TI – Volume 11, Capítulo 5



O grupo prosseguiu o caminho de volta para Hamunaptra no dirigível. A aventura naquela tumba foi muito intensa e não apenas os deixou com ferimentos, mas também precisariam de um bom descanso. Os dez minutos naquela tumba esgotaram completamente seus espíritos.

Zheng não podia discordar dessa proposta. Afinal, ele tinha sessenta dias para matar o Escorpião Rei. No filme, os protagonistas só levaram sete dias para isso, então, ele sentiu que não deveria apressar essas coisas no caso de Deus fazer alguma gracinha novamente.

“Esta lança é uma boa arma, poderosa e prática. O único problema é que tenho que ir atrás dela toda vez que lançá-la. Eu acho que existe um item de suporte que é capaz de retornar as flechas depois de lançadas junto aos itens disponíveis para troca com Deus. Irei pesquisar na seção de itens de suporte assim que eu voltar.” Zheng resmungou consigo mesmo enquanto olhava para baixo vislumbrando o deserto.

“Deus? O que é isso?” Jonathan, ao lado dele, perguntou segurando um copo de martini.

Zheng virou a cabeça e riu: “Vocês já estão bem? Você e sua irmã dormiram de ontem até meio-dia de hoje”.

Jonathan deu tapinha em seu ombro: “Tudo bem, ok.  É só que eu não tenho vivido aventuras tão intensas assim há algum tempo, por isso senti que não estava mais acostumado. Se eu for em mais algumas delas, essa sensação irá passar. Haha”.

Zheng perguntou: “Você tem certeza que quer fazer isso mais algumas vezes?”

Jonathan gesticulou com as mãos: “Urgh. Eu estava brincando”.

Zheng riu e jogou um cigarro para Jonathan: “Eu tornei as coisas difíceis para vocês. Eu poderia ter ido sozinho se eu soubesse um pouco mais de hieróglifos. Eu posso simular Tengyi, mas isso me permite apenas recitar melhor as poucas palavras que ele me ensinou”.

Jonathan pegou o cigarro, acendeu e comentou surpreso: “Um ótimo tabaco. Eu não sei nada sobre esse negócio de simulação já que você não é do nosso mundo, mas eu gosto de aventuras. Na verdade, nós sentimos que alguma coisa estava faltando nas nossas vidas até viajarmos para aquela tumba”.

Zheng deu um tapinha no ombro dele: “Sentia falta dos tesouros, não é? Haha. Eu tenho que agradecer vocês por isso. Não saberia o que fazer se não fosse por vocês”.

“Não precisa agradecer. No entanto, existe mesmo um diamante do tamanho de três bolas de futebol dentre os tesouros do Escorpião Rei? Isso só eleva minhas expectativas para essa aventura”.

“Desculpa, mas o que eu falei é que ele tinha o tamanho de apenas uma bola de futebol.”

O grupo retornou a Hamunaptra sem qualquer problema no caminho. A escavação também estava progredindo sem quaisquer problemas sob o gerenciamento dos Medjais. Não havia necessidade de se preocupar sobre a escassez dos recursos naquela parte do deserto ou mesmo com ladrões do deserto. Nos poucos dias que Zheng esteve fora, eles tinham escavado uma grande parte do segundo andar.

“Nós nos deparamos com um pouco de perigo. Ontem, um escaravelho mordeu a mão de um escavador. Felizmente, ele correu antes de entrar no corpo dele.” Um ancião reportou para Ardeth. Ele parecia apavorado ao mencionar esse escaravelho.

Zheng deu um tapa na sua própria testa: “Ah, verdade, não pensei sobre isso a fundo o suficiente. É melhor o curador do museu comprar alguns lança-chamas em Cairo. Nós estamos apenas no segundo andar, nos próximos andares abaixo haverão muitos escaravelhos, então, vocês vão precisar desses lança-chamas para lidar com eles. Também foque a escavação na região onde estava o desfiladeiro da estátua de Rá. O livro de Amun-Ra foi perdido abaixo desse desfiladeiro. E preservem o altar quando estiverem escavando. Bom, lembrem-se de prestar atenção nessas duas coisas quando estivermos fora”.

