TI: Volume 3 Capítulo 2-1

Volume 3: Capítulo 2-1

Zero voltou para o parque de tarde. Faltavam duas horas para anoitecer. Alem de comerem um pouco, eles gastavam a maioria do tempo observando todos os lados. Especialmente agora que o sol estava se pondo, eles estavam ficando cada vez mais ansiosos.

Ninguém que tenha visto O Grito saberia que os fantasmas desse filme não têm medo de luz solar. Eles podem caçar dia ou noite. Mas todo mundo ainda tinha esperança de ficar embaixo da luz. Uma mentalidade tão infantil, mesmo quando eles sabiam que o fantasma não tivesse medo de luz, ter ela dava à eles um pouco mais de coragem.

Jie correu para Zero e bateu no seu ombro sorrindo: “Merda, eu pensava que você tinha fugido com o ouro. Haha, como foi? Quanto yen você conseguiu?” [PE: Yen = moeda monetária do Japão ].

Zero sorriu e pegou dez cartões de credito. Ele deu um para Zheng: “100% ouro. Eu consegui um cartão para cada um depois de vender tudo. A senha é 123456. Eles têm…”

Zheng pegou o cartão e riu: “Não importa. Contanto que tenha o suficiente para conseguirmos sobreviver por sete dias. Não é como nós fossemos levar esse dinheiro de volta para a dimensão de Deus. Haha…”

Os dez finalmente saíram do parque. Eles pegaram três taxis e foram para o melhor hotel cinco estrelas da cidade. Mesmo que o custo de vida fosse alto, aquelas barras foram o suficiente para dar à eles uma vida luxuosa durante o filme.

As três mulheres pegaram um taxi, os três estudantes outro e Zheng, Jie, Zero e Tengyi outro.

Dentro do taxi, Zero pegou algumas copias do mapa da cidade: “Eles têm a localização dos hotéis, transportes e pontos de observações interessantes…”

Zheng abriu um e começou a estudar ele com os outros dois. Zero continuou: “Eu escolhi o Sunlight Hotel. É rodeado por ruas abertas, bastante acessíveis. Nós podemos escapar em qualquer direção. Claro que se você não concordar, podemos escolher outro…”

Zheng disse: “Não, esse tipo de hotel é o melhor para nossa situação atual. Um conjunto de ruas complexas pode prender a gente enquanto somos atacados. Você conseguiu comprar alguma arma?”

Zero assentiu: “Nenhum problema, mas nós temos que ir pegar amanhã… Zheng, as balas mágicas podem ferir essas coisas de verdade? Você já conseguiu fazer isso antes?”

Zheng deu um sorriso forçado: “Eu não sei. Eu senti perigo antes, foi por isso que eu perdi o controle de mim mesmo. Para ser honesto, eu também senti uma premonição de morte, como se eu fosse morrer a qualquer segundo. Eu estou com bastante medo de morrer. Pessoas que sentem medo de morrer tendem a perder o controle mais facilmente quando sentem a morte chegando.”

“Então é isso? Você também está com medo…”

Os quatro ficaram em silêncio. Depois de um tempo o taxi chegou no Sunlight Hotel. [PE: E o taxista foi ignorado :v][N.R~ Eu to imaginando a reação dele com a conversa…]

Zero estava sendo indispensável. Não só vendeu todo o ouro em metade de um dia, como ele também conseguiu identidades falsas. Se não eles não conseguiriam dormir no hotel mesmo que eles tivessem dinheiro.

Era verão no filme, a maioria dos quartos já estavam ocupados. Os que estavam sobrando não ficavam no mesmo andar, então eles escolheram uma suíte presidencial que caberiam todos eles.

Yinkong imediatamente disse: “Eu não quero dormir com ninguém. Me arranje um quarto para solteiro, um com um computador.”

Eles olharam para ela surpresos. Zheng disse: “Não seria melhor nós ficarmos juntos? Desse jeito nós podemos ajudar um ao outro.”

Ela abaixou o livro e respondeu: “Eu não quero ter que dormir com pesos mortos. Eu acho correto o que aquela pessoa que saiu no começo disse. Eu também assisti aos três filmes. Essa maldição não é algo que você possa defender com mais pessoas. Ao invés de ser arrastada quando ela vier, é mais fácil escapar sozinha.”

Zheng suspirou. Ele podia discutir com os outros, mas para sua surpresa, a maioria preferia se dividir em grupos e não ficarem juntos. Dessa forma eles podiam se ajudar sem se apoiar no time inteiro.

