TI: Volume 3 Capítulo 2-2

Volume 3: Capítulo 2-2

Os dez discutiram sobre seus planos depois do café da manhã. Além de descobrirem uma forma de eliminar o Ju On nos templos, também era importante manter um olho na estação policial. Zero também queria achar um bom local para usar seu Gauss rifle. Yanwei queria ir fazer compras e os três estudantes se voluntariaram para proteger ela.

A situação estava totalmente inesperada para Zheng. Parecia que ninguém colocava nenhuma esperança nos templos. Como se as armas e balas mágicas fossem o suficiente para se protegerem do fantasma.

Zheng era o único que estava alerta sobre o terror. O Ju On estava muito além do que eles conseguiam imaginar, mas ignorância é uma benção. Se fosse um alien parado na frente deles, eles provavelmente iriam congelar de medo. Mas essas pessoas só tinham visto os filmes e não tinham sentidos tão aguçados como Zheng possuía. Para ser honesto, as balas mágicas não poderiam dar à eles uma vida segura.

Zheng não podia ajudar, ele não podia arrastar todo mundo para os templos. Era só uma hipótese mesmo.

Mesmo que ele não quisesse admitir… Mas se fosse Xuan no seu lugar, o que ele iria fazer nessa situação?

Zheng balançou a cabeça e afastou esses pensamentos. O ônibus tinha chegado ao terceiro tempo. Os quatro já tinham visitados dois templos e, diferentes quantidades de pessoas significavam mais credibilidade para um templo, os padres e sacerdotes não sabiam de nada sobre maldições. Eles tentaram recitar alguns versos ou cantos e deram aos quatro incensos em cinzas, mas eles não conseguiam sentir a marca em seus corpos.

Era a época de turismo nesse tempo do ano. O terceiro templo também estava cheio de visitantes.

Zheng respirou fundo: “Vamos entrar e tomara que nós possamos achar o que queremos aqui… Já são 3 horas da tarde, certo?”

As outras três pessoas suspiraram. Mesmo que eles não tivessem muitas esperanças no começo, o resultado estava sendo deprimente.

Não importa o quê, eles ainda tinham que continuar. Quando eles entraram na multidão e começaram a subir a montanha, Zheng teve um calafrio. Ele viu um garoto pálido sumir entre as pessoas. Foi uma sensação indescritível. Ele sentiu como se uma mão segurasse seu tornozelo esquerdo.

O talismã no bolso de Zheng começou a pegar fogo. Ele não queimava Zheng, mas dava uma sensação confortável à ele. Essa sensação desceu em direção ao seu tornozelo esquerdo e a mão gelada se moveu. Foi até agora que ele conseguiu se recuperar no medo, sua perna esquerda ficou dormente.

Os outros três viram Zheng parar por um momento e ficaram assustados. Jie imediatamente perguntou: “O que foi? Você torceu sua perna?”

Para a surpresa deles, Zheng pegou sua submetralhadora e disse para eles com voz séria: “Eu acabei de ser atacado agora. Se apressem e corram para o templo! O talismã no meu bolso está queimando…”

Sem dizer mais nada, Jie e Tengyi carregaram Zheng e correram em direção ao templo. Tengyi era um homem forte e Jie era só mais fraco que Zheng. Eles forçaram seu caminho pela multidão e finalmente alcançaram o portão principal antes do talismã acabar.

Uma vez dentro, Zheng sentiu como se um peso tivesse sido tirado do seu corpo. O frio e o stress se foram. Ele parou Jie e Tengyi e andou para o outro lado, para longe das pessoas.

Quando eles estavam sozinhos, Zheng se abaixou e levantou o final da sua calça. Tinha uma marca cinza de uma mão presa em sua perna, o tamanho era de uma criança. Ele também tirou as cinzas do talismã do bolso, mas sua camiseta estava intacta.

“Foi mesmo um ataque.” – Ele sorriu amargamente: “Vocês ainda se lembram dos dois fantasmas no O Grito? Esse foi o fantasma do garotinho. Ele só segurou minha perna e eu não conseguia me mover. Se o fantasma adulto for assim, ou mais forte… Então eu acho que as balas mágicas não vão ser o suficiente. Nós estaremos mortos quando eles tocarem na gente.”

Jie e os outros dois ficaram pálidos. Eles olharam para as cinzas em silêncio. Lan tocou sua cabeça e perguntou: “Então por que você parou aqui? Se apresse e entre no templo.”

“Vocês não podem sentir isso? Certo, eu sou o único que consigo. Uma vez que atravessamos o portão, o frio e o stress se foram. Parece que esse templo é autêntico. Talvez eles tenham o que estamos procurando. Eu também suspeito que o fantasma nos atacou porque não queria que nós entrássemos aqui!”

Jie ficou animado: “Isso é bom, eu nunca pensei que iríamos achar algo útil. Haha, vamos nessa, se apressem para o templo!”

O motivo de Zheng achar um local para parar era porque sua perna tinha ficado dormente de verdade. Então os outros tiveram que carregar ele, todos estavam animados para chegar no templo.

A maior diferença entre esse templo e os outros era a sensação de velhice. Esse templo parecia ter sobrevivido por vários séculos. Tengyi observou as paredes e portas e disse em voz baixa: “É um estilo da dinastia Tang, provavelmente deixada por monges que visitaram o Japão.”

Isso deu à eles uma certa segurança. Monges dos tempos antigos eram os mais habilidosos contra fantasmas. Mesmo que as pessoas dos tempos modernos pensassem nisso como superstições, mas eles escolheram acreditar nelas, pelo menos enquanto eles estivessem nesse mundo.

Os quatro deles acharam o monge desse templo. Infelizmente, ele era igual aos outros dois. Ele não podia sentir a marca do Ju On neles e só fez alguns mantras. Eles se sentiam terríveis enquanto sol estava descendo no horizonte.

Zheng perguntou: “Mestre, o primeiro monge desse templo veio da dinastia Tang?”

Tengyi traduziu suas palavras. O velho respondeu: “Esse templo foi construído pelos residentes locais quando o discípulo de Xuanzang visitou o Japão. É dito que esse monge faleceu dentro do salão principal. A estátua do Buda lá foi modelada exatamente acima do local de sua morte.”

“Então mestre, onde está o corpo dele? E tem alguma coisa estranha no portão principal?”

O monge balançou a cabeça e continuou: “O corpo dele foi queimado junto com Oda Nobunaga durante o período Sengoku. Nobunaga então ordenou que suas cinzas fossem espalhadas no portão principal para que todo mundo que passasse por ele, tivesse que pisar nele.”

Eles finalmente perceberam o que aconteceu. As cinzas do monge podiam destruir o mal, mas isso também retirou as últimas de suas esperanças.

“Esses são escrituras copiadas pelo primeiro monge. Ele disse que ele iria voltar para a dinastia Tang quando ele terminasse de pregar no Japão. Infelizmente, ele morreu nessa montanha… Como o destino trouxe vocês aqui, porque vocês não ficam com elas.”

A generosidade dele ganhou o respeito dos outros. Mesmo que esses papéis parecessem velhos e alguns até um pouco rasgados, elas eram antiguidades.

Assim que Zheng tocou nas escrituras, ele sentiu uma corrente quente se espalhar pelo seu corpo. Ao mesmo tempo, a marca no seu corpo ficou mais fraca, ele quase não conseguia mais sentir ela. Ele não tinha ficado tão confortável assim desde que tinha vindo para esse filme.

“Nós podemos sobreviver, definitivamente!”

[PE: Deixe a treta rolar. Dias fáceis acabaram!]

Contribua com a Novel Mania!