TI – Volume 4, Capítulo 11


A bala fez um buraco no peito do lobisomem e o impacto o jogou para trás, livrando assim Zheng e Yinkong de seu forte abraço. O monge imediatamente falou, “Não se movam! Merda, eles têm um atirador de elite! Manavia, forme seu escudo!” Ele gesticulou as mãos para o lobisomem, Zheng e Yinkong indicando a área a ser protegida.

A serpente apareceu em cima dele novamente e a sua cabeça já havia sido regenerada. Ao mesmo tempo, os olhos do monge ficaram desfocados, sinalizando que ele entrou no modo de liberação genética. As duas cabeças da serpente começaram a se mover, uma delas foi ao resgate do lobisomem e a outra ao ataque contra Zheng e Yinkong.

Quando a serpente estava próxima de alcançar Zheng, outro tiro soou alto, a bala mágica do Gauss atingiu sua cabeça. Nesse momento, fora visto um campo de força transluzente entre a bala e a cabeça, mas apenas por um instante, até esse campo ter sido destruído. A bala ainda atingiu a cabeça da serpente no final.

Das duas mulheres que estavam de pé atrás do monge, uma era a Shainaia, que estava com os seus olhos fechados todo o tempo, e a outra estava vestido uma burca arábica. Seu corpo arrepiou-se, “Líder, eu não posso bloquear aquela bala. É poderosa demais…”

O monge respondeu sem virar o corpo. “Sim, nem mesmo eu consegui ver sua trajetória. Deve ter sido de uma arma de ficção científica. Eu não esperava que o Time China tivesse uma pessoa com o talento de um franco-atirador. Fui muito descuidado… Por sorte, o escudo bloqueou metade do poder da bala, isso foi o suficiente.”

Já a outra cabeça de serpente trouxe o lobisomem de volta para o museu depois de um tempo. Aquela cabeça que levou um tiro, perdeu um terço de sua massa craniana e não tinha mais condições de lutar, quanto menos tentar morder Zheng. Sete segundos depois, outro tiro foi disparado e aniquilou de vez o resto daquela cabeça, transformando-a em pó, dessa vez nenhum campo de força foi usado para bloquear o tiro.

“Sete segundos… leva sete segundos para recarregar. Shainaia, entre na minha mente e compartilhe minha visão com Lamu… Lamu, você têm apenas sete segundos para mirar e arremessar. Se você errar, esse atirador de elite vai matar a todos nós. Nossas vidas estão em suas mãos!” O monge olhou para o outro homem atrás dele, era um jovem com uma pele negra tipicamente indiana. Ele concordou com a cabeça e segurou uma agulha branca em sua mão, a mesma agulha que tirou a vida de Tengyi.

“Vai!”

O monge começou a contar mentalmente. Ele viu Zheng tentando se levantar do chão e então ordenou que a cabeça de serpente que restara atacasse-o de novo. Outra bala de rifle foi disparada e a aniquilou. Assim que ele ouviu o tiro, ele correu pelo museu olhando para todos os lugares procurando o atirador.

“Um!”
“Dois!”
“Três!”
“Quatro!”
“Cinco!”
“Seis!”

“… O encontrei! Lamu!” Sua visão estava voltada a uma alta construção a leste enquanto gritara.

O jovem manteve seus olhos fechados o tempo todo. Quando ouviu essas palavras, ele arremessou a agulha imediatamente. A agulha desapareceu logo após sair de sua mão, mas ao mesmo tempo, outro tiro foi disparado daquela construção ao leste. A bala atingiu o ombro esquerdo do Monge, a poucos centímetros de seu coração. Mas ainda sim, quebrou seu braço esquerdo e o jogou muitos metros para trás . Zheng nesse momento havia desaparecido junto com Yinkong.

Lamu gesticulou com sua mão e a agulha retornou a ele, manchada de sangue. Mas ele franziu as sobrancelhas. “Não atingi em um local fatal. Quando eu estava pronto para arremessar, alguma coisa interferiu com a minha mente, parecendo como se tivesse sido controlado pela Shainaia.”

O monge segurou firmando seu braço e resmungou: “A sensação de perigo desaparecera. Mesmo se ele ainda estiver vivo, ele deve estar gravemente ferido. Esse atirador não é mais uma ameaça por enquanto. Shainaia, fique aqui com Carvão! Lamu, você vai atrás daquele atirador, só vendo seu corpo ficarei sossegado! Eu vou atrás daquele que alcançou o segundo estágio de liberação genética. Ele é o Líder deles! Shainaia, os rastreie e mande suas posições para as nossas mentes!”