O ancião assentiu. Zheng virou-se para falar com Ardeth: “Você poderia ir atrás de algumas coisas para mim? Eu preciso de explosivos, muitos deles. Se você planeja ir junto comigo, precisarei também de algumas armas”.

Ardeth riu: “Não se preocupe com isso, meu amigo. Eu já falei para meus homens me trazerem armas. Explosivos também não serão um problema, apesar de que são muito menos poderosos que esses que você usa”.

Zheng não falou muito mais depois disso. Ele deixou Ardeth com os Medjais e então retornou a sua tenda para estudar a lança e o bracelete. Esses eram os itens mais valiosos que ele obteve nesse mundo de “A Múmia”. A Lança de Osíris era pelo menos um item de rank B.

Seu poder dependia do quanto de energia de sangue e qi fosse usado. Em outras palavras, quando ele ficasse mais forte, essa lança ficaria ainda mais poderosa. Ele canalizou metade de sua energia total da última vez e quando a lançou, alcançou uma distância de mil metros com um efeito em área de dez metros quadrados. Será que esses números seriam dobrados se ele canalizasse toda a sua energia duma vez só?

O Bracelete de Anúbis o permitiria invocar o exército de Anúbis assim que ele matasse o Escorpião Rei. Atualmente, ele poderia invocar seis múmias com sua atual energia de sangue utilizando o Livro dos Mortos. Anteriormente, ele havia testado invocar mais seis múmias depois da primeira invocação, mas percebeu que a nova invocação faria as antigas seis múmias desaparecerem e serem substituídas por outras novas. Isso significava que ele não poderia usar o Livro dos Mortos para invocar um exército. Mas, agora, com esse bracelete a situação seria diferente.

Se ele completasse essa missão, poderia invocar um exército de trezentos guerreiros de Anúbis que são individualmente mais fortes que as múmias. Com isso a força do seu time alcançaria um patamar insano de poder de luta. Entretanto, ele poderia muito bem prever o quão difícil seria a missão para conseguir o poder desse item.

Enquanto Zheng estudava minunciosamente esses dois itens, ele subitamente encontrou alguma coisa. Os pequeninos arranhões que tinha encontrado nesses itens anteriormente estavam na verdade repletos de estranhos símbolos e caracteres. Ele tinha visto alguns desses caracteres nos amuletos de proteção que ele tinha trocado com Deus. Quando ele canalizou sua energia na lança, esta energia fluía por esses símbolos e caracteres fazendo com que a lança brilhasse com uma luz dourada. Isso poderia ser provavelmente a fonte de poder dessa lança.

Zheng relembrou algumas coisas que Xuan tinha dito antes. Se os ancestrais dos seres humanos criaram Deus, então os monstros dos mundos dos filmes de terror provavelmente eram inimigos que esses ancestrais enfrentaram e essa Lança de Osíris e o Bracelete de Anúbis eram armas que foram criadas para combatê-los. Isso era algo similar aos itens forjados por imortais chineses nas lendas, eram itens criados por símbolos e caracteres misteriosos ao invés do uso de tecnologia moderna. Isso significava que eles poderiam ser produzidos em massa!

“Merda. Seria um ‘jogo desbalanceado’ se cada membro tivesse uma lança e um bracelete desses. Nós poderíamos invocar mil guerreiros e então todo mundo só precisaria arremessar suas lanças. Haha.”

Zheng riu zombando de si mesmo. Ele sabia que isso seria impossível, afinal, ele não sabia nada sobre esses símbolos e caracteres. Tengyi até poderia ser capaz de reconhecer alguns deles para que, então, Xuan pudesse analisá-los e a partir disso criar um item. Entretanto, Zheng não seria capaz de sequer fazer uma réplica deles em ouro.

“Eu vou primeiro ressuscitar todo mundo. Isso é tudo que eu posso fazer no momento. Xuan, você será o primeiro. Por favor não me rejeite e me empreste sua força!”

Zheng pôs os itens de volta no anel e então caminhou de volta à tenda para o sítio de escavação.

