ISSTH – Capítulo 570: Matando um do Clã Ji


Na vasta extensão de terra entre o Quarto e o Terceiro Pico, havia um enorme fosso no chão que emanava frieza pulsando no ar. Meng Hao percebeu imediatamente enquanto voava. Ainda mais atraente eram as inúmeras videiras verdes vistas próximas ao poço. Elas brilhavam quase como tesouros, cada uma tão larga quanto uma pessoa e pulsava com poder incrível.

O que há nesse fosso, me pergunto…?” pensou.

Meng Hao não tinha certeza do porquê, mas quando olhou na direção do poço profundo, de repente, sentiu uma sensação que fez parecer que o mundo inteiro estava embaçado e sobreposto em si mesmo. Embora sua mente logo voltou ao normal, ainda permaneceu chocado.

Gradualmente, por causa de sua identidade como um Demônio Selador, e sua sensibilidade para sentir o Qi Demoníaco, percebeu que toda a Seita do Demônio Imortal estava imersa nele. Além disso, o Qi Demoníaco no fosso gigante era ainda mais surpreendente.

De volta ao Primeiro Plano, quando fui do Terceiro Pico para o Quarto, não vi nenhum fosso bizarro assim.” Os olhos de Meng Hao brilharam quando percebeu que as memórias de Ke Jiusi também não continham nenhuma informação sobre o fosso.

Voando ao lado de Meng Hao, havia uma garota tão linda quanto seda com orelhas pontudas. Seus olhos brilhavam com um feitiço que parecia capaz de seduzir qualquer alma. Quando viu Meng Hao olhando para o fosso, ela disse:

— Jiusi, não atraia a atenção do Abismo Demoníaco…

Ao lado da jovem, havia um jovem bonito com duas asas negras que se agitavam silenciosamente enquanto voava. Suspirando, disse:

— Da última vez que fomos ao Abismo Demoníaco, desperdiçamos muitos tesouros, mas só conseguimos que as videiras se estendessem por alguns milhares de metros. Quem sabe o quão profundo realmente é.

Do outro lado de Meng Hao, estava um jovem cujos dedos tinham garras afiadas. Ele balançou a cabeça e disse:

— De acordo com a lenda, esse fosso é a morada da Divindade Demoníaca que protege o Primeiro Céu da Seita do Demônio Imortal.

Meng Hao assentiu pensativamente. Todos puseram de lado suas reflexões sobre o Abismo Demoníaco enquanto prosseguiram em direção ao Terceiro Pico.

Quando se aproximaram, os playboys do Terceiro Pico imediatamente começaram a chamar os discípulos Conclave. Independentemente de estarem dispostos ou não, quando o valentão número um da seita apareceu, tiveram que sair.

Meng Hao olhou para os vários milhares de pessoas à sua frente, franzindo a testa ligeiramente. Não reconheceu nenhum deles como sendo o corpo hospedeiro do Clã Ji. Murmurando para si mesmo, aproximou-se um pouco mais. Após observá-los mais uma vez, levou seu grupo para o Segundo Pico.

Eventualmente, alcançou o Primeiro Pico, mas, apesar de olhar para milhares de discípulos Conclave, ainda não tinha encontrado ninguém, fazendo com que suspirasse interiormente. A essa altura, várias horas se passaram e, sem dúvida alguma, muitos dos outros estavam começando a acordar.

No momento em que Meng Hao estava prestes a chegar ao Quinto Pico, quando voou sobre os discípulos do Conclave, repentinamente uma sensação fraca de ondulação apareceu em sua mente. Imediatamente ficou abalado e parou. Nesse instante, olhou para todos os discípulos Conclave. Aproximou-se deles e o seu olhar parou no corpo de um homem em particular. Sua feição era bonita e o mesmo ficava lá, sem expressão. Quando Meng Hao olhou para ele, ficou boquiaberto, aparentemente apreensivo.

É ele! — gritou Meng Hao.

Ao se aproximar do rapaz, o leve sentimento ficou mais perceptível. Embora Meng Hao não pudesse ter certeza dos detalhes, tinha certeza de que o sentimento tinha algo a ver com os corpos dos hospedeiros.

— Quarto Jovem Patriarca, eu… — O rosto do jovem estava pálido enquanto gaguejava.

