TI: Volume 2 Capítulo 10-3

Volume 2: Capítulo 10-3

Zheng não sentia mais dor. Ele mordeu a pata da rainha e não soltou, estava com medo de cair no chão. Ele não tinha mais pernas, se ele caísse, então não seria mais capaz de fazer nada mesmo com a barra em suas mãos. Essa era sua última chance!

Sua consciência estava apagando, Zheng podia sentir seu corpo se tornando gelado. Ele sabia que isso era o caminho para morte. Dizem que alguém consegue sobreviver por vários minutos depois de ser cortado ao meio. Se estivessem em um lugar congelante, algumas pessoas poderiam sobreviver por quase meia hora. Mas ele já tinha sofrido ferimentos graves, depois foi cortado na altura da cintura, Zheng poderia morrer a qualquer segundo agora.

Como ele não podia mover sua boca, ele tentou prender o pino na garra da rainha. Então ele puxou, mas antes que ele tivesse tempo de fazer qualquer coisa, ele ouviu um ataque vindo em direção à sua cabeça. Podia ser sua garra ou o restante da língua dela.

Pah!Pah!Pah!

Alguns tiros vieram de não muito longe. Xuan estava em pé tremendo encostado em um contêiner. Um de seus braços estava quebrado ao meio. Sua cintura parecia estar fora do lugar. [PE: O.o…][N.R~Eita…]

Esses tiros vieram da mão boa de Xuan. Ele acertou perfeitamente na língua da rainha de novo. Sua mira de curta distância era excelente e a pistola que ele escolheu era potente o bastante para ferir a rainha. Esses tiros não arrancaram o restante da língua, mas fez com que ela mudasse de direção. Ela passou raspando pela cabeça de Zheng.

“Se apresse e faça o que você precisa fazer! Minha visão está ficando nublada!” – Xuan gritou enquanto atirava sem parar.

Zheng se apoiou na garra com seu braço esquerdo. Ele usou o restante de sua força para se lançar em direção a cabeça da rainha. Ele alcançou cerca de dois metros de altura.

Ele perfurou a cabeça da rainha com a barra de ferro, enfiando em sua boca. A rainha levantou a outra garra, mas antes que ela atacasse Zheng, a granada explodiu. O poder da explosão destruiu tanto a cabeça da rainha quanto o braço esquerdo de Zheng. Alguns pedaços de ferro da barra furaram seu corpo. Mas esses foram ferimentos leves comparados ao outros que ele já tinha. Ele fechou os olhos e caiu no chão.

O Ki de Zheng tinha acabado, o restante da energia sanguínea já estava sendo usada para manter ele vivo. Seu corpo estava chegando ao seu limite devido à liberação da sua trava genética. Metade do seu sangue já tinha sido espalhado pelo chão. Todos esses ferimentos poderiam matar qualquer ser humano normal instantaneamente… Zheng não tinha mais força para se mover. Só fechar seus olhos já fazia ele se sentir exausto. Ele estava cansado, ele só queria achar um lugar para dormir. Mas, ele sentia que ainda tinha alguma coisa que ele deveria fazer…

“Foda-se! Deus!! Se apresse e cure todo mundo!… Os pontos!? Use de quem você quiser porra!!!”

Zheng vagamente ouviu os gritos de Jie e, com ele, um choro bastante familiar de uma garota. Isso fez com que ele tentasse abrir seus olhos, mas ele estava cansado demais para isso. Se não fosse por esse choro, ele já teria entrado em um sono profundo… o sono mais profundo que ele já sentiu.

De repente, uma sensação quente o cobriu. Ele sentia como se estivesse em uma banheira de água quente. Todo seu corpo parecia estar relaxado e confortável, mas não durou muito. Depois do conforto, veio uma dor tremenda. Essa dor acordou ele.

Uma vez que Zheng acordou, ele estava chocado. Suas lembranças da batalha contra a rainha o fizeram sentir medo. Ela era um monstro de cerca de sete metros de altura e vinte de comprimento. Mesmo um elefante só precisaria de uma ou duas batidas com a calda para ser abatido. Mesmo assim, ele lutou contra ela em combate corpo a corpo. Só pensar sobre isso o assustava.

Demorou alguns segundos para ele olhar em sua volta. Essa era a dimensão de Deus, uma plataforma larga e uma esfera de luz flutuando com a escuridão em volta. Esse era o único local seguro no mundo dos filmes de terror.

Ele estava flutuando em uma coluna de luz lançada pela esfera. Outras quatro luzes estavam espalhadas. Xuan estava flutuando na mais transparente delas, seus ferimentos não eram graves. Então tinha Zero e Jie. Só a claridade da luz de Lan era menor que a dele.

Quatro? Zheng contou de novo, sim, só quatro. Kampa não estava na plataforma. Esse mercenário russo não conseguiu. Isso fez ele ficar um pouco depressivo. Só aqueles que sobreviveram podiam voltar para essa dimensão.

Então ele olhou para seu corpo. A dor estava sumindo, mas ainda era insuportável. A parte debaixo do seu corpo tinha sumido, os dois braços também. Seu peito estava com vários estilhaços da barra. Devido à sorte, só tinha alguns arranhões no seu rosto, ele não foi acertado pelos efeitos da explosão.

Seus músculos estavam tremendo como se estivessem vivos. Debaixo da luz, o visível crescimento dos seus músculos, ossos e órgãos estava acontecendo de forma alarmante.

Zheng não queria mais olhar para seu corpo, essa cura de Deus o estava deixando enojado. Ele olhou para baixo e viu duas garotas com lágrimas nos seus olhos. Uma era a mulher de Jie, a outra era Lori. Essa garota de quinze anos parecia estar com o coração tão partido.

Zheng ainda não conseguia falar. Sua garganta tinha sido cortada pelos estilhaços da barra. Ele abriu sua boca tentando mandar uma mensagem para Lori. Mesmo que ele não soubesse se ela conseguiria entender.

“Eu voltei vivo… Lori, eu mantive nossa promessa, eu voltei vivo…”

Contribua com a Novel Mania!