***

“Sim, nós podemos alcançar o altar em um mês nesse ritmo. Entretanto, se existe realmente um desfiladeiro profundo, será impossível escavar o lugar inteiro em apenas dois meses, a não ser que você esteja disposto a usar explosivos para isso.” O engenheiro informou Zheng.

Zheng sabia que era insensato não usar explosivos quando o desfiladeiro poderia ter cerca de cem metros de profundidade. No entanto, havia um livro antigo ali em baixo. Tudo iria por água abaixo se esse livro for danificado pelos explosivos e ele não seria capaz de perdoar a si mesmo se isso acontecesse.

“Como eu disse a você antes, eu estou procurando por um livro que está enterrado nessa ruína. Não me importo com nenhuma outra coisa além disso. Posso lhe comprar as melhoras ferramentas e máquinas, os melhores suprimentos, comidas, vinhos e até mesmo prostitutas para que consigam isso. Mas eu vou avisar novamente. Se usarem quaisquer explosivos ou métodos brutais, resultando no livro acabar se danificando por causa disso, vocês pagarão por isso com suas vidas!”

O engenheiro limpou o suor de sua testa. Ele não sabia o que dizer para esse requerimento insensato de Zheng. Ele sentiu um temor, parcialmente devido à pressão poderosa que Zheng emitia ao falar, e mais importante que isso, cada vez mais Medjais estavam se reunindo em volta de Hamunaptra enquanto mais ouro era escavado. Essas pessoas algumas vezes apareciam carregando armas. Um escavador foi pegado roubando ouro e nunca mais foi visto de novo depois disso. Então o engenheiro não duvidava nem um pouco das palavras de Zheng.

“Eu compreendo. Por favor, nos dê mais dois meses e triplique o salário dos escavadores. Nós não seremos capazes de ver o fundo desse desfiladeiro se eles não escavarem como se suas vidas dependessem disso. Eu também precisarei de algumas máquinas novas que não são vendidas no Egito. Deve levar um mês para elas chegarem aqui vindas da Europa. Nós também alcançaremos o andar onde o desfiladeiro está bem no tempo de quando essas máquinas chegarem.”

Zheng assentiu: “Ok. Irei aumentar o salário deles em dez vezes, desde que vocês concluam o trabalho em dois meses e me tragam intacto o Livro de Amun-Ra. Você trouxe o dinheiro?”

Zheng virou-se, perguntando para Ardeth.

Ardeth assentiu e então bateu palmas. Após isso, muitos Medjais surgiram, cada um carregando uma mala. Eles começaram a jogar para fora todo o ouro e dinheiro dessas malas. Zheng apontou para o dinheiro e falou: “Ouro, dólares, libras, francos. Posso satisfazer tudo que desejar! Mas me traga o livro dentro desse limite de tempo!”

Depois que o engenheiro saiu com o ouro e dinheiro, Ardeth comentou com um sorriso amargo: “Parece que esses escavadores irão escavar até esgotarem todas as suas forças. Com a promessa que irão desfrutar da vida depois de realizar esse trabalho”.

“Isso não importa. Ouro não vale nada no nosso mundo. Em contrapartida, o Livro de Amun-Ra não é algo que possa ser comprado com ouro. Haha. Você conseguiu trazer os explosivos e as outras coisas que falei?”

Ardeth assentiu: “As armas foram tranquilas de conseguir, mas nós não temos explosivos tão poderosos o suficiente para atender seus requerimentos. Então, eu mandei algumas pessoas para a Europa para trazer de volta a TNT com a eficácia mais elevada. Vai levar mais alguns dias para o transporte disso chegar até aqui. Eu já os notifiquei para chegarem até aqui no fim deste mês, não importa a que custo. Você terá que permanecer aqui por mais cinco ou seis dias”.

Essa ideia de conseguir mais explosivos poderosos foi algo que lhe veio à mente num impulso momentâneo. Ela veio após ele compreender que Deus aumentara a dificuldade ao máximo nessa procura pelo bracelete. No filme original, os protagonistas completaram essa parte sem nenhum perigo de riscos de vida. Contudo, ele nessa parte estava com sua vida na corda bamba o tempo todo para no final ganhar apenas 4000 pontos e duas recompensas de rank C.