A intenção de matar cintilava nos olhos de Meng Hao. No entanto, a sombra de sua punição mais cedo ainda parecia pesada ao redor dele. Não queria matar ninguém em campo aberto; afinal de contas, as regras da Seita proibiam tal ato. Isso levaria a muitos problemas.

O jovem de repente começou a tremer e um olhar de confusão apareceu em seus olhos. Ao mesmo tempo, uma aura única que ninguém mais podia sentir subitamente pareceu despertar dentro dele. Meng Hao pôde imediatamente ver uma imagem vaga e sombria aparecer atrás do jovem. A imagem era a de um homem bonito, com um corvo empoleirado no ombro. A aura única do clã Ji emanava dele.

Meng Hao instantaneamente o reconheceu. “Ji Mingfeng!”, pensou. A intenção de matar de repente piscou em seus olhos quando percebeu que o homem estava prestes a acordar.

Não há tempo”, pensou Meng Hao, olhando para o homem. “Uma vez que acordar, muitas circunstâncias imprevistas podem acontecer.

Quando se trata do Clã Ji, matar dois não é diferente de matar um. Jovem do Clã Ji, hein? Ji Mingfeng, você não terá chance de despertar!” Meng Hao agiu com total determinação. Seu corpo cintilou e, num piscar de olhos, estava diretamente na frente de Ji Mingfeng. Para o choque de todo mundo assistindo, imediatamente bateu a palma da mão no peito do jovem.

Considerando o nível da Base de Cultivo de Meng Hao, um golpe de palma como este não foi fundamentalmente capaz de prejudicar o corpo do hospedeiro. No entanto, a imagem de Ji Mingfeng, que apenas Meng Hao podia ver, tremia visivelmente e se esforçava para abrir os olhos.

Essa era a Seita do Demônio Imortal!

As regras da seita eram rigorosas. No passado, Ke Jiusi, apesar de ser um playboy, nunca iria além de lutar com alguém em público. Embora tenha matado pessoas, sempre foi em segredo. Se tivesse conflitos com as pessoas, usaria seu status para levá-los para fora da seita, onde os mataria. Portanto, as ações de Meng Hao agora levavam apenas a alguns gritos de alarme. Na verdade, as mais de cem pessoas que o seguiram estavam conversando e rindo, e não fizeram nada para impedir os acontecimentos. Até mesmo os outros discípulos do Conclave do Primeiro Pico simplesmente franziram a testa. Sabiam da reputação de Ke Jiusi dentro da seita, e como era alguém que nunca deveria ser provocado. Afinal, qualquer grande seita como essa teria pessoas como Ke Jiusi. Era algo inevitável. Todas as seitas eram as mesmas.

No entanto, quando a palma de Meng Hao pousou no corpo do hospedeiro de Ji Mingfeng, o jovem tremeu violentamente e caiu para trás. Os rostos de todos os cultivadores circundantes instantaneamente cintilaram.

Eles poderiam dizer que a alma deste discípulo do Primeiro Pico do Conclave estava à beira de ser destruída. Tal coisa os deixou completamente surpresos.

A destruição da alma é diferente da morte do corpo carnal. Quando a alma é destruída, a única coisa que resta é um cadáver vivo. De muitas maneiras, é mais aterrorizante do que a morte verdadeira.

Os olhos de Meng Hao brilharam com intenção de matar. Podia ver que a alma de Ji Mingfeng estava tremendo violentamente e que estava prestes a abrir os olhos. Meng Hao soltou uma risada fria, aproximou-se dele novamente e depois bateu com outra palma.

Vários sons de batidas vieram do corpo de hospedeiro de Ji Mingfeng, que tremia violentamente. No início, não parecia ser nenhum motivo para preocupação. No entanto, a imagem ilusória da alma de Ji Mingfeng era agora ainda mais instável. Tremeu violentamente e soltou uivos sem som. Aparentemente, não poupou esforços na tentativa de acordar.

Meng Hao estava prestes a atacar novamente quando os outros discípulos Conclave do Primeiro Pico se moveram para bloquear seu caminho. Até mesmo alguns de seus próprios seguidores tentaram segurá-lo.

Jiusi, você não pode fazer isso.

Jiusi, não ataque de novo. Nós podemos encontrar uma chance outra vez para prender esse cara para sempre. Por que matá-lo na frente de todas essas pessoas?

