TI: Volume 3 Capítulo 7-1

Volume 3 – Capítulo 7-1

A lâmina da faca era incomparável. Ela cortou toda a parede por todo o caminho. Quando eles chegaram no sexto andar, a faca finalmente parou. Mas a inércia manteve a velocidade deles. O braço de Zheng absorveu a força gerada pela parada repentina.

Mesmo seu braço em mutação quase não conseguiu aguentar a força. Ele sentiu dor nele e ouviu o som de músculos e ossos sendo rasgados. Parecia que todo seu braço tinha sido arrancado. Mas estando no modo de liberação genética, ele conseguiu desligar os sinais de dor.

“Ah!”

Zheng tirou a faca da parede e caiu por mais dois andares, depois a enfiou de volta. Então ele e Lan continuaram descendo enquanto a faca diminuía a velocidade deles.

Quando eles chegaram no segundo andar, a faca parou novamente. Zheng puxou ela e caiu no chão. Seu pouso causou duas rachaduras no chão de concreto. Então ele correu para o carro que ele usou para chegar lá.

Inúmeros fantasmas os cercaram por todos os lados. Zheng atirou neles com sua arma enquanto corria. Seu braço direito tinha voltado ao normal, mas ele estava vermelho e inchado, várias veias estavam quebradas e aparentes.

“Lan! Você pode dirigir? Seus braços e pernas podem se mover?” – Zheng gritou quando teve a chance.

Lan também gritou para responder: “Acho que sim, mas eu não tenho força o suficiente para pisar no acelerador!”

“Tudo bem! Eu vou deixar a direção para você!”

Zheng entrou no carro e recarregou sua arma. Ele sentou no banco e retirou seu colete. Pisou no acelerador e gritou: “Depressa! Cuidado com a direção!”

Lan imediatamente segurou o volante com as duas mãos. O carro avançou na rua. Ela estava sentada no colo de Zheng como uma garota pequena. Antes que ela tivesse a chance de pensar em algo constrangedor, Zheng começou a se tremer violentamente. Era a reação para uma extrema dor que ele estava sentindo, ela sempre aparece depois de liberar a trava genética.

Um minuto depois, Zheng começou a se acalmar. Ele respirou e disse: “Nós tivemos sorte. Nós conseguimos escapar antes que a liberação genética acabasse. Lan, como você chegou no Sunlight Hotel tão de repente?”

Lan se moveu um pouco por estar incomodada: “Eu não sei. Eu estava dormindo enquanto sonhava, uma porta grande apareceu no meu sonho. Eu abri e atravessei ela. Foi quando eu acordei e já estava dentro do quarto.” – Ela começou a chorar depois de falar isso.

“… Me desculpe, eu quase fiz você morrer lá atrás…”

Zheng sorriu docemente. Quando ele ia confortar ela, sua expressão mudou. Ele olhou para o retrovisor e viu uma quantidade imensa de fantasmas seguindo o carro. Todos eles se arrastavam pelo chão de uma forma aterrorizadora e rápida, mais rápida que o próprio carro.

“O que foi? O que tem atrás da gente?” – Lan sentiu que Zheng tinha ficado tenso e perguntou.

Zheng imediatamente pegou um cartucho do anel e colocou do lado de sua arma: “Se concentre em dirigir. Nós só precisamos chegar no parque. Jie e os outros estão nos esperando lá. Nós vamos ter poder de fogo o suficiente para matar todos esses fantasmas!”

Os fantasmas atrás estavam se aproximando, ao mesmo tempo em que o parque aparecia no seu campo de visão. Zheng disse: “Não pare! Dirija pela calçada. Eles vão abrir fogo quando eles virem os fantasmas. Então nós vamos parar.”

Já era quase 22:00, mas ninguém estava no parque, nem mesmo os guardas dos dias anteriores. Zheng também percebeu que não tinha nenhum outro carro durante todo o percurso de volta. Todo mundo desapareceu quando os fantasmas começaram a atacar?

Enquanto ele pensava, tiros vieram do outro lado do parque. Quando ele carregou Lan para fora do carro, ele viu que Jie estava segurando uma metralhadora de alto calibre.

Jie parecia excitado enquanto atirava nos fantasmas. Tengyi também parecia um fanático enquanto segurava o cinto de munição para a metralhadora.

“Merda, isso é tão bom. Nós estávamos com medo desses fantasmas o tempo todo e agora, é tão bom atirar eles em pedaços!” – Jie gritou enquanto sorria para os fantasmas.

Os fantasmas não conseguiam se aproximar por causa das suas balas. Eles tinham retornado para a velocidade anterior uma vez que Zheng tinha saído do carro. Quando a metralhadora ficou sem munição, só tinha uma centena ou menos de fantasmas sobrando.

Zheng e os outros destruíram o restante com facilidade. Então eles soltaram um suspiro de alivio. Mesmo que eles estivessem com a metralhadora, a quantidade de fantasma ainda parecia assustadora. Se eles não tivessem as balas mágicas, acho que eles teriam que ser divididos em pequenos pedaços para cada fantasma ter alguma coisa.

“Uou! Vocês… Onde vocês conseguiram atrair tantos deles?” – Jie respirou fundo e perguntou.

Zheng e Lan forçaram um sorriso, mas antes que eles pudessem responder, a área na frente deles clareou. Vários shoujis apareceram. Um homem e uma mulher estavam brigando atrás das paredes de papel…