Ele lembrou-se que havia pigmeus escondidos no oásis que levaria à pirâmide. Deus não perderia a oportunidade de modificar alguma coisa nessa parte do filme. Ele não queria nem imaginar qual modificação poderia aparecer. Leões gigantes? Ou serão pigmeus mutantes?

Ele finalmente compreendeu o porquê para retornar aos filmes anteriores o custo era tão alto. Muitas dessas difíceis missões secundárias requeriam um time forte o suficiente para as resolverem. Alguns itens de missão necessitariam de aprimoramentos que alcançassem determinado nível para que possam ser usados. A lança, por exemplo, seria inútil se dada a um novato ou alguém que tivesse sido aprimorado com energias diferentes.

Para colherem recompensas de filmes anteriores também seriam impostos um nível de dificuldade equivalente aos seus poderes. Isso era exatamente o mesmo método que Deus usava para forçá-los a evoluir. O time China nunca refletira sobre isso e gastava seus dez dias desfrutando de paz e descanso, enquanto permitia que o time Infernal crescesse, os ultrapassando.

Zheng continuou relembrando-se dos filmes aos quais ele participou. Contudo, ele só podia pensar no T-Vírus do filme Residente Evil como item de missão bônus. Com a capacidade de análise de Xuan, seria possível descobrir todas as possíveis missões bônus. Isso era algo importante que tinha sido deixado para trás.

***

Mais alguns dias se passaram. Já fazia um mês desde que Zheng entrara nesse mundo. Ele ou completava essa missão e retornava vivo ou era enterrado nesse mundo junto com o Livro de Amun-Ra. Depois disso, um novo Guia surgiria e o ciclo se repetiria de novo para o time China.

Zheng checou as armas de seu anel e de sua bolsa. E deles saiu um rifle automático, balas mágicas, machado, metralhadora, granadas, o Livro dos Mortos, TNT e a arma mais poderosa de todas, a Lança de Osíris.

Os personagens do filme o olharam boquiabertos. Ele poderia aniquilar um pelotão inteiro com tantas armas assim. E o contraste entre essas armas com seu portador, que era um jovem alto e esquio, era gritante. Ardeth foi o único que conseguiu manter a calma diante dessa visão.

Zheng riu disso e falou: “Eu tenho algo a dizer antes de partirmos em busca do Escorpião Rei. Essa jornada será extremamente perigosa. Eu gostaria que todos vocês fugissem a tempo quando esse perigo viesse. Não coloquem suas vidas numa situação arriscada por minha causa. O’Connell, proteja sua esposa. Eu preferiria que não viesse comigo pelo risco de algo acontecer com você. Esta será a última vez que irei perguntar isso, vocês realmente desejam mesmo ir atrás do tesouro do Escorpião Rei?”

Jonathan permaneceu na ponta do dirigível e riu: “Óbvio, eu tenho que ver com meus próprios olhos esse diamante que é do tamanho de cinco bolas de futebol, mesmo se isso custar minha própria vida.”

“Eu vivo dizendo para você que o tamanho é de apenas uma bola de futebol” Zheng comentou.

Os olhos de O’Connell e de Evelyn se encontraram.

“Não deve ser um problema viajar por esse deserto. Haha, apenas não me coloque numa enxurrada de novo.”

Ardeth caminhou até o dirigível carregando uma metralhadora e uma bolsa com munições. Sua resposta era tão evidente que não precisava de palavras.

Zheng deu uma respirada profunda, retirou o Bracelete de Anúbis e o colocou no seu braço. Uma luz brilhou no saco de ar do dirigível. Todos, com exceção de Zheng, se viraram para olhar para ela.

“Entrando adiantado no enredo do filme. Dificuldade foi aumentado ao máximo. Conclusão recompensará com o dobro de pontos e recompensas. Mate o Escorpião Rei e obtenha o exército de Anúbis. A recompensa será de 10000 pontos e duas recompensas de rank B. O dono do Bracelete de Anúbis será erradicado se essa missão não for completada em sessenta dias. Quarenta e sete dias restantes.”


Tradutor: Devlin   |   Revisor: Myko


 


Fontes
Cores