segurar essa ansiedade por muito tempo, porque assim que ele perdesse a calma, ele não conseguiria mais atacá-lo de surpresa. Ainda assim, ele não tinha escolha senão seguir Techoi sob esse estresse.

Por sorte, uma oportunidade logo apareceu. Um Licker estava na parede à frente de Techoi. Era um Licker normal que não havia comido muitos outros para continuar evoluindo, então ele não era muito grande

Techoi não pegou uma arma ao ver o Licker. Ele lentamente se aproximou animado. Zheng conseguiu ver uma camada de luz sobre seus punhos, como um par de luvas de boxe feito de luz.

O Licker pulou sobre Techoi. Ele recuou meio passo, apenas para sair do alcance da garra dele. Então seus quatro braços o atacaram continuamente com uma velocidade quase invisível a olho nu. A série de ataques deixou a garra do Licker em pedacinhos. Então Techoi pulou e deu um chute giratório no braço dele. Também havia uma camada de luz cobrindo seus pés e o braço do Licker foi arrancado.

Essa séria de ataques levou menos de um segundo. A combinação dos seus quatros braços, de Muay Thai e dessa camada de luz deixaram o Licker impotente quando ele finalmente pousou.

Techoi deu um sorriso de escárnio. Ele agarrou a cabeça do Licker com suas mãos. Uma camada de luz cobriu seu joelho, então ele o levou até a cabeça do Licker. Seu cérebro se espalhou para todo lado. Ao mesmo tempo em que ele dava esse golpe com o joelho, uma mão lentamente se esticou da escuridão na direção da cabeça de Techoi. Essa mão repentinamente acelerou quando ele matou o Licker e o puxou para a parede.

Zheng estava esperando por esse momento. Techoi abaixou a guarda quando pensou que matou o Licker. Zheng levou Techoi pela parede até uma das casas. Seus olhos também se tornaram vermelhos como o sangue.

‘Eu preciso terminar esta luta o mais rápido possível.’

Assim que conseguiu a chance, Zheng atacou Techoi com tudo. Ele mordeu as costas dele assim que eles atravessaram a parede. Seus braços se fecharam ao redor do corpo dele e o apertaram. Seus braços estavam quatros vezes maiores do que o normal dessa vez. Ele conseguiu ouvir o som de ossos se tocando das costelas de Techoi.

Techoi sabia que sua vida dependia desse movimento. A enorme força o surpreendeu, então ele emitiu todo seu Qi de Batalha de uma vez. Uma camada de luz cobriu seu corpo inteiro. Apenas essa fina camada de luz repeliu os dentes de Zheng. Embora Zheng tivesse de fato arrancado uma parte de suas costas.

Zheng não podia deixar Techoi se libertar. Sua força era impressionante e suas técnicas superavam muito às de Zheng. Na maioria das vezes, ele lutava com seus instintos, o que era o suficiente quando ele conseguia superar os inimigos em poder. Entretanto, se suas forças estivessem em níveis similares, ele não conseguiria derrotar alguém habilidoso em Muay Thai com tanta facilidade. Seus braços seguraram Techoi com força e ele emitiu a Chama Vermelha e aquele Qi corrosivo. Se Zheng não conseguisse matá-lo logo, não haveria prédio de onde ele poderia pular de novo quando o urso e seu clone chegassem.

A camada de luz conseguiu bloquear a Chama Vermelha, mas não a corrosão do Qi. Ela gradualmente afinou e Techoi começou a gritar de dor quando a chama finalmente alcançou seu corpo.

Eles colidiram com outra parede e chegaram à rua. Não havia outros seres vivos nela, nem mesmo um zumbi. Techoi estava à beira da morte. As partes de seu corpo que estavam em contato com Zheng foram queimadas até virar carvão. A chama então se espalhou pelo resto do seu corpo. Zheng também transferiu seu Qi para dentro do corpo dele e o corroeu por dentro.

Nesse instante, Zheng soltou Techoi e rolou para o lado. Uma força atacou o lugar onde ele estava, seguida pelo som de um tiro. Esse som era muito familiar para ele, era o som do fuzil de precisão Gauss. O time Infernal também tinha um clone do Zero?

Ele imediatamente checou seu ferimento. O tiro passou ao lado de sua perna, mas sua onda de impacto ainda abriu uma ferida nela. No chão atrás dele havia um buraco enorme.

‘O atirador precisa de vários segundos.‘

Zheng rapidamente se acalmou. Ele pulou sobre Techoi, agarrou seu rosto com uma mão e então o puxou para dentro de uma viela enquanto o homem gritava, deixando um rastro de sangue fervente que escorria dos ferimentos de queimadura. Logo, seus gritos desapareceram dentro da viela.

