ISSTH – Capítulo 46 – Três Lanças Longas

Meng Hao tinha estado no Condado Yunkai algumas vezes antes. Normalmente era quando ele precisava comprar canetas, tinta, papel e tinteiros. Talvez porque o excesso de riqueza na aldeia levou a uma demanda por enfeites acadêmicos, o preço de suprimentos de escrita era mais barato do que a média.

Embora tivesse passado três anos, o lugar parecia exatamente como antes. Assim que Meng Hao andou pelas ruas, ele não podia deixar de notar que fora de muitas lojas tinham lanternas penduradas, em que o caractere “Li” estava escrito em caligrafia extensa.

Pelo que Gordo dissera, seu pai era a pessoa mais rica em Yunkai e na verdade possuía cerca de metade do condado. E não era apenas a terra que possuíam, mas também os negócios, todos marcados com o caractere “Li”.

Depois de perguntar ao redor, ele determinou a localização da casa de Gordo e se dirigiu nessa direção. O sol estava começando a afundar no horizonte, tornando o céu escuro e cobrindo a terra com um suave brilho.

Não demorou muito para ele alcançar a extremidade leste do Condado Yunkai, onde viu uma enorme propriedade, preenchida de uma verdadeira floresta de grandes edifícios. Acima do portão principal, que era guardada por retentores, havia uma placa com as palavras “Mansão Li”. O som animado de canto e dança podia ser ouvido de lá de dentro.

O corpo de Meng Hao cintilou e ele já estava lá dentro.

A mansão era grande, cercando um pátio interior onde os cantores e os dançarinos estavam atualmente fazendo um espetáculo. Meng Hao avistou um homem extremamente gordo e de meia-idade vestindo uma roupagem luxuosa. Ele se parecia muito com Gordo; Este era obviamente seu pai. Sentado ao lado dele estava um jovem cujo rosto estava coberto com uma expressão prudente.

Ele parecia arrogante demais e usava roupas caras, mas seu corpo parecia um pouco frágil, como se tivesse se cansado com muito vinho e mulheres. Ele segurou uma taça de vinho em sua mão e uma expressão um tanto indecente brilhava em seus olhos enquanto olhava para as cantoras e dançarinas.

“Ainda não chegou aqui?” perguntou o jovem, franzindo a testa. Seu tom de voz era frio e entediado.

“A qualquer momento, a qualquer momento” disse o pai de Gordo, parecendo extremamente envergonhado, mas forçando um sorriso obsequioso em seu rosto. “Jovem Lorde Zhao, por favor, espere um pouco mais. Minha nora tende a tomar as coisas lentamente.” Mesmo quando as palavras saíram de sua boca, várias criadas apareceram à distância. Andava atrás delas uma mulher jovem. Ela usava uma longa roupa de gaze e seu cabelo estava com um gancho de fênix. Sua aparência era pura e bela, no entanto havia um olhar de medo em seu rosto; Quando ela se aproximou, ela pareceu tremer como se estivesse fria.

“Pai…” ela disse enquanto se aproximava. Ela se curvou em saudação.

“Xiang’er, este é o jovem Lorde da casa de Zhao, no Condado Yunhai,” disse o pai de Gordo suavemente. “Por que você não brinde com ele?” Ele olhou para sua nora desculpando-se. Mesmo que seu filho estivesse desaparecido por anos, ela continuou a esperar que ele voltasse, nunca se queixando. Ela tratou seu sogro com a maior piedade filial.

“Saudações, jovem Lorde Zhao.” disse a moça suavemente, abaixando a cabeça. Ela estava com medo, mas sabia que a família não estava em boa posição no momento. Ela levantou o recipiente de vinho e serviu um copo de vinho, que ela estendeu para ele com ambas as mãos.

Ele olhou para ela, seus olhos brilhando intensamente. Ele engoliu em seco. A menina era chocantemente bela e em seu coração, ele já estava preparado para fazer alguns problemas. Um sorriso lascivo apareceu em seu rosto. Ele aceitou o vinho e tentou agarrá-la. A garota recuou, assustada, fazendo a xícara cair ao chão.

