TI: Volume 2 Capítulo 4-2

Volume 2: Capítulo 4-2

(O texto muda para frases no presente, vou seguir traduzindo como o texto está.)

Os olhos de Zheng estavam vermelhos, ele não sabia se era por causa da raiva que ele sentia ou por causa do sangue de Lan. Quando a garota desapareceu, ele correu atrás dela, mas ele usou muita força e estava indo direto para a parede.

Sua velocidade de reação melhorada salvou ele nesse momento. Tudo ficou mais devagar, ele sentia que cada movimento necessitava de uma grande quantidade de energia, mesmo com seu corpo. Ele podia sentir que ele iria ser destruído. O chão, o ar, até a parede, parecia que uma força de todos os objetos estava empurrando seu corpo para se mover mais devagar. Ele nunca passou por isso antes.

Quando Zheng estava se aproximando da parede, ele sentiu que o ar estava se condensando em um tipo de líquido. Ele podia pisar nele e pular para a parede. Então ele o fez, depois chutou a parede para virar em direção ao alien. A primeira coisa que prestou atenção foi em Lan ainda nos seus braços. Esse alien era menor que os outros que ele tinha visto. 2 metros de altura e três metros de comprimento. Ele estava levando Lan para o final do corredor. O ombro esquerdo dela estava esmagado. O corpo dela todo ensanguentado. Só existia desespero e ansiedade em seus olhos.

Zheng entendeu o porquê dessa ansiedade, era esperança de viver e de ter um futuro. Mesmo que ele nunca tenha visto isso em seus próprios olhos, ele sabia quando estava em uma situação impossível, ele deve estar com esses mesmos sentimentos transparecendo em seus olhos. Ele estava certo disso!

Nos olhos de Zheng, a imagem de Lan se tornando Xiaoyi, indo ser destroçado e virando uma pilha de carne, passou em sua cabeça. Quando ele fosse pego pelo alien, ele faria essa mesma expressão de Lan… Ele não quer isso! Ele tem que salvar essa mulher não importa como!

“Aah!” – Zhen gritou como um louco. Ele quase podia ver cada movimento do alien por causa do efeito da sua velocidade de reação melhorada. Ele pulou diretamente no alien. Isso aconteceu em um instante.

Na perspectiva de Lan, Zheng correu para parede e a chutou de um ângulo estranho. O chute fez um som parecido com uma bola de destruição amassando uma parede, duas pegadas estavam marcadas lá. O alien gritou como louco. Ácido saía de sua língua. Ela tinha sido cortada.

“Aaah!” – Ainda não acabou, Zheng gritava junto com o Alien. Ele tinha perdido todos os seus sentidos. Seus olhos estavam vermelho puro e cheios de loucura. Poderia ter sido o sangue de Lan ou eles tinham se tornado vermelho de verdade.

Quando Zheng caiu no chão atrás do alien, ele levantou seus braços. Com um som de metais colidindo, a barra de ferro entortou. Mas o alien não parecia bem também. O exoesqueleto nas suas costas estava quebrado e ácido saía das rachaduras. O chão estava cheio de buracos causados por ele.

A velocidade do Alien era demais, Zheng estava à par com ela, mas estava dando o seu máximo. O alien se virou e bateu nele com suas garras, Zheng quase não consegue bloquear com seu braço. Com um barulho alto, o impacto dele caindo no chão fez com que o corredor todo tremesse. Sangue estava saindo de sua cabeça.

Zheng estava lutando com sua vida na linha. Ele não tinha uma armadura protetora como o exoesqueleto do alien. Quando ele bloqueou o ataque dele, ele sentiu alguns buracos em seu braço. Não somente isso, o alien era forte, quando sua cabeça bateu no chão, ele quase desmaiou. Ele mordeu sua língua, nesse momento, a dor o manteve acordado.

Ele não estava planejando se levantar, ele pegou outra barra de ferro das suas costas e lançou com toda sua força em direção as pernas do alien. Sua força em conjunto com seu Ki fez com que o alien caísse no chão. Quando ele estava caindo, sua calda subiu e penetrou uma das pernas de Zheng. Os instintos do alien eram fortes demais, ele honrava sua espécie que podia ser considerada a mais evoluída para matar e sobreviver.

A mente de Zheng clareou. Ele sentia todo seu corpo se movendo sozinho. Vários planos de combate apareceram em sua cabeça. Ele virou para o lado, desviando de outra estacada da calda, e rolou para o outro. Então ele chutou o chão com sua perna boa e subiu em cima do alien enfiando a barra na sua boca. [PE: e.e]

Ele largou a barra dentro da boca do alien e pegou outra de suas costas. Ele enfiou repetidas vezes na cabeça dele sem parar. O ácido do alien já tinha se espalhado por todo seu corpo. Zheng parecia que tinha ficado louco e queria deixar o alien em pedaços. Felizmente Lan reagiu a tempo. Ela ignorou a dor dos machucados dela e pulou em cima de Zheng. Os dois caíram alguns metros de distância do alien. Então Zheng acordou.

A frente do seu corpo estava doendo e queimando. Ele rapidamente tirou suas roupas para tirar o ácido do corpo dele. O sangue do alien causava um som de água fervendo quando tocava no chão, ele derretia metal como se ele fosse gelo. Mas a pele de Zheng só ficou um pouco preta, nenhum sinal de corrosão, o que surpreendeu Lan.

Quando Lan parou de sangrar usando o spray coagulante. Zheng ainda estava atordoado, tudo que aconteceu parecia ter sido um pesadelo. Ele lutou por instinto, principalmente depois do alien furar sua perna, ele sentiu que uma corrente em seu corpo foi quebrada.

“Talvez é porque meus atributos de regeneração celular e imunidade que minha pele só ficou um preta depois de ser queimada pelo ácido.”

Quando ele ia pegar outro spray coagulante do seu anel, todo o seu corpo entrou em convulsão. Uma sensação de dor e paralisia começou dentro do seu corpo, parecia que varias formigas andavam dentro dele, então ela se espalhou para seus ossos e medula, depois seguiu para seu sangue e sua pele. Gradualmente tudo que conseguia ver era branco, ele sentia como se estivesse morrendo.

“Só pensem sobre isso. Primatas que chegaram nesse limite se tornaram humanos, então o que os humanos se tornaram quando eles ultrapassarem ele?”

“Você precisa de uma substância semelhante à adrenalina que só pode ser produzida no corpo humano. O ponto principal é que… ela é venenosa. Você provavelmente já ouviu de historias onde uma mãe levantou um carro para salvar seu filho. Isso aconteceu de verdade, mas ela morreu logo depois. Cientistas descobriram micro quantidades dessa substância em seu sangue.”

“… Travas genéticas…”

Zheng se lembrou das palavras de Xuan sobre as travas genéticas. Ele não sabia que tinha conseguido se livrar delas, mas ele sabia que ele estava a beira da morte. A convulsão em seus órgãos internos estava ficando mais forte, sangue saia pelo seu nariz e boca. Então seus pulmões pararam, ele mal conseguia respirar. Ele abriu a boca, estava sufocando.

Lan reagiu imediatamente. Ela segurou o corpo de Zheng e o beijou tentando empurrar ar pela sua garganta. Depois de dez segundos, os órgãos internos de Zheng foram se acalmando, então seu pulmão voltou a funcionar, a dor na sua pele estava melhorando. Mas Lan não sabia e continuou assoprando pela sua boca. No mesmo instante ela estava chorando e falando: “Não morra. Por favor. Não me deixe sozinha. Por favor, fique vivo comigo…”

 

Contribua com a Novel Mania!