TI: Volume 2 Capítulo 10-2

Volume 2: Capítulo 10-2

Zheng foi lançado à metros de distância, mas ele não caiu no chão. Invês disso, ele chutou o chão e pulou em direção a rainha. Ele não parou independente de todo seu braço direito estar desmanchando em sangue.

O ataque do alien acertou seu braço direito e a garra arrancou metade dele. Zheng sentiu uma dor imensa, uma pessoa normal teria desmaiado por causa dela, mas no momento em que ele a sentiu, seus instintos bloquearam os sinais neurológicos de dor. Mesmo assim, ele sabia que não tinha muito tempo sobrando.

Sangue! Sim, sangue…

Um humano entra em coma quando perde mais de 20% do seu sangue. E perder um terço é fatal.

Zheng não sabia o quanto de sangue ele já tinha perdido. Ele começou a sangrar desde o primeiro encontro com os aliens. Então quando seu estômago e intestinos foram cortados para fora, ele sofreu de uma hemorragia massiva. Perder seu braço direito piorou a situação. A quantidade de sangue no seu corpo já estava chegando ao limite. Mas a falta de sangue só era um dos perigos que ele estava passando. O outro perigo era da liberação da trava genética.

Toda vez depois de liberar a trava, além da dor, ele podia sentir que todo seu corpo estava desmanchando. Era quase impossível para um organismo normal liberar sua trava genética, porque alterações graves nos genes seriam uma mudança fatal para eles. Nesse momento, ele estava lutando contra a rainha, Zheng sentia que sua liberação foi mais profunda do que as outras duas vezes.

Ele sabia que não tinha muito tempo sobrando. Ferimentos graves, perda de sangue, alteração genética, qualquer um desses podia matar ele. Se Zheng falhasse, ele não precisaria que a rainha matasse ele. Ele já estava no meio do caminho para morte.

Tenho que acabar essa batalha em três minutos!

Zheng estava correndo para onde ele deixou cair seu rifle. A outra barra de ferro estava nas mão de Lan, comparando a distância entre eles, o rifle estava mais perto. A rainha tinha perdido a carapaça de uma boa parte do seu corpo, mesmo a submetralhadora poderia causar dano à ela. A única coisa que ele tinha que ficar alerta era dos ataques da rainha. Essa velocidade e força não são algo que ele poderia aguentar mais.

A rainha gritou, a granada não foi forte o suficiente. A explosão ocorreu dentro da carapaça e não no corpo da rainha. Assim que ela viu Zheng correndo na direção dela, ela gritou e levantou sua calda para acertar em Zheng.

Assim que Zheng pegou o rifle, ele podia ouvir o som da calda se aproximando da sua cabeça. Ele se levantou sem pensar. Era impossível desviar dela, então era melhor receber o impacto no resto do seu braço direito do que em sua cabeça… Ainda não tinha um pouco dele sobrando.

Ele sentiu que seu peito direito tinha sido acertado por um caminhão. Sangue saiu pela sua boca e novas informações apareceram em sua cabeça, costelas da direita sofreram fraturas graves, os ossos perfuraram o pulmão direito, hemorragia interna e falta de oxigênio. Ele iria morrer em dois ou três minutos!

Zheng estava dando tudo de si. No momento que a calda da rainha acertou, ele agarrou a calda com seu braço direito desesperadamente. Mesmo que não estivesse bastante forte, ele não foi lançado para longe. Ele girou em volta da rainha segurando na calda, Zheng estava de frente para o lado onde a carapaça estava quebrada!

Ele imediatamente mirou para o buraco. Com alguns tiros, sangue amarelo começou a se espalhar. O poder de corrosão do sangue parecia terrível para pessoas normais, mas Zheng podia resistir. Sangue se espalhou pelo seu corpo e tornou sua pele preta. Ela não corroeu como aconteceu com os braços de Jie.

O verdadeiro perigo era os próximos ataques da rainha. Zheng ignorou tudo e pulou para cima da rainha. Como ele já estava arriscando sua vida, ele podia fazer uma pequena surpresa a rainha.

“Morra!!!”

Zheng pulou em direção ao buraco da carapaça. Ele pisou na carne dela, enfiou o rifle dentro dela e começou a atirar. Os gritos da rainha foram diminuindo.

Depois de uns dez tiros, a rainha conseguiu tirar ele de cima dela. Antes que ele caísse no chão, a garra dela o segurou. Ela atravessou seu peito esquerdo e ele cuspiu mais sangue.

“Lan… Lan! Me joga a barra de ferro!”

Zheng estava exausto nesse ponto. Todas as coisas que ele fez usou o restante da sua energia. Seu Ki estava quase vazio e sua energia sanguínea estava sendo usada para manter seu corpo vivo. Sua consciência estava apagando. Era sua vontade de viver que estava suportando ele, mas isso também estava chegando ao fim.

Lan era quem tinha sofrido menos ferimentos entre eles. Mesmo que o machucado em seu ombro parecia assustador, não era nada comparado aos outros. Ela imediatamente se recuperou com a gritaria de Zheng e correu em direção à rainha. Ao mesmo tempo, tiros vieram do outro lado. Zero estava deitado e vomitando sangue, mas ele continuava a atirar no estômago da rainha com sua submetralhadora.  Mas a calda da rainha  jogou ele para longe. Ele estava à beira da morte.

[PE: Não sei se ficou confuso, mas imaginem que o buraco criado foi no torso = Barriga+peito]

Lan continuava a correr em direção a rainha, mas ela a rainha deve ter sentido que Lan não era uma ameaça. Então ela amassou Zheng contra algumas caixas de ferro. Zheng pode ouvir o som de sua espinha quebrando no meio. Além da dor, ele percebeu que tinha perdido a sensação da cintura para baixo. Todo seu corpo estava dobrando em um ângulo anormal.

‘Não quero morrer! Eu não quero morrer!!’

Zheng começou a gritar. Era sua ultima tentativa antes da morte, isso permitiu que ele juntasse Ki na sua mão esquerda. Ele também forçou o restante da sua energia sanguínea. Então ele segurou na garra da rainha. Pouco a pouco, a propriedade corrosiva da energia sanguínea apareceu pela primeira vez. Seus dedos afundaram na carapaça da rainha.

“Zheng! Pega!”

A velocidade de Lan era bastante limitada. Quando ela viu o corpo de Zheng ser amassado, ela correu o mais rápido possível e ao mesmo tempo, jogou a barra de ferro para ele. Depois de ter feito isso, a calda da rainha furou seu peito e abriu um buraco enorme no meio dela. Parecia que ela não iria viver por muito tempo.

Zheng apertou mais forte antes que a barra de ferro chegasse. Então ele mordeu a carapaça da rainha, enquanto sua mão esquerda aparava a barra. Ao mesmo tempo, a outra garra da rainha bateu e destruiu suas pernas. O sangue que restava lá, foi espalhado por todo lugar.