“Como ousa!” gritou o jovem Lorde Zhao, com os olhos brilhando. Ele chutou sobre a mesa, enviando vinho e comida para tudo que é lado. Apontou para o pai de Gordo. “Escute-me, Li Dafu. Meu irmão mais novo está de volta e ele é um Imortal agora. Ele quer a sua propriedade, não a sua vida! Eu senti pena de você e falei gentilmente de você com ele, mas então você me humilha assim!? ”

“Jovem Lorde Zhao, isso…” O pai de Gordo tentou rapidamente falar.

“Cale a boca! Deixe-me dizer-lhe, este assunto não está terminado! Se você sabe o que é bom para você, sua nora terá que passar a noite comigo. Se ela me agradar, então eu vou dizer algumas coisas mais legais sobre você ao meu irmão mais novo…” Ele riu friamente, seus olhos estavam fixos na menina, cujo rosto tinha ficado branco pálido. Um olhar sujo mais uma vez apareceu em seu rosto.

O rosto do pai de Gordo ficou pálido. No início, o rapaz tinha mencionado apenas o brinde, que tinha concordado. Mas isso era excessivo. Ele cerrou os dentes. Seu filho estava desaparecido e ele não podia sequer proteger sua própria nora. Qual era o objetivo de viver?

“Caia fora!” Ele rugiu. “Saia já daqui! Homens, chutem este homem! Mesmo que a família Li vá à falência, eu não vou tolerar insultos da casa de Zhao!”

“Que impressionante,” riu o jovem Lorde Zhao. Ele girou e saiu, seus olhos cheios de intenção assassina.

Vendo a festa sendo limpa, a jovem mordeu o lábio, lágrimas escorrendo pelo rosto. Ela abaixou a cabeça e olhou como se estivesse prestes a dizer alguma coisa.

“Não se preocupe com esse assunto.” disse calmamente o pai de Gordo. “A lei ainda existe neste mundo. Por favor, leve a jovem senhorita de volta.” Os servos pareciam escoltar a jovem. Tudo estava quieto. O pai de Gordo começou a tremer. Ele cambaleou, de repente parecia envelhecer.

Então ele balançou a cabeça e começou a andar. Pouco tempo depois, chegou a um edifício. Ele abriu a porta e entrou. Era um quarto luxuoso, mas parecia que ficaria melhor se tudo não estivesse coberto com marcas de mordida.

“Fugui, onde está você?” murmurou o pai de Gordo, sentando-se numa cadeira. “Por que você não voltou …?” Ele parecia ainda mais velho do que antes. Ele gentilmente esfregou em uma marca de mordida na mesa.

“Ele está indo bem,” disse uma voz, quebrando o silêncio. O pai de Gordo ergueu a cabeça e seus olhos se encheram de medo ao perceber que de alguma forma outra pessoa estava de pé na sala, ao lado da janela. Ele não tinha ideia de quando ou como ele tinha chegado ali.

Ele usava uma longa túnica azul e parecia um erudito. Não era outro senão Meng Hao.

“Você…” Li Dafu se levantou, parecendo alarmado. Ele deu alguns passos para trás.

“Eu sou amigo de Li Fugui da Seita, Meng Hao, do Condado Yunjie.” Meng Hao se virou. Seus olhos se moveram de algumas marcas de mordida no escoro da janela para parar em Li Dafu.

“Meng Hao!” Disse Li Dafu, chocado. Ele reconheceu o nome. Quando ele tinha verificado o desaparecimento de seu filho todos aqueles anos atrás, ele tinha descoberto que outros três meninos tinham desaparecido ao mesmo tempo. Um deles era nomeado de Meng Hao.

“Fugui, ele…” O corpo de Li Dafu começou a tremer. Dentro, sentiu uma hesitação.

“Ele não está no Estado de Zhao no momento, mas acho que ele será capaz de voltar logo.” Meng Hao caminhou para frente e se sentou em uma cadeira. “Eu vi o que aconteceu no pátio agora,” ele disse friamente. “Eu vou ficar aqui por alguns dias para cuidar do assunto.” Ele tirou um pedaço de papel e colocou-o sobre a mesa. “Por favor, forje-me três lanças de acordo com estas especificações. Uma de ferro, uma de prata e uma lança de ouro. Com isso, ele fechou os olhos.

Li Dafu hesitou, mas depois assentiu com a cabeça. Independentemente de quão inacreditável a situação possa parecer, ele preferia acreditar no que Meng Hao acabara de dizer. Sem dizer uma palavra, pegou o papel e saiu correndo.

