ISSTH – Capítulo 588: Você me deve


Ke Yunhai assumiu a liderança e Meng Hao seguiu. Os dois saíram do vale e se dirigiram para o vazio.

Meng Hao se sentiu um pouco desconfortável. Considerando sua personalidade e capacidade de concentração, não deveria ser assim. Afinal, tudo aqui era ilusório. Além disso, ele não havia tentado enganar Ke Yunhai. Portanto, não havia nada para se sentir desconfortável.

E ainda assim, estava um pouco nervoso. Temia perder essa identidade. Seu objetivo original foi obter boa sorte; agora que tinha adquirido, não havia razão para tal desconforto.

Mas o sentimento não foi embora. Temia acordar desse sonho, temia que depois que Ke Yunhai descobrisse que ele não era Ke Jiusi, não o olhasse com aquela expressão pensativa e amorosa de novo.

Agora, posso te chamar de pai. Mas depois, posso nem abrir a boca.

Esse foi o sentimento que fez com que Meng Hao se sentisse tão desconfortável.

Temia perder o que adquirira.

Amor paternal. Na memória de Meng Hao, a imagem de seu pai já estava embaçada. Durante o tempo que passou nessa ilusão, continuou a esquecer que não era Ke Jiusi.

— Papai… — disse suavemente. Seu coração estava cheio de amargura quando viu Ke Yunhai se movendo para frente, ficando cada vez mais longe dele.

Ke Yunhai parou e se virou, com os olhos cheios de sorrisos, e a mesma velha expressão de amor. Ele suavemente bagunçou o cabelo de Meng Hao.

— Não deixe sua imaginação correr solta — disse ele.

Meng Hao olhou de volta, um pouco atordoado. Seus olhos estavam úmidos e, no momento, ele não queria pensar se Ke Yunhai sabia ou não a verdade. Ele não queria considerar tudo isso. Havia apenas uma coisa que queria considerar.

Se realmente existe algo como o destino que nos levou a ser pai e filho neste lugar, então… realmente sou seu filho.

Se esse mundo ilusório pode contar como minha vida anterior, então você é meu pai da minha encarnação anterior.

Talvez esteja destinado a deixar este mundo antigo e ilusório, condenado a não mais tê-lo como meu pai, condenado a não ser mais seu filho. Nesse caso, deixe que os sentimentos que temos entre pai e filho que ainda existem nessa ilusão… sejam algo que eu nunca esqueça.

Senhor, você é meu pai.

Eu sou seu filho.

Meng Hao acenou com a cabeça.

Com um sorriso, Ke Yunhai apertou seu ombro e então os dois tremeram, desaparecendo do nível 99 e aparecendo do lado de fora do Pagode.

Assim que apareceram, se tornaram o foco de atenção de todos os discípulos da Seita do Demônio Imortal com olhares cheios de inveja, conflito interno e desamparo.

Assim que Ke Yunhai e Meng Hao deixaram o Pagode começou a encolher, eventualmente transformando-se em um feixe de luz que subiu para o céu. Quando isso aconteceu, a fissura rapidamente começou a fechar; num piscar de olhos, não havia nenhuma fissura.

Havia apenas…

Uma escada transparente. Difícil foi dizer quando apareceu, mas se estendia dos céus até o chão, flutuando acima do poço entre o Terceiro e Quarto Picos.

A luz da escada não era emanada, mas parecia circulá-la. Subia até os céus, e se olhasse de perto, mal conseguiria ver um enorme vórtice no topo.

Quando viu a escada, Meng Hao ofegou em choque. No entanto, rapidamente percebeu que os outros Cultivadores da Seita do Demônio Imortal pareciam completamente indiferentes à ela, quase como se não pudessem ver!

No entanto, quando Meng Hao olhou para a multidão, viu Ji Xiaoxiao. Pela expressão dela, podia imaginar que tinha visto a escada.

“Será que apenas pessoas de fora podem ver isso?”, pensou.

Agora que Meng Hao havia aparecido, os Cultivadores do Céu do Sul estavam se escondendo dentro da multidão junto a outros discípulos da Seita do Demônio Imortal.

