ISSTH – Capítulo 67 – A Morte de Ding Xin

Meng Hao percorreu o Mar Norte, movendo-se cada vez mais rápido. O Núcleo do Mar dentro dele se agitava e fervia, assim em pouco tempo ele avistou a superfície do lago. Ele saiu da água, levantado ondas em todas as direções.

Ao mesmo tempo em que ele saiu do lago, suas duas espadas de madeira apareceram, assobiando pelo ar de diferentes direções enquanto voavam em sua direção. Elas circularam em torno dele, um delas vindo descansar sob seus pés, a outra flutuava ao lado dele.

Só então, Ding Xin estourou para fora do lago e quando ele voou para fora, seus olhos vieram a parar em Meng Hao. Seu rosto imediatamente ficou coberto com um olhar de descrença. Como poderia ser que Meng Hao… estivesse vivo!?

“Impossível! Ele não está no estágio de Estabelecimento de Fundação. Ninguém pode suportar o absoluto Qi Violeta do Leste, apoiado no sacrifício de minha própria Base de Cultivo e de minha longevidade!” Ele olhou para Meng Hao, recuando um pouco, ainda não acreditando no que estava vendo.

Talvez ele não estivesse disposto a acreditar porque, no momento, ele não estava mais no nono nível de Condensação de Qi. Mesmo seu oitavo nível de Condensação de Qi estava um pouco instável. A ferida em seu peito não estava curada e a energia espiritual continuava a vazar. Ele temia que ele pudesse em breve escorregar do oitavo nível de Condensação de Qi até o sétimo.

Seu rosto ficou imediatamente pálido. No entanto, ele não era como Qiu Shuihen e os outros. Apesar de estar chocado ao ver Meng Hao vivo, ele se recuperou num piscar de olhos. Sem hesitar, ele disparou e a folha gigante apareceu sob seus pés e o levou para longe. Ele não estava lutando, ele estava fugindo.

Ele não tinha escolha a não ser fugir. Ele podia dizer que Meng Hao estava completamente recuperado e de fato tinha até melhorado sua Base de Cultivo, enquanto ele próprio havia sofrido graves ferimentos internos. Ele não tinha outra opção senão recuar.

Meng Hao assistiu friamente enquanto Ding Xin fugia. Ele não o perseguiu em primeiro lugar, mas em vez disso olhou para o lago, fazendo ainda outra saudação respeitosa.

“Vou me lembrar desta grande bondade para o resto da minha vida!” Disse Meng Hao em uma voz que poderia cortar as unhas e cortar ferro. Então ele levantou a cabeça e sacudiu a manga. A espada sob seus pés zumbiu e ele se transformou em um feixe de luz radiante enquanto ele disparava em busca de Ding Xin.

“A partir de agora, o caçador se torna o caçado,” disse ele, seus olhos estavam cheios com intenção de matar. Depois de deixar a Seita Confiança, Meng Hao nunca tinha sentido o desejo de matar alguém tanto quanto o fez Ding Xin, exceto talvez Shangguan Xiu. Seu desejo de matar se espalhou em seus olhos até que brilhassem. Durante toda a sua vida de Cultivo, ele nunca havia sido tão seriamente ferido antes. Na verdade, ele realmente não podia contar como ferido. Ele já tinha sido… morto!

Um brilho deslumbrante encheu seus olhos enquanto corria em perseguição. Em um instante, ele deixou para trás o Mar Norte. No tempo que leva uma vara de incenso para queimar, ele tinha alcançado Ding Xin, que estava consumindo pílulas medicinais, mesmo que sua Base de Cultivo continuasse a cair.

Meng Hao não disse nada. Em vez disso, ele simplesmente levantou o dedo e a espada voadora de madeira ao seu lado disparou em direção a Ding Xin. Ding Xin, de rosto pálido, olhou para trás, consciente dos poderes estranhos da espada. Ele deu um tapa em seu saco de carregamento e, imediatamente, o longo arco negro apareceu em sua mão. Ignorando sua contínua perda de energia espiritual, ele puxou para trás o arco e disparou uma flecha.

A flecha trovejou em direção à espada de madeira. Quando se encontraram, uma explosão soou e a flecha caiu. A espada de madeira estremeceu.

Meng Hao era inexpressivo. Ele ergueu seu dedo novamente e a espada de madeira acelerou novamente. Ding Xin, com o rosto pálido, não teve escolha a não ser disparar outra flecha.

Um estrondo soou. A espada de madeira continuou em frente.

Veias de sangue encheram os olhos de Ding Xin. Ele não podia ver que Meng Hao estava exigindo sua vingança, com a intenção de drenar sua Base de Cultivo e empurrá-lo para a completa exaustão?

Depois de cair do nono nível de Condensação de Qi, seus ferimentos tinham piorado. Ele estava fraco, mas temia a espada de madeira, de modo que não podia fazer outra coisa senão usar as flechas para se defender. Infelizmente, por causa de seu estado enfraquecido, suas flechas eram também fracas e não carregavam o poder que antes tinham. Quando ele disparou a sua sexta flecha, seu corpo de repente tremeu assim que sua Base de Cultivo de repente começou a cair do oitavo nível de Condensação de Qi para o sétimo.

A espada de madeira estava em cima dele e, em um instante, apunhalou seu peito. Não foi um ferimento crítico, mas no entanto, o sangue jorrou. Ding Xin soltou um grito miserável e tentou fugir mais rápido.