Quanto ao jovem Lorde Zhao, ele deixou a casa de Li e o Condado Yunkai, com um rosto sombrio. Acompanhado pelos guardas, voltou para o Condado Yunhai na escuridão da noite, rangendo os dentes. Enquanto caminhava, ele bateu duro na cara, deixando para trás uma marca clara da palma. Logo, ele chegou a um grande pátio e a expressão em seu rosto de repente virou para um de respeito, até mesmo de temor. Com sua voz baixa, ele falou.

“Irmãozinho, você está acordado?”

“Qual é o problema?” Disse uma voz fria. A voz era um pouco estridente, como se seu dono fosse um menino que começava a passar pela puberdade.

“Não só a casa de Li se recusam a ouvir suas sugestões, eles também me humilharam. Eles até me bateram.” O jovem Lorde Zhao tentou expressar sua expressão mais humilhada.

A porta se abriu lentamente e um jovem saiu. Parecia ter uns doze ou treze anos e usava uma veste ricamente bordada. Ele tinha características finas cinzeladas e parecia quase bonito. Se Meng Hao estivesse aqui, este jovem imediatamente começaria a agir como um sapo. Ele era um dos discípulos salvados pelo Grande Ancião Ouyang no dia em que a Seita Confiança foi dissolvida. Ele era o servo de Meng Hao, Zhao Hai.

Ele tinha a mesma ideia de Gordo, se tornar um grande proprietário. Com Gordo longe, ele retornou a esta área e começou a pilhar as propriedades das famílias ricas locais. Ele tinha realmente começado a planejar como lidar com Li Dafu quando ele ainda estava na Seita Confiança. Infelizmente, depois de voltar, ele tinha aprendido que a família Li proibiu seus membros de revelar informações sobre os bens da família.

“Você é um idiota,” disse Zhao Hai com um bufo frio. “Você realmente acha que eu sou tão estúpido como você? O ângulo da marca da palma está toda errada. Obviamente você se atingiu.” Uma expressão de repulsa apareceu em seu rosto. Mas, essa pessoa era seu irmão mais velho. Ele franziu o cenho. “Deixa pra lá. Estou prestes a fazer um avanço na minha Base de Cultivo. Em sete dias, irei com você até a casa de Li.” Ele se virou e voltou para a sala, batendo a porta atrás dele. O jovem Lorde Zhao parecia satisfeito. Seu coração queimava ao imaginar os gritos lamentosos da moça vindo de debaixo dele, daqui a sete dias.

Sete dias se passaram. Zhao Hai saiu da casa de Li, no Condado Yunhai, com as mãos entrelaçadas nas costas, seguido pelo jovem Lorde Zhao. Eles trouxeram um grupo de membros da família com eles. Seus olhos se encheram de intenção de matar enquanto se dirigiam direto para o Condado Yunkai.

No Condado Yunkai, Meng Hao sentava-se de pernas cruzadas no quarto de Gordo, meditando em silêncio. Por volta do meio-dia, uma leve batida pode ser ouvida na porta. Meng Hao lentamente abriu os olhos para ver Li Dafu entrando na sala. Atrás dele estavam dez membros da família. Três grupos de três homens carregavam cada um uma lança, uma de ferro, uma de prata e uma de ouro.

Redes de linhas finas foram esculpidas em suas superfícies, tornando-as de aparências primitivas e luxuosas ao mesmo tempo. Meng Hao levantou a mão, e a lança de ferro voou pelo ar para ele. Li Dafu e seus criados ficaram boquiabertos de espanto e choque.

A lança de ferro era extremamente pesada; ao ver Meng Hao arrebatá-la de tal uma distância, os deixou assustados.

O corpo de Li Dafu tremeu e seus olhos brilharam. Antes, ele supusera que Meng Hao não era uma pessoa comum. Apesar de apenas confiar nele pela metade, ele ainda tinha cumprido com o pedido de forjar as três lanças. Mas agora, ele acreditava completamente nas suas palavras anteriores. Esta pessoa claramente não era ordinária.

Meng Hao assentiu, pegando as lanças de prata e de ouro. Ele as testou, depois as depositou em seu saco de carregamento com o movimento de uma manga. Quando isso aconteceu, soaram sons de queda quando os criados caíram de joelhos e se curvaram para ele, suas expressões estavam cheias de choque.

Contribua com a Novel Mania!