Não tinham escolha senão se esconder e evitar Meng Hao. Embora tivessem ficado loucos de ciúmes momentos atrás, e apesar do fato de que esta era uma versão ilusória dos tempos antigos, considerando que Meng Hao tinha a identidade de Ke Jiusi, se tentassem lutar com ele, perderiam.

Só podiam evitá-lo com muito cuidado. Se revelarem suas identidades, se colocam em perigo crítico. Em contraste, é claro, Meng Hao não teve escrúpulos em revelar-se.

Isso porque com sua identidade, nenhum dos Cultivadores do Céu do Sul poderia fazer qualquer coisa para ameaçá-lo.

Mesmo assim, apesar de todos estarem se escondendo, todos podiam ver a escada se estendendo para o céu acima dos picos, e isso fez suas mentes e corações tremerem.

“Isso é…” O jovem do Clã da Linhagem Imperial dos Domínios do Norte mais uma vez abaixou a cabeça e encolheu os ombros. No entanto, agora estava ofegante e seus olhos brilhavam com uma luz de expectativas.

“Isso poderia ser?” Os olhos de Fang Yu se contraíram. Após um momento de pensamento, seus olhos se arregalaram.

“O elemento crítico necessário para abrir o Terceiro Plano!” pensou Zhixiang. Se afastou, respirando pesadamente, com as mãos fechadas e os olhos brilhando de excitação.

Ainda mais longe, estava o patriarca Huyan, que saíra silenciosamente muito antes. Também estava começando a ficar muito animado.

Mesmo enquanto todos pensavam em seus vários pensamentos, Ke Yunhai levou Meng Hao embora. As ondulações do Pagode desapareceram. Havia outros que haviam adquirido algumas magias. No entanto, o Pagode foi aberto especificamente para Meng Hao, e ele foi o único a ter adquirido a indescritível boa fortuna.

Chama do Definhamento do Demônio do Dao Aprendido, Destruição dos Nove Céus, Selo do Corpo Tesouro dos Nove Céus e, finalmente, a técnica secreta do Frescor Santo. Estas foram as aquisições chocantes de Meng Hao.

Isso sem mencionar, a chance de punir o Patriarca da Confiança, assim como muitos outros assuntos sutis. Para Meng Hao, o pagode tinha sido nada menos que o destino celestial.

Retornou ao Quarto Pico sem parar em nenhum lugar. Quando voltou para a sua Caverna do Imortal, Xu Qing estava lá meditando, seu corpo rodeado por uma luz rodopiante. Um leve sorriso podia ser visto em seu rosto; claramente estava imersa em ganhar a iluminação de uma magia.

Não a perturbou, mas sentou-se de pernas cruzadas para estudar as sementes de magia que existiam dentro dele.

Havia uma que parecia uma chama carmesim, a Chama do Definhamento do Demônio do Dao Aprendido!

Quanto à Destruição dos Nove Céus, o Selo do Corpo Tesouro dos Nove Céus, e a arte secreta do Frescor Santo, essas artes existiam na mente de Meng Hao, e podiam ser vistas, mas não sentidas.

Meng Hao tinha a sensação de que essas três magias exigiriam uma contemplação contínua antes que pudesse empregá-las. Felizmente, não as esqueceria depois de deixar este mundo antigo e ilusório.

Tendo pensado até esse ponto, Meng Hao começou a ficar excitado. Isso porque, além de tudo isso, havia mais uma coisa que havia adquirido o Encantamento da Consumação da Montanha!

A partir de agora, Meng Hao entendeu o fundamental da técnica. Embora pudesse empregá-lo apenas até o primeiro nível, de acordo com a introdução, era suficiente para encarnar o corpo de uma montanha fora de seu corpo.

Isso por si só faria o poder de seu corpo crescer exponencialmente.

“Se cultivá-lo até o pico, posso extrair as almas das montanhas e então encarnar suas vontades, e fazer com que o poder das montanhas venha!” Os olhos de Meng Hao se encheram de satisfação. Era fácil dizer que sua jornada ao Pagode, tinha lhe rendido muita boa sorte.

Havia outras técnicas mágicas, feitiços restritivos e outros métodos diversos que havia aprendido. Atualmente, todos existiam em sua mente. No entanto, a menos que ganhasse a iluminação, uma vez que deixasse este lugar, desapareceriam.