No mesmo instante, Zheng corria para dentro de um beco carregando Yinkong. Lan estava esperando por eles com lágrimas em seu rosto. Assim que ela viu Zheng, ela correu em sua direção e tomou Yinkong de suas mãos. “Me sigam, O’Connel conhece os atalhos para a praça central… você, você está bem?”

Nas costas de Zheng havia perfurações de bisturis e estava banhada em sangue. Mas mesmo assim ele sorriu e disse, “Isto não é nada… Espere um momento, deixe-me parar o sangramento de Yinkong.” Ele retirou um spray de hemostasia de seu anel e borrifou no ombro de Yinkong.

Lan carregava Yinkong em silêncio e Zheng liderou o grupo passando por diversas residências. E não muito tempo depois, eles viram O’Connell e os outros personagens do filme esperando em uma área pequena e vazia. Eles correram até Zheng e imediatamente começaram a fazer perguntas, mas Zheng apenas gritou, “Não parem! O’Connell, vá na frente e nos guie! Rápido, nós ainda estamos em perigo! Eles estão logo atrás de nós, ainda estão nos seguindo!”

Muitas coisas os chocaram hoje, então nesse momento, nenhum deles se importou em fazer mais perguntas. O’Connell correu cada vez mais a fundo no beco assim que ouvira Zheng. Evelyn, Jonathan e o curador do museu seguiram logo atrás. Eles olharam Zheng tirar alguns pedaços de múmia e areia de seu bolso, puxando para ler o Livro dos Mortos e começara a entoar uma magia que Tengyi ensinara antes de morrer.

Enquanto a energia de sangue era canalizada para o livro, a mistura de múmia com areia aumentou de tamanho e se tornou em diversos guarda-múmias. Zheng gesticulou com sua mão para que os guardas corressem pelos becos.

Lan perguntou a ele. “Há ainda algum perigo atrás da gente? Eles conseguirão nos alcançar?”

Zheng concordou.“Sim… Não tenho certeza se irão, mas eu sinto um perigo vindo de trás da gente. Eu espero que esses guarda-múmias conseguiam atrasá-los ao menos um pouco.”

Quando eles ouviram suas palavras, todos apressaram-se para ficar mais próximo de O’Connell, passando por dentro de casas e becos. Depois de eles pularem por dentro de duas residências, Evelyn perguntou, “O’Connel! É isso a que se referia ser um atalho? Passar por dentro das casas de outras pessoas? Onde está seu cavalheirismo britânico? Não sabe que isso é rude, onde estão seus modos?”

“Eu sou britânico…” Ele respondeu enquanto corria. “Mas sou longe de ser um cavalheiro. Mas diferentes deles, eu não irei apenas beijá-la, se é que me entende. Haha”

O rosto de Evelyn corou. Ela xingou-o baixinho mas ainda sim continuou a segui-lo logo atrás. Os outros que viram a cena deram risada do gracejo. Isso serviu para suavizar a tensão dos eventos durante a fuga. E então perceberam que uma casa não muito distante deles havia desmoronado.

“Eles estão aqui…” Zheng resmungou enquanto olhava na direção. Ele segurava sua faca com força até deixar seus dedos brancos.

A serpente já havia regenerado suas cabeças, fazendo com que os guarda-múmias não pudessem chegar muito perto. Ela mordeu dois dos guardas e o impacto arremessou-os contra uma parede, instantaneamente demolindo uma casa inteira. Mas os dois guardas restantes ainda sim pularam em direção ao monge sem hesitação.

Ainda sim, a serpente movera rápido demais, capturou ambos os guardas no ar enquanto pularam na direção do monge e então, com uma mordida, os destruiu.

“Shainaia… Mande a localização deles!” O monge falou enquanto flutuava no ar.

Assim que ele disse essas palavras, um mapa do lugar em que estavam apareceu em sua mente. O grupo de Zheng estava correndo nesse mapa. Ficando cada vez mais longe do monge, mas pareceram que estavam diminuindo o ritmo da corrida.

“Eles chegaram em sua base? Ótimo, assim poderemos aniquilar todos de uma só vez!” O monge riu friamente. A serpente abaixou uma de suas cabeças e o monge pulou em cima dela. E então ela ficou invisível, parecendo que o monge estava flutuando no ar. Ele flutuou em linha reta seguindo a direção de Zheng, demolindo todas as residências em seu caminho.

O grupo de Zheng subitamente pareceu ter parado em seu mapa mental. Estavam esperando em um espaço vazio sem construções. Talvez estivessem planejando uma batalha com tudo o que tinham disponível contra o Time Índia.

