TI – Volume 5, Capítulo 9


Zheng pulou para fora do carro e enrijeceu seu corpo durante o pulo. Ele não subestimaria o poder dos tiros de Heng após ser atingido da última vez. Eles estavam no mesmo nível que fuzis de precisão normais em poder e velocidade. Zheng não tinha a força para bloqueá-los atualmente.

A coisa boa foi que Heng não manteve sua mira nele em seguida. Não havia nenhuma sensação de perigo quando ele pulou para fora do carro. Zheng olhou ao redor e apenas viu alguns funcionários parados em choque e uma mulher gritando no telefone. O lugar inteiro estava em caos. Essas pessoas, ou o encaravam, ou estava correndo sem direção.

Zheng respirou fundo. Ele tirou a arma do seu anel, com a metralhadora em sua mão esquerda e a faca progressiva na direita, ele então correu na direção da saída de emergência.

Elevadores estavam fora de questão, porque isso seria pedir pelas coincidências da Morte. Em contraste, as escadas eram uma escolha muito melhor já que ele tinha mais energia do que pessoas normais e tinha a técnica de movimento. Além disso, ele acreditava que a Morte não poderia fazer muito nesse lugar com quase nenhuma outra pessoa.

A quantidade total de Qi de Zheng não era muito grande comparada à quantidade de energia sanguínea, já que seu Qi ainda estava no nível intermediário. Ela era o suficiente para sustentar o uso do anel Na, mas ele sentia que precisava de mais desde que aprendeu a técnica de movimento. Ele ficaria sem Qi após alguns minutos da ativação dela, o que poderia levar a erros durante uma luta. Seus oponentes não lhe dariam qualquer chance durante lutas de vida ou morte.

Zheng subiu as escadas com a técnica de movimento. Seus pés mal tocavam o chão devido à velocidade. Ele basicamente estava correndo nas paredes. Seu corpo inteiro parecia leve como uma pena nesse estado. Ele subiu um lance de escadas em apenas um segundo. Ele levaria menos de um minuto para subir esse prédio de vinte andares.

Zheng se sentiu desconfortável enquanto corria, como se alguém estivesse mirando nele. Essa sensação de perigo o seguia não importava como ele se movia. Quando olhou à frente, ele viu que as escadas desse piso estavam cobertas por uma série de vidros. Ele seguiu os vidros e viu Heng retesando seu arco das escadas do andar de cima. Porém, Heng não estava mirando nele.

Ele se colocou no lugar de Heng. A sensação de saber tudo o que Heng estava pensando apareceu de novo. A técnica que usaria os reflexos desses espelhos e mirando numa direção diferente do alvo. Ricochete, a técnica de arco e flecha única de Heng. A direção final dessa flecha estava mirada em Zheng.

Ele não tinha confiança de bloquear a flecha numa distância tão curta. Talvez a flecha já teria perfurado seu coração ou cabeça quando ele começasse a se esquivar.

Zheng encarou a imagem de Heng no reflexo. Por um momento ele pôde levemente ver as mãos de Heng tremerem. Isso não era óbvio, mas ainda era muito claro para seus olhos nesse momento. Zheng já havia entrado no modo de liberação genética. Ele se decidiu quando percebeu esses tremores.

Isso tudo aconteceu num piscar de olhos. Zheng pulou sobre as escadas do andar seguinte e Heng também soltou a flecha. Para a surpresa de Heng, Zheng não acelerou. Ele de repente jogou a faca no chão e então a segurou entre seus pés, parando seu pulo. A flecha o errou, mal conseguindo tocar no couro cabeludo atrás de sua cabeça. Isso fez Zheng suar frio.

Quando ele viu as mãos tremendo, ele se lembrou de que a faca vibrando era a arma mais afiada. Porém, assim que a vibração parava, ela se tornava um pouco pior do que uma faca normal. Ele podia usar isso para parar nessa situação. E ele ganhou a aposta.

Heng já havia fugido quando Zheng chutou a faca para cima. Porém, ele estava a apenas dois andares do topo. Não importava mais para onde Heng fosse. Jie não iria escapar!