Lan naturalmente se juntou à Yanwei. Os sete homens se dividiram em dois grupos aleatoriamente. Zheng, Tengyi e Renjia em um; Jie, Zero, Biny e Ding em outro.

Esses quatro quartos estavam todos em andares diferentes. Yinkong no 11º, Zheng no 12º, Jie no 14º e Lan no 16º.

A noite foi pacifica. Todo mundo se encontrou no quarto de Zheng ao amanhecer do outro dia com olheiras debaixo dos olhos. Além de Zero e Yinkong, o resto deles não conseguiu dormir até meia noite.

“Bom, parece que estamos todos bem. Hoje é o segundo dia, nós só temos que sobreviver até o sétimo dia. Então nós podemos todos voltar vivos.”

Zheng coçou seus olhos.

“Todos bem? Eu acho que não.” – Yinkong fechou seu livro e falou: “Eu hackei a internet da policia da cidade. Teve dois assassinatos hoje depois da meia noite. A policia achou dois corpos em um parque não tão longe da gente. Um deles estava com o rosto dobrado, todos seus órgãos internos tinham sumido. O outro corpo foi empalado por um cano. Toda a policia da cidade está em ação, mas eles não conseguiram achar a identidade dessas duas pessoas. De acordo com os moradores, eles viram essas duas pessoas com outras sete. Você está surpreso?”

Eles ficaram pálidos, algumas pessoas se tremeram. Morrer não era assustador, mas morrer de uma forma desconhecida não era algo que eles conseguiam resistir.

Zheng respirou fundo e perguntou para Zero: “Você já pegou as armas?”

Zero tirou seis armas de uma mala que estava com ele e Zheng retirou 600 balas mágicas: “Não atirem em pessoas normais, eu não quero ter que fugir da policia ao mesmo tempo. Mesmo que matar um membro do time custe 1000 pontos… Eu não me importo de amarrar alguém e deixar você em um local escuro. Eu acho que os fantasmas gostam de pessoas que não podem resistir.”

Os três estudantes estavam animados quando viram as armas, mas as palavras de Zheng apagaram o fogo deles. Tengyi pegou uma bala e estudou atentamente: “ Isso parece ser feito de prata comum? As runas parecem uma combinação de oracle bone script* e escritura cuneiforme… Talvez… ah certo, eu me lembro de ver algo semelhante em algumas tumbas.”

*Resumidamente, seria a escritura antiga da china.

Zheng pegou a mão dele e disse: “Você viu essas runas aonde? O que é que elas significam? O que elas fazem? Essas são balas mágicas trocadas com Deus, mesmo que elas sejam as mais baratas, elas podem ferir seres sobrenaturais!”

Tengyi coçou a cabeça: “Eu não sei o que elas significam, eu só sou um arqueologista iniciante, não um ladrão de tumba profissional. Mas eu ouvi alguns profissionais dizendo que essas runas podiam prevenir um corpo de se tornar um zumbi. Claro que eu sempre pensei nisso como supertições.”

Zheng ficou bastante desapontado, mas ele de repente se lembrou de algo e tirou um pacote dos talismãs Taoists de papel. Ele disse animado: “Eu quase me esqueci desses. Venham, cada um pegue um. Esses talismãs irão começar a queimar quando o fantasma se aproximar. Enquanto ele estiver queimando, o fantasma não pode te tocar. Isso deve dar tempo o suficiente para correr e pedir por ajuda.”

Jie e Lan também tiraram alguns talismãs de suas bolsas. Eles trocaram esses itens depois de Resident Evil, mas como muitas coisas aconteceram depois, eles acabaram esquecendo-se deles. Mesmo que eles tivessem colocado os talismãs nas bolsas, se Zheng não tivesse mencionado, eles teriam se esquecido. Em circunstâncias como essa, quando eles não sabiam o perigo que corriam, esse era um item bastante útil.

Zheng riu e bateu no ombro de Tengyi: “Obrigado por me lembrar. Se o mundo real tem essas runas, então por que não temos equipamentos semelhantes? Esses templos não devem ser só para uma boa vista. Haha, talvez nós possamos aprender alguns encantos. Deus não permite que nós compremos esse tipo de coisas?”

“Bom! Nós vamos visitar os templos nessa tarde… Vamos achar um modo de derrotar o Ju On!”

Contribua com a Novel Mania!