“Finalmente vão mostrar todas as suas cartas, é? Bom, eu vou mostrar para vocês o poder oculto dessa serpente.”

Sem parar nem um pouco, o monge continuou sua investida até alcançar aquela área vazia. Então um raio elétrico fora disparado de cima justamente no local onde Zheng estaria de parado, explodindo uma pedra daquele lugar. Mas não havia ninguém lá, era apenas uma área vazia.

No entanto, no mapa em sua mente, ainda mostrava que Zheng estava logo abaixo do monge. Eles estavam lá parados sem se mover. E ele não podia achar nenhum rastro de onde poderiam ter ido depois de checar a área já no solo. Eles haviam desaparecido.

“Shainaia! O que está havendo? Onde eles estão?” O monge gritou irritado.

Depois de um pouco de atraso, uma voz veio em sua mente. “Líder, alguém sabotou minha rede mental, eu não posso sentir mais a localização deles.”

Ele se acalmou e perguntou, “E quanto a Lamu? Ele se livrou daquele atirador de elite?”

“… Ele escapou. E Líder, Minima parou de respirar e Arot já retornou a sua forma humana. Melhor vir rápido, eu temo que possa não conseguir sobreviver.”

O monge respirou profundamente e rugiu. Sua face pareceu distorcida, como se fosse um demônio do inferno. Tudo que era expressado em seus olhos era uma raiva insana.

O grupo de Zheng na verdade não estava correndo muito rápido. Tudo isso graças a eles terem encantamentos que aumentavam a aceleração e o vigor, feitos por Lan. Senão uma garota normal como Evelyn não poderia aguentar o ritmo de corrida dos outros. O’Connel conhecia essa cidade com a palma de sua mão. E eles estavam cada vez mais perto da praça central. Zheng, depois de um momento, suspirou aliviado.

Lan perguntou ansiosamente, “Que foi? Eles estão chegando perto?”

Zheng sorriu. “Não, pelo contrário, o perigo não existe mais. Eu não sei porque, mas a sensação de perigo desaparecera. Parece que eles não estão mais nos seguindo. Nós podemos agora finalmente respirar aliviados.”

A torre do relógio já aparecera adiante e logo a frente deles, Jie estava carregando Zero enquanto corria em direção à torre.

Este sangrava de um ponto em seu peito.

Ao chegarem, Yinkong prontamente checou os ferimentos de Zero e disse calmamente, “A agulha atravessou o espaço entre os seus pulmões. Não os inflingiu nenhum dano e passou longe do coração. Apenas há sangue que extravasou de seu peito. Eu não posso abrir seu peito e fazer a cirurgia nesse local, então ele vai sentir dores no peito nos próximos dias. Mas isso para ele não vai ser muito problemático.”

Zheng suspirou aliviado. “Quanto a ferimentos, eu estou mais preocupado com você. Como você está?”

Os novatos ficaram chocados quando Zheng e os outros retornaram para a torre no estado em que estavam. Sem falar que Tengyi havia morrido e o resto parecia estar gravemente ferido. Isso só fez com que medo os impregnassem. Pois se pensar bem, esse era seu primeiro filme.

Yinkong havia se recuperado extremamente rápido. Boa parte se sua mobilidade já havia voltado ao normal quando havia alcançado a torre, mas seu braço que fora mordido, ela ainda não podia movê-lo. Sendo dos que estão ali, ela era a que conhecia mais a anatomia humana, ela naturalmente assumiu o trabalho de checar a condição do ferimento de Zero. Mas de fato, seu ferimento parecia bem pior que o dele.

Yinkong ao ouvir Zheng, olhou para seu ombro e percebeu que foi arrancado um pedaço grande de carne e respondeu. “Vou precisar de água fervente, agulha, linha, tesoura, álcool e gaze. Eu me lembro que o Egito tem uma medicina tradicional para tratar ferimentos físicos. Seria bom se você conseguisse isso.”

Zheng respirou profundamente e disse, “Eu perguntei como está o seu ferimento e não pedindo para você reparar a si mesma sozinha. Todos nós vamos ajudar você a arranjar todas os aparatos para a cirurgia. Não se preocupe com mais nada. Agora, a sua missão e a do Zero é descansar até recuperarem as suas condições para poderem lutar!”

Yinkong demonstrou surpresa, mas continuou relatando suas condições. “As veias e tendões do ombro foram rompidos. Os ossos possivelmente foram fraturados. Não há nenhum jeito de recuperar este braço com a tecnologia desse mundo, pelo menos por mais algumas décadas. Esse braço está inutilizado até voltarmos.”

Todos ficaram em silêncio. Especialmente quando eles olharam para o corpo de Tengyi, sentindo uma sensação de desespero. Zheng recuperou-se disso e imediatamente gritou, “O Time Índia não está muito diferente da gente. Esse é um mundo de filmes de terror. Todos podem morrer aqui. Talvez eu mesmo irei morrer nas mãos de um inimigo ou monstro. A única coisa que devemos fazer é tentar dar o nosso melhor para sobreviver!”

Ao ouvir isso, mesmo que eles estivessem se sentindo ainda depressivos, era melhor que o desespero de antes. Zheng falou a O’Connel, “Nós não conhecemos Cairo. Então nos ajude a comprar os aparatos necessários para cirurgia. Heng e Liang, vão juntos com O’Connell. Se lembrem de também irem atrás de comidas e bebidas.”

“Eu quero carne!” Yinkong subitamente falou. “Carne me dará energia. Compre carnes sem gordura.”

O’Connell levou-os consigo para fora da torre. Evelyn ia junto com eles, mas Zheng a impediu. Quando ele mencionou que Imhotep estava a solta, ela mudou de ideia.

Depois de todos os comandos terem sido delegados, Honglu disse, “Me diga o que aconteceu. Eu estive prestando atenção no relógio de pulso e dez minutos atrás, eu recebi uma notificação que um membro de nosso time morreu, e estávamos perdendo por um ponto. Então dois minutos depois, outra pessoa morreu, dessa vez do outro time. Fazendo assim que o placar voltasse a zero. Não poupe nenhum detalhe.”

Zheng mandou os dois novatos irem com O’Connell intencionalmente, pois se eles forem mortos, não iria influenciar em nada no poder de luta do time. Mesmo que fossem dois pontos perdidos, era ainda sim a melhor escolha que podia fazer. Como líder de seu time, ele tinha que fazer esse tipo de decisão… Isso lhe lembrou muito os métodos que Xuan utilizara no passado.

Ele imediatamente quis conversar com Honglu. A habilidade analítica do garoto era o que ele mais precisava para a situação atual. Então, depois que Honglu inquiriu sobre o que acontecera, ele descreveu a luta no museu com detalhes. Especialmente os detalhes dos inimigos, possíveis habilidades, cargos de atuação e inclusive o poder destrutivo do lobisomem.

Honglu abaixou-se, ficando com apenas um joelho ao chão enquanto enrolava fios de seu cabelo. “Baseado no que descreveu, eu julgo com setenta por cento de probabilidade de que o gigante musculoso morreu, há ainda outra possibilidade desse doutor europeu, que é um lobisomem, fora o que morrera. E o ideal seria que fosse ele mesmo que tivesse morrido… Afinal o braço do gigante musculoso foi completamente regenerado, então esse doutor tem habilidades médicas que nosso grupo não possui.”

“Vamos agora analisar seus poderes de luta. A habilidade de luta corpo a corpo desse Arot é certo que é acima da de Yinkong, mas se você lutar com ele, mano a mano, o quão certo é a vitória?”

Zheng pensou por um momento. “Se eu for com tudo que tenho, entrando no modo de liberação genética e levando em conta todas as minhas habilidades. Eu posso vencer, mas o resultado mais provável é que nós dois acabaremos feridos. O poder e a velocidade desse lobisomem é maior que quando eu estou no segundo estágio da liberação genética.”

“É mesmo? Também tem aquele monge indiano, ele pode invocar uma serpente de duas cabeças, mas seu nível de poder não me parece ser muito forte. Pelo menos, nós conseguimos aniquilar a serpente com balas mágicas. Mas eu penso que ele definitivamente está escondendo parte de seu poder de luta. Provavelmente é um poder que ele não pode usar muitas vezes. Então ele provavelmente não vai usá-lo a não ser que seja a sua única opção. Isso é a única explicação possível de o porquê ele se tornou o líder, e não o lobisomem.”

“Excluindo esses dois, o que me preocupa mais é aquela agulha. Ela matou Tengyi e feriu Zero. É alguém que de fato possui uma habilidade de longa distância, como se fosse um franco-atirador. Ele vai ser uma ameaça quando formos enfrentar frente a frente o Time Índia… Mas a maior ameaça não são eles, e sim…”

“Uma das duas mulheres, a que tem a habilidade de controlar a mente. Enquanto ela estiver viva, nós não teremos chances de vencer o Time Índia! E quanto à outra que pode criar um campo de força defensivo, não devemos subestimar essa habilidade, julgo que seja uma habilidade de suporte extremamente forte.”


Contribua com a Novel Mania!