Zheng continuou a correr pelas escadas. Quando ele alcançou o ultimo lance de escadas, ele viu Heng e Honglu parados diante delas. Heng havia retesado seu arco com duas flechas na mão.

Honglu deu uma mordida na sua maçã e disse: “Zheng, nós estamos hipnotizados, certo? Embora nós queiramos matá-lo, eu ainda tenho minhas memórias. Isso é uma sensação horrível. O que você acha disso, nós desistiremos se você conseguir derrotar o Heng.”

Zheng olhou para esse menino sorridente e quis socá-lo. Se ele não conseguisse derrotar Heng, então como ele conseguiria nocauteá-los e ir encontrar o Jie? Embora olhando para a postura de Heng, já era tarde demais para parar esse tiro.

Ele respirou fundo. “Heng, Honglu, venham até mim. Eu não tenho muito tempo restando. Eu prometi para a Lan derrotar o Jie em dez minutos. A promessa de um homem não pode ser quebrada! Se apresse e atire essa flecha!”

As mãos de Heng tremeram de novo. Ele parecia ainda mais nervoso do que Zheng e Honglu. Suas pernas estavam trêmulas como se fosse ele quem fosse levar o tiro. Suor escorreu por sua face, como se esse fosse seu último tiro e quase ofuscou sua visão.

Os dois estavam a cinquenta metros de distância, e nesse corredor reto, Zheng tinha que passar por eles para ver Jie. Vários minutos já haviam se passado. Yinkong já estava alcançando Lan a essa hora.

Zheng cerrou seus dentes e avançou na direção de Heng. Heng finalmente soltou a corda. Duas flechas dispararam em Zheng uma após a outra. Ele já havia esperado isso. Suas pernas se expandiram quando ele gritou e aumentou um pouco sua velocidade. Ele correu até a primeira flecha antes que a segunda pudesse atingir sua cauda e então deixou a flecha perfurar seu peito. A segunda flecha também passou pelo mesmo ferimento. As flechas quase tocaram seu coração e definitivamente feriram seu pulmão. Felizmente, sua velocidade de reação lhe permitiu evitar um golpe crítico no coração.

Zheng cuspiu sangue. A sensação do ar vazando enquanto ele respirava era extremamente dolorosa. Porém, ele já estava a dez metros de Heng. Ele poderia nocautear Heng antes que ele atirasse de novo. Dez metros eram apenas um piscar de olhos com a técnica de movimento.

“Vá tirar uma boa soneca e deixe todo o resto comigo.” Zheng continuou ofegando enquanto corria na direção deles.

Para sua surpresa, Heng se virou e pulou para longe. Uma flecha de repente apareceu em sua mão. Ele retesou o arco de uma vez, formando uma lua cheia. Havia apenas uma flecha dessa vez, mas a expressão de Heng estava diferente. Essa era a expressão dele colocando toda sua esperança nesse tiro. Suas pernas pararam de tremer, suas mãos estavam tão firmes quanto pedras e seus olhos ficaram fora de foco. A técnica que só precisava de uma flecha era aquela que ele obteve por meio do aprimoramento.

A linhagem sanguínea de elfo de Heng apenas aumentava sua habilidade com arco e flecha. O aprimoramento não se destacava muito no quesito poder como um todo. Porém, ele vinha com uma habilidade, o Tiro Carregado, que aumentava o poder e a velocidade do tiro por pelo menos cinco vezes, muito mais poderoso do que os tiros anteriores!

A sensação de perigo alcançou uma altura indescritível quando Heng estava prestes a soltar sua mão. Tudo que restou nos olhos de Zheng foi a ponta da flecha. A pressão causou nele a sensação de que iria ser perfurado pela flecha se ele se movesse apenas um pouco. Essa sensação era tão extrema que ele não conseguiu encontrar força para resistir e se forçou a parar. Ele estava a apenas três metros de Heng. Nenhum deles podia recuar agora.

“Não se aproxime de mim!” Heng rosnou em voz baixa. Seus olhos ainda estavam sem foco, então Zheng não conseguia dizer o que ele estava pensando. Ainda assim, a pressão parecia tão real que ela deixou Zheng sem a habilidade de falar. Ele tinha medo de que a flecha o atingisse assim que ele abrisse sua boca. Isso não era algo do qual ele poderia se esquivar ou se defender contra. O tiro anterior apenas o feriu, mas esse tiro definitivamente iria tirar sua vida.

Zheng lentamente moveu suas mãos. Essa pequena ação o deixou encharcado de suor frio, porque ele temia que qualquer estimulação fosse fazer Heng soltar a flecha. Felizmente, Heng não soltou. Ele olhou para a cabeça de Zheng. Zheng colocou seu dedo dentro do ferimento causado pelo tiro anterior e o girou. Sangue instantaneamente foi espirrado, abrindo a ferida que já estava se curando. Um pouco desse sangue pousou na face de Heng.

As sobrancelhas de Heng se contraíram. Seus olhos começaram a voltar ao normal, suas mãos e pernas começaram a tremer e ele finalmente soltou a flecha. A flecha passou por Zheng, quase tocando sua cabeça. A pressão do ar causada pela flecha cortou sua pele. Esse tiro era comparável a um tiro de um rifle Gauss.

Zheng ainda estava sentindo um arrepio em seu coração. Ele virou sua cabeça para dar uma olhada. Não havia sinal da flecha, mas havia um buraco do tamanho de uma moeda na parede de trás. Nesse momento, a parede começou a rachar a partir do buraco. A rachadura primeiro dividiu a parede pela metade, então ela se expandiu como uma teia de aranha, a parede inteira se despedaçou.

Heng imediatamente começou a rolar no chão após soltar a flecha. Bolhas estavam se formando dentro de sua boca e seus músculos convulsionaram violentamente. Isso provavelmente era o efeito colateral de entrar no modo de liberação genética pela primeira vez.

Zheng suspirou enquanto corria até Heng e então deu um tapa nele, o nocauteando. Então ele se virou para Honglu. O menino imediatamente terminou a maçã e disse: “Eu vou fazer isso eu mesmo.” Ele pegou um vaso de flor próximo aos seus pés e o bateu contra sua cabeça. Ele caiu inconsciente e o vaso se despedaçou.

Zheng riu enquanto olhava para o menino. Ele rapidamente correu até Honglu e o segurou antes que ele caísse no chão, então o deixou ao lado de Heng que ainda estava convulsionando. A face de Heng estava pálida. Sua mão ainda estava segurando o arco com força. Parecia que ele ainda estava assustado.

Heng tinha um tipo de medo de lutar, para ser franco, era covardia. Esse temor era causado por outras pessoas se machucarem e ele ficar com medo de se machucar também. Ele tendia a ter uma precisão excelente no primeiro tiro. Porém, assim que ele imaginava que seu oponente iria atacá-lo, ele começaria a recuar. Zheng não pensaria nisso sozinho, mas quando ele de repente pensou o que Xuan faria no seu lugar?

Então ele abriu o ferimento sem pensar e espirrou sangue em Heng. Zheng só podia correr o risco, apesar de Heng estar no modo de liberação genética. Porque se fosse Xuan, ele teria acreditado que havia pelo menos uma chance de cinquenta por cento de Heng cometer um erro ou até perder o controle do tiro!

Assim como o esperado, a mente de Heng entrou em pane após entrar em contato com o sangue. Seus medos instintivos superaram sua vontade de lutar e finalmente o fizeram errar o tiro. Zheng nunca esperou que a covardia de Heng fosse salvar sua vida.

Ele suspirou para Heng e então murmurou: “Muito bom. Esse tiro é mais poderoso do que eu imaginei. Se ele atingisse, ninguém seria capaz de bloqueá-lo. É uma pena que ele tenha errado.” Ele começou a andar na direção das escadas.

***

Subir as escadas de emergência levou vários minutos. Zheng finalmente chegou ao topo do prédio. O telhado era aberto e plano, exceto por uma grande antena. Um vento fraco soprava de longe. Jie e Nana estavam sentados na beira de uma parede, olhando para o cenário.

“Você está atrasado Zheng.” Jie disse com um sorriso.

Zheng cuspiu para fora o sangue em sua boca. Seu ferimento havia ficado pior por ele mesmo se ferir. Ele disse com um tom desagradável: “Não aja tão próximo de mim. Companheiros não fazem esse tipo de coisa com os outros! Se apresse e diga para a Yinkong parar. Ela ainda está perseguindo a Lan!”

Jie acariciou a mão de Nana e então se virou para encarar Zheng. “Desculpe-me. Minhas habilidades são os Olhos Sugestivos e a Força da Mente. São apenas sugestões e eu também posso causar um efeito reverso em usuários de força psíquica. Eu não os controlei. O Controle da Mente não pode levar uma pessoa a usar seu potencial total. Então eu não posso dar ordens à Yinkong. Ela apenas teve a ideia de matar todos os seus inimigos. Além disso, como eu posso olhá-la nos olhos quando ela está tão longe? A menos que…”

Zheng gritou: “A menos que o quê?”

Jie sorriu. “A menos que você me derrote. Assim que a raiz da sugestão for derrotada, Yinkong irá naturalmente voltar ao normal. Ela já deve estar quase alcançando a Lan agora. Você só tem mais dois ou três minutos restando. Assim que ela a alcançar, só será preciso um golpe. Então, você quer me derrotar?”

Zheng cerrou seus dentes. Ele ativou a faca progressiva de uma vez e disse com um tom frio: “Jie, diga-me a verdade e então eu vou te nocautear. Ou você realmente quer morrer?”

Jie riu amargamente. “Quem gostaria de morrer? Ninguém gostaria de morrer se puder viver. Eu preferiria desistir de todos os meus poderes e encontrar um lugar pacífico para passar o resto da minha vida com a pessoa que amo. Mas você realmente quer tirar tempo para conversar comigo? Você não tem muito tempo restando.”

Zheng deu um grito e então correu até ele segurando a faca. Sua outra mão havia puxado o gatilho da metralhadora.

Uma série de balas foi disparada em Jie. Porém, para a surpresa de Zheng, todas essas balas pararam a dois metros na frente dele. Nenhuma conseguiu nem sequer chegar perto de Jie.

“Habilidade AA, Força da Mente. Como um Guia, eu posso usar meus aprimoramentos com seu potencial total. Essa é uma peculiaridade dos Guias. Eu vou te contar o que é um Guia.”

Jie balançou suas mãos. As balas foram refletidas de volta para Zheng. Felizmente essas balas foram disparadas de volta com a parte de trás dos cartuchos virada para ele. Então isso foi apenas doloroso e não causou nenhum ferimento. Senão, ele não teria sido capaz de se esquivar de tantas balas.

“Um Guia é um humano criado por Deus. Ele irá se esconder num time como uma pessoa normal. Porém, ele não irá realmente morrer. Se ele morrer num filme, então haverá um Guia entre os novatos do próximo filme. Nós somos personalidades artificiais e não existimos de verdade.”

Jie balançou sua mão de novo enquanto falava. Uma enorme força invisível atingiu Zheng. Embora ela não estivesse se aproximando muito rápido, ele não tinha para onde se esquivar nesse pequeno telhado. Zheng foi jogado no ar pela força.

“O Guia pode ajudar o time a passar pelas dificuldades, especialmente como o combatente principal. Ele também não pode atacar ninguém além do líder que ele designar. Terceiro, assim que o líder designado passar pelo teste, o Guia irá desaparecer, liberar o próximo estágio das travas genéticas do líder e lhe dar a posição oficial de líder.”

“Eu sou o líder do time China e também um Guia. A pessoa anterior passou no teste no filme ‘A Noite do Pesadelo’, mas ele foi morto durante a nossa fusão. Eu absorvi sua memória e tomei seu corpo, então eu quebrei algumas das limitações de Deus. Eu não posso ser o combatente principal num filme, mas eu posso atacar qualquer membro.”

Zheng foi jogado para fora do telhado enquanto Jie estava falando, ele estava caindo do prédio.


Tradutora: Brinn   |   Editor: Myko


Contribua com a Novel Mania!