Seu corpo tremeu quando ele sentiu que ainda mais poder espiritual fluía para fora dele. Sua instável Base de Cultivo caiu rapidamente, a partir do oitavo nível de Condensação de Qi para o sétimo!

É claro, sua Base de Cultivo não estava realmente regredindo. Mas ele estava perdendo energia espiritual a um ritmo rápido e sem qualquer recuperação. A perda de energia espiritual era tão grande que seu nível de poder era essencialmente do sétimo nível de Condensação de Qi.

Ele estava consumindo pílulas medicinais, mas infelizmente tinha duas feridas de espada que vazavam energia espiritual. Não havia como ele se recuperar no momento.

“Sou um discípulo da Seita Destino Violeta!” exclamou Ding Xin com um uivo feroz. “Se você se atrever a me matar, a Seita Destino Violeta irá localizá-lo, mesmo que leve cem anos! Eles não vão parar até que você esteja morto!” Sua situação era desesperada. Ele deixou escapar outro grito de coagular o sangue enquanto a espada de madeira de Meng Hao passava. Não o apunhalou, mas o cortou, assim sua energia espiritual era drenada ainda mais rápido.

“Eu já morri uma vez,” disse Meng Hao friamente. Seus olhos estavam frios enquanto acenava um dedo mais uma vez.

Tempo passou. Uma hora se passou num piscar de olhos, durante o qual os gritos miseráveis de Ding Xin continuaram a soar. Seu corpo estava entorpecido e parecia estar coberto com centenas de feridas de espada. Ele estava encharcado de sangue. Nenhuma de suas feridas eram críticas, mas ele pingava com tanto sangue que parecia uma pessoa morta.

Ding Xin era um Cultivador e, a medida que as coisas escureciam, o que mais o assustava não eram suas feridas, mas sim o fato de que seu corpo parecia ter se tornado uma peneira. A energia espiritual saia dele a um ritmo chocante.

O sexto nível de Condensação de Qi, o quinto, o quarto…

Um estrondo soou e Ding Xin caiu no chão, cuspindo sangue. Ele avançou rapidamente, fugindo o mais rápido que podia. Ele não era mais capaz de realizar qualquer tipo de voo. Sua Base de Cultivo estava tão baixa que era o mesmo que se estivesse no terceiro nível de Condensação de Qi.

“Meng Hao, se você me matar, você será abatido sem um enterro adequado! Eu sou um discípulo da Seita Interna do Destino Violeta. Se eu morrer, a Seita irá causar problemas para todo o Estado de Zhao. Não ouse me matar!” Seu corpo tremia. Ele lutava contra o terror em seu coração e tossiu mais sangue.

Meng Hao pegou a folha gigante de Ding Xin. Sem dizer uma palavra, ele moveu o dedo novamente e a espada de madeira disparou em direção a Ding Xin.

Passou-se tempo suficiente para que uma vara de incenso queimasse. Lá no meio da floresta, Ding Xin já não parecia mais um discípulo de uma grande Seita. Ele olhava para Meng Hao, seus olhos estavam cheios de veneno. No entanto, dentro desse veneno também havia arrependimento. Ele lamentou seu desejo de ver seu oponente consumir Núcleos Demoníacos. Em vez disso, ele deveria ter se retido em nada e matado ele imediatamente.

“Eu deveria ter matado você!” Ele disse, rangendo os dentes, com peito levantado. Parecia que ele estava mais interessado em liberar sua raiva do que respirar.

“Você sabe, você me ensinou algo,” disse Meng Hao. Ele terminou com a sua vingança. Sua mão levantou e a espada caiu. A cabeça de Ding Xin voou para o ar, derramando sangue por toda parte. Aterrissou longe, rolando pelo chão parando de baixo de uma grande árvore.

Seus olhos ainda estavam cheios de descrença. Ele não podia acreditar, porque ele era um discípulo da Seita Destino Violeta, do nono nível de Condensação de Qi. Ele era um Escolhido, ele estava para chegar no Estabelecimento de Fundação, onde ele seria um verdadeiro Escolhido e seu nome iria balançar o Domínio Sul.

Mas ali estava ele, morto no remanso Estado de Zhao, morto por Meng Hao, um inseto que ele tinha segurado na palma da mão.

Meng Hao fechou os olhos por um longo tempo. Não era a primeira vez que matava alguém e desta vez ele não estava cheio de emoções. Ele já havia morrido.

“Naquele dia em que eu encontrei Yan Ziguo, eu deveria tê-lo matado, assim como todas as pessoas com ele.” A determinação encheu seus olhos. Ele já havia experimentado o resultado de sua indecisão quando ele teve a chance de matar Yan Ziguo.

“Eu não quero morrer uma segunda vez.” Ele levantou a mão direita e fez um gesto acenando. O saco de carregamento de Ding Xin voou para ele. Então ele sacudiu a manga e uma Chama da Serpente apareceu. Ela consumiu o corpo e a cabeça de Ding Xin, transformando-os em cinzas.

Meng Hao se virou e se afastou.

Era noite e enquanto ele caminhava para longe, a neve começou a cair do céu. Cobriu ele, suas pegadas e o cheiro de sangue. A neve o acompanhava enquanto caminhava cada vez mais longe.

“Eu sou a neve durante o inverno. Se eu chegar muito perto do verão, então… o verão vai me derreter. Esse não é o mundo da neve, nem é o meu mundo.” Meng Hao desapareceu na distância. Ele parecia um erudito, mas no fundo, estava frio como a neve.