Tentou marcar as informações numa tira de jade, mas não teve sucesso e acabou desistindo.

“A Escritura do Mar da Montanha… é provavelmente impossível de adquirir” pensou. Um brilho apareceu em seus olhos enquanto contemplava o assunto por um momento. No final, desistiu. No entanto, em sua mente, conseguia se lembrar daquela voz que ouvira no 80º nível.

O tempo passou, meio mês depois. Meng Hao sentava-se em meditação na sua caverna do Imortal durante todo esse tempo, ganhando a iluminação das magias.

Xu Qing emergiu da meditação algumas vezes. Eles simplesmente olhavam um para o outro e sorriam. Sabiam que o tempo que passavam ali era limitado e precisavam se aproveitar de todos os momentos possíveis para compreenderem as magias. Houve pouco tempo para conversas ociosas.

Finalmente, certa manhã, Meng Hao meditava do lado de fora da sua caverno do imortal, estudando o Quarto Pico. Dentro dele, a iluminação do Encantamento da Consumação da Montanha já havia sido marcada em sua mente. O primeiro nível do encantamento foi quase completamente cultivado, quando alguém chegou, que, embora não estivesse esperando, não o surpreendeu.

Foi uma discípula Conclave de outro pico. Era bonita, com olhos brilhantes e bruxuleantes. Ela andava com uma postura graciosa e, quando se aproximou de Meng Hao, atraiu um pouco de atenção dos discípulos do Quarto Pico.

O que viram foi uma mulher jovem corando, aparentemente finalmente superou sua timidez e reuniu alguma coragem. Parou antes de Meng Hao e timidamente disse: — Grande irmão Jiusi, tenho algumas perguntas sobre cultivo que eu esperava que pudesse me ajudar.

Suas feições, sua voz e seu corpo era muito sedutor. Qualquer um que olhasse para ela sentiria seu coração pulsar com ansiedade. Alguns dos discípulos do Quarto Pico estavam olhando para ela, todos pareciam vê-la como um ser quase divino.

Seu rosto era lindo, assim como o corpo. Sua pele era tão delicada que parecia que o vento poderia quebrá-la. Tinha uma expressão pura que era ao mesmo tempo natural e encantadora. Tudo isso fez com que o termo “beleza extraordinária” não pudesse ser usado para descrevê-la.

Meng Hao a reconheceu instantaneamente. Seu corpo inteiro foi coberto de arrepios quando a ouviu falar. — Não tenho tempo — respondeu Meng Hao.

Parecia delicada e encantadora, como se pudesse ser derrubada com o menor golpe. Ela mordeu o lábio, aparentemente reunindo coragem. Qualquer um que estivesse assistindo certamente sentiria que era um crime recusar essa jovem.

Meng Hao estava prestes a fazer isso quando de repente notou um lampejo de má intenção nos olhos da jovem. Limpando a garganta, levantou-se e prosseguiu em frente.

A jovem era Zhixiang. Abaixou a cabeça e seguiu Meng Hao para longe, cercada pelo invejoso murmúrio dos discípulos do Quarto Pico.

Enquanto seguiam adiante, todos os discípulos da Seita do Demônio Imortal viram os dois e olhavam com os olhos arregalados e os corações cheios de fúria.

— Outra discípula feminina caiu em suas mãos!

— Droga! Quantas têm sido até agora? Quando será a minha vez de acontecer algo assim?

Por fim chegaram à redondeza do Segundo Pico, e Meng Hao se virou impaciente para Zhixiang.

— Tudo bem — disse — diga-me como posso ajudá-la.

— Direto ao ponto, vejo — disse com um sorriso. — Bem, você é um homem e sabe que me deve. No entanto, o que mais me deixa curiosa é, o que exatamente encontrou no 80º nível para fazer com que a voz de Lorde Li lhe concedesse a magia taoísta? — Embora tenha falado com um sorriso, levou suas palavras muito a sério.

Quando Meng Hao ouviu isso, suas pupilas se contraíram. Olhou para Zhixiang, com o coração batendo.

“Foi… a voz do Lorde Li?” pensou.


Tradutor: Drago   |   Revisor: Delongas & Vinícius



Fontes
Cores