TI: Volume 4 Capítulo 2-2

Volume 4: Capítulo 2-2

Eles já estavam com um ponto negativo, o que fazia eles sentirem um peso nas costas. A única alternativa deles era lutar. Ou matar uma pessoa do outro time ou a maior parte do grupo seria apagada no final. Além de Zheng, a maioria deles não seria capaz de conseguir 2000 pontos.

“Nós estávamos pensando em como evitar lutar com outro time, mas agora quem iria imaginar que teríamos que pensar em como matar alguém de lá… A situação está complicada.” – Zheng deu um sorriso forçado.

Ele pensou por um pouco e continuou: “Honglu, você pode analisar os membros do outro time? E por que Deus colocou a gente nesse mundo antes deles?”

Honglu enrolou seu cabelo: “Baseado nas informações que você me deu, enquanto o time já alcançou três membros com a liberação genética, então esse time irá encontrar outros times… O que eu quero dizer é que nós, definitivamente, somos mais fracos que o time India. Se não, Deus não nos colocaria primeiro nesse mundo.”

Tengyi perguntou: “Por que? Nós não estaríamos passando por mais perigos se nós estamos aqui primeiro? O deserto, a tumba, as múmias e Imhotep. Eles não são perigosos?”

Honglu ia puxar outro fio de cabelo, mas Lan segurou sua mão: “Pare de puxar seu cabelo, você vai acabar ficando careca.”

Honglu balançou a mão dela para longe: “Eu não vou. A velocidade de crescimento do meu cabelo aumentou bastante devido ao meu córtex cerebral. Mesmo que eu puxe todos eles, não vão demorar muito para crescer de novo… Minha cabeça fica coçando bastante quando eu penso. Isso me faz querer coçar, mas quanto mais eu coço, mais forte fica a vontade. Então eu só posso puxar meu cabelo para criar um pouco de dor… Me deixe em paz.”

“Tengyi, quem você acha que tem a maior vantagem na guerra. Um exército que chegou primeiro ou que chegou mais tarde? Mesmo que a batalha ocorra em um pântano, onde os seres vivos e ambiente são perigosos, o primeiro exército irá ter a vantagem. Seja para criar uma armadilha ou para reconhecimento do terreno. O grupo mais familiar com o ambiente terá mais chances de atacar.”

“Nosso time tem um sniper, assassina, lutador e suporte. Nós só estamos faltando uma pessoa que possa colocar armadilhas e minas. Esse time já é bastante promissor e também temos dois membros com as travas liberadas. Se Deus ainda nos considera fracos… O outro time tem 70% de chance de ter alguma habilidade mágica…”

Honglu puxou outro cabelo. Ele enrolou de novo no seu dedo: “Se esse é o caso, então eu sugiro não atacar de frente. Habilidades mágicas são imprevisíveis e nós temos a vantagem em ataques de longa distância… Zero vai ser o principal membro para essa batalha! Atire em todos eles!”

Zheng estava impressionado: “Eu nunca pensei que você fosse o mais violento daqui. Eu pensava que você era mais como uma criança inteligente… Certo, como você sabe disso tudo? Mesmo que você seja inteligente, isso parece vir de muito conhecimento.”

Honglu sorriu diabolicamente. Por um momento, ele parecia como um garoto qualquer: “Existia computadores, mesmo que eu seja um objeto para pesquisa, isso não significa que eu ficava confinado. Eu podia ler livros e jornais quando eu tivesse tempo. Eu lia bastante livros de guerra e ficção científica.”

Zheng estava surpreso e riu alto: “É assim que um garoto deveria parecer. O você de antes era muito parecido com alguém que eu conhecia… Talvez ele possa ser considerado um amigo. Você estava igualzinho à ele.”

De repente os personagens do filme pararam na frente deles. Eles pareciam estar discutindo sobre algo. Então Evelyn se afastou com seu irmão, enquanto O’Connell andou para um beco.

Os membros do grupo se olharam e, sem dizer nenhuma palavra, continuaram pelo beco.

Assim que eles viraram, eles viram O’Connell parado lá olhando desconfiado para eles.

 “Amigos prisioneiros, vocês estão me seguindo?” – O’Connell disse.

Zheng ficou surpreso. Ele se lembrou que foi a mesma coisa em Resident Evil. Deus deu uma identidade para eles nesse mundo. Eles eram seguranças antes e agora, prisioneiros.

Zheng teve uma ideia e riu: “Haha, eu ouvi você falando sobre Hamunaptra…”

O’Connell imediatamente levou uma mão para suas costas, mas ele se esqueceu que acabou de ser solto da prisão e não tinha nenhuma arma. Então ele viu Zheng sacar uma arma estranha e mirar para ele: “Haha, você está enganado, irmão. Que Hamunaptra…”

Zheng colocou a arma para baixo com um sorriso: “Haha, eu não quero dizer nada mais. Eu não quero inimizade, só quero saber se você pode nos levar para lá. Eu vou ser responsável por sua segurança… De fato, nós fomos quem salvou você antes.”

O’Connell olhou confuso para eles. Zheng sorriu e olhou para Zero, então Zero apontou para uma barra de ferro em cima de um prédio. Tinha no mínimo mil metros de distância, eles quase não podiam distinguir ela. O’Connell tambem olhou para a barra, depois de um barulho pequeno, a barra se partiu. O’Connell olhou para eles em choque só para ver que Zero estava colocando uma pistola bastante estranha na sua cintura.

Ainda era um pouco depois da Primeira Guerra Mundial, então não existiam semi-automáticas ainda, sem mencionar pistolas que atingiam 1000 metros de distância. A arma de Zero era uma tecnologia do século XXI. Seja o silenciador, ou a distância, ou a habilidade de Zero, tudo tinha impressionado O’Connell. Ele ficou parado com sua boca aberta e depois de um tempo, ele disse: “… Não aponte essa arma para mim. Só não faça isso…”

Isso poderia ser considerado uma ameaça física. Zheng deu um sorriso forçado e seguiu O’Connell. De fato, Honglu estava observando seus atos sem que ele percebesse. O garoto mostrou um sorriso de aprovação depois que Zheng tomou conta de O’Connell…

 

Contribua com a Novel Mania!