***

Em cima de um prédio a mil metros de distância, um homem magro com um par de óculos estranhos disse: “Líder, ele está muito longe. Embora os óculos possam ver através da fumaça, ainda não está claro o suficiente. Aquele tiro errou”.

O clone de Zheng respondeu: “Não importa. Ele está preso nessa área. Assim que ele se mover, eu e Francis iremos atacá-lo. Eu não vou ficar observando desta vez. Aquele retardado não entendeu o motivo de eu mandar ele e o Francis irem juntos. Se ele quer ir sozinho, que pelo menos esteja preparado para se explodir com o Qi de Batalha, então sua morte não seria tão inútil! Richard, mate qualquer um que você ver que não é do nosso time!”

Richard riu e então acariciou seu fuzil, “não se preocupe. Eu vou entrar no modo de liberação antes de atirar de novo. Eu não acho que alguém possa sobreviver ao poder deste fuzil Gauss. Eu digo…”

Antes que ele pudesse terminar, uma flecha foi atirada contra ele numa velocidade inimaginável. Ela veio de baixo do prédio e perfurou as paredes e pisos até finalmente alcançar seu corpo. Ele virou pó antes que pudesse reagir. O fuzil Gauss ficou caído ao seu lado.

Heng pulou de cima da torre do relógio. Ele agarrou as vigas no caminho para desacelerar a queda, pousando no chão levemente. Seu corpo era mais leve do que à de pessoas normais graças à sintonia com o ar do aprimoramento de arqueiro. Ele também era mais rápido e conseguia se mover silenciosamente, quase alcançando a habilidade de se esgueirar de Yinkong.

Heng não estava com disposição para apreciar qualquer uma dessas coisas agora. Ele sentia como se uma face tivesse perfurado seu coração.

Ele e Yanwei cresceram juntos. As duas famílias eram vizinhas e seus pais eram amigos. Seu pai era um medalhista de ouro das Olimpíadas em arquearia e o pai dela era o medalhista de prata. Eles eram amigos e rivais, vizinhos e colegas de trabalho.

Heng e Yanwei haviam se conhecido nesse ambiente quando eles ainda eram crianças. Eles tinham uma relação bem próximo exceto por uma coisa: Heng herdou o hobby de arquearia do seu pai, enquanto Yanwei não gostava disso. Ela o ignorava por vários dias sempre que o via praticando. Embora essas ocorrências tivessem diminuído à medida que eles cresceram.

A família feliz sofreu uma repentina mudança drástica. Os pais de Heng foram envolvidos num acidente de carro. Sua mão morreu no lugar enquanto seu pai quebrou o braço e não pôde mais usar o arco. Ele tinha nove anos naquela época.

Depois disso, o pai de Heng bateria nele até ele desmaiar por qualquer coisa pequena. Isso durou vários anos. Como que por brincadeira do destino, ele foi separado de Yanwei quando tinha dez anos. Seu pai perdeu o trabalho, então vendeu a cada deles e se mudou. Ano após ano de violência doméstica forjaram sua personalidade. Cada vez que ele sentia que poderia apanhar, ou via sangue ou algum ferimento, o medo o faria fugir instantaneamente. Essa personalidade foi cravada bem no fundo dele e o fez odiar a si e a esse mundo.

O ponto de virada aconteceu após uma competição. Ele viu essa menina que aparentemente se sobrepunha suas memórias, ainda assim, ele ficou com medo de confirmar porque ele já havia perdido muitas coisas. Seu pai morreu de câncer no fígado por beber demais. As únicas coisas que ele ainda tinha eram seu arco e a menina de suas memórias.

O fio do amor que os prendia levou a essa reunião após dez anos. Eles rapidamente começaram a viver juntos, cuidar um do outro e dividir suas histórias infelizes. Eles consolaram as feridas um do outro e trilharam o caminho de um futuro com o apoio um do outro. Heng sentia que havia obtido a felicidade. Ele a cravou em seu coração. Então…

Seu corpo estava correndo descontroladamente. Quando ele percebeu o que havia feito, ele começou a se odiar. Abandonando a menina que ele amava tanto com um grupo de mafiosos e estupradores, enquanto ele fugia de medo. Era como se seu corpo tivesse uma mente própria.

Quando ele finalmente recuperou seu autocontrole e correu de volta, ela e os mafiosos já haviam desaparecido. Ele podia adivinhar o que ela sofreria.