Meng Hao olhou para as pessoas que tentavam obstruir seu caminho. A aura da alma desperta de Ji Mingfeng estava ficando cada vez mais forte. Na verdade, seus olhos estavam começando a brilhar com a luz.

Os olhos de Meng Hao se estreitaram e sua voz ficou fria. — Esse cara conspirou com aquela Demônia para me enfeitiçar! Ele tentou me punir de propósito! Eu juro que não vou parar até que esteja morto. Hoje!

Os discípulos playboys atrás dele hesitaram. Depois de um momento, porém, rangeram os dentes e mais uma vez bloquearam o caminho.

Quando Meng Hao franziu as sobrancelhas para eles, os cerca de doze que estavam bloqueando seu caminho transmitiam mensagens através da Vontade Divina.

Tem certeza que ele tem que morrer?

Ele deve morrer! — Foi a resposta resoluta de Meng Hao.

Bem. Você acabou de receber punição, mas, independentemente do por que você precisa desse cara morto, faremos isso juntos!

Não importa se somos punidos também. Nós vamos compartilhar a responsabilidade! Isso será melhor do que você mesmo, culpando-se por todos!

Essa dúzia de discípulos eram os amigos mais íntimos de Meng Hao na seita. Assim que tomaram a decisão, e viraram e atiraram na direção de Ji Mingfeng. Meng Hao ficou espantado por um momento e depois se moveu para segui-lo. Eles facilmente varreram os discípulos do Primeiro Pico que estavam bloqueando o caminho, e então apareceram ao redor de Ji Mingfeng. No instante em que os olhos de sua alma finalmente se abriram, sons estrondosos ecoaram.

Tanto Ji Mingfeng quanto seu corpo de anfitrião instantaneamente estavam inundando com sons estrondosos. Quanto a Ji Mingfeng, o momento em que abriu os olhos, soltou um grito agudo que só Meng Hao podia ouvir.

Sua alma ficou embaçada e sua expressão era de confusão e medo. Ele olhou ao redor com os olhos arregalados por um momento até que seus olhos pousaram em Meng Hao. Naquele instante, suas pupilas se contraíram.

É você!

Nesse instante, rugidos mais uma vez encheu o ar. Os ataques desabaram como ventos tempestuosos. O corpo do hospedeiro de Ji Mingfeng explodiu, transformado em nada além de cinzas pelas surpreendentes habilidades divinas impostas contra ele.

A alma de Ji Mingfeng estava sendo despedaçada. O grito de gelar o sangue que apenas Meng Hao podia ouvir ecoou. A mão direita de Meng Hao arrebatou a alma e depois se transformou em poeira.

Um som de estalo podia ser ouvido quando esse jovem do Clã Ji, um sol ardente de sua geração, um membro sobre o qual descansavam muitas esperanças do clã, foi destruído neste mundo antigo ilusório, o Segundo Plano.

Morte neste lugar, foi a verdadeira morte da alma!

No momento em que Ji Mingfeng morreu, fora da Seita do Demônio Imortal, de volta às terras do Céu do Sul, na mansão ancestral do Clã Ji, havia um altar alto. Sentado de pernas cruzadas no altar estava o Primeiro Patriarca do Clã no planeta Céu do Sul, o mesmo Cultivador de aparência jovem que tinha visto os membros do Clã Ji partirem para o Plano Imortal do Demônio Primordial. Seus olhos fechados de repente se abriram. Naquele instante, nuvens bizarras começaram a se agitar no céu acima das terras de todo o Céu do Sul. Tudo escureceu e mudou de cor.

O jovem levantou lentamente a cabeça para olhar as nove folhas de jade à sua frente. Esticou a mão esquerda para agarrar a primeira, mas antes que pudesse tocá-la, sons estridentes podiam ser ouvidos, e o jade quebrou-se. A mão do jovem parou de se mexer. Seu rosto instantaneamente ficou incrivelmente escuro. Ao mesmo tempo, um raio crepitava no ar acima das Terras Orientais, do Domínio do Sul e dos Rios do Norte. Era como se as mudanças na expressão do jovem causassem intermináveis nuvens negras.

Morreu… — ele murmurou. Sua voz estava rouca e seu rosto lentamente se encheu de descrença. Considerando seu cultivo, tal mudança na expressão facial era algo que não acontecia há muito tempo.


Tradutor: Drago   |   Revisor: Delongas



Fontes
Cores