Talvez a dor física pudesse ser tolerável, mas seu coração devia ter sido afogado em lágrimas de desespero. Se apenas ela nunca tivesse o amado ou só gostasse dele um pouco, mas ele sabia que ela também estava profundamente apaixonada.

Heng pensou em se matar, mas ele ainda não havia se vingado. Ele pensou em procurar por ela, mas ele não teve a coragem de ver seus olhos, quer eles estivessem calmos, irritados ou mortos.

Ele decidiu se vingar, matar as pessoas que ele odiava com suas flechas. Ele quase abaixaria seu arco por causa do medo todas às vezes. Ele quase desmaiaria de vomitar em seguida. Mas quando ele pensava no sofrimento e nos sentimentos dela, ele prosseguia para a próxima pessoa sem arrependimentos. Seu desespero então o levou para esse mundo após matar todos eles.

Quem poderia imaginar que ele a encontraria de novo nesse mundo? Além disso, seu time original era o time China.

“Eu não te abandonei! Quando eu entrei neste time, você já estava…” Heng queria gritar isso, mas quando ele imaginou a expressão cheia de lágrimas, mas ainda inexpressiva dela, ele repentinamente perdeu a coragem de fazer isso. Embora ele quisesse explicar, a realidade era que ele de fato a havia abandonado e despedaçado o futuro feliz deles. Ele era a origem de toda e a dor e pecado. Se apenas ele não fosse tão covarde, se ele pudesse ter aberto seus braços para protegê-la, tudo teria sido diferente.

Heng correu pelas vielas. Sangue escorria de todo seu corpo. Aquelas flechas não eram poderosas. Elas eram mais punição ou torturas. Senão, Yanwei poderia tê-lo matado com um tiro usando a flecha que ela disparou no sino. Ela estava o torturando para aliviar seu ódio e dor.

Uma flecha abriu um buraco na parede ao lado de Heng. Uma chama prateada estava derretendo o concreto.

“Por que você está correndo? Igual à como você fugiu antes? Você é tão covarde. Tudo o que você consegue fazer é correr.” A voz de Yanwei estava cheia de ódio e desdém. Ela disparou outra chama prateada.

Heng cerrou seus dentes sem dizer uma palavra. Sangue escorreu do canto de seus lábios por ele mordê-lo com muita força. Ele continuou correndo enquanto engolia seu próprio sangue. Ele mudava de direção cada vez que uma flecha se aproximava. Antes que ele pudesse perceber, ele já havia entrado no modo de liberação.

“Se você estava com tanto medo de morrer, então porque você não atirou na minha cabeça antes? Você não teria que fugir se fizesse isso. Apenas atire na minha cabeça. Eu já liberei minhas restrições genéticas. Você não quer as recompensas e os pontos?” Yanwei disse enquanto disparava contra Heng, entretanto ela errava por um fio todas às vezes. Suas lágrimas estavam nublando seus olhos ao ver que Heng não respondia.

Ela flutuou para cima e olhou para baixo a dez metros de altura, “Heng, você se lembra do meu sexto sentido? Ele funciona com flechas. Eu posso sentir o caminho da flecha e muitas vezes não preciso nem mirar com meus olhos”.

Ela fechou os olhos e mirou na direção para onde Heng estava correndo. No momento em que Heng virou a próxima esquina, a flecha prateada perfurou sua perna. Essa flecha não estava encantada com as chamas, então ela apenas o fez tropeçar e ele continuou correndo.

Heng cerrou seus dentes. Ele estava próximo da rua. Yanwei franziu o cenho enquanto disparava uma flecha com chamas na frente dele. A flecha atingiu seu tornozelo quando ele passou por ela correndo e as chamas começaram a subir por sua perna.

“Bang!” A alguma distância, um fogo brilhou por um instante e fumaça seguiu o som do impacto. Heng finalmente sorriu aliviado. Yanwei voou por vários metros até ficar diante dele.

Ela zombou: “Por que você não está correndo? Por que você está agindo calmamente? Se você tivesse metade dessa calma de agora antes, nós…”

Heng sorriu para ela gentilmente, então puxou a corda e mirou nela. A pressão do tiro carregado o envolveu. Yanwei também sorriu aliviada. Ela mirou a flecha com chamas e disse levemente: “Vamos nos libertar, Heng”.

“Desculpe-me. Eu te amo. Continue vivendo.”

A flecha passou roçando sua face e saiu de seu campo de visão. Quando ela se virou para olhar para Heng de novo, uma luz prateada cobriu seu coração, mas seu sorriso permaneceu.


Tradutora: Brinn   |   Revisor: Myko


